clicRBS
Nova busca - outros
08 jun17:28

Ponte entre Santo Ângelo e Entre-Ijuís está parcialmente interditada

Rafael Ristow, RBS TV Santo Ângelo


A ponte que liga Santo Ângelo e Entre-Ijuís, na RS-344, está com trânsito em meia pista. Na tarde desta quarta-feira, o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens – DAER, interditou por tempo indeterminado o sentido Entre-Ijuís – Santo Ângelo por problemas estruturais.

A Polícia Rodoviária Estadual controla o fluxo de veículos. Depois de uma vistoria de rotina, foi constatado um desnível que chega a 15 centímetros de altura entre os vãos centrais.  Conforme o engenheiro do DAER Roberto Zago, não há risco de cair e a medida foi tomada por precaução. O excesso de peso dos veículos pode ser a causa do problema. Em reunião amanhã em Porto Alegre, a direção do departamento deve decidir sobre uma licitação de emergência para a reforma.

A ponte tem 227, 80 metros de extensão e foi construída na década de 50. Vinte anos anos depois, foi feita a primeira manutenção completa. Em média, 500 veículos passam por ela diariamente. Cerca de 20% são caminhões carregados com grãos ou produtos para exportação.

Bookmark and Share

Por

5 Comentários »

  • Marla disse:

    Olha, passo pelo menos duas vezes por semana por esta ponte, e acredito que devam passar muito mais do que 20 carro por hora neste trecho. Há muito tempo a sensação que se tem é de que esta ponte precisa de reparos. Que bom que uma atitude foi tomada antes de acontecer algo mais grave.

  • Entreijuiense disse:

    eu tive a oportunidade, há anos, de conversar com o engenheiro da ponte, ja em idade avançada, que salientou todas as caracteristicas tecnicas e peculiares da construção, dizendo que esta ponte não cai, visto que foi construida no pós guerra, para suportar ataques a bomba e seu vão do meio pode ser retirado com equipamento mecanico especial para evitar a passagem de tropas inimigas. Apesar de extremamente resistente, ha muuuuuuitos anos ela necessita sim de um olhar especial e grande recuperação, reivindicação antiga da sociedade regional. penso eu que, dessa vez algum engenheiro importante ou um político influente deve ter sofrido algum dano em seu automovel e somente assim deu importancia ao caso.
    aliás, os dados de tráfego sao nitidamente erroneos, visto que 500 carros é um numero irrisório, que deve ser até quintuplicado para se obter um numero mais parecido com o real. 500 veiculos???? há, quem sabe em uma ou duas horas apenas. abram os olhos jornalistas, por favor, sintonizem-se com a realidade regonal!

  • Adriano Ribeiro disse:

    Sem dúvida está mais do que na hora de reformar esta ponte!!! Muitos querem a demolição e construção de uma nova. Na verdade tudo tem que passar por uma avaliação técnica, para termos a renovação da mesma, porém o que importa mesmo é que há tempos esta é uma reivindicação de todos!!! Vamos as obras e urgente!!! Ou vamos deixar interditar completamente???

  • roberto disse:

    já era DE SE ESPERAR QUE AS AUTORIDADES DOS MUNICIPIOS se preocupasem com isso só agora, pois geralmente no brasil quando o problema começa a incomodar aí que vem as reformas ora para normalizar por um tempo ora para não causar mais transtornos. oque a população pede é que seja feito um levantamento enérgico e imediato na ponte, pois ela está velha, gasta talvez até fragil lutando para ligar as duas cidades. pelo seus mais de 60 anos acho que está mais que na hora de fortifica-la para que continue sendo a ligação entre essas cidades que fazem parte do nosso ORGULHO DE SERMOS GAÚCHOS.

  • usuarios disse:

    essa obra só da stresssssssss pra chegar no trabalho tem que sair quase 1 hora antes pois ninguém mais aguenta essa demora pra passar um “reboco’” na pontezinha.

Comentários