Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "ecodesign"

Ideias para decorar sua casa com pallets

18 de abril de 2013 0

Eles são bonitos, baratos (muitas vezes saem até de graça) e oferecem inúmeras possibilidades para quem quiser soltar a criatividade.  Abaixo confira algumas ideias para decorar sua casa usando pallets.

Bolsas feitas com a reutilização de cintos de segurança

23 de fevereiro de 2012 5



Em fevereiro deste ano, a maior cidade do Estado, Joinville, rompeu a marca de 200 mil automóveis rodando. Estima-se que já existam mais de 1 bilhão no mundo, número que aumentará cada vez mais decorrente de inúmeros fatores. A pergunta é: para aonde vão estes veículos quando ficarem velhos ou quando não tiverem mais serventia?


Muitos materiais já são recicláveis, como é o caso do plástico e da borracha. Outros, ainda dependem do avanço da tecnologia e da viabilidade ecnonômica para poder ser feita a reciclagem. Enquanto isso, designers colocam em pauta e repensam formas de reaproveitar diversos materiais descartáveis. É o caso da dupla Dana and Melanie, da marca Harveys, em que em sua linha de bolsas reaproveita cintos de segurança de automóveis.


Os modelos com o selo “TreeCycle” são feitos 100% a partir de cintos reutilizados. As demais bolsas da marca utilizam o cinto em boa parte de sua estrutura. Veja a criatividade aplicada ao visual dos modelos. Simplesmente fanstástico!


Fonte: Harveys, Coletivo Verde

Painéis solares transformam guarda-sol em carregador

28 de dezembro de 2011 1



Muito interessante o projeto desenvolvido por um trio de designers de produto: José Vicente, de Lisboa, André Castro e Elizabeth Remelgado, ambos de Montreal. Útil para quem usa os eletrônicos para se manter informado ou simplesmente deseja se manter conectado enquanto aproveita o sol em um sítio, clube, resort ou praia, mas é ainda mais útil se estiver embarcado, por exemplo.


O guarda-sol intitulado Solaris é formado por painéis solares fotovoltaicos que permitem recarregar qualquer equipamento eletrônico com energia solar. As “pás” são retráteis e podem ser armazenados facilmente. As tomadas elétricas ficam na base do equipamento e carregam computadores, celulares e outros dispositivos eletrônicos.




O objetivo do grupo era facilitar a vida das pessoas ao incentivar o trabalho em casa, reduzindo as emissões de CO2, criando um novo ambiente de trabalho e lazer e ainda utilizando o sistema de painéis solares para recarregar laptops, celulares e outros eletrônicos de uso básico no dia a dia. Tomara que a moda pegue!


Fonte: Greenstyle, Ciclo Vivo

Coca-Cola muda embalagem em ação sustentável

28 de novembro de 2011 1


Coca-Cola resolveu neste final de ano por em prática uma estratégia diferente de Natal e acaba de tomar uma iniciativa sustentável para proteger os mascotes que adotou desde 1922 – os famosos ursos polares – ameaçados pelo derretimento das calotas polares. Então a marca propõe uma ação para reverter esta situação.


Em vez da sua tradicional linha de Natal, normalmente vermelha com o Papai Noel e seu trenó cheio de refrigerantes, a empresa lançou nos EUA e Canadá latas brancas com ilustrações dos ursos brancos, com um design bem minimalista. Cada lata, ainda, vem com um código, que possibilita o consumidor a doação de US$ 1,00 por unidade comprada. Até uns dias atrás, já houve uma doação de 2 milhões para a WWF (World Wild Life). Parabéns à marca pela atitude! Veja a nova latinha:


Fonte: 3M Inovação

Em campanha polêmica do Greenpeace, Ken termina com Barbie

25 de outubro de 2011 5



A Barbie tem um hábito cruel de desmatamento — ela devasta as florestas tropicais na Indonésia, incluindo áreas onde vivem alguns dos últimos tigres de uma espécie, além de orangotangos e elefantes, só para garantir uma bonita embalagem para si mesma. É isso que afirma o Greenpeace, depois de ter investigado a cadeia de valor da Mattel – fornecedora de embalagens – durante meses.A organização descobriu que a companhia compra a matéria-prima de suas embalagens da Asia Pulp and Paper (APP), empresa acusada de destruir as matas nativas do país.


