Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Design Brasil"

Designer, você conhece seus direitos?

09 de maio de 2012 0





Como forma de conscientização de clientes e reflexão dos designers sobre seus direitos como profissionais, seja na área gráfica ou de web, a empresa inglesa de construção de sites Basekit lançou a campanha “10 direitos dos designers”.


Trata-de da divulgação de dez imagens de designers da Pantone segurando uma placa com um dos direitos. Três fotos foram publicadas por dia desde o início da campanha, que terminou no último dia 26. Além disso, os cartazes foram feitos em diversos idiomas dos países em que a empresa tem sede.


“Este trabalho de conscientização dos direitos dos designers é importante para que aconteça uma relação saudável entre freelancers e clientes. Estabelecendo regras claras, com certeza, a relação fica mais harmoniosa e sinérgica para todos”, disse Roberto Chilvarguer, diretor-geral da BaseKit no Brasil. Para acompanhar a campanha e saber mais sobre cada um dos direitos é só clicar aqui.


Fonte: Revista ABC

O design na Campus Party Brasil

14 de fevereiro de 2012 0




Pelo quinto ano consecutivo, a cidade de São Paulo foi o coração pulsante da tecnologia no Brasil. O maior acontecimento de tecnologia e internet do mundo chegou a 2012 oferecendo o que há de mais recente nas áreas da inovação, ciência, cultura e entretenimento digital. No total, 7.500 campuseiros curtiram cada segundo, minuto e hora das centenas de atividades previstas para esta edição.


Todos os anos, palestras do evento são disponibilizadas na internet para usuários (como eu) que não puderam participar. Selecionei algumas pertinentes à área do design. Os vídeos ão longos, mas vale a pena conferir. Veja:


  • Design Thinking


  • Design Emocional


  • Marcas podem ser pessoas?


Salão Design São Paulo

01 de junho de 2011 0


Em sua primeira edição, o Salão Design São Paulo – realizado em paralelo à São Paulo Fashion vai reunir 18 galerias e lojas de design para apresentar 120 peças de nomes consagrados como Zanine de Zanine, Cláudia Moreira Salles, Hugo França e Irmãos Campana, algumas inclusive feitas exclusivamente para o evento.


Nos dois dias, também acontecem palestras e bate-papos. Na quarta-feira, dia 15 de junho (15h), é a vez dos os homenageados do Salão, os irmãos Campana, que vão debater junto dos designers Mariziu Galante (Itália), Tac Lancman (Israel) temas como “design e arte”, “gestão do design” e “vertentes do design”. Quinta –feira, dia 16, é a palestra de Ingo Maurer, mais conhecido pelo seu trabalho como ligh designer, e, dia 17, é vez de falar Gijs Bakker, um dos fundadores da Droog Design (hoje com um escritório próprio).



  • O quê: Salão Design São Paulo.
  • Onde: Auditório da OCA (OCA, Parque Ibirapuera (Av Pedro Álvares Cabral s/nº – Portão 3/ São Paulo)
  • Quando: 15 a 17 de junho, das 14h às 22h | 18 e 19 de junho, das 12h às 20h
  • Quanto: Entrada gratuita/ credenciamento no local

Cannes Lion 2011

25 de abril de 2011 0



Este ano o maior evento de publicidade do mundo, o Cannes Lion 2011, acontece no final junho, entre os dias 19 e 25 de junho. E tem brasileiro entre os seminaristas, como: José Vicente Marino, vice-presidente de negócios da Natura, Abel Reis, presidente da Agência Click e Flávia da Justa, diretora de comunicação da Oi. Aqui vai um trailer do evento:


5º Congresso Internacional de Design de Informação recebe trabalhos

15 de dezembro de 2010 0


Até o dia 14 de março de 2011 pode ser efetuada a submissão de trabalhos para o CIDI – 5º Congresso Internacional de Design de Informação que ocorre Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Florianópolis. O CIDI é um evento com periodicidade bienal promovido pela SBDI – Sociedade Brasileira de Design da Informação. A iniciativa tem por objetivo fomentar a reflexão e discussão e sobre o design da informação no Brasil e no âmbito internacional. A Capital catarinense vai sediar a quinta edição do evento, que acontecerá entre 28 e 31 de agosto de 2011. O resultado do julgamento dos resumos e notificação dos autores será no dia 15 de abril, e a entrega dos artigos completos tem como data limite dia 15 de maio. Mais informações através do email monica-m@uol.com.br.



