Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de novembro 2010

Alô São José dos Campos

29 de novembro de 2010 0

Gente! SJC  sediará o I Seminário de Calçadas e Acessibilidade Urbana.

Um pouco do que se trata…


Calçadas acessíveis: liberdade a conquistar

As calçadas das cidades representam um desafio para administrações públicas, no sentido de eliminar os obstáculos que impedem a circulação das pessoas com segurança, autonomia e conforto. Para debater a questão, a Prefeitura de São José dos Campos, aAssociação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e a Urbanizadora Municipal (Urbam) promovem, no dia 8 de dezembro, o  I Seminário de Calçadas e Acessibilidade Urbana. Um dos temas de destaque será o Programa Calçada Segura, implementado pela prefeitura em parceria com a ABCP e Urbam, que se baseia na Lei Nº 8.077/10 e dispõe sobre a adequação das calçadas urbanas.

O programa Calçada Segura, considerado caso de sucesso, visa a transformar as calçadas em locais mais seguros e acessíveis para pedestres, especialmente idosos, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Tem a adesão da população e ainda gera emprego para pedreiros calceteiros e outros profissionais responsáveis pela execução de calçadas.

Ricardo Moschetti, gerente regional São Paulo da ABCP, informa que no seminário também serão abordados os sistemas de calçadas aprovados para execução, bem como outros casos de sucesso de cidades como Ubatuba, São Roque, Pereira Barreto e Santa Fé do Sul, que já iniciaram seus respectivos programas baseados nas mesmas condições de mobilidade e acessibilidade urbana. Segundo o engenheiro, “este encontro permitirá um debate importante para toda a sociedade, que é o de propor melhorias de locomoção não só para idosos e pessoas com deficiência, que correspondem a 10% e 15% da população, como para todos nós, que podemos precisar um dia. Além disso, a calçada pode ser um caminho para a integração das pessoas, de uma comunidade.”

O setor de construção civil participará do evento e será representado por associados da ABCP, entidades, construtoras, profissionais liberais, fabricantes de produtos para passeios públicos etc. Também participarão do encontro os munícipes, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Consórcio de Desenvolvimento do Vale do Paraíba (Codivap) e a União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp), além de prefeitos e vereadores das cidades do Vale do Paraíba e Litoral Norte. A intenção é que, após este encontro, seja organizado um movimento com a integração de agentes públicos que busquem soluções por meio de programas municipais de acessibilidade.

Serviço:
I Seminário de Calçadas e Acessibilidade Urbana

Data: 08/12
Local: Núcleo do Parque Tecnológico, localizado na Rodovia Presidente Dutra, Km 138,7 – Eugênio de Melo, São José dos Campos. 
Horário: das 8 às 13 horas
As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo site www.anggulo.com.br/sjccalcadas,www.sjc.sp.gov.br.

Mais informações pelo telefone: (12) 3947-8806.

Sobre a ABCP – A Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) é uma entidade sem fins lucrativos, mantida pela indústria brasileira do cimento, que há 74 anos promove estudos sobre o cimento e suas aplicações. Reconhecida nacional e internacionalmente como centro de referência em pesquisas da construção, a ABCP também atua no desenvolvimento de tecnologias sobre o concreto e mantém uma equipe de profissionais graduados à disposição do mercado para treinamentos, consultoria e suporte a grandes obras da engenharia brasileira. Tudo isso para garantir a qualidade e as boas práticas do produto que representa. Para saber mais sobre a ABCP, visite o site www.abcp.org.br.

ConVivendo e Aprendendo

27 de novembro de 2010 1

Há algum tempo, penso em postar aqui no blog dicas e informações sobre como se deve fazer para auxiliar – da forma mais adequada – pessoas com deficiência visual, em todo tipo de convívio, seja no trabalho, na aula, em família, entre amigos ou mesmo com pessoas que não conhecemos, simplesmente cruzamos por aí…

Procurei em alguns sites, blogs, etc e há diversas informações interessantes. Deixo aqui o link para uma página que faz um “resumão”, uma espécie de compilação de informações retiradas de vários sites voltados para pessoas com deficiência. Clique aqui.

