Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Infertilidade e sobrepeso

04 de maio de 2014 0

Atualmente, nos Estados Unidos mais da metade das mulheres em idade reprodutiva está acima do peso. No Brasil, os índices são similares. O sobrepeso tem sido associado a maus resultados nos tratamentos de infertilidade. Neste grupo de mulheres, tem-se visto que existe uma demora maior para engravidar e as taxas de cancelamento e falhas de gestação nos ciclos de FIV também são maiores.

Recente trabalho realizado nos EUA acompanhou 52 pacientes inférteis com sobrepeso ou obesidade. O objetivo era avaliar o quanto a perda de peso, com acompanhamento médico, melhorava as taxas de gestação.

Os resultados mostraram que as pacientes que perderam pelo menos 10% dos seu peso inicial tiveram taxas de gestação e de nascimento mais altas quando comparadas com as mulheres que perderam menos de 10% de seu peso inicial.

Em adição à infertilidade, o sobrepeso e a obesidade também aumentam as complicações na gestação, como hipertensão, diabete e hemorragia pós-parto. O recém-nascido também pode ser afetado, pois aumentam os casos de prematuridade, de bebês grandes ao nascimento e de obesidade na infância.

Desta forma, como o peso é um dos poucos fatores relacionados à infertilidade que pode ser alterado, deve- se estimular a paciente infértil que está acima do peso a perdê-lo, pois isto melhorará os seus resultados reprodutivos e obstétricos, bemo como a sua saúde como um todo.

Postado por Isabel de Almeida

Envie seu Comentário