Irmãos Campana - orgulho para o design brasileiro

23 de setembro de 2010 0

Fernando e Humberto Campana

nnn

Por que os irmãos Fernando e Humberto Campana são procurados por empresas do mundo inteiro para reinventar identidades de grifes globais?

nnn
Fernando e Humberto Campana simbolizam a expressão máxima do design no País e servem de referência em outros continentes. São reconhecidos por sugerir novos códigos de leitura sobre os objetos, além de contribuir para mudanças de perspectivas sobre a vida cotidiana. A habilidade da dupla para compreender a essência de uma marca e a segurança com que criam sem perder as origens dela têm feito com que sejam procurados para reinventar a identidade de grifes globais.

No design de interiores, já desconstruíram e reinventaram as lojas Camper em Berlim, Barcelona, Zaragoza, Florença, Londres e Nova York.

nnn

Atualmente, redesenham o Café des Hauteurs, do Museu d’Orsay, em Paris, previsto para abrir no ano que vem, e exploram novas soluções para a ambientação do antigo Olympic Hotel, em Atenas – o primeiro projeto de um hotel assinado por eles. Entre as parcerias artísticas mais recentes, está a criação dos figurinos e cenário do espetáculo “Métamorphoses”, do Ballet National de Marseille, e a cenografia do musical “Peterand the Wolf”, apresentado no Museu Guggenheimem Nova York.
Humberto, 57 anos, e Fernando, 49, integram também coleções permanentes de renomadas instituições de arte, como Museu de Arte Moderna de São Paulo, MoMA, em Nova York, Centre Georges Pompidou, em Paris, além do Vitra Design Museum, em Weil am Rhein, região da Alemanha que faz fronteira com a Suíça.

nnn
Nada mais natural, portanto, que o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) pedisse socorro aos Campana para que ajudassem a vender a imagem do vinho brasileiro aqui e lá fora. O resultado foi a criação deste saca-rolhas abaixo, o novo ícone da marca Vinhos do Brasil/Wines From Brazil, fabricado pela Tramontina e, desde já, objeto de cobiça dos aficionados pela bebida e pelo design. “É a força da natureza e o poder de abstração, um objeto funcional, mas extremamente emocional e lúdico”, define Humberto Campana. O produto está à venda por R$ 360,00 no site.

nnn

vv

“Vejo o design como objeto de afeto. Estamos vivendo muito pouco o afeto e tentamos trazer essa emoção para os nossos objetos”. Gerente de promoção e marketing do Ibravin, Diego Bertolini desfia um sem-número de razões para a parceria com os Campana. “Queríamos vender uma imagem de alegria, de beleza, de autenticidade, de um Brasil cool”, enumera. “E os Campana são referência no Brasil e no mundo em design de vanguarda, além de estarem sempre presentes nos mais importantes eventos de arte aqui e lá fora. Ninguém melhor para representar a imagem do produto do que eles.”
A ideia não poderia ter agradado mais aos Campana. Nesse momento de ode ao Brasil e à cultura brasileira, eles vislumbram, pela primeira vez, a possibilidade de empresas nacionais apostarem em design.

nnn

“O design, assim como aconteceu com a moda, precisa ganhar credibilidade e investimentos para despontar, pois ele é capaz de traduzir e exportar a cultura de um povo”, analisa Humberto. “Está faltando ousadia dos empresários, e a hora é agora”, provoca.

nnn
Ele e Fernando são a simplicidade em sua mais pura essência, e o estúdio Campana, situado no bucólico bairro Santa Cecília, em São Paulo, traduz esse singelo way of life. Funciona atrás de uma porta metálica de um antigo galpão. Nos dois pavilhões divididos por um pátio, trabalham apenas 12 pessoas (arquitetos, costureiras e um artesão). Entre amostras de couro, cristais e fios de arame, a equipe materializa as ideias que são destinadas a linhas de produção de empresas nacionais e internacionais, como Edra, Alessi, Artecnica, Bernardaud, Corsi Design, Kreo, Magis, Grendene, Skitsch e Plus Design.

nnn
O estúdio notabilizou-se pelo design de mobiliário, mas tem participação em várias mídias e é dirigido a distintos públicos. Na área de moda, os irmãos assinam a Coleção Campana da grife de joias H. Stern, além da reinterpretação em edição limitada da polo Lacoste e do histórico de colaborações com a marca de calçados e bolsas Melissa, da Grendene. Não há brasileira ligada em moda que não conheça a Melissa Campana, um fenômeno de vendas e de imitações mundo afora.