Após a veiculação, a Mattel disse, em comunicado, estar surpresa e desapontada com o Greenpeace pela abordagem inflamada. E afirmou que vai continuar a avaliar suas fontes de abastecimento de papel e embalagens à medida que avança em melhorias. A campanha inclui até um site sobre o fim do namoro com espaço para escrever uma carta para o CEO da Mattel.


Com campanhas criativas como essa, o Greenpeace fez empresas como Unilever e Nestlé mudarem suas cadeias de fornecedores. Elas produziam sabonete e chocolate com óleo de palma que impulsiona o desmatamento na Indonésia. Veja Ken entrando em cena contra o desmatamento:


Fonte: Bronx

Sacolão ecológico estimula a reutilização

04 de abril de 2011 0



Never Wasted - Happy Creative Services




A cada dia as iniciativas de projetos ecológico vem crescendo, a Lee necessitava de uma solução inovadora que passasse esta mensagem para seus consumidores. Para levar a mensagem de forma efetiva a agência procurou algo que fosse um pouco mais inovador do que apenas uma sacola feita de papel reciclado. Foi assim que surgiu a ‘Never Wasted’, uma sacola pra nunca ser jogada fora – suas partes destacáveis podem virar calendário, caixa, régua, marcador de página, etiquetas e até um jogo de tabuleiro com dados. A criaçao é da agênciade Bangalore na Índia.




Never Wasted - Happy Creative Services



Os criadores queriam desenvolver uma embalagem que seria capaz de cumprir várias tarefas. Eles disseram ‘não’ aos métodos tradicionais de reutilização de embalagens de papel e reciclagem, e decidiram criar vários componentes que podem ser “extraídos” da bolsa.




Never Wasted - Happy Creative Services



A iniciativa deu tão certo que a marca decidiu fazer mais 10 mil bolsas, além das 3000 produzidas no início da campanha.Embora, esta nova embalagem não resolva o problema de enviar o papel utilizado para os aterros, ele envia uma mensagem que encoraja os consumidores a verem coisas antigas com novos olhos. Ainda assim, talvez, seria melhor se apenas a Lee oferecesse bolsas mais duráveis.

Murais de laser em Londres

12 de dezembro de 2010 0


“Greentomatocars” é uma empresa de táxi que opera em Londres. Sua frota é composta inteiramente por híbridos Toyota Prius, tendo um forte apelo ecológico, ou seja, eles vendem o serviço como sendo “o transporte verde da cidade”. Na campanha de divulgação, a agência Dentsu London, contou com a operação de lasers de projeção durante duas noites. As ilustrações foram projetadas em alguns dos cantos mais escuros de Londres, incluindo a Battersea Power Station (foto) – possivelmente o prédio mais especial da cidade. Confira o resultado final, uma luta contra a poluição:


Fonte: DentsuLondon, Greentomatocars.

WWF cria formato de arquivo ecológico e que não pode ser impresso

02 de dezembro de 2010 0



Todos sabem da importância de se reduzir o consumo de papel. Sua fabricação consiste na extração da celulose, presente nas árvores. Segundo o site da Alesc, “…para cada tonelada de papel produzida, 50 árvores adultas são derrubadas”. A WWF sempre surge com belas campanhas e iniciativas para salvar o planeta. A mais nova surgiu com o objetivo de reduzir a impressão de documentos, os famosos prints. Lançando um formato de arquivo cuja extensão é .wwf, a organização faz seu documento tornar-se ecologicamente correto, ou seja, não pode ser impresso. Trata-se de um software que, após instalado em seu computador, permite que você salve todos os seus documentos em .wwf, desabilitando o “print” dentro dos mesmos. A iniciativa traz consigo o conceito “Save as WWF, save a tree”, e já está conseguindo o apoio de diversas empresas ao redor do mundo. E você, já fez sua parte?


