clicRBS
Nova busca - outros
20 jul15:45

Série "Rota Missões" mostra São Luiz Gonzaga

Rafael Ristow, RBS TV Santo Ângelo


As colunas e bases em pedra são alguns dos poucos resquícios da Redução de São Luiz Gonzaga. Tudo com uma perfeição intrigante. Como os índios conseguiam talhar nas pedras formas tão perfeitas?

Estas são as poucas lembranças concretas da importante história que se passou neste lugar.

_A Redução de São Luiz Gonzaga foi fundada pelo Padre Miguel Fernandes em 1678, mesmo ano da fundação da redução de São Nicolau e de São Miguel. Então, os índios já catequizados retornavam às suas antigas terras depois da destruição causada pelos bandeirantes, mais ou menos 50 anos antes_explica o professor de História Sérgio Venturini.

Da antiga redução, hoje se tem poucas imagens. Mas, São Luiz Gonzaga era considerado o centro das Missões, por ficar entre São Miguel e São Nicolau, lugar escolhido pelos jesuítas por ser alto, com bastante água e madeira, o que possivelmente foi a matéria-prima para as mais de 10 imagens de santos que hoje estão na igreja matriz da cidade.

As imagens sacras são o testemunho da grandiosidade da Redução de São Luiz Gonzaga. De tamanhos variados, eram recursos para catequizar os índios, assim como a música e o teatro. Não há datas específicas de criação e nem os autores para mostrar que era um trabalho coletivo. E ainda há curiosidades que chamam a atenção.

_As imagens de madeira eram escavadas o dorso, internamente, pra evitar que com a diferença de temperatura, a madeira dilatasse. No inverno, encolhendo e no verão se dilatando. E não como o pessoal diz aí, para torná-la mais leve ou para facilitar o contrabando dentro dessas imagens, ou também para colocar alguém falando nas imagens pra criar um clima de assombro junto aos guaranis_diz Venturini.

Onde hoje é o centro da cidade, era a redução de São Luiz Gonzaga. Onde está a prefeitura ficava o cemitério. Na sequência havia um pátio e ao lado a igreja, que tinha capacidade pra acomodar toda a população de 1613 pessoas. Eram 574 famílias, de acordo com um inventário do povo de São Luiz do ano de 1768.

Imagem da antiga igreja da redução, integra o acervo Histórico e Geográfico de São Luiz Gonzaga

Mas mesmo com toda a importância histórica, o município de São Luiz Gonzaga não integra mais o produto turístico Rota Missões. Para o vice-prefeito do município, uma rota turística é formada pela geografia e atrativos de cada região, independente da contribuição financeira dos municípios para um fundo em específico.

_Esse fundo, às vezes direciona muito uma região, um município e não o outro. É preciso harmonizar, entrar num entendimento pra que se divulgue todas as atrações turísticas de cada município. Se todos investem no fundo, todos tem que ter proveito_argumenta Mário Meira, vice-prefeito de São Luiz Gonzaga.

A Rota Missões é um produto turístico da Fundação Missões. Conforme o secretário executivo da fundação, Geovane Gisler, são respeitadas e obedecidas a história e a geografia da região missioneira e as ações são dirigidas para o fortalecimento da marca e da identidade regional. Os municípios integrantes tem as demandas acatadas ao participarem efetivamente das reuniões e ações do grupo.

Para conferir a matéria completa que foi ao ar pela RBS TV clique aqui

Bookmark and Share

Por

Comentários