clicRBS
Nova busca - outros

justiça

26 out17:07

Santa-rosense aguarda há dois anos por cirurgia solicitada na Justiça

Luma Leão, RBS TV Santa Rosa


A demora na Justiça pode causar prejuízos à vida de uma santa-rosense. Rita Amdt, 56 anos, luta há dois anos para conseguir uma cirurgia de redução dos seios e até hoje não obteve resposta. A aposentada sofre de dores fortes nas costas e nas pernas.

Um grande peso carregado diariamente. Basta olhar para Dona Rita e percebemos o tamanho desproporcional dos seios em relação ao corpo. Roupas e sutiãs são difíceis de encontrar no número adequado. no dia-a-dia, qualquer atividade não é fácil para a aposentada.

- É muita dor, é insuportável. Tem dias que eu passo mal mesmo. Chego a vomitar de dor. A dor toma conta – relata Rita.

Além das dores nas costas, os seios grandes também causam incômodo nas pernas e assaduras na pele. Ela também foi obrigada a largar o trabalho de faxineira. Vive à base de remédios para aliviar a dor e tratar uma hérnia de disco na coluna.

- O pior de tudo é o peso. Tem dias que ei não consigo nem ficar sentada – comenta.

A aposentada possui hipertrofia mamária, um distúrbio possivelmente genético responsável pelas mamas gigantes. A solução indicada pelos médicos seria uma cirurgia de redução dos seios. No caso dela, o procedimento é fundamental, pois o problema na coluna pode se agravar ao longo dos anos.

- Ela precisa reduzir aquele peso, porque ela vai ter problema de coluna. Pelo menos de 70% a 80% do total precisaria ser retirado – afirma o cirurgião plástico Nelson Dutra.

A cirurgia custa em média R$ 7 mil e não é coberta pelo SUS – Sistema Único de Saúde, pois é considerada estética. Por isso, Dona Rita entrou na justiça para conseguir o pagamento pelo Estado, já que não tem condições financeiras. No entanto, já se passaram dois anos e até agora ela não teve nenhuma resposta.

Depois de uma sentença positiva em primeira instância, o Estado recorreu e entrou com recurso. O processo foi então encaminhado para o Tribunal de Justiça em Porto Alegre e aguarda decisão.

Caso o parecer seja favorável à Rita, o processo ainda volta para a defensoria pública encaminhar os orçamentos. Uma espera que pode durar no mínimo mais três meses. Até lá, ela aguarda pela decisão que pode lhe dar uma vida nova.

- A cirurgia é o meu maior desejo. Não vai ter limite a felicidade que terei. Acho que vou nascer de novo.

>> Clique aqui para assistir à reportagem de Luma Leão para o Jornal do Almoço

Bookmark and Share
Comente aqui
06 out13:55

Aposentado que aguardou 11 dias para liberação de leito é transferido para Passo Fundo

Maristani Weiand, RBS TV Santa Rosa


No final da tarde desta quarta-feira, o aposentado de Santa Rosa, que aguardou 11 dias pela liberação de um leito, foi transferido para o hospital de Passo Fundo.

No caso deste paciente, nem mesmo a Justiça conseguiu resolver o problema. Alcides dos santos 69 anos, precisa fazer uma cirurgia na perna.

O hospital Vida e Saúde não possui disponibilidade para fazer este procedimento em Santa Rosa. A Justiça determinou que o Estado conseguisse uma vaga na Santa Casa em Porto Alegre, mas a determinação não foi cumprida.

A vaga em Passo Fundo foi conquistada por insistência particular do médico do paciente.

Bookmark and Share
Comente aqui
23 set16:19

Sem consenso, 104 funcionários demitidos pela John Deere seguem em recesso remunerado

Terminou sem acordo a reunião realizada na quarta-feira, dia 21, no Tribunal Regional do Trabalho, em Porto Alegre, entre a John Deere e Federação dos Trabalhadores. Sem consenso,104 funcionários inicialmente demitidos, seguem em recesso remunerado.

