clicRBS
Nova busca - outros

50 anos de ensino superior

11 ago15:56

IESA inaugura Galeria dos Fundadores e Diretores

Para marcar o ano em que é comemorado o Cinquentenário de seu curso de Direito, o Instituto Cenecista de Ensino Superior de Santo Ângelo – IESA vem desenvolvendo uma extensa programação em 2011.

Na noite desta quinta-feira, 11 de agosto, que é também Dia do Advogado, o IESA inaugura a Galeria dos Fundadores e dos Diretores.

O evento acontece às 20h, no 2º andar do prédio 2.

A Galeria oficial reúne quadros e fotografias das pessoas que marcaram a trajetória dos 50 anos do curso de Direito da tradicional Fadisa, hoje IESA.

Bookmark and Share
1 comentário
14 jul16:34

IESA recebe homenagem da Assembleia Legislativa do Estado


Fato histórico que impulsionou o desenvolvimento regional, a fundação da Faculdade de Direito de Santo Ângelo, que agora, em 2011 completa 50 anos de criação, foi motivo de homenagem na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

O Cinquentenário do curso de Direito do Instituto Cenecista de Ensino Superior de Santo Ângelo – IESA foi lembrado nesta terça-feira, dia 12, em Grande Expediente Especial, quando o Parlamento gaúcho rememorou a instalação do primeiro curso superior instalado nas Missões e regiões próximas.

A iniciativa da distinção foi do deputado Adroaldo Loureiro (PDT). O Plenário 20 de Setembro do Palácio Farroupilha ficou lotado, entre professores e funcionários do IESA, bem como ex-alunos do curso de Direito e representantes de outras instituições cenecistas do Estado.


HISTÓRIA

Criada numa histórica reunião comunitária em 07 de outubro de 1961, a Faculdade de Direito de Santo Ângelo (Fadisa) firmou-se, ao logo de cinco décadas, como uma referência em ensino no Estado.

A partir da Fadisa, ganhou impulso o surgimento de outros cursos no município, culminando com a criação, em 1998, do Instituto Cenecista de Ensino Superior de Santo Ângelo, respeitada instituição que hoje oferece formação nas áreas das ciências humanas e de saúde, por meio dos cursos de Direito, Ciências Contábeis, Administração, Pedagogia, Fisioterapia e Biomedicina.

Durante seu pronunciamento o deputado Adroaldo Loureiro, bacharel formado em em Direito na Fadisa/IESA em 1983, o surgimento do primeiro curso superior na região caracteriza-se como um marco, responsável por fincar raízes profundas que muito ajudaram a solidificar o desenvolvimento regional de maneira ampla, empreendedora e democrática.

Ele lembrou que “esse fato teve enorme significado para os santo-angelenses e missioneiros, possibilitando que os jovens estudantes pudessem acessar um curso superior sem o deslocamento para outras regiões, fazendo brotar expectativas e sonhos, energizando os ideais de liberdade e autonomia que compõem as raízes da alma missioneira”.

O deputado lembrou dos responsáveis pela fundação da Faculdade, em 1961. “Há 50 anos, almejar um curso universitário longe dos maiores centros urbanos do País era um sonho quase impossível, uma verdadeira utopia, que somente pessoas com muita audácia, tenacidade e visão de futuro poderiam ousar”.

Para encerrar seu discurso Loureiro citou a expressiva e eloquente frase, gravada em bronze no átrio da instituição: Esta faculdade nasceu de um sonho e vive da fé daqueles que acreditam no futuro do Brasil.

No encerramento da solenidade o Coral do IESA fez apresentação especial, entoando as músicas Cio da Terra, de Milton Nascimento e Chico Buarque e Nabuco, de Verdi.

Bookmark and Share
Comente aqui
12 jul11:22

Iesa será homenageado na Assembleia Legislativa nesta terça-feira

O IESA recebe nesta terça-feira, dia 12, a partir das 14h, uma homenagem da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul.

O Grande Expediente acontecerá no Plenário 20 de Setembro do Palácio Farroupilha, em Porto Alegre.

A proposição da homenagem pela passagem dos 50 anos de implantação do curso de Direito do IESA, partiu do deputado estadual Adroaldo Loureiro, formado na então Fadisa, em 1983.

O Coral do IESA fará apresentação especial durante a solenidade.

Bookmark and Share
Comente aqui
07 jul17:34

Iesa promove Festival de Coros


O Instituto Cenecista de Ensino Superior de Santo Ângelo – Iesa, dando sequência à programação que marca o Cinquentenário de seu curso de Direito, realiza nesta quinta-feira, 7, um Festival de Coros.

A programação inicia às 19h  na Catedral Angelopolitana. A entrada é franca. Cinco corais confirmaram a participação no Festival, são eles: o Coral do IESA, o Coral da Catedral, o Coral Municipal, o Coral da AABB e o Coro Batista.

