clicRBS
Nova busca - outros

rural

16 nov09:55

Presidente da Emater falará sobre sucessão na agricultura familiar em Santo Cristo

Caravanas da região estão sendo organizadas para assistir à palestra com o presidente da Emater/RS e superintendente Geral da Ascar, Lino De David, que estará em Santo Cristo na próxima quinta-feira, dia 17.

Políticas públicas e sucessão na agricultura familiar será o principal assunto abordado. A palestra, marcada para às 14h, no Salão da Sociedade Progresso de Vila Laranjeira, faz parte da programação do Dia de Campo da Agricultura Familiar “Bom de viver e Morar”, promovido pelo escritório municipal da Emater/RS-Ascar de Santo Cristo.

O Dia de Campo começará às 8h30min, com a recepção das caravanas de participantes, vindas de outros quatro municípios próximos, na Escola Municipal São Sebastião, na Vila Laranjeira. Às 9h, terá início o roteiro dos grupos nas oito estações previstas: Habitação Rural; Higiene e Instalações em Pecuária Leiteira; Programa Crédito Fundiário; Sucessão Rural na Agricultura Familiar; Bovinocultura de Leite – Pastagens e Alimentação; Produção Diversificada; Programa de Aquisição de Alimentos; e Uso Racional dos Recursos Naturais – Solo e Água.

Às 13h será servido almoço no Salão da Sociedade Progresso de Vila Laranjeira, onde o presidente da Emater/RS ministrará sua palestra, prevista para às 14h. O encerramento está marcado para às 15h30min, com integração entre os participantes e apresentação de artistas locais.

As ações ocorrerão nas propriedades das famílias de Tabajara Meinhart, Roque Afonso Schmitz, Avelino Henkes e Algemiro Ehrig, localizadas na comunidade de Vila Laranjeira, em Santo Cristo, bem como na propriedade de Edio Ehrig, na Linha Jaçaroaba, em Porto Vera Cruz.

Bookmark and Share
Comente aqui
11 nov08:45

Patrulha Agrícola será implantada em Alecrim

Até o próximo dia 15 de novembro devem chegar a Alecrim, os  implementos novos que farão parte da Patrulha Agrícola.

Assim que todos os equipamentos chegarem serão vistoriados pela Caixa Econômica Federal e após liberados para a utilização. No total  135 implementos reforçarão o trabalho da Secretaria de Agricultura: oito ensiladeiras, 30 grades de tração animal, 55 pulverizadores de tração animal, duas plantadeiras a trator e 40 plantadeiras de tração animal.

Bookmark and Share
Comente aqui
02 nov13:12

Santo Cristo é o 3º maior produtor de leite do Estado

Everson Dornelles, RBS TV Santa Rosa


Uma pesquisa do IBGE mostra que Santo Cristo é o 3º município do Estado que mais produziu leite no ano passado. Ficou atrás, apenas, de Casca e Marau.

Em 2010, a produção de leite no Rio Grande do Sul ultrapassou 3,6 bilhões de litros (3.633.834.000).

Foram 233 milhões a mais do que em 2009. Um aumento de 6,9%. Em Santo Cristo, o aumento foi acima da média do Estado: cresceu 10% em um ano.

Com o acumulado dos últimos quatro anos o crescimento foi maior ainda: 41%.

De acordo com os dados do IBGE, a produção de leite de Santo Cristo aumenta a cada ano. Passou de 36, 4 milhões de litros em 2007 para 51,6 milhões em 2010.

De acordo com o Secretário Adjunto de Agricultura, neste ano Santo Cristo deve aumentar ainda mais a produção de leite.

- Nós estamos hoje superando 170mil litros por dia. A expectativa para 2011 é atingir em torno de 60 milhões – destaca o secretário adjunto de Agricultura Anencir Luis Kerchoff.

O produtor Sinésio Kist contribui para este aumento na produção de leite. Ele trabalhava somente com suínos. Em agosto de 2009 comprou 30 vacas. Como teve retorno na produção aumentou o rebanho. Hoje são 120 animais e uma produção diária de 2.400 litros de leite.

- O negócio se justifica pela necessidade de alimento no mundo hoje e pela instalação de empresas na região. A gente acredita que para nós isso é uma grande oportunidade de negócio, que é preciso fazer com seriedade, planejamento, visando obter lucro considerável no decorrer do tempo – projeto Kist.

Produção em Santo Cristo

2007 – 36.410.000

2008 – 43.317.000

2009 – 46.999.000

2010 – 51.699.000

>> Clique aqui para assistir à reportagem de Everson Dornelles para o Jornal do Almoço.

