Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de dezembro 2011

Boas festas

18 de dezembro de 2011 0

O ano está terminando e nós do Blog Saúde e Reprodução queremos agradecer a receptividade que vimos tendo nestes quatro anos de existência.

Esperamos ter contribuído com informações médicas confiáveis e ter ajudado a esclarecer algumas dúvidas sobre infertilidade e reprodução humana.

Desejamos um novo ano fértil de esperanças, desejos e, sobretudo, de realizações.

BOAS FESTAS E ATÉ 2012.



Postado por Isabel de Almeida

Adoção no RS

04 de dezembro de 2011 0

Na última terça-feira o Centro de Reprodução Humana do Hospital Mãe de Deus realizou uma palestra sobre infertilidade conjugal e adoção. Coincidentemente, matéria publicada domingo, dia 04/12, em Zero Hora,  mostra que o RS tem a maior fila do pais de pretendentes à adoção de crianças. As razões para este fato parecem ser muitas, mas segundo dados do Cadastro Nacional de Adoção, aqui no estado 48% dos candidatos diz aceitar somente crianças brancas (no Sudeste este índice cai para 33% e para 18% no Centro-Oeste), mas dois terços das crianças à espera de adoção no pais são negras ou pardas. Este é um dos fatores de demora na fila esperando a adoção. Outros fatores implicados são a existência de outros irmãos para adoção ou a ocorrência de doenças crônicas nas crianças candidatas.

Além destas causas, o processo para tentar que a criança seja acolhida por alguém de sua própria família antes de ser encaminhada para a adoção pode ser lento, pois não é fácil localizar familiares e esgotar todas as possibilidades de inserção desta criança com algum parente biológico. Com isso, o tempo vai passando. Se finalmente esta criança é encaminhada para a adoção, muitas vezes ela  não preenche mais os critérios de escolha dos possíveis pais adotivos que desejam um bebê.

Por todas estas questões e também pelo maior conhecimento que hoje a população  tem acerca da reprodução assistida, é que muitos casais buscam realizar seu desejo de maternidade e paternidade através destas novas tecnologias. A fertilização “in vitro”, a doação de óvulos e espermatozoides, bem como a gestação substitutiva, vêm abrindo mais uma opção para estes casais.  Estes procedimentos, que já foram discutidos várias vezes aqui no blog e em outras situações, são seguros e aprovados pelo Conselho Federal de Medicina e graças também a eles que hoje podemos dizer que quem realmente quiser ser pai ou mãe, independente dos vínculos genéticos, pode contar com mais este caminho para conseguir realizar seu sonho.


Postado por Isabel de Almeida