Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Banheiros

27 de agosto de 2010 1

Muita gente acha que adaptar banheiro, é só colocar as barras nas paredes.

Aí você liga pro lugar e pergunta se tem banheiro adaptado e, com a maior cara de pau, afirmam: Nosso banheiro é adaptado. Quando você entra o caos tá armado.

Tem um blog bem legal da Thaís Frota, que detalha com perfeição de um arquiteto as mudanças necessárias pra cada pessoa e ambiente.

Copiado do blog da Thais, um bom banheiro seria assim:

Muita gente também pergunta por que o vão na bacia sanitária e por que ela fica mais alta.

Esse vão

pra muita gente, facilita na hora da higiene, que é feita pela frente, assim a pessoa que tem pouco equilíbrio, não corre risco de cair pra frente na hora H.

Já a altura da bacia, é pra facilitar na hora da transferência, o vaso vai fica na mesma altura que a cadeira, mas cuidado com as adaptações malucas, a altura é pra facilitar a vida e não complicar, como na foto abaixo:

Reparem que na primeira foto, torna-se impossível uma cadeira de rodas chegar juntinho ao vaso.

Tem muitos hotéis, que instituiram o banquinho de PVC pro banho, pro Milton e outros tetras, é humanamente impossível sentar no tal banquinho, o tamanho dele e a altura da lesão, são os maiores complicadores, se sentar, cai.

Uma coisa que eu acho legal e necessário ter, é chuveirinho com mangueira comprida o suficiente pra se fazer a higiene, ainda no vaso, na foto acima, a mangueira não chega ao vaso. Já ficamos num hotel “adaptado”, que a mangueirinha não alcançava lá em baixo. Falamos com o gerente, que providenciou a troca, o ideal era tá tudo adaptado.

Tem hotéis, que informam ter cadeira de banho no quarto, mas é quase certo a cadeira ser do modelo abaixo:

As laterais dela não saem, as rodinhas pouco se deslocam e pra quem é alto ou acima do peso, fica pior ainda. O Milton, não consegue se tranferir nesse tipo de cadeira, aí precisamos ligar pra alguém ajudar a colocá-lo e tirá-lo da cadeira, o que é um saco, no seu momento mais íntimo, metade do hotel sabe o que você vai fazer, quando acabou e o que é pior, tem que esperar alguém chegar, definitivamente, esse tipo de cadeira deveria ser banida e proibida sua fabricação.

Comentários (1)

  • Rafael Braz diz: 27 de agosto de 2010

    Pois é, a situação dos banheiros adaptados ainda está complicada…
    Vou comentar aqui sobre a adaptação dos banheiros para pessoas com deficiências visuais.
    Bem, é muito mais simples do que o exposto neste post que se refere aos cadeirantes. Em casas, apartamentos, hotéis, etc praticamente não são necessárias modificações ou adaptações. Porém, necessitamos de um banheiro “adaptado” em locais públicos: shoppings, aeroportos, rodoviárias, teatros, cinemas, casas noturnas, etc.
    E qual é a adaptação necessária???
    Que haja um banheiro individual! (Do lado de fora do banheiro coletivo). Aqui em Porto Alegre, a maioria dos shoppings tem banheiro masculino, feminino e para pessoas com deficiência, separados, outro dia, no Rio de Janeiro fui num shopping e perguntei sobre banheiro adaptado e me informaram que havia sim, dentro do banheiro masculino, então para mim já não é uma adaptação, pois eu não poderia, por exemplo, pedir para minha esposa me auxiliar no deslocamento até à porta do banheiro (como fazemos normalmente). Aliás, encontrei esta situação nos dois shoppings que fui no Rio, no Botafogo e no Rio Sul.
    Fica aqui meu registro!
    Banheiros adaptados para pessoas com todos os tipos de deficiência já! É um direito básico.
    Abraços.
    Pois é Rafa!
    A adaptação como o nome sugere deveria ser UNIVERSAL, ser útil a vc de baixa visão, Milton na cadeira, um anão, obeso e assim a todos.
    Mas a realidade é outra, ainda…
    Beijos
    Tania

Envie seu Comentário