É importante observar que ainda pouco se fala em baixa visão, visão subnormal, etc, na maior parte dos sites que pesquisei, usualmente as informações neles contidas trazem o termo “cego”, então é importante frisar que a maior parte destas dicas se aplica também no convívio com pessoas com baixa visão (e isto eu posso afirmar, porque é meu cotidiano), mesmo que o texto se refira apenas às pessoas cegas.

Com certeza, muitos de vocês já têm conhecimento de várias dicas e situações expostas no texto, mas sempre tem algo que ainda não percebemos. Por isto achei legal trazer este assunto, que é relevante não só para quem tem a oportunidade de auxiliar, mas também para quem precisar ser auxiliado.

Um excelente final de semana a todos!

Solidariedade em Porto Alegre

25 de novembro de 2010 0

Reproduzo aqui a notícia que li hoje no site da Prefeitura de Porto Alegre:

A Carris lança nesta quinta-feira, 25, o projeto Linha Solidária, em solenidade a partir das 10h30, no Paço Municipal (Praça Montevidéu, 10). Com o objetivo de incentivar a cidadania em Porto Alegre, a empresa irá destinar um ônibus personalizado para o transporte de grupos de pessoas para doação de sangue nos postos de coleta da Capital. O projeto conta com apoio do Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul (Hemorgs) e dos hemocentros da Santa Casa de Porto Alegre, Hospital de Clínicas e Hospital de Pronto Socorro.

A ideia principal do projeto é manter viva, durante todo o ano, a chama da solidariedade, culturalmente acesa em vésperas de feriados como o Carnaval, época onde campanhas desse tipo ficam evidenciadas. O agendamento do serviço funcionará através do telefone 3289.2100 (ramal 179) ou pelo e-mail linhasolidaria@carris.com.br. A empresa se coloca à disposição para efetuar o cadastro de todos os postos de coleta de sangue que queiram utilizar o serviço e demais setores da sociedade interessados em participar dessa ação de solidariedade.

Muito legal este tipo de iniciativa!

QUER DANÇAR? ENTÃO VEM!

25 de novembro de 2010 0

Esqueça ideia de que cadeirantes e outras pessoas com deficiência não pode dançar. Sim, nós podemos.  E nos dias 05 e 12 dezembro rola um curso para professores e estudantes de dança que tem interesse na dança acessível.

O curso com carga horária de 16 horas e investimento de 160 pilas será ministrado pela professora Carla Vendramim. Sente o currículo da mulher: Mestre em coreografia pela Middlesex University/Londres (2008). Pós-graduada em Dança Cênica, pela UDESC/Florianópolis (2002). Graduada em Fisioterapia pela Feevale/Novo Hamburgo (1997). Professora na escola West Lea (Londres) com crianças do ensino especial (2010). Professora assistente em vários projetos da Companhia de Dança Candoco: Foundation Course (2005-2007), ADAPT Project (2007-2008), Youth Company (2008), Londres. Trabalhou com as Cias Dance Art Foundation, Entelechy e a escola Newvic onde croui projetos de dança com pessoas com deficiência intelectual do Centro Markhouse.

A Carla também está recrutando voluntários e pessoas com deficiência para participar gratuitamente de dois workshops  também nos dias 05 e 12 de dezembro das 09h30 às 11h. Bóra lá aprimorar o rebolado!


CURSO:  PRÁTICA DE DANÇA ACESSÍVEL com Carla Vendramim

Conteúdo:

Estratégias para a prática de dança com grupos e técnicas diferentes.

Princípios chave de trabalho e elementos de um ambiente de aula acessível.

Princípios chave de comunicação e relacionamento.

Discurso de uma prática inclusiva de dança e do uso de linguagem e terminologia.

Conceito sobre o Modelo Social sobre Deficiência.

Uma visão geral de conhecimento sobre grupos de prática de dança integrada do Reino Unido.

