Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de fevereiro 2010

ESTILO DE VIDA E REPRODUÇÃO ASSISTIDA

23 de fevereiro de 2010 1

 

Tem sido bastante estudado o impacto que alguns hábitos podem ter sobre a fertilidade humana. Hoje, sabe-se que o fumo, o consumo de álcool e a obesidade estão associados com infertilidade, aumento nas taxas de abortamento, complicações durante a gestação e possíveis complicações durante a infância.

Da mesma forma, a obesidade afeta adversamente os resultados da fertilização in vitro, uma vez que as pacientes obesas usam maior quantidade de drogas estimuladoras da ovulação e , em média, obtêm 30% a menos de taxas de gestação nos procedimentos de reprodução assistida. Já as mulheres fumantes necessitam do dobro de tentativas de fertilização in vitro para conceberem, se comparadas com as não fumantes. Sabe-se também que quanto mais próximo da fertilização in vitro se der o consumo de álcool, maior será o impacto negativo sobre a qualidade dos óvulos e sobre as taxas de implantação embrionária.

Assim, as atuais recomendações dos médicos especialistas em reprodução humana acerca destes hábitos é de que deve haver um esforço importante por parte do casal e da equipe que presta assistência no sentido de estimular a perda de peso e a interrupção ou redução ao máximo possível do uso do cigarro. Também, em função dos riscos elevados para o feto e recém-nascido, deve ser desestimulado o consumo de bebidas alcoólicas, devendo ser postergado o tratamento de reprodução assistida para mulheres que bebem mais de dois drinks por dia até que haja redução deste consumo.

Postado por Isabel de Almeida – Porto Alegre