Em início de setembro uma liminar da desembargadora do TRT Maria Helena Mallmann, a pedido do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico de Horizontina supendeu as demissões, realizadas em 2 de setembro. A justificativa era que um acordo entre o sindicato e a empresa deveria ter precedido os desligamentos. A demissão coletiva deveria estar apoiada em razões técnicas e econômicas comprovadas.

Na época, a John Deere justificou que as demissões ocorreram em virtude da reestruturação da fábrica, que visa aumentar a eficiência operacional da unidade e manter a competitividade do seu negócio. Sobre a decisão de revogar as demissões ,a empresa comentará o assunto somente após a decisão do processo.

Na tarde desta sexta-feira, empresa e Sindicato estão reunidos em busca de um acordo.

Bookmark and Share
Comente aqui
15 set19:04

Absolvidas suspeitas de serem mandantes da chacina que vitimou quatro pessoas em Santa Rosa

Maristani Weiand, RBS TV Santa Rosa

Absolvidas por unanimidade as acusadas de serem as mandantes da chacina que ocorreu em janeiro de 2009, em Santa Rosa. A decisão foi do Tribunal de Justiça do Estado.

Losane Zimmerman Hintz, ex-mulher de Adir Hintz, morto na chacina, e a irmã dela, Marisa Zimmerman, foram acusadas de serem as mandantes do crime. Foram presas e, logo em seguida ,receberam permissão para responder o processo em liberdade.

O Judiciário de Santa Rosa entendeu que elas deveriam ir à júri popular junto com os três homens que mataram as vítimas. O advogado recorreu ao Tribunal da Justiça do Estado e nesta quarta-feira, por unanimidade, a 1ª Câmara criminal absolveu as duas.

O Ministério Público ainda pode recorrer da decisão. Os suspeitos do assassinato, Adilson da Silva de Leon e Flávio Tunes da Silva, estão presos em Charqueadas. Já Paulo Rogério Muller Gomes está recolhido em Santa Rosa.

Eles irão à júri popular que ainda não tem data marcada. Além do empresário Adir Hintz, 43 anos, foram executadas três jovens: Raquel Nascimento de Oliveira, 22 anos, e as irmãs Berenice Siqueira, 19 anos, e Clenice, 17 anos.

Bookmark and Share
Comente aqui
13 set18:09

Destituídos quatro dos cinco conselheiros tutelares de Humaitá

Nesta terça-feira, dia 13, quatro dos cinco membros do Conselho Tutelar de Humaitá foram destituídos do cargo. O único que permanece no cargo é Dieison Groff.

A liminar foi concedida pelo Judiciário, que atendeu um pedido do Ministério Público. De acordo com o promotor Ronaldo Adriano de Almeida Arbo foram comprovadas denúncias de que os plantões não funcionavam como deveriam porque quatro conselheiros também tinham outros empregos, dois em cargos públicos e dois em privados.

Um acúmulo de funções, que segundo o promotor, não é permitido pelo Conselho Nacional dos Diretores da Criança e do Adolescente e também pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Os conselheiros que perderam o cargo podem recorrer.

No lugar dos conselheiros destituídos assumem os suplentes Jacinta Rodrigues da Silva, Susana Schons, Clarice Haas e Sandra Marisa Käser. A posse está marcada para às 10h30min desta quarta-feira, na sede do Conselho Tutelar.

Bookmark and Share
Comente aqui
12 set10:21

Prefeitura de Giruá deve recorrer para não perder recurso anual de R$ 1,7 milhão do FPM

Luma Leão, RBS TV Santa Rosa

A prefeitura de Giruá deverá entrar com recurso para rever estimativa do IBGE. O Instituto declarou que o município receberá menor valor do repasse do FPM, o Fundo de Participação dos Municípios, por causa da queda do número de habitantes.

O gerente de banco Alceu Luís Witchack se mudou com a família para Giruá no ano passado. Hoje, ele a mulher e os dois filhos, planejam morar na cidade pelos próximos anos.

- A minha transferência para Giruá foi por motivos profissionais, pela minha empresa. Eu estava em Tenente Portela antes e desde agosto do ano passado estou desempenhando minhas funções aqui na cidade– conta Alceu.

O bancário é um dos cinco moradores que contribuíram para o último Censo do IBGE em 2010. A pesquisa apontou que Giruá tem atualmente 17.075 habitantes. Um pequeno acréscimo em relação a 2007, quando eram 17.070 moradores. Outro dado que confirma o aumento populacional em Giruá é em relação às eleições. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, desde 2008 foram registrados cerca de mil eleitores a mais no município.

Mesmo com números que mostram o crescimento uma nova pesquisa do IBGE prevê uma estimativa de queda na população para 2011, baseada na evolução dos últimos 10 anos. A diminuição acarretaria na perda de R$ 1,7 milhão no repasse anual no Fundo de Participação dos Municípios.

- Giruá contesta com todas as forças a estimativa divulgada pelo IBGE. Em primeiro lugar porque é um dado estimado que é feito a distância, do Rio de Janeiro. Em segundo lugar porque é feito com base numa série histórica de dez anos e, em terceiro lugar, porque o próprio IBGE no ano passado mostrou que foi interrompido o cenário de queda populacional em Giruá – defende o prefeito Fabiam Thomas.

A prefeitura tem até o dia 20 para entrar com recurso no Tribunal de Contas da União e rever a decisão do repasse das verbas.

* Clique aqui para assistir à reportagem de Luma Leão para o RBS Notícias.

Bookmark and Share
Comente aqui
09 set10:05

John Deere deverá explicar detalhes sobre reestruturação que ocasionou a demissão de 104 funcionários

Maristani Weiand, RBS TV Santa Rosa

Representantes da John Deere e do Sindicato dos Metalúrgicos foram ouvidos na tarde desta quinta-feira pelo Ministério Público do Trabalho. Na semana passada, a empresa demitiu 104 funcionários.

A audiência foi a portas fechadas. Segundo o procurador do trabalho Marcelo Goulart, a John Deere alegou que as demissões fazem parte da reestruturação no setor de produção da empresa. O Sindicato considera as demissões abusivas e o procurador pediu mais detalhes sobre essa reestruturação.

- O procurador solicitou que no dia 13 de outubro um diretor industrial apresente o funcionamento do sistema de produção da empresa. Ela deverá explicar como vai ter a mesma produção com em torno de 400 funcionários a menos, de abril até agora – conta o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Irineu Schoninger.

Em abril 230 funcionários foram demitidos do setor de produção na unidade de Horizontina. Em setembro, outros 104. Neste intervalo, em torno de 50 pediram demissão, de acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos.

Bookmark and Share
Comente aqui
31 ago14:08

Série de reportagens do RBS Notícias mostra as cinco Câmaras da região que ultrapassaram gastos com folha de pagamento

Everson Dornelles, RBS TV Santa Rosa

Cinco câmaras de vereadores da região ultrapassaram gastos com a folha de pagamento em 2010. O RBS Notícias preparou uma série de reportagens que mostra quais são essas Câmaras e o que pode acontecer. A primeira foi ao ar nesta terça-feira.

O Legislativo de Porto Mauá ultrapassou o limite de gastos em 0,29%. De acordo com a Constituição Federal, a Câmara pode gastar com o pagamento de pessoal, 70% do orçamento que recebe.

O presidente do exercício de 2010 atribui o excesso à redução do orçamento da Câmara.

- Além de ter reduzido de 8% para 7% do nosso orçamento, houve uma diferença de em torno de R$ 80 mil no orçamento do ano de 2009 para 2010 – afirma Alir Valentim da Rocha, ex-presidente da Câmara.

Como a porcentagem de gastos acima do limite permitido não chegou a um 1%, o Tribunal de Contas do Estado enviou uma advertência à Câmara de Vereadores e determinou que o atual presidente cumpra o limite estabelecido na lei.