Carga Horária: 16 horas

Dias: 05 e 12 de dezembro/2010

Horário: das 09h às 18h

Local: CEC – TERPSÍ – Museu do Trabalho – sala de dança – Rua dos Andradas, 230 – Porto Alegre

Investimento: R$ 160,00

Público Alvo: Pessoas com e sem deficiência, com ou sem experiência em dança, professores de dança, professores de artes e estudantes de dança.

Realização e Inscrições: Terpsí Teatro de Dança – www.terpsi.com.br

Maiores Informações: terpsi.contato@yahoo.com.br | (051) 9306-0982

http://www.carlavendramin.com



O DRAGÃO EM SÃO PAULO

24 de novembro de 2010 0

Ae galera, a sétima edição da Passeata do Movimento Superação em São Paulo promete! Será uma verdadeira festa da diversidade para comemorar o dia internacional da pessoa com deficiência! Yeah, nós quebradinhos temos um dia, ôe! A data no calendário oficial é 03 de dezembro, mas a passeata rola dia 04!

A bagunça começa às 11h com concentração na Praça da República, saída 12h em direção ao vale do Anhangabaú e às 13h a tchurma toda chega no Vale e começam os shows. Sente as atrações: DJ´S Unidos, Banda Carrera, Juliana Caldas, Projeto Tupã, Rincon Sapiência, Manu Gavassi e NX ZERO!

Vai ser lindo e divertido! Estarei lá! Quem tá na pilha, dá uma olhada nas passagens pela Internet que sempre tem uma promoçã! Beijos e nos vemos na terra da garoa!

Pônei-guia!

22 de novembro de 2010 0

Galera!!

Dá uma olhadinha aqui.

Estamos muito longe de tudo isso, é uma pena!

O que é belo se mostra!

21 de novembro de 2010 0

A holandesa Esther Vergeer é uma lenda viva do tênis em cadeiras de rodas, com 400 vitórias seguidas e 16 títulos de Grand Slam. E, aos 29 anos, ela também conseguiu se reconhecida por sua beleza.

Ela está em uma das capas da tradicional edição da revista da ESPN dos Estados Unidos, que traz personalidades do esporte sem roupa.

“Quando me pediram para posar nua para a revista, eu não tinha certeza de aceitar, mas eles disseram que eu tinha a última palavra sobre a imagem e isso me fez sentir à vontade”, explicou Esther, que usou apenas uma raquete para cobrir seu corpo.

A revista explicou a ideia e definiu a capa como “educativa”: “Queremos mostrar as diferentes especificidades do corpo e como podemos conseguir isso por causa da grandeza do esporte. Nosso objetivo é entreter, mas também educar. Esther é linda e nós mostramos que a deficiência não é obstáculo para se tornar um grande atleta”, disse o editor Gary Belsky.

A revista já havia prestigiado a beleza de uma atleta paraolímpica no ano passado, quando a triatleta Sarah Reinertsen apareceu na capa. Ela foi a primeira amputada a completar o Ironman.

Copiei daqui


Até quando?

18 de novembro de 2010 3

Ultimamente eu e o Milton, em função da Ana Sofia, nossa filha que agora já tem nome, temos rodado muitas lojas, de móveis, de roupas, acessórios tudo que envolve bebê estamos lá.

Sem contar as visitas a ginecologista, ecografias e mais recentemente pesquisa de pediatra.

Outra atividade que temos feito muito é procurar apartamento. Sabíamos que nossa permanência nesse atual apê estava com os dias contados, com a vinda da Ana Sofia, resolvemos antecipar a mudança.

Essas atividades estão me cansando, antes nosso raio de ação eram os hotéis, restaurantes, barzinhos e afins. Agora esse raio aumentou e com ele constatamos que cada vez mais, parece que menos coisa é adaptada, acessível e respeitam as leis que regem o acesso universal.

Acreditem! Apartamentos recém lançados, sem acesso:Elevadores mínimos, os botões? Nem braile tem. Teve apartamentos que olhamos que o Milton só conseguiu entrar na sala porque não passava pelos corredores. Quem dá a porcaria do HABITE-SE?

Lojas enormes, caríssimas com escadas, quem permite que elas abram???

Clínicas e consultórios médicos no topo de escadas infinitas, cadê o CREA, CRM ?

Até quando vai esse descaso? Quem é que vai olhar por nós?

Não me mandem reclamar na porcaria da prefeitura, porque não adianta.

Só acontece isso, porque não tem ninguém pra fiscalizar e multar e sabemos a quem cabe fiscalizar e multar.

Basta de descaso, pelo amor de Deus!!


Boicote ao Teatro Paiol

10 de novembro de 2010 3

Olha o absurdo. Sabem aquela expressão: Quanto mais rezo, mais assombração aparece…

Curitiba, cidade modelo disso, daquilo. Recebi um e mail da leitora Lilian Sawada, indignada com o acontecido, falta de acesso, xixi numa garrafa pet, péssima acomodação…

Um amigo da Lilian  foi ao Teatro Paiol e entrou porque é um guerreiro. Vejam só que perrengue.

A Sra. Lucy, que posteriormente dá uma entrevista, alega que todos os problemas acontecem pelo fato do teatro ser velho e ter restrições quanto as reformas.

O que eu posso dizer? Hum! Vou ficar calada pra não  ser processada.

No meio da entrevista ela alega, que os cadeirantes só podem ficam naquele cantinho, ( fundos do palco), por causa da estrutura do palco ser uma arena. Pra cima de mim esse papo?

Ah! Assistam, se indignem e boicotem esse teatro e todas as peças, quem sabe assim quando o “bolso” esvaziar o teatro perceba a cacaca que tá fazendo

Clica aqui

Seminário de LIBRAS

09 de novembro de 2010 0

Evento: Contação de História em LIBRAS em perspectiva: contadores e intérpretes

Local: Casa do Pensamento

Data: 15 de novembro de 2010

Horário: 9h – 12h30min / 13h30min – 17h

Programação

Manhã
9h – 10h30min – Mesa Redonda com Augusto Schallenberger e Fabiano Souto Rosa

10h30min – 10h45min – Intervalo

10h45min – 12h30min – Oficina prática de contação de histórias com Augusto Schallenberger e Fabiano Souto Rosa

Almoço

Tarde
13h30min – 15h – Mesa Redonda com Ângela Russo e Maria Cristina Pires Pereira

15h – 15h15min – Intervalo

15h15min – 17h – Oficina prática de interpretação de história com Ângela Russo e Maria Cristina Pires Pereira

Apoio
AGILS
Letras LIBRAS

Realização
56ª Feira do Livro de Porto Alegre
Centro Universitário Metodista IPA

JULIANA CARVALHO NA FEIRA DO LIVRO 2010

06 de novembro de 2010 1

VAMOS COMPARECER E PRESTIGIAR PESSOAL!!!

Juliana Carvalho Na Feira do Livro 2010

“O relato de Juliana é muito bem-humorado para tratar de temas como perda do controle da bexiga, vexames em bebedeiras…”
FOLHA ONLINE

“Ela fala com graça e franqueza sobre as experiências de adolescente. E desvenda corajosamente as situações acabrunhantes, mas às vezes cômicas da vida de uma paraplégica.”
Revista CONTIGO!

“O livro mistura autobiografia e dicas sobre como lidar com a restrição de movimentos em diversas situações, inclusive na hora H.”
Veja SP

“Conta detalhes curiosos, dramáticos e engraçados da rotina de um cadeirante. O tipo de coisa que muita gente gostaria de saber e não tem coragem de perguntar.”
ZERO HORA

Aos dezenove anos, uma doença colocou uma cadeira de rodas no caminho de Juliana Carvalho. Este relato autobiográfico extrai humor e esperança de situações difíceis e expõe a mistura de tragédia e comédia que caracterizam a sua – e a nossa – complexa condição humana.

Na 56ª FEIRA DO LIVRO

Dia 6/11 às 18h30min
Palestra: Vida sexual e social dos cadeirantes
Sala “O Retrato” do CCCEV
Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo
Rua dos Andradas, 1223

Dia 7/11 às 15h30min
Sessão de Autógrafos
Praça de Autógrafos
Praça da Alfândega

NATAL LUZ

05 de novembro de 2010 0

Olá Amigos,

Estamos organizando mais um roteiro para o Natal Luz em Gramado nos dias 4 e 5 de dezembro deste ano.