Bookmark and Share
Comente aqui
04 jul14:28

Iesa promove Festival de Coros


O Instituto Cenecista de Ensino Superior de Santo Ângelo – Iesa, dando sequência à programação que marca o Cinquentenário de seu curso de Direito, realiza nesta quinta-feira, 7, um Festival de Coros.

A programação inicia às 19h  na Catedral Angelopolitana. A entrada é franca. Cinco corais confirmaram a participação no Festival, são eles: o Coral do IESA, o Coral da Catedral, o Coral Municipal, o Coral da AABB e o Coro Batista.

Bookmark and Share
Comente aqui
05 mai13:37

Almoço comemora o Cinquentenário do Curso de Direito do IESA

Um dos pontos altos do Calendário Comemorativo aos 50 anos do curso de Direito do Instituto Cenecista de Ensino Superior de Santo Ângelo – IESA acontecerá no próximo dia 14 de maio, quando será realizado Almoço Festivo de Confraternização de Professores, Funcionários, Alunos e Ex-Professores, Ex-Funcionários e Ex-Alunos do IESA.

O Almoço Festivo será realizado no CTG 20 de Setembro, a partir das 11h, por adesão. Os convites para o almoço, que terá como cardápio churrasco, galeto e demais acompanhamentos, já estão disponíveis na Tesouraria do IESA ao valor de R$ 18,00. A tarde festiva seguirá com tertúlia livre e demais homenagens. Mais informações podem ser obtidas pelo www.iesanet.com.br ou pelo (55) 3313-1922.

De acordo com o diretor do IESA, professor Júlio Lindemann, já estão confirmadas as presenças de representações de ex-alunos e ex-professores vindos de todo o Estado. “O Encontro será um momento festivo de reencontro e um momento marcante nas comemorações dos 50 anos do curso de Direito da tradicional Fadisa, atual IESA”, comenta Lindemann.

O evento tem o apoio de diversas entidades, entre elas a OAB – Subsecção de Santo Ângelo.

Bookmark and Share
Comente aqui
27 abr13:49

Um advogado que nunca deixou de amar o Rio Grande

Minha formatura na FADISA foi em 1996,em Santo Ângelo, sou advogado a mais de 10 anos. Atualmente, estou em Vilhena (RO). Aqui é uma cidade de apenas 33 anos. A minha cidade natal, Santo Ângelo, tem mais de 130 anos.

O clima de Vilhena é semelhante ao da minha terra natal. Existem muitos paranaenses, gaúchos e catarinenses vivendo aqui. Minha esposa vai se aposentar daqui a três anos, quando estarei voltando para o sul. Sou Gaúcho , estou com 44 anos e viverei o resto dos meus dias ai no sul.

A festa de formatura foi em frente à Catedral de Santo Ângelo, foi uma festa incrível, inesquecível,me formei na minha cidade, num lugar histórico sob a presidência do saudoso José Barcaro. O nome da nossa turma homenageou João Bastista Costa Saraiva, uma pessoa excelente e de um espírito muito bom.

Mensagem da nossa turma: “É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se aos fracassos; do que formar fila com os pobres de espírito, que nem gozam muito, nem sofrem muito, porque vivem nesta penunbra cinzenta, onde não conhecem, nem derrotas, nem vitórias” (THEODORE ROOSEVELT).

Este lema diz tudo sobre mim. Agradeço a todos os meus professores, a todos os meus chefes , comandantes e amigos. A advocacia hoje passa por uma crise, não é mais a profissão do futuro. Mas continua a mais importante. Não podemos desarmar o povo e deixá-lo sem advogado.

Dr. Roberto Machado. Um gaúcho que jamais vai deixar de amar o Rio Grande mesmo que esteja morando longe dos Pampas.

Você que foi estudante do curso de Direito do IESA, envie seu depoimento relatando sua experiência como acadêmico para participe@clicrbssantoangelo.com.br

Bookmark and Share
Comente aqui
24 abr15:19

O empreendedor que 'apostou' no Direito

No ano em que o curso de Direito do IESA completa 50 anos, o clicRBS Santo Ângelo reúne depoimentos de ex-alunos a respeito da experiências durante o período de formação. Envie o seu relato para participe@clicrbssantoangelo.com.br.

O curso de Ciências Jurídicas e Sociais – Direito, lecionado no Instituto de Ensino Superior de Santo Ângelo – IESA traz muitas questões, ensinamentos e, principalmente, reflexão sobre a vivência entre os seres humanos, bem como o seu cotidiano. Basicamente, nos dá um norte, ou o rumo que devemos seguir e pesquisar, cabendo a cada universitário o incremento sobre a matéria, uma vez que a disciplina é muito ampla. O curso de Direito ministrado no IESA, corroborado com os mestres que trazem para a dinâmica da discussão da sala de aula os embates e questões vivenciados no dia-a-dia, serve para a demonstração de que o acadêmico deve, sempre, estar em busca do conhecimento.

