Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "sustentabilidade"

Ideias para decorar sua casa com pallets

18 de abril de 2013 0

Eles são bonitos, baratos (muitas vezes saem até de graça) e oferecem inúmeras possibilidades para quem quiser soltar a criatividade.  Abaixo confira algumas ideias para decorar sua casa usando pallets.

Universidade cria outdoor que produz água potável a partir da umidade do ar

22 de fevereiro de 2013 0

“Um painel que gera água potável? Sim, isso é possível graças à engenharia em ação.”

Esta é a proposta da nova campanha publicitária da UTEC – Universidade de Engenharia e Tecnologia de Lima, que para promover seu processo de admissão, desenvolveu o primeiro outdoor do mundo capaz de produzir água potável a partir da umidade do ar.

A campanha é assinada pela agência Mayo Publicidade e segundo Humberto Polar, VP de Criação Regional da Mayo “O conceito central da campanha criativa é “engenheiros em ação” e se foca em mostrar que por trás de tudo o que nos rodeia, existem engenheiros que através de suas “engenhocas”, foram capazes de encontrar soluções a problemas e contribuíram com a sociedade.”

Localizado em uma região em que a chuva é escassa durante todo o ano, mas a umidade atmosférica chega a quase 98%, o painel proverá aos moradores e turistas 96 litros de água potável por dia. O projeto consiste em cinco máquinas, que através de um sistema eletrônico especial convertem a umidade em água que desemboca em um cano localizado na parte inferior do painel.

Chaminés da Inglaterra dão seus últimos suspiros

14 de fevereiro de 2012 0


Para promover a energia renovável na Inglaterra, a Ecotricity - empresa emergente e uma das maiores geradoras de energia limpa do país – criou uma campanha de mídias sociais que pede o boicote das seis principais companhias elétricas da região.


A iniciativa, intitulada “Dump The Big Six”, já garantiu a atenção instantânea das pessoas com o vídeo produzido. Nele, chaminés viram personagens e, que depois morrem. Traduzindo: as formas de produção de energia não-sustentáveis estão com os dias contados. Assista ao drama:


Eco-bag pautada, para escrever sua lista de compras

27 de janeiro de 2012 1



Daqui há alguns anos, ou meses talvez, teremos que nos acostumar com as “ecobags”. Prova disso, é o constante debate a favor da abolição das famosas sacolas plásticas. Estimativas do Ministério do Meio Ambiente apontam que são consumidas 33 milhões delas por dia e 12 bilhões por ano, isso só no Brasil.


A cidade de São Paulo decretou lei, que vai entrar em vigor já na próxima semana, onde estabelecimentos serão proibidos de distribuí-las ao consumidor. Sendo assim, dar sacolas retornáveis de brinde se tornou e vai se tornar uma prática quase comum das marcas que querem se associar à sustentabilidade.


Para tanto, a marca Tide lançou uma iniciativa interessante em Dubai. Criada pela agência Leo Burnett Dubai, a “Tide Smart Bag” une a sacola retornável a uma necessidade de todos que vão fazer compras: a lista. Você pode escrever sua lista de compras na própria sacola e levar para o mercado. Depois de usar, é só lavar! Uma ideia simples, mas que caiu no gosto de toda a população e gerou mídia espontânea em todo o mundo. Saindo do belo e memorável discurso de sustentabilidade para a prática. Confira:




PROBLEMAS AMBIENTAIS DAS SACOLAS PLÁSTICAS

Segundo a Ambiente Brasil, com dados da Folha.com: “Em terra, as sacolas plásticas são um grande problema. Depois de usadas, elas são simplesmente jogadas fora e depois, distribuídas pelo vento. Frequentemente aparecem espalhadas pelas praias, parques e também no meio das cidades. O problema no mar, no entanto, é mais grave. Além do grande tapete de lixo formado por plástico descartado, também há uma grande quantidade de pequenas partículas plásticas. Segundo o comissário europeu, atualmente cerca de 250 bilhões de partículas plásticas boiam atualmente apenas sobre o Mediterrâneo. A decomposição desses pedacinhos pode durar até cem anos.


“Estas pequenas partículas de plástico nos preocupam especialmente porque nestes trechos do oceano a concentração deste material acaba sendo maior do que a de plânctons. Os peixes comem estas partículas e ficam com o estômago mais cheio de plástico do que de plâncton. E aí está o perigo de morrerem de inanição com o estômago cheio”, explica Wefers.


A situação também é complicada para pássaros marinhos. Alguns correm o risco de se enroscarem no material e, com isso, ficarem sufocados. Outros acabam ingerindo as partículas automaticamente ao comerem os peixes que já têm plástico em seu organismo. Além da poluição na terra e no mar, sacolas plásticas têm outra grande desvantagem. “Elas são produzidas a partir de petróleo, uma matéria-prima que daqui a um tempo pode não mais existir. Quanto menos usarmos as sacolas, mais vamos ajudar a poupar este recurso”, explica Haufe.”

Coca-Cola muda embalagem em ação sustentável

28 de novembro de 2011 1


Coca-Cola resolveu neste final de ano por em prática uma estratégia diferente de Natal e acaba de tomar uma iniciativa sustentável para proteger os mascotes que adotou desde 1922 – os famosos ursos polares – ameaçados pelo derretimento das calotas polares. Então a marca propõe uma ação para reverter esta situação.


Em vez da sua tradicional linha de Natal, normalmente vermelha com o Papai Noel e seu trenó cheio de refrigerantes, a empresa lançou nos EUA e Canadá latas brancas com ilustrações dos ursos brancos, com um design bem minimalista. Cada lata, ainda, vem com um código, que possibilita o consumidor a doação de US$ 1,00 por unidade comprada. Até uns dias atrás, já houve uma doação de 2 milhões para a WWF (World Wild Life). Parabéns à marca pela atitude! Veja a nova latinha:


Fonte: 3M Inovação