Para esse roteiro dar certo precisaremos organizar com antecedência, pois temos que ver o ônibus, o hotel se ficarmos em Gramado, os parques que iremos visitar e as alimentações.

Cada convidado com mobilidade reduzida ou em cadeira de rodas poderá trazer um acompanhante que irá ser seu cuidador durante o roteiro.

O que vamos fazer em Gramado/Canela?

Visitaremos o centro de Gramado, os parques mini mundo, mundo encantado, mundo a vapor e casas de chocolates, o museu de cera e aldeia do papai Noel e a noite ver o desfile de natal.

Quem quiser participar deste programa natal Luz, deverá nos dar algumas informações tais como:

Qual o tipo de lesão

Nome completo

Endereço, idade, telefones, e-mail, nº seguro saúde e também os dados de seu acompanhante

Se usa cadeira de rodas, que tipo, manual, ou elétrica

Lembramos que só temos 20 vagas e estamos montando um grupo de apoiadores e se conhecerem alguma empresa que possa nos ajudar, por favor, nos informe que apresentamos o projeto a eles.

No aguardo de suas inscrições.

Rotechild Prestes
ONG Caminhadores
Presidente
(51) 8464-4301
http://caminhadores-rs.blogspot.com

Compras em Porto Alegre

04 de novembro de 2010 1

Ultimamente, o que mais eu e o Milton temos feito é procurar móveis pro quarto da nossa filhotinha.

Fomos em várias lugares e apenas em um, o Milton teve acesso e conseguiu ver todos os móveis da loja, como diria meu pai: Ao vivo, a cores, pessoalmente e sem catálogos.

Vou publicar todas as lojas, enviarei um cópia do post a todas elas e espero do fundo do coração que eles se conscientizem da importância que é adaptar uma loja. Como a ferramenta do blog mudou recentemente, ainda não consegui inserir link, mas darei o endereço também.

Sul Bebê, fica na Assis Brasil 285, quase em frente ao Bourbon, é um sobrado antigo e,  sinceramente é a pior de todas, não tem onde parar  o carro nas imediações, a entrada da loja tem degrau e os móveis ficam no andar de cima com muitos lances de escada. Sem Chance! Milton não conseguiu nem descer do carro, desistimos.

Dolce Spazio, fica na Cristóvão Colombo 3121, tem estacionamento ao lado e degraus pra entrar na loja, como estou proibida de pegar peso, não pude ajudar o Milton a pegar a cadeira, entrar e sair da loja, tem apenas duas vendedoras, que também não puderam ajudá-lo, a loja fica numa casa e em cada espaço da loja tem quartinhos montados, o que dificultou o acesso do Milton e ele só conseguiu ver 2 quartos. Tivemos que esperar alguém passar pela frente da loja pra poder ajudar tanto na entrada quanto na saída, demorou um pouquinho…

Zimba, fomos na loja da Cristóvão Colombo 3277, tem estacionamento e degraus pra entrar na loja, nessa tinha um rapaz da própria loja que se prontificou a ajudar, mas o Milton já tava cansado e chateado, desistimos.

Baby and Baby, também na Cristóvão Colombo 3264, tem estacionamento  degraus, quando o Milton viu desistiu de entrar, mas fica um porteiro na loja que acredito que provavelmente ajudaria, também desistimos.

Afagos e Dengos, fica na Coronel Bordini 684 os móveis também ficam no andar superior

Carmem Flores, fica na Ipiranga 6863, foi a única loja que o Milton conseguiu entrar e ver todos os móveis, pra entrar na parte infantil precisa estacionar o carro no estacionamento ao lado, caso queira usar o banheiro adaptado, não se preocupe porque também tem.

O que mais impressiona é que são lojas onde cada cliente, gastará no mínimo R$2.500,00 pelo quarto, uma roupinha básica numa dessas lojas, não sai por menos de R$50,00 , ou seja, são lojas que tem condições de adaptar o ambiente ao cliente.

Uma pena! Um pai não poder escolher os móveis de um filho.