Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "logo"

Um logo que nunca se repete

02 de fevereiro de 2012 0


Depois da identidade visual do Media Lab do MIT, desenvolvida pelos designers do estúdio The GreenEy, em que permite 40 mil variações de formas com suas 12 combinações de cores, surge o logo do Estúdio Mellancia.


A proposta conta com um manual de marca em HTML5 – que gera infinitas marcas – dispondo os caroços da melancia através de variáveis aleatórias que resultam, toda vez, em uma composição única. Será uma tendência no ramo de identidades visuais? Quem quiser trabalhar a marca é só acessar o link: d3.do/labs/mellancia.


Fonte: B9

O redesign da marca DC Comics

30 de janeiro de 2012 0




A consagrada marca de histórias em quadrinhos DC Comics reformulou novamente seu logo. A partir de março, estará em todas as publicações da editora e já passou a ser utilizado nos meios digitais, além de um novo site, que está sendo desenvolvido.


A nova marca tem um efeito de “D” sobreposto ao “C”. Onde a letra “C” deve variar de acordo com o personagem em uso e, a marca como um todo, representa as identidades secretas e outras dualidades que existem nas histórias que a DC publica. O novo logo foi criado pela Landor Associates, que está entre as maiores empresas de identidade corporativa do mundo, com cliente como Coca-Cola, Levi’s, Blackberry, Smirnoff, Citroën e Bradesco.


John Rood, vice-presidente de vendas e marketing, declarou que: “É uma nova era na DC Entertainment e o novo visual reflete  uma abordagem dinâmica e destemida, ao mesmo tempo em que celebra a rica herança da companhia e seu robusto portfólio de personagens”. Rood destaca ainda que a ideia é a mesma da recente reformulação dos heróis da editora, trazendo tons modernos aos clássicos, tornando tudo relevante ao mundo de hoje, mas mantendo o coração do que é a DC.





Gostou da mudança? Teve gente que não. Confira:

Fonte: Imagetica, DC

O redesign da marca Embraco

23 de janeiro de 2012 0



Como estratégia de reposicionamento no mercado, em julho de 2011, a Embraco mudou seu logo, reforçando os valores da marca e direcionando sua identidade e o comprometimento com seus clientes. Líder mundial no mercado de compressores para refrigeração, o redesign só foi feito após 40 anos da empresa no mercado. O projeto foi realizado com apoio da consultoria Interbrand, e quer reforçar, ainda, atributos como inovação, simplicidade e poder de mudança.


A nova marca amplia o leque de cores que representam a empresa, tendo como inspiração o fenômeno chamado “Aurora Boreal”. O contato dos ventos solares com o campo magnético do planeta Terra forma espetáculos de luzes em diversas cores. Algumas delas passam agora a incorporar as cores da Embraco.



  • A cor do logo sai do azul tradicional, para um azul esverdeado, ressaltando nossa diferenciação no mercado;
  • A letra minúscula remete à modernidade, proximidade e inovação;
  • As letras “R” e “A” são estilizadas para dar a ideia de movimento;
  • O símbolo do infinito representa o futuro e a continuidade do trabalho, sem esquecer do compromisso com a sustentabilidade;


Mais uma das novidades da nova marca é a presença da assinatura: “Power in. Change on.” O “Power in” remete à excelência e ao potencial do produto e sua importância dentro do sistema de refrigeração; e o “Change on” significa o poder de mudar e se transformar continuamente.


Fonte: Identity Designed

Uma marca forte para o Wikipedia

15 de junho de 2011 0



A Moving Brands é uma agência de branding que vale a pena acompanhar. Recentemente eles apresentaram na revista Viewpoint um projeto-conceito para o Wikipedia, cujo resultado pode ser um caminho muito interessante para a marca.