Mais informações no site criado para a ação www.saveaswwf.com. Abaixo o vídeo da campanha:


Como foi o “Fora da Caixa”, evento promovido pela Brainbox Design Estratégico

25 de outubro de 2010 1


Mais de 150 estudantes e profissionais de design participaram nesta última sexta-feira, dia 22, de mais uma edição do “Fora da Caixa”, evento promovido pela Brainbox Design Estratégico. Com o tema Design Sustentável de Embalagens, o encontro foi realizado como parte integrante da programação da Bienal Brasileira de Design, e trouxe uma discussão aberta e objetiva sobre o design de embalagens com as principais tendências, movimentos internacionais, selos e sistema de certificação. Com o tema “A sustentabilidade é importante para o consumidor?”, Marcos Palhares, diretor da Revista EmbalagemMarca, Mestre pela Universidade de Oxford e especialista em Gestão Estratégica da Embalagem da ESPM, abriu a discussão sobre o assunto. Destacando a importância da exigência da sociedade na construção de embalagens mais sustentáveis, o especialista ressaltou que as empresas só investirão em embalagens ambientalmente melhores desde que isso não comprometa a qualidade dos produtos e os ganhos econômicos. A dificuldade na métrica, com variáveis e interesses econômicos, foi apontada por Palhares como um dos impedimentos na mensuração do que é uma embalagem sustentável e quais são seus resultados práticos. O discurso também trouxe a importância da informação ao consumidor final, desafio lançado aos designers ao comunicar os benefícios de determinada embalagem.




Zeh Henrique Rodrigues, diretor da Brainbox Design Estratégico; Marcos Palhares, diretor da Revista EmbalagemMarca; Patrícia Gonçalves de Paula, especialista em Engenharia de Embalagens; Ludger Tamaoki, diretor da Brainbox Design Estratégico e Amando Varella, Diretor Comercial Papirus após o debate sobre embalagens sustentáveis.



Patrícia Gonçalves de Paula, especialista em Engenharia de Embalagens, apresentou o case “Vitopaper- Papel Sintético Reciclado Pós-Consumo e suas aplicações”. Unindo os conceitos de sustentabilidade e inovação, o Vitopaper se difere do papel normal por ser feito de plástico reciclado, sendo mais durável e leve que o papel tradicional. Ele é único no mundo, pois sua produção  não exige a seleção do plástico, sua mistura pode incluir matéria-prima vinda de garrafas descartadas, embalagens, frascos, etc. Patrícia mostrou que com 850 quilos de plástico reciclado é possível obter 1 tonelada de papel sintético e o processo também não exige nenhuma mudança nas etapas de produção gráficas, podendo ser utilizado por qualquer gráfica.


Amando Varella, Diretor Comercial Papirus, com 22 anos de experiência no mercado de celulose e papel, encerrou o debate como o tema “Embalagens Cartonadas e a Sustentabilidade.” A apresentação trouxe como referência o case da Papirus, que dispõe hoje de uma produção de 90.000 toneladas líquidas por ano de papelcartão, que comercializa no Brasil e exporta para países da Europa, Ásia, América do Norte, África e especialmente América Latina. Todos os palestrantes convidados foram unânimes ao enfatizar a importância da troca de experiências da cadeia produtiva com designers. “As empresas estão abertas à isso e precisam dessa troca para desenvolver projetos mais assertivos no que diz respeito à qualidade e sustentabilidade”, afirmou Patrícia.

Bambu em bicicletas?

22 de setembro de 2010 0

nn

É isso mesmo. A nova bicicleta da Bamboocycles vem com design não muito inovador, mas com um diferencial: a utilização do bambu como componente principal.

Os bambus são altamente selecionados e tratados com o objetivo de maior resistência possível. A distância entre eixos é menor que a média de bicicletas para permitir as manobras em espaços apertados. As articulações são feitas de aço e reforçada com fibra de carbono e seu peso não passa de 9 quilos. Todos os processos e montagem são feitas à mão, resultando em um produto original e exclusivo. Inspire-se!

nn

Fonte: Bamboocycles – Fotografias: Enrique Macias e Flavors.