Bookmark and Share
Comente aqui
27 out11:05

Faturamento de R$ 1,6 bilhão previsto para 2011 é superado pela Camera

A Camera Agroalimentos de Santa Rosa tem se firmado como uma das principais empresas de agronegócio do país. Em 2011, o faturamento projetado de R$ 1,6 bilhão (+ 50% sobre 2010) já foi atingido, com ampliações e investimentos em diferentes pontos do Estado. A empresa projeta que até o final do ano sejam faturados em torno de R$ 2 bilhões.

Para 2012, o crescimento deve ser ainda maior. Estima-se que 20% em relação a este ano.

Uma das apostas da Camera foi a aquisição de dois ativos da Vanguarda Agro (nova denominação da Brasil Ecodiesel), localizados no Rio Grande do Sul. A Companhia assume estruturas de produção de biodiesel, processamento de soja, canola e girassol, originação de grãos e varejo de insumos agrícolas, tornando-se uma das principais processadoras de soja e produtoras de biodiesel de capital nacional do Brasil.

Em função dos investimentos, a companhia estima um incremento de 20% do quadro de pessoal, superando para 2012 a marca de 1.500 pessoas alocadas em mais de 60 unidades corporativas, operacionais e de negócios – todas distribuídas pelo interior do RS.

Bookmark and Share
2 comentários
08 out15:43

Juntos, 45 escritórios municipais da Emater/RS-Ascar Regional Santa Rosa planejam ações para 2012

Com 38 novos empregados, a Emater/RS-Ascar Regional Santa Rosa planeja as ações para 2012. Na última quinta-feira, a gerência regional reuniu os chefes dos 45 escritórios municipais para sintonizar o trabalho realizado.

De acordo com a gerente regional adjunta, Neida Fhrölich, além da apresentação das diretrizes, o encontro também visou a sensibilização de cada empregado por meio da palestra motivacional da assistente social da Emater/RS-Ascar, Inês Salete Argenta.

- Não debatemos apenas questões técnicas ou sanamos dúvidas, mas sim demos um enfoque ao relacionamento humano, visto que o maior patrimônio da instituição são as pessoas e seus conhecimentos. Estou muito satisfeita com o grande número de intervenções dos participantes – avaliou Neida.

O gerente regional, Amauri Coracini, destacou a ação de planejamento na região.

- Abordamos questões do dia a dia, processos e rotinas, além, é claro, de trabalhar a qualificação das relações interpessoais – acrescentou.

Novas reuniões com o grupo serão realizadas periodicamente.

Informações: Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar Regional Santa Rosa

Bookmark and Share
Comente aqui
26 set14:11

Site oferece possibilidades de negócios rurais online

Nestor Tipa Junior, Rádio Gaúcha


O agronegócio tomou dimensão online. O comércio pela internet é o novo aliado para produtores rurais. Um dos exemplos veio do site Agron (www.agron.com.br).

No espaço, que funciona como uma rede social do setor primário, os usuários podem anunciar seus produtos nos classificados, divulgar leilões, enviar notícias de eventos e exposições, incluir o currículo ou vaga de emprego e publicar artigos.

O idealizador do site, o médico veterinário Selmos Luiz Gressler, explica que a proposta é facilitar a divulgação de produtos e serviços e que os usuários possam participar contribuindo com o conteúdo.

- A ideia é oferecer ao produtor a possibilidade de anunciar de forma simples, econômica e abrangente utilizando a internet. A ideia é que as pessoas possam participar incluindo itens, não só lendo e olhando, mas participando com conteúdo, como produtos, serviços, notícias – afirma.

E uma das maiores febres da internet, hoje em dia, são as compras coletivas. Uma das áreas do Agron foi transformada em um novo projeto, o Agronvale.

O site já trabalhava com as compras em grupos, prática comum, principalmente por quem participa de cooperativas. Gressler explica que a proposta do módulo de compra coletiva surgiu a partir da observação da experiência do cooperativismo.

- Esta ideia foi transportada pela minha experiência, observando cooperativas, grupos de compras, transportando isto da vida real para a internet para possibilitar uma maior difusão e utilização pelos produtores rurais – salienta.

Clique aqui para continuar lendo.

Bookmark and Share
Comente aqui
18 set09:44

Agricultores de Santa Rosa são incentivados a permanecer no campo

Luma Leão, RBS TV Santa Rosa


Os agricultores santa-rosenses são incentivados a permanecer no campo nos próximos anos. Novas perspectivas de lucratividade são apresentadas como motivos para que a lavoura seja cada vez mais valorizada.