nnn

nnn

“Não poderíamos ter feito melhor parceria ao associar conteúdo de moda a design”, comemora Paulinho Pedó, gestor da marca Melissa (acima). Os Campana se notabilizam por usar materiais ordinários e transformá-los em extraordinários. É um conceito que só agora começa a aparecer na Europa e que nos coloca na vanguarda desse movimento.

nnn
Humberto é graduado em direito; Fernando, em arquitetura. Nasceram no interior paulista – e o interesse pelo design surgiu no final de 1983. Logo, a dupla se tornaria a mais festejada do Brasil, com influência mundial. Eles transfiguraram o design brasileiro e provocaram um refluxo na produção internacional de mobiliário, fazendo a indústria acolher etapas artesanais no processo de produção em massa. Alguns objetos tem valores de obras de arte. Conheça algumas produções que a dupla considera os “melhores momentos”. Assita ao vídeo:

nnn

Fonte: Jornal A Notícia, puclicado em 19/9/2010 – Anexo D – Texto: Mariana Kalil

Designer brasileiro expõe em Nova Iorque

20 de setembro de 2010 0

nnn

Depois da exposição no 24º Museu da Casa Brasileira, o designer brasileiro Carlos Motta expõe  no SPASSO Design, em Nova Iorque. Entre as peças, estão as cadeiras Havaianas, feitas em parceria com a marca e Cool do Brasil, as cadeiras têm estrutura de madeira certificada e revestida com a mesma borracha da famosa sandália, onde permite uma grande variedade de cores.

nnn

“A ideia é reutilizar, para dar nova vida a um material”, diz Motta.

nnn

O evento, entitulado Semana Carlos Motta, iniciará no dia 21 deste mês e contou com o apoio do Consulado Geral do Brasil em Nova Iorque. Durante a semana, Motta vai falar sobre seu trabalho no Centro de Arquitetura e AIA – a casa de leilões Phillips de Pury & Company – também estando presente para assinar o seu livro Carlos Motta e a Vida”.

nn

“A exposição demonstra que a conservação ambiental e responsabilidade social são os requisitos de um excelente design, hoje”, reafirma.

NNN

UM POUCO DE CARLOS MOTTA

Conhecido pelo trabalho que faz com madeira reutilizada, o arquiteto e designer Carlos Motta congrega a liberdade do surfista, a simplicidade do pescador, a criatividade do arquiteto e a maestria do marceneiro. Por isso não está muito nessa onda de ser um designer famoso trabalhando para as corporações mundiais.

O Brasil tem tradição no Design com madeira e  não poderia ser diferente pela quantidade de especies, diferentes em textura, cor e densidade e Motta como seguidor dos mestres da madeira e de suas limitações formais. A sua obra vem menos da pesquisa formal e mais  do trabalho correto com a madeira e da extrema atenção à feitura artesanal.

Catarinenses na Bienal de Design 2010

18 de setembro de 2010 1

Olá!! No dia 16 de setembro fui até Curitiba visitar a III Bienal Brasileira de Design. Muitas palestras interessantes com o tema: design, inovação e sustentabilidade , o evento, de repercussão internacional, pretende refletir sobre como projetar, produzir e consumir bens, satisfazendo as demandas do mundo atual, sem comprometer o futuro do planeta.

A edição deste ano inova ao acontecer não em um único local e sim simultaneamente em vários lugares de Curitiba. A programação inclui tanto espaços expositivos institucionalizados – como museus e universidades –, quanto espaços públicos de alta movimentação de pessoas – como parques da cidade.

Visitei 3 exposições: Design, Inovação e Sustentabilidade (principal), Mostra Internacional – It’s a Small World e A Reinvenção da Matéria. Nos próximos posts estarei mostrando um pouco de cada uma.

nnn

nnn
Design, Inovação e Sustentabilidade

A principal mostra da Bienal apresenta um panorama da produção recente do design brasileiro, tendo como eixos condutores a inovação, de um lado, e a sustentabilidade, de outro. Cerca de 200 projetos, entre produtos, design de serviços e sistemas produto+serviço, incluindo design gráfico e de embalagens, estão presentes. Houve uma preocupação deliberada de diversificação da procedência geográfica dos trabalhos escolhidos, na busca de uma representatividade nacional.

