clicRBS
Nova busca - outros

regionalismo

22 set12:13

Um gracioso gauchinho

O  lindo gauchinho Wesley Felipe dos Santos Delago, 2 anos e 9 meses, enche de orgulho sua família. Na Semana Farroupilha, ele se integrou aos festejos gaúchos e vestiu o tradicional traje do Rio Grande.

Ele recebe um abraço carinhoso da avó Liliane Berenice Delago, que compartilhou este encantador momento.

Bookmark and Share
1 comentário
21 set15:10

Definidos finalistas do concurso cultural Noroeste Farroupilha

Por meio do concurso cultural Noroeste Farroupilha,poetas da região declararam seu amor pelo pago. Peões e prendas da região da Grande Santa Rosa enviaram poesias com o tema “Por que tenho orgulho de viver as tradições Farroupilhas na região noroeste?”.

Atenderam aos critérios de participação (para acessar o regulamento, clique aqui) e concorrerão ao kit de chimarrão da Ervateira Vier:

- Amor pelo Rio Grande – Adelar dos Santos

- Orgulho Gaúcho – Ana Maria Baiotto Gass

- Amor Farroupilha – Rosângela Aparecida Sutil de Oliveira

- Orgulho de viver no noroeste gaúcho – Márcio Jair Jeske

As poesias selecionadas, participarão de uma enquete popular que escolherá a poesia vencedora. A enquete estará disponível no portal clicRBS Santa Rosa das 15h30min do dia 21 de setembro às 10h do dia 26 de setembro, quando o resultado será divulgado no site.

Bookmark and Share
Comente aqui
21 set13:48

Orgulho de ser gauchinho

Os primos Martina e Otávio cultivam desde pequenos o orgulho de ter nascido neste pago. Com a Semana Farroupilha, o vestido de prenda e a bombacha fizeram parte do traje dos primos, como registrou a mãe e tia Daniela Hamerski.

Bookmark and Share
Comente aqui
21 set11:34

Orgulho de viver no noroeste gaúcho

O gaúcho se conhece, não por uma certidão,

Por documentos, formalidades, ou qualquer convenção;

O que distingue o gaúcho é a sua convicção,

O amor pelo seu pago, o zelo pelo seu chão.

Cavalgar em um Crioulo é a própria tradição,

Se renovando trote a trote, na perícia do peão,

Relembrando os feitos passados, a história do rincão:

Fronteira, Liberdade, Orgulho, Amor e Devoção.

Um homem não escolhe onde nasce,

Escolhe, sim, um rumo a seguir,

O que amar, com quem conviver, o caminho que definir.

Um mate quente, amargo, uma costela na brasa,

São tradições que, onde forem

Deixam o gaúcho “em casa”.

Quem escolhe amar o pago,

E as tradições que ele tem,  é sim, de coração um Gaúcho,

Não importa de onde vem.

O Noroeste gaúcho, perto da Argentina,

É vizinho das Missões,

E de Santa Catarina.

Terra de gente buena, que traz o Torrão no peito,

Com orgulho, peito aberto,

Satisfação e respeito.

Um povo trabalhador, que luta no dia a dia,

Com afinco, dedicação,

Esperança e galhardia.

Ser gaúcho é uma honra,

Que não tem explicação,

Um orgulho, uma alegria,

E uma baita satisfação.

Márcio Jair Jeske – Santa Rosa

Bookmark and Share
Comente aqui
21 set11:09

ACIAP se integra aos Festejos Farroupilhas em Horizontina

Tiago Dotto, leitor-repórter


Pelo segundo ano a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Horizontina participou do desfile temático da Semana Farroupilha em Horizontina. A entidade de classe apresentou pelas principais ruas e avenidas do município, quatro relacionados ao Temário 2011 “Nossas Raízes”: Época da Charqueadas (1780-1840); Organização Administrativa da Província; Colonização (1° Fase) e Revolução Farroupilha.

O grupo de 77 pessoas, entre eles associados da entidade, colaboradores e dependentes, emocionou o público que esteve presente na manhã nublada do dia 20 de setembro.

Bookmark and Share
Comente aqui
21 set10:36

Desfile e dança para comemorar Dia do Gaúcho em Boa Vista do Buricá

Vanderlei Holz Lermen, leitor-repórter


As comemorações farroupilhas foram celebradas com um desfile de invernadas e cavalarianos, nas principais ruas de Boa Vista do Buricá.

O tempo firme colaborou para que um grande público prestigiasse o evento na tarde desta terça-feira. A confraternização seguiu com mateada, brinquedos para as crianças e apresentação de danças a cargo das invernadas artísticas do CTG Recanto Verde, em frente à prefeitura.

Bookmark and Share
1 comentário
21 set10:12

Amor Farroupilha

Um amor me consome

Um amor verdadeiro e que nunca morrerá

Mesmo quando partir sei que levarei esse amor comigo.

