Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Ovários policísticos e infertilidade

20 de novembro de 2016 0

Neste segundo semestre, foi publicado um consenso para a Organização Mundial de Saúde sobre o manejo da infertilidade em pacientes com síndrome dos ovários policísticos (SOP). Seguem abaixo as principais conclusões.

A SOP é a desordem hormonal mais comum em mulheres e contribui com 80% dos casos de infertilidade feminina por causa ovulatória. Para que seja feito o diagnóstico, é necessário que estejam presentes pelo menos dois dos três achados: ausência de ovulação, ecografia mostrando ovários policísticos e sinais clínicos ou laboratoriais de hiperandrogenismo (excesso de testosterona).

Quando a mulher com SOP deseja engravidar, ela deve ser informada sobre os riscos de desenvolver diabete gestacional, pré-eclâmpsia e parto prematuro. Para as mulheres que têm SOP e apresentam sobrepeso ou obesidade, a mudança no estilo de vida, com dieta e atividade física visando a perda de peso, deve ser a primeira recomendação. Em alguns casos selecionados, a cirurgia bariátrica pode estar indicada.

A indução de ovulação deve ser feita com medicamentos indutores como citrato de clomifeno ou letrozol. A associação com metformin, que é um medicamento utilizado para tratar diabete, também está indicada para algumas pacientes. No caso de não se ter uma boa resposta ovulatória com estas medicações, o uso de medicamentos hormonais injetáveis e a fertilização in vitro podem ser opções.

Postado por Isabel de Almeida

Envie seu Comentário