Vale muito a pena ir lá conferir o que está sendo produzido no design brasileiro, a exposição funciona até o dia 31/10 e serve de inspiração para os designers e não designers que se interessam pela área.
Neste primeiro post vou dar destaque as produções catarinenses participantes da mostra.
nnn





nnn
Bienal de Design 2010
O quê: Exposição Design, Inovação e Sustentabilidade
Local: Fiep – Cietep
Av. Comendador Franco 1341, Jardim Botânico
Horário de funcionamento: terça a domingo das 13h às 20h30,
exceto às quartas-feiras das 9h às 20h30

Joinvilense na Bienal de Design

14 de setembro de 2010 0

A Docol está presente com a torneira ResidencialMatic na Bienal Brasileira de Design 2010. O evento acontece de 14 de setembro a 31 de outubro na cidade de Curitiba.

Nesta edição são nove mostras realizadas paralelamente. A torneira Docol ficará na principal, Design, Inovação e Sustentabilidade, que apresenta um panorama da produção recente do design brasileiro.

A Bienal (exposições no Cietep) estará aberta de terça a domingo das 13h às 20h30 (às quartas a partir das 9h), entrada gratuita.

A Docol inova trazendo ao mercado a inédita e exclusiva linha de metais economizadores de água para banheiros residenciais, a ResidencialMatic. Essa linha é composta por torneira e misturador com o exclusivo sistema de acionamento DocolFlex, que possibilita tanto o fechamento automático como o tradicional sistema giratório, o que assegura economia de água, praticidade e conforto no uso.

nnn

nnn

Créditos: Daniel Alexandre - Design Studio

nnn

Créditos: Daniel Alexandre - Design Studio

Grito de independência do designer

07 de setembro de 2010 3

Queremos aproveitar o 7 de setembro como um manifesto da independência do designer, um grito para a regulamentadação profissão.

nn

Além do orgulho da profissão, queremos ser reconhecidos como em qualquer outra – nos dignifica e serve como combustível para o crescimento do design do país.  Sugiro como exemplo a profissão de marketing, com sua primeira aprovação de regulamentação aprovada pela câmara de deputados, este ano, em Brasília.

nn
Freddy Van Camp, designer e professor da ESDI/UERJ diz o seguinte: “Vivemos em um país onde tudo é regulamentado.. Temos essa tradição e essa cultura… É comum se falar em leis que não entraram em vigor, mesmo assinadas e publicadas, pelo fato de não estarem regulamentadas. Toda a nossa estrutura é montada em cima deste fato. E O DESIGN COMO PROFISSÃO PLENA, QUANDO VAI ENTRAR EM VIGOR?

nn
O panorama brasileiro revela que existem mais de 50 profissões regulamentadas. Nossa profissão necessita de respeito, precisa urgentemente ser regulamentada. As indústrias precisam do design, de proteção legal, para então competir no exterior, tendo um manifesto de nossa brasilidade caracterizada por nossa identidade.
nnn
nn
nnn
O design brasileiro é muito bem visto no exterior, temos ótimos exemplos, como os Irmãos Campana, os únicos brasileiros com peças no acervo do MoMA, em Nova Iorque, e possuem ainda, peças no Museu de Artes Decorativas de Paris, ao lado dos maiores nomes de design no mundo. As Havaianas, simples, confortáveis e baratas, renovam-se a cada temporada sendo exportadas para várias partes do mundo.
nn
Brasileiros têm sido premiados desde 2005 no iF Product Design Award, o Oscar do design Mundial, fato relevante, mas ainda podemos ser mais. Segundo o designer Fernando Prado, vencedor do troféu ouro em 2005, “As empresas brasileiras estão começando a investir em design. No exterior, principalmente na Europa, o design é muito bem visto, tendo grande valor e reconhecimento, já em terras brasileiras, este reconhecimento está caminhando a passos lentos, de modo que muitos ainda desconhecem a real importância e valor desta profissão”.
nn
nn
Esperamos poder de alguma maneira contribuir para acelerar este processo, e fazer de nossa profissão, uma profissão regulamentada, valorizada e sobretudo respeitada! Que ao invés de sermos reconhecidos lá fora por nosso carnaval, mulheres bonitas e grandes jogadores de futebol, sejamos recohecidos por exportar o design. Criar nossa identidade, a identidade brasileira – como é a Bauhaus da Alemanha, a tipografia suíça entre outras…
nn

Que este post possa servir como um grito de independência!

nn

Clique aqui e visualize o bom trabalho de Felipe Lopes da Cruz, professor da UniBrasília, especialista em Ergonomia (PUC-Rio), mestre em Ciências da Informação (UnB) e integrante da comissão de regulamentação ADEGRAF.

nn

Abaixo, um vídeo sobre peças-referência do design brasileiro, vale a pena conferir: