Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de abril 2014

O vendedor de chocolates

16 de abril de 2014 2

Faz poucos dias, tive o prazer de conhecer um cara sensacional: Mark Grantham. Ele nasceu com paralisia cerebral e sentado na sua cadeira motorizada tem feito a diferença no mundo. O que começou como uma atividade escolar – levantar fundos vendendo chocolate – virou uma missão de vida e um exemplo a ser seguido.  Faz 20 anos que o rapaz trabalha – faca chuva ou faca sol – vendendo as barrinhas adocicadas e o lucro (ele já arrecadou mais de NZ$40 mil)  vai todo para as 5 crianças que ele apadrinhou na Índia e Africa através da organização World Vision .

 

mark 2

Mark trabalhando no seu “escritório”

Essa bela jornada virou o livro “The story of Mark Grantham – The chocolate seller on Broadway and his kids” (tradução livre: A estoria de Mark Grantham: o vendedor de chocolates na Broadway e suas crianças). Escrito pelo pai do Mark, o livro conta a dura trajetória da família em criar o garoto em uma sociedade excludente – vários desafios para inclui-lo na escola regular e por ai vai…

Capa do livro que conta a historia de Mark

Capa do livro “O vendedor de chocolate e suas historias”

Recentemente ele recebeu uma medalha da Coroa Britânica (Queen’s Service Medal) pelos serviços prestados para a comunidade.

Medalha

Queen’s Medal Service

E fui no evento de celebração desse reconhecimento. Que teve direito ao pai do Mark vestido de Rainha! Que figura!!! Os dois (Mark e seu pai Chris) tem compartilhado a inspiradora historia de Mark em escolas, igrejas, seminários pela Nova Zelândia e mundo afora.

Chris vestido de rainha

“Rainha Elizabeth” e eu

Não bastasse ajudar financeiramente as crianças, Mark também decidiu visita-las! Imagina a missão, rodar com uma cadeira motorizada enorme em meio as vielas de favelas na Africa e Índia! A jornada foi documentada, e pode ser conferida no youtube: Mark Grantham goes to India e Mark in Africa.

Tietando com Mark Grantham

Foto com o vendedor de chocolates

Durante a celebração, Mark era só sorrisos. Ele disse que se sente muito orgulhoso de ter recebido essa medalha e que eh muito bom poder ajudar pessoas menos afortunadas que ele. E fez um pedido: apadrinhe você também, hoje, uma criança. Yep. Partiu parar de reclamar da vida e fazer o bem ao próximo, né?

Banner do livro "O vendedor de chocolate e suas crianças"

Banner do livro “O vendedor de chocolate e suas crianças”

 

 

Brasil: o bom filho a casa torna

16 de abril de 2014 2

Passei um mes na terrinha, e foi definitivamente muito bom voltar ao Brasil depois de um ano e seis meses na Nova Zelandia. Reencontrar minha irma mais velha e minhas sobrinhas – com quem falo por skype periodicamente e mando cartinhas pelo correio (a moda antiga eh mais gostoso) – foi maravilhoso.

Juliana sentada na cadeira abracando as sobrinhas

Montamos um quebra cabeca gigante do mapa da NZ.

Juliana e as sobrinhas montam quebra-cabeca com o mapa da Nova Zelandia

Brincamos muito, inclusive de mestre cuca! Sera que nasce ai uma candidata ao Masterchef?!

junior masterchef

Brasileiro eh muito debochado, e logo que cheguei vestindo meu chapeu Panama (original! Mami quem me deu) meus amigos nao perdoaram me deram um apelido: Santos Dumont (rolou ate um cyberbulling pelo facebook – veja a montagem).

santos dumond

E ate que eu tava mesmo no estilo pai da aviacao, porque foi voo de um lado pro outro! Bem movimentada essa viagem!!! Se liga no itinerario: AKL-Chile-SP-Rio-Porto Alegre-Nova Prata-Porto Alegre-Sao Paulo-Brasilia-Porto Alegre-Nova Prata- Porto Alegre-Sao Paulo-Chile-Akl. Tudo em apenas 28 dias! Eu so repetia pra mim mesma: deixa pra dormir quando morrer!

Foi muito bom reencontrar grandes amigos. Quatro dias no rio com Las Turbinadas, best friends da faculdade foi revigorante, cada uma morando numa cidade diferente mas conseguimos nos reunir.

best friends from college

Me senti muito VIP no Rio de Janeiro, 4 salva-vidas exclusivos para me carregar e dar aquele banho de mar revigorante, tchibum de cadeira de praia e tudo.

4 exclusive life guards

Em PoA Virei  noite adoidada com meu amigo Danilo. Longas conversas tentando resolver os problemas do mundo – sim, nos somos utopistas.

with best mate danilo

Comi churrasco com a familia, meu pai, irmazinha tios, tias, primos e tartarugas (true story). Fiz churrasco pros amigos cadeirantes paulistas no estilo gaucho tradicional em Sao Paulo – durante o carnaval. Joguei muito baralho e conversa fora com meus primos a tia em Brasilia e fiz o meu check up no centro de Reabilitacao (tudo certo!).

Foi feliz reencontrar os que amo. Foi triste de ver o quao baguncado esta Porto Alegre. Faltando menos de tres meses pra Copa, a cidade ainda parece um canteiro de obras. Me impressionou o aumento dos moradores de rua, da depredacao dos predios (fruto dos protestos contra a copa??), pobreza, desigualdade social e a violencia. Doi, porque amo o Brasil – um pais tao lindo e rico – que tem um povo caloroso e alegre. Fica dificil entender porque nao da certo. E mais dificil ainda encontrar um remedio para os males que assolam minha patria amada salve, salve. A Nova zelandaia ainda eh a Terra do Nunca da seguranca e percebi que quero realmente construtir uma vida aqui (agora so preciso convencer a imigracao…)

Quanto ao Brazil…O bom filho a casa torna, ja dizia o ditado, nem que seja so para visitar, eu complementaria.