- Essa situação poderia levar à decisão do não atendimento fiscal, mas por ser o primeiro ano que está em vigor situação, o conselheiro relator preferiu a decisão no sentido pelo atendimento fiscal – explica o coordenador regional do TCE – RS, Bernardino Furtado Flores.

Conforme o contador da Câmara, no primeiro semestre deste ano os gastos estão abaixo do limite.

- Estamos neste ano com 64% de gastos em relação à despesa total – explica o contador Adelar Hoff.

Na Câmara de Vereadores, o orçamento é aplicado para pagamento do salário de nove vereadores e três funcionários. Nesta quarta-feira, você confere a situação de Coronel Bicaco e Derrubadas.

* Clique aqui para assistir à reportagem de Everson Dornelles para o RBS Notícias.

Bookmark and Share
Comente aqui
19 mai11:20

Compradora de veículo terá que pagar indenização por demora na transferência de propriedade

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou ao pagamento de R$ 5 mil, por danos morais, uma mulher por não ter transferido para seu nome a propriedade de um automóvel. A compradora já estava com o carro desde 2002.

Assim, as infrações por ela cometidas foram cobradas do proprietário anterior do veículo.

O caso ocorreu em Santo Cristo, a 23 km de Santa Rosa. O autor do recurso afirma que em maio de 2001, vendeu um automóvel de sua propriedade para uma revenda. Em dezembro do mesmo ano, o DETRAN foi comunicado da revenda do veículo para uma compradora, porém a efetiva transferência não ocorreu.

Em agosto de 2002, no entanto, o condutor foi flagrado transportando mercadorias sem nota fiscal no referido automóvel. No entanto, a multa foi para o antigo proprietário do veículo.

A indenização por dano material a fim de ressarcir o prejuízo já tinha sido aprovada. Agora, ele garantiu na Justiça indenização por danos morais.

O que diz o relator

De acordo com nota divulgada pelo TJ, em seu voto, o relator, Desembargador Guinther Spode, ressalta que a obrigação de promover a transferência do veículo junto ao DETRAN cabe ao comprador, em razão do disposto no artigo 123, § 1º do Código de Trânsito. Descumprida tal obrigação, deve a compradora responder pelos danos materiais e morais suportados pelo autor, observou o relator.

Segundo o relator, “a aflição e o desequilíbrio em seu bem-estar, decorrentes da não transferência do veículo para o nome da compradora, bem como a impotência diante da situação, fugiram à normalidade e se constituíram como agressão à sua dignidade”. Assim, considerou configurados os danos morais, fixando a compensação em R$ 5 mil.

Participaram do julgamento, além do relator, os Desembargadores José Francisco Pellegrini e Mylene Maria Michel.

Bookmark and Share
Comente aqui
16 mai12:45

Servidores do Judiciário iniciam semana de paralisações

Nesta segunda-feira, os servidores do Fórum de Santa Rosa começam uma semana de manifestações, que objetivam chamar a atenção do Tribunal de Justiça, sobre a proposta de reajuste salarial de 12% parcelados em três vezes.

De segunda a quinta-feira, todas as comarcas e locais de trabalho desligarão os computadores e paralisarão por uma hora, das 13h30min às 14h30min.

Neste período, os servidores estarão em frente ao Fórum entregando a carta aberta com as razões das paralisações à população.

Os servidores estão descontentes com a forma como o TJ-RS está tratando a política salarial da categoria. As perdas salariais da categoria chegam a 55%.

A proposta apresentada pelo Tribunal foi rejeitada pela categoria, que destacou ainda a necessidade de serem encaminhadas a implantação da jornada de sete horas e o Plano de Cargos e Salários.

Na sexta-feira, dia 20, haverá assembléia geral em Porto Alegre com indicativo de greve, caso não haja avanços na proposta.

Bookmark and Share
Comente aqui