O Wikipedia é um dos 10 mais importantes sites do mundo e o único entre eles que não visa lucro. Embora seja muito acessado, a agência avaliou que o Wikipedia possuía vários pontos fracos: uma marca fraca, seguidores sem muita paixão pela organização e falhas ao comunicar sua própria história. “Estava claro que nosso papel na definição da marca era dar mais proeminência à sua incrível história e seus benefícios”.


A Moving Brands começou determinando o caráter e o comportamento que deixariam evidente o papel do Wikipedia como uma enciclopédia global, ubíqua e que contribui na conservação do conhecimento mundial. “Olhamos para a arquitetura da marca e quisemos pensar em como seus outros 8 sites “irmãos” (Wikimedia, Wikitionary, Wikinews, Wikiquote, Wikicommons, Wikispecies, Wikiversity) poderiam ser melhor integrados para aumentar o potencial do Wikipedia como fonte de aprendizado”. A marca é flexível e se adapta dependendo dos sites do Wikipedia em que o termo procurado aparece. No vídeo dá para entender como aconteceria em tese as mudanças no logotipo, confira:


Fonte: Revista ABC Design

Orkut apresenta novo logo

19 de maio de 2011 0


Como muitos já devem ter visto, o Orkut está de “cara nova”. No blog oficial foi apresentado o novo logo da rede social de maior presença no Brasil (até o momento). Além de apresentar um novo logotipo, alguns retoques sutis foram feitos no design do site (mais uma vez). A tentativa (penso eu) deve ser para não perder mais espaço do que já tem perdido nos últimos anos. O logo anterior já tinha cerca de sete anos de vida e se mantinha intacto durante as várias modificações de layout. Abaixo o logo aposentado:


Homenagem a Paul Rand

26 de abril de 2011 0


Despedindo-se da terra em 1996, Paul Rand é conhecido pelo design de logos corporativos incluindo IBM, UPS e ABC, entre outros. Rand estudou na Pratt Institute (Yes!), Parsons School of Design (1932-1933) e mais tarde na Art Students League (1933-1934) e lecionou na Yale University em New Haven, Connecticut. Participou da origirem do “Swiss Style” no design gráfico e o seu conhecimento aprofundado da arte moderna. Abaixo segue um vídeo inspirador em homenagem ao grande mestre do design gráfico americano, confira:


Fonte: Ana França Design


Logos honestos demais

15 de abril de 2011 0



Recentemente já falei sobre o trabalho de Viktor Hertz. Esse fotógrafo e designer gráfico sueco que se destaca pelo tom irônico de seus trabalhos, que por sua vez, chamam a atenção e alguns chegam até a causar polêmica, como a série “Honest Logos”, que visa revelar o lado negro das marcas no que há por trás dos atraentes discursos dessas grandes companhias. Confira:


Peru lança nova marca

13 de março de 2011 0



O Peru lançou semana passada a sua nova identidade visual. Desenvolvida pela FutureBrand a marca traduz bem a visão sobre o país: uma cultura bem colorida, com traços antigos, berço de grandes civilizações. Esse “P” estilizado me remete às ruínas de Machu Picchu. Segundo o press release da agência, essa marca será utilizada em todos produtos de exportação do país. Veja:


PSA Peugeot Citroën no Brasil cria marca para celebrar 10 anos de produção de veículos no País

14 de fevereiro de 2011 0


Para marcar durante todo o ano de 2011 os seus 10 anos de produção de veículos no Brasil, a PSA Peugeot Citroën convocou sua equipe de Estilo América Latina para criar um logo especial. Os mesmos designers que desenharam os mais recentes automóveis nacionais do Grupo, como o Citroën Aircross e o Peugeot Hoggar, toparam o desafio de fazer um símbolo que retratasse a presença da empresa no país e pudesse ser usado em situações diferentes, como eventos ou documentos. No Centro de Estilo em São Paulo, na sede do Latin America Tech Center (o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Estilo do Grupo PSA na América Latina), os designers criaram diferentes opções até chegar a três propostas finais e, depois, ao logotipo símbolo dos 10 anos de produção no Brasil.


