Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de outubro 2015

Câncer em jovens e infertilidade

25 de outubro de 2015 0

O câncer é a principal causa não acidental de mortalidade entre crianças e adolescentes. Hoje, graças aos avanços nos tratamentos cirúrgicos, quimioterápicos e radioterápicos, o número de mortes por câncer tem diminuído. Dados americanos e europeus mostram que em torno de 80% dos jovens terão uma longa sobrevida pós-tratamento e revelam, também, que 1 em cada 530 jovens adultos entre 20-39 anos é hoje um sobrevivente de câncer.

Entretanto, infelizmente, estes mesmos tratamentos que curam também têm efeitos colaterais importantes e um deles é o de causar infertilidade temporária ou permanente nestes jovens. Estratégias diferentes têm sido propostas para proteger a fertilidade destes pacientes.

O congelamento de sêmen e de óvulos são boas alternativas, mas, para meninos e meninas antes da adolescência esta alternativa não se aplica. Técnicas ainda consideradas experimentais, como congelamento de tecido ovariano e testicular, também vêm sendo realizadas. Todas estas alternativas de preservação da fertilidade futura requerem equipes muiltiprofissionais treinadas, que avaliem, juntamente com a família e o paciente, os riscos e os benefícios de guardar amostras de gametas para o futuro.

Postado por Isabel de Almeida

Ovários policísticos

12 de outubro de 2015 0

A síndrome dos ovários policísticos ( SOP) é uma desordem endócrina que leva a várias complicações metabólicas e reprodutivas. Segundo estatísticas, a SOP afeta 5-10% das mulheres em idade reprodutiva, podendo chegar a 30% nas mulheres jovens com sobrepeso e obesidade.

Esta síndrome é a principal responsável pela infertilidade de causa anovulatória. Além disso, quando grávida, a mulher com ovários policísticos têm um risco aumentado para complicações obstétricas, como diabete gestacional, pré-eclâmpsia e trabalho de parto prematuro.

Existem, atualmente, várias definições para SOP, mas a mais usada é a de 2003, onde a paciente para ser definida como tendo síndrome dos ovários policísticos deverá apresentar pelo menos dois dos seguintes critérios:
1. Ciclos menstruais longos ou ausentes
2. Sinais clínicos e/ou laboratoriais de hiperandrogenismo ( como acne e aumento de pelos no corpo)
3. Ecografia mostrando ovários policísticos

Mais recentemente, em 2006, uma nova classificação para SOP também vem sendo usada por alguns especialistas. Segundo ela, para a mulher ser classificada como tendo SOP, ela deverá obrigatoriamente ter sinais hiperandrogênicos ( como acne e aumento de pelos ) e ciclos anovulatórios, podendo ter ou não ecografia com ovários policísticos.

O importante é ter presente que, independente do critério utilizado para definir SOP, as mulheres com esta síndrome quando engravidam têm maior risco de complicações obstétricas.
Esta informação deve ser dada para a paciente a fim de que ela perceba a importância de um pré-natal bem monitorado.

Postado por Isabel de Almeida

Outubro rosa

04 de outubro de 2015 0

Neste mês estamos vivendo o OUTUBRO ROSA. Serão 30 dias dedicados à prevenção do câncer de mama.

O outubro rosa é uma tradição em 70 países do mundo desde 1992, ano em que duas americanas influentes, Alexandra Penney e Evelin Lauder, inventaram a fita rosa, símbolo internacional da luta contra o câncer de mama.

Felizmente, graças às pesquisas médicas, aos avanços na quimioterapia e ao diagnóstico precoce, as taxas de cura têm aumentado nos últimos anos. Por isto, neste mês de outubro, participe. Atualize sua revisão ginecológica e converse com as mulheres que você conhece sobre a importância dos exames de mama.
Prevenção é tudo.

Postado por Isabel de Almeida