clicRBS
Nova busca - outros

Detran

24 out13:44

Burocracia no Detran impede testes de direção

Rafael Diverio, Zero Hora

Nahin da Silva Santos, 27 anos, peregrina pelo norte e noroeste do Estado há duas semanas. Em Santo Ângelo, está a última esperança de o aspirante à motorista profissional fazer a prova que lhe permitirá dirigir carretas, condição indispensável para assumir o cargo conquistado após concurso na prefeitura de Entre-Ijuís.

Santos telefonou para Centros de Formações de Condutores (CFCs) de 15 cidades e visitou três municípios. Ontem, esteve em Cruz Alta e foi orientado a voltar a Santo Ângelo, primeira cidade em que tentou fazer o teste. A história dele reflete a carência de examinadores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O Sindicato dos CFCs gaúchos estima que, neste mês, cerca de 3,5 mil pessoas tenham sido impedidos de fazer os exames por falta de fiscais de prova.

Parte do problema está na burocracia para recontratar examinadores. Os contratos emergenciais de 170 profissionais venceram em 4 de outubro, e outras 22 pessoas foram dispensadas. Para tentar suprir a carência, a Assembleia aprovou, nesta semana, um projeto de lei que autoriza o departamento a prorrogar por mais 12 meses contratos emergenciais de 146 fiscais. Na segunda-feira, entram em atividade nove servidores do quadro e, nos próximos dias, o Detran deve convocar outros 15 servidores. Terá 192 examinadores.

– O número ainda é insuficiente. São necessários, pelo menos, 240 examinadores para a demanda – diz o presidente do sindicato, Edson Cunha.

Bookmark and Share
Comente aqui