Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de agosto 2015

Síndrome dos ovários policísticos

30 de agosto de 2015 0

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma desordem endócrina muito comum que afeta de 6-21% das mulheres em idade reprodutiva. O diagnóstico é baseado em critérios que consideram a presença de alguns sinais, como ciclos menstruais longos, sem ovulação; manifestações de excesso de androgênios (hormônios masculinos), como acne e aumento de pelos; e ecografia mostrando múltiplos cistos ovarianos.

A SOP está associada com infertilidade, complicações obstétricas, obesidade, resistência à insulina, diabete, alterações cardiometabólicas, ansiedade e depressão. Embora existam evidências de que existam componentes genéticos e ambientais no desenvolvimento da SOP, a sua real causa não é bem estabelecida. Observa-se que a obesidade e a resistência à insulina estão presentes na maioria das pacientes.

Desta forma, a redução do peso é a primeira terapia para estas pacientes. Atingir e manter um peso saudável é a chave principal no manejo da SOP e necessita grande comprometimento por parte da paciente para mudar o seu estilo de vida. A associação de dieta, exercícios físicos e medicamentos como a metformina, sob adequada supervisão profissional, tem se mostardo segura e eficaz no manejo da perda de peso de mulheres que apresentam síndrome dos ovários policísticos.

Postado por Isabel de Almeida

A pílula rosa

23 de agosto de 2015 0

Esta semana o FDA, organismo governamental que regula os medicamentos e alimentos nos Estados Unidos, liberou para comercialização a chamada “pílula rosa”. De nome comercial Addyi, este medicamento tem como princípio ativo a flibanserina, a qual regula os diversos mecanismos químicos que afetam o desejo sexual. Sua ação se dá no sistema nervoso central, corrigindo os níveis de dopamina e norepinefrina ( responsáveis pela excitação sexual) e diminuindo os níveis de serotonina ( responsável pela inibição sexual). A flibanserina não é uma droga hormonal e não afeta o fluxo sanguíneo como os medicamentos utilizados pelos homens para tratar a disfunção eréctil. O objetivo deste medicamento é aumentar a libido feminina.

Esta medicação foi liberada pelo FDA após duas negativas anteriores e a recomendação é de que a mesma seja usada uma vez ao dia, todos os dias, para mulheres pré-menopáusicas, não devendo ser usada com álcool. Os principais efeitos colaterais são tonturas, queda de pressão arterial, sonolência e náuseas.

Nos EUA, o Addyi será lançado nas farmácias em outubro de 2015, a um custo médio de 350 dólares por mês. Não há previsão de chegada ao Brasil. Os resultados iniciais com este medicamento sobre a libido ainda são modestos, mas talvez a grande vantagem seja a possibilidade de maior investimento em pesquisas nesta área, as quais poderão beneficiar muitas mulheres que há tempo buscam um tratamento para uma condição que traz um grande impacto negativo nas suas vidas.

Postado por Isabel de Almeida

Ovários policísticos e complicações na gestação

16 de agosto de 2015 0

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma condição que se caracteriza por distúrbios na ovulação, ecografia mostrando ovários com microcistos e manifestações androgênicas, como acne e aumento de pelos. A obesidade está presente em mais da metade dos casos.

A SOP é mais do que uma desordem hormonal; é uma doença metabólica que pode afetar a saúde da mulher durante e após a sua vida reprodutiva. Estudos mostram que as mulheres portadoras de SOP têm um risco aumentado de complicações na gestação, como pré-eclâmpsia, diabete gestacional e parto prematuro. Dados recentes sugerem que os filhos destas mulheres também têm chances maiores de desenvolver complicações metabólicas e disfunções reprodutivas.

Assim, mulheres com SOP devem ser informadas que durante a gestação apresentam um risco aumentado para complicações obstétricas, para que sejam muito atentas durante o pré-natal, a fim de detectar e tratar o mais precocemente possível estas alterações. Além disso, mulheres obesas, independente de terem SOP ou não, devem ser informadas dos benefícios da dieta adequada e da atividade física antes e durante a gravidez.

Postado por Isabel de Almeida

Anticoncepcional oral e câncer

09 de agosto de 2015 0

Em agosto de 1960 foi lançada no mercado a primeira pílula anticoncepcional.
Ao longo destes 55 anos, muitos avanços foram feitos nas combinações e nas doses hormonais, transformando este método como o mais utilizado pelas mulheres.

Além de prevenir gestações, hoje se sabe que a pílula pode ser usada para tratar endometriose, disfunções hormonais, amenizar sintomas de tensão pré-menstrual e também desempenha uma proteção para alguns tipos de tumores ginecológicos, como os de ovário e de endométrio.

Recente publicação em revista médica acompanhou mais de 27000 mulheres com câncer de endométrio e cerca de 115000 mulheres sem este diagnóstico. A conclusão é que as mulheres que usaram anticoncepcionais orais tiveram menor risco de desenvolver este tipo de tumor. A estimativa é que 10 anos de uso de pílula reduz o risco absoluto de ter um câncer endometrial antes dos 75 anos de 2,3 para 1,3 / 100 mulheres.

Postado por Isabel de Almeida