O curso não é simplesmente um formador de “bacharel em direito”, ele busca transmitir conhecimento e formar bons cidadãos, ou porque não dizermos bons profissionais. Eu posso afirmar que o curso de Direito que possuo não me traz apenas a possibilidade de conhecer as leis e os aspectos sociais dos seres humanos, mas principalmente, saber a relação que isso nos traz bem como conhecer as medidas cabíveis e disponíveis legalmente para percorrer e transcender pelos obstáculos que nos são impostos pela vida e pela convivência com o homem”.

Carlos Eduardo Nyari – empresário e advogado, pós-graduado em Direito Civil e Processo Civil

Bookmark and Share
Comente aqui
12 abr16:02

Uma estudante de Direito que se tornou jornalista

Eu estudei Direito no Iesa no final da década de 90. Foi super importante porque o curso me auxiliou a ter uma percepção maior da notícia sob ponto de vista do direito das pessoas. Tive bastante dificuldade de aprendizado em Direito Civil, e rodei pela primeira vez em minha vida, o que me deixou profundamente desapontada e exigiu maior concentração e dedicação para os compromissos que vim a ter no futuro.

Tive o privilégio de conviver com a figura carismática do professor de direito político, José Barcaro (in memoriam), que exigia muito de cada um, e teve papel fundamental nessa fase do despertar o ‘eu questionador’ da acadêmica. E, também, descobrir que o mais importante não é a área que se estuda e sim a vocação para o que se estuda: eu não teria tido muito sucesso como advogada. O Direito me ajudou a dar maior valor para a jornalista que existia em mim, além, é claro, embasamento legal para ampliar mais minha percepção sobre as coisas, sobre a verdade e suas faces, sobre a vida e a limitação. A turma que conheci, as pessoas com quem convivi, se tornaram parte de mim, e isso é eterno, não importa o quanto você mude pelo caminho.

Edna Lautert – jornalista e membro da Academia Santo-angelense de Letras.

Relate a sua experiência como estudante do curso de Direito do IESA, envie texto e foto para participe@clicrbssantoangelo.com.br

Bookmark and Share
Comente aqui
22 mar14:54

Iniciadas as comemorações do cinquentenário do curso de Direito do IESA

Evento realizado no último sábado, dia 19, foi marcado pelo resgate dos 50 anos de história. A programação iniciou na manhã de sábado com uma visitação à Instituição. Às 10h foi realizado momento ecumênico e em seguida uma cerimônia que foi marcada pelo resgate histórico da Faculdade de Direito, criada no dia 7 de outubro de 1961, por um grupo de lideranças e autoridades da própria comunidade santo-angelense e regional. O curso de Direito foi o primeiro curso de ensino superior criado no município de Santo Ângelo.

A cerimônia de homenagens contou com depoimentos de mulheres formadas em Direito ao longo dos 50 anos. A primeira a falar foi a doutora Nadir Muniz, formada na primeira turma de bacharéis, em 1968, e presidente da comissão organizadora do evento.

A drª Nadir lembrou os primeiros anos de funcionamento da Faculdade, ainda no prédio de onde hoje localiza-se a Escola Técnica Estadual Presidente Getúlio Vargas. Posteriormente a Faculdade migrou, juntamente com a outra unidade cenecista já instalada na cidade, o atual Colégio Cenecista Sepé Tiaraju, para o seu atual endereço, na Avenida Getúlio Vargas, e só mais tarde teria seu próprio espaço, ao lado do Colégio, onde se localiza até hoje, na Rua Dr. João Augusto Rodrigues, 471.

Com o objetivo de resgatar os desafios da profissão e a inserção de mulheres na área do Direito o evento contou com os depoimentos de quatro ex-alunas: a doutora Maria Zulmira Machado dos Santos, formada na primeira turma do curso, em 1968, que teve toda sua atuação profissional voltada para a advocacia; a doutora Maria de Fátima Moura Almeida, formada em 1979, que destacou-se profissionalmente como promotora de Justiça; a doutora Maria Clair Windberg, formada em 1990, que além de advogar atua como como professora do curso de Direito do IESA desde 1993 e ainda a doutora Raquel Nenê de Azevedo, formada em 1994, que atua como Juíza do Trabalho desde 2002.

A programação foi encerrada com um almoço festivo na Casa da Etnia Italiana, no Parque de Exposições Sigfried Ritter. A tarde contou com o lançamento da Torta Fadisa, criada pela empresa Kemper´s Haus especialmente para marcar o Cinquentenário da Faculdade.

Bookmark and Share
Comente aqui