Para garantir maior produtividade e incremento de renda na agricultura, um programa pretende capacitar os produtores rurais e otimizar aproveitamento dos produtos.

Três técnicos em agropecuária e um engenheiro agrônomo serão os executores do projeto “Agrofamília”, desenvolvido pela prefeitura. Em Santa Rosa, 300 propriedades  serão visitadas em um ano. Uma delas do agricultor Arnildo Günther.

-  Faz falta um incentivo e tem muita coisa que a gente aprende com eles. De acordo com o que o técnico explica, a gente vai tentar melhorar – afirma o agricultor.

A fonte de renda principal da família de Arnildo é o leite. A produção chega a 20 litros diários por vaca, o que possibilita um rendimento mensal de R$ 4mil. Mas esse número pode ser maior. Depois de visitar a propriedade, a equipe técnica já planeja mudanças.

- Como ele lida com bastante leite, a gente já tem algumas sugestões de botar água nos piquetes e botar sombra – orienta o técnico em agropecuária, Cleisson Matthes.

Com as orientações sugeridas pelos técnicos, as famílias podem aumentar a produtividade. No caso de Arnildo, a expectativa é de ter um acréscimo de 20% na produção de leite em um ano.

Em outras propriedades, o rendimento pode até dobrar. Esse resultado deve ser obtido por meio de visitas guiadas, dias de campo e palestras temáticas, incluídas no projeto.  O objetivo é trazer alternativas para otimizar a agricultura familiar.

” O que a gente prevê neste projeto de assistência técnica é a produção de insumo na propriedade. A melhor forma de reduzir custo é fechar o ciclo na propriedade. Reaproveitar, por exemplo, dejeto suíno e bovino para melhorar a produção de pastagem”,

Ari Dresch , Secretário Municipal de Agropecuária

O projeto Agrofamília custará R$ 164mil, sendo R$ 140mil do Ministério do Desenvolvimento Agrário e R$ 24mil de contrapartida do município.

* Clique aqui para assistir à matéria de Luma Leão para o RBS Notícias.

Bookmark and Share
Comente aqui
09 set10:24

Jovem de Campina das Missões vive a realidade alemã no campo

Leila Endruweit, Zero Hora


Aproveitando o fim do verão na Europa, os 25 jovens gaúchos que embarcaram em agosto para estágio de um ano em propriedades rurais do norte da Alemanha, já se ambientaram com suas novas tarefas e agora já dirigem máquinas, ordenham vacas e ajudam na administração de propriedades com tranqüilidade. O intercâmbio da Deula (Deutsche Lehranstalt für Agrartechnik – em português, Instituto Alemão de Tecnologia Agrícola), oportuniza que os jovens, todos filhos de pequenos agricultores, morem em casas de famílias alemãs, ajudem nos afazeres da propriedade rural quatro dias por semana e frequentem aulas em escolas profissionalizantes alemãs uma vez por semana, aprendendo a realidade do meio rural naquele país.

Contraste de realidades

Fabiane com o dono da propriedade de 650 hectares

Acostumada a tirar leite e alimentar as vacas, Fabiane Niedermeyer, 26 anos, não estranhou o trabalho realizado noestágio na Alemanha. No entanto, a moderna realidade do país e o contraste com a pequena propriedade em que nasceu e onde vivem seus pais em Campina das Missões, noroeste do Rio Grande do Sul, impressionou.

Criada em uma pequena propriedade com 20 vacas leiteiras, onde a principal renda vem do artesanato feito com porongos, ter a oportunidade de estagiar em uma propriedade de 650 hectares, com 2.200 vacas, 1.1000 delas em lactação, será uma experiência e tanto para quem ainda nem se formou. Estudante do último semestre de medicina veterinária da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel), ela validará o período na Alemanha como seu estágio final para a conclusão do curso.

Os números da propriedade impressionam. São mais de 28 mil litros de leite diariamente, ordenhados 24 horas por dia. A cada ano, são 9 mil litros de leite por vaca, que são vendidos para duas indústrias de laticínios. A propriedade produz toda a energia que consome através de uma usina de biogás financiada pelo governo – na Alemanha formas alternativas de produzir são incentivadas – e ainda vende o excedente. A produção é de 8,5 milhões KW\ano, o suficiente para abastecer de em torno de três mil propriedades /mês.

Nas três primeiras semanas de estágio ele teve contato com o veterinário que presta serviços para a propriedade. Agora, ciente do funcionamento do local, ela auxilia no tratamento veterinário dos animais.

