clicRBS
Nova busca - outros
27 jul14:58

Rota Missões: Sítio Arqueológico de São Lourenço das Missões mais uma página da história da região

Rafael Ristow, RBS TV Santo Ângelo

As ovelhas que correm soltas pelo Sítio Arquelógico de São Lourenço das Missões também ajudam a contar a história que se passou no lugar. São em torno de 30 animais da raça conhecida como missioneira, criada na época da antiga redução jesuítico-guarani.

As ovelhas estão aqui há 14 anos através de um projeto criado numa parceria entre a prefeitura de São Luiz Gonzaga e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan. Elas nasceram a partir de materiais genéticos armazenados na Embrapa de Pelotas e hoje fazem parte da paisagem junto com o que restou das construções. A história de um povo preservada há mais de 300 anos.

Era 1690 quando o Padre Bernardo De La Veja fundou a Redução de São Lourenço Mártir. Da Redução de Santa Maria Maior, lá na Argentina, ele trouxe 3512 índios. Já no começo, 823 famílias formaram o quinto povoado missioneiro no Rio Grande do Sul.

A redução tinha a praça ao centro e a igreja como principal construção. As poucas paredes ainda intactas dão a dimensão da grandiosidade do templo religioso. Um prédio com aproximadamente 80 metros de comprimento e 40 de largura. Tão grande quanto o tamanho, era a riqueza do local. No livro “Bens e Riquezas das Missões”, foram traduzidos os inventários dos sete povos. A obra relata que a igreja tinha cinco altares dourados e inúmeros objetos de ouro, prata e bronze. Aqui, mais uma vez, o que chama a atenção é a perfeição das pedras. Esculpidas de forma artesanal, grande parte intacta desde a época em que os índios habitaram esta terra.

O local chegou a ter quase 7 mil índios, uma das maiores reduções. Tudo numa série de construções tão bem planejadas que hoje ainda deixam dúvidas entre a população. Histórias como as de túneis subterrâneos que ligavam uma redução à outra. O que nada mais eram do que espaços embaixo da terra para guardar vinhos e alimentos.

_As pessoas até vem aqui e procuram, na nossa região, os túneis que ligavam… isso é lenda que as pessoas foram criando_comenta a professora de História Janete Melo de Souza.

Com o passar dos anos, novos elementos se revelaram para contar a história. A professora Janete conta que há poucos anos foram encontradas espécies de cisternas atrás da igreja. Espaços onde era armazenada a água da chuva.

_Hoje, nós estamos ainda resgatando a parte da preservação da água. Naquela época, eles já tinham a preocupação com o meio ambiente_explica.

Hoje, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional é responsável pelo sítio arqueológico. O instituto preservou o cemitério que foi ocupado pelas comunidades recentes da localidade.

O Sítio Arqueológico de São Lourenço das Missões fica acerca de 30km da cidade de São Luiz Gonzaga. É o legado de um povo valorizado como patrimônio nacional. Mesmo com muitos mistérios históricos a serem desvendados, aqui a trajetória missioneira também resiste ao tempo.

Para conferir a matéria que foi ao ar pela RBS TV clique aqui

Bookmark and Share

Por

Um Comentário »

  • elizete disse:

    Quero parabenizar o reporter Rafael Ristow pela materia sobre São Lourenço das Missões pois nessa semana em que passou a reportagem minha filha Nathalie que tem 10 anos e esta no 5º ano e os colegas estavam em minha casa fazendo o trabalho sobre a redução foi gratificante poder contar com mais essas informações . Visto que eles ja haviam feito várias pesquisas e ate montado a maquete. Sera que seria possivel uma cópia para nos passar para toda a turma, ja que cada grupo fará sobre uma das reduções. Desejo uma ótima semana a VC.

Comentários