“A idéia deste logo foi ser direto, unindo um símbolo que é de fácil reconhecimento, o mapa do Brasil, com as cores verde e amarelo, que expressam a paixão que temos pelo país, como podemos ver em épocas como a Copa do Mundo. Os traços têm um efeito tipo pintura para reforçar o lado emocional, já que pegar um pincel e pintar uma tela costuma ser espontâneo, muito ligado ao sentimento. Não queríamos fazer um símbolo pesado”, explica Rogério Okabe, que foi o responsável pela criação do logo dos 10 Anos de Produção no Brasil.



No desenvolvimento do logotipo especial foram utilizados alguns dos recursos mais modernos do Centro de Estilo, como o Cintiq (uma tela digital onde se pode desenhar diretamente, simulando um papel) e a Sala de Realidade Virtual. No dia-a-dia, estes equipamentos são usados pelos 20 integrantes da equipe de Estilo não apenas para a criação e o acompanhamento do design dos projetos de novos veículos como também no desenvolvimento de imagens e animações virtuais que são utilizadas em campanhas de marketing, catálogos, manuais de proprietários, sites internet (como o car configurator) e diversos materiais de divulgação.


O Latin America Tech Center

O Latin America Tech Center reúne os profissionais das áreas de Pesquisa, Desenvolvimento e Estilo da PSA Peugeot Citroën na região. Ele é dividido em três unidades que trabalham interligadas entre si e também em contato com os outros Centros do Grupo na França e na China. Compõem o Centro latino-americano as unidades denominadas: São Paulo Tech Center, na cidade de São Paulo; Rio de Janeiro Tech Center; instalada no Centro de Produção de Porto Real; e Buenos Aires Tech Center, localizada no Centro de Produção de Palomar, na Argentina. Elas se complementam e se apóiam, permitindo que os profissionais do Grupo estejam próximos dos produtos que estão desenvolvendo, tanto no Brasil quanto na Argentina.


A PSA Peugeot Citroën no Brasil

Em 2010, a PSA Peugeot Citroën comercializou no Brasil 174.400 carros de passeio e veículos comerciais leves de suas duas marcas, Peugeot e Citroën, obtendo 5,2% de participação no mercado e atingindo um novo recorde histórico de vendas no país. Este resultado representou um crescimento de 15,4% em comparação ao volume de vendas de 2009, sendo superior a média do mercado brasileiro, que foi de 10,4%. Um desempenho que confirmou mais uma vez a PSA Peugeot Citroën como a quinta maior montadora do país e a primeira entre as « newcomers » (como são chamadas as fabricantes de veículos instaladas no Brasil a partir dos anos 90).

Fonte: Design Informa

Quanto você quer pagar pelo logo de sua empresa?

09 de fevereiro de 2011 5


  • Site We do Logos inverte o caminho normal do processo de criação de identidades visuais.


Uma matéria que está comovendo o mundo do design gráfico – o que me comove também -  é a publicada nesta segunda-feira, pela Globo News,  em que apresenta uma agência que vende logo como ‘commodity’, ou seja, clientes que não podem pagar por uma identidade visual produzida por agências especializadas se atentam à empresas que vendem logos por preço de banana. “Uma matéria que parece mais propaganda, desmerecendo a profissão”, afirma o site ABC Design. Tratando-se de uma iniciativa de alcance nacional que desvaloriza o papel do design e do branding na construção de marcas fortes. Além de o cliente não ter uma marca coerente com a empresa, recheada de atributos que sustentam o logo, a identidade visual de sua empresa pode não ser aprovada pelo órgão responsável – INPI – levando em conta os demais tramites legais em relação a isso. E é por isso, que nós designers, batemos tanto nessa tecla da regulamentação da profissão, acabando de uma vez por todas com essa “micreiragem” ou “feira de logos”. Veja a reprodução do site abaixo, clicando nela para visualizar a matéria na íntegra:


Fonte: ABC Design