Aqui nasci

Aqui cresci

E é aqui que viverei até o último dos meus dias.

Terra de gente que luta por seus ideais

Terra de quem não se deixa abater jamais.

Sou mulher farroupilha

Sou mulher missioneira

Jamais fugirei da guerra

Lutarei até o fim para proteger minha terra.

Carrego minhas tradições desde criança

Esta é minha verdadeira herança.

Agradeço ao meu patrão celestial por este regalo

Nascer no noroeste deste meu chão.

Esse meu amor tem o céu azul

Esse meu amor é o

Rio Grande do Sul.

Rosângela Aparecida Sutil de Oliveira

Bookmark and Share
Comente aqui
20 set16:16

Último dia para participar do concurso de poesias e concorrer a Kit de chimarrão da Vier

O concurso cultural Noroeste Farroupilha recebe as declarações de amor pelo Rio Grande até o final deste feriado de 20 de setembro.

Você pode ter seu amor pelo Rio Grande declarado no clicRBS Santa Rosa e, ainda, concorrer a um kit de chimarrão da Ervateira Vier. Peões e prendas da região da Grande Santa Rosa podem enviar suas poesias com o tema “Por que tenho orgulho de viver as tradições Farroupilhas na região noroeste?”, com no máximo 30 linhas,para o e-mail participe@clicrbssantarosa.com.br.

Com a poesia devem ser encaminhados os dados do autor: nome completo, telefone, RG e data de nascimento. O autor deve ter mais de 18 anos.

Seleção e Premiação

As poesias cadastradas no concurso cultural serão divulgadas no clicRBS Santa Rosa. Entre elas, a comissão julgadora escolherá as poesias mais criativas e coerentes com o tema proposto.

Após essa seleção prévia, as poesias selecionadas, participarão de uma enquete popular que escolherá a poesia vencedora. A enquete estará disponível no portal clicRBS Santa Rosa das 15h30min do dia 21 de setembro às 10h do dia 26 de setembro.

O autor da melhor poesia do Concurso receberá como prêmio um Kit de Chimarrão da Ervateira Vier, composto por 01 (uma) térmica, 01 (uma) cuia, 01 (uma) bomba e 01 (um) cevador, além de 02 (duas) caixas de chá e 02 (dois) pacotes de 01 kg de erva-mate.

Clique aqui para conferir o regulamente completo do concurso cultural “Noroeste Farroupilha”.

Bookmark and Share
Comente aqui
20 set15:35

Comemorações farroupilhas unem comunidade portelense e indígena

Everson Dornelles, RBS TV Santa Rosa

Juntas, as diversas etnias que formam a identidade do Estado se envolvem em um mesmo sentimento: o orgulho de ser gaúcho. No acampamento farroupilha de Tenente Portela, por exemplo, os índios da Reserva do Guarita se integram aos peões e prendas na homenagem ao Rio Grande.

Há oito dias, mais de 20 entidades tradicionalistas montaram acampamento e colorem a praça Brasília. Cada entidade prepara um prato diferente e contribui para o aroma de diversos pratos típicos que tomam conta da praça. Mandiocada, churrasco, carreteiro, mandongada e ovelha assada são os favoritos.

Seja no fogão à lenha ou no disco, o importante para estes tradicionalistas é fazer um prato à moda gaúcha.

- Semana Farroupilha é assim mesmo: vamos botando fogo, colocando lenha e fazendo uma bóia bem xucra. Gostamos de um carreteiro de salame com bacon – afirma o artesão Elvis Wink.

Onde há gaúchos cultuando a tradição, quase sempre tem tiro de laço, nem que seja na vaca parada feita de cavalete, como acontece no acampamento de Tenente Portela.

- A comunidade participou intensamente todos os dias, fazendo almoço, jantar e outras atividades na praça. Participaram, inclusive, de cursos de dança – conta o diretor de cultura de Tenente Portela, Régis Carniel.

Neste ano, a temática da semana farroupilha resgatou o legado cultural dos povos e etnias que habitaram o Rio Grande do Sul. Um desses povos é o indígena.

- A caça e o gado são costumes que os gaúchos herdaram dos índios e até agora continua. Precisamos preservar isso – afirma a estudante indígena, Marliane Sales.

O acampamento também é uma oportunidade de os indígenas mostrarem o artesanato feito na aldeia.

Nos oito dias de acampamento versos e música regional unem as diversas etnias em um único povo e sentimento singular, traduzidos no ‘orgulho gaúcho’.

Bookmark and Share
Comente aqui
20 set12:48

Amor que ultrapassa gerações

A pequena Kauany Vitória Keiber Diel,  com 52 dias de vida, junto com seus avós Jose Luis Keiber e Lucia Keiber.  Prontos para a bailanta no CTG , eles mostram que é desde cedo que se cultiva as tradições gaúchas, para o orgulho dos pais Everton e Keity.

Bookmark and Share
Comente aqui