Adaptados a nova vida

Luciane Haas e Anderson Neumann (retratados em reportagem de Zero Hora de 29 de julho de 2011 quando se preparavam para o estágio na Alemanha) também já estão morando com as novas famílias. Luciane está na casa da família Lührs, na cidade de Grasberg, pequeno município próximo a Bremen. A propriedade tem 300 hectares, onde são criadas 400 vacas leiteiras, que produzem diariamente 10 mil litros de leite.

Lá, ela convive com pai, mãe, irmão e irmã emprestados. Além da família, trabalham na propriedade outro estagiário e mais três funcionários.

- É a 12º vez que temos um estagiário do Brasil. A principal atividade da Luciane aqui é cuidar dos terneiros – explica o dono da propriedade, Hermann Lührs, 56 anos.

Anderson também não demorou para se adaptar a nova vida. Acolhido pela família Krudop, ele ajuda o dono da propriedade, Claus, 60 anos, na administração da fazenda, que tem 110 hectares e 140 vacas, produzindo quatro mil litros de leite por dia em Ritterhude, também próximo a Bremen. O empenho em aprender corretamente o alemão antes da viagem deu certo.

- Anderson é o 20º estagiário brasileiro que eu acolho. Nunca tive problemas com nenhum, às vezes só um pouco, com o idioma. Mas já pude perceber que ele fala bem alemão e não teremos problemas – destaca Claus.

Estágio de 2012 terá 50 vagas

As inscrições para a turma de estagiários 2012 estão abertas até 11 de novembro deste ano. A prova de seleção deve acontecer no dia 19 de novembro. Serão 50 vagas para todo Brasil. Os requisitos básicos para o candidato participar do programa são falar alemão, ter entre 18 anos e 28 anos com conhecimentos na área agrícola ou na pecuária. Além disso, é importante ter carteira de motorista.

Em 15 anos, 550 jovens já tiveram a oportunidade de estagiar na Alemanha. A seleção é feita por meio de provas e entrevistas .As inscrições no programa devem ser feitas pelo e-mail erloae@terra.com.br ou pelo telefone (55) 3332-2929 ou (55)3332-9950.

A Deula é uma escola técnica que ministra curso em diversas áreas de conhecimento, entre elas a agricultura e pecuária. Está localizada na cidade de Nienburg, no estado da Baixa Saxônia. No Brasil, é representada pela Associação Deula Ijuí – Deula Brasil, filiada à Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha e mantida por 22 instituições gaúchas.

De acordo com o diretor da Deula-Nienburg, Bernd Antelmann, a opção de acolher jovens brasileiros se deve ao fato de o jovem brasileiro ser disciplinado.

Bookmark and Share
Comente aqui
30 ago08:12

Moradores de Lajeado Tigre passam a ter água encanada

Em Santa Rosa, algumas localidades do interior ainda não possuem rede de abastecimento de água. Em Lajeado Tigre, uma rede foi instalada no último final de semana.

Na instalação desta rede de água foram investidos R$ 82 mil, sendo R$ 73 mil da Prefeitura e o restante de contrapartida dos moradores. A obra abrange 40 famílias.

Em 2009, cerca de 400 famílias não tinham rede de água, em Santa Rosa. Até agora, 360 já foram contempladas nos últimos dois anos.

O investimento necessário para atender esta demanda foi de R$ 550mil.

Segundo o Secretário de Agropecuária Ari Dresch, a meta era levar água para toda a população de Santa Rosa em quatro anos. No entanto, ele acredita que o objetivo será atingido até atingir o triênio.

Bookmark and Share
Comente aqui
26 ago14:08

Estudantes da área rural de Três Passos recebem aulas práticas de técnicas agrícolas

Há treze anos, um programa realizado em Três Passos busca aprimorar e valorizar o trabalho da agricultura familiar, a fim de manter os jovens no campo.

Neste segundo semestre, o programa ‘Semeando Educação e Saúde na Agricultura Familiar’, mantido pelo Poder Público,passa por uma reestruturação.

Alunos do 6º ao 9º ano das escolas do interior do município participam de aulas práticas no turno inverso. As aulas de técnicas agrícolas são coordenadas por professora exclusiva e a prática na propriedade é realizada pelos técnicos agrícolas e agrônomos dos distritos.

Para fortalecer a proposta do programa, alunos da Escola Coroinha Daronchi recebem aulas teórico-práticas, no Polo Óleo-Químico, em parceria com a Unijuí.

Além das técnicas agrícolas, o Programa Semeando dá conta também dos macrocampos de pedagogia empreendedora, esporte/lazer, cultura/artes, acompanhamento pedagógico, inclusão digital, promoção e prevenção à saúde e prevenção às drogas.

Bookmark and Share
Comente aqui