Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "marca"

Marcas feitas por seus concorrentes

29 de agosto de 2011 1



Nessa onda histórica de gigante das marcas, na disputa acirrada em abocanhar a maior fatia do mercado, foi criado um projeto chamado “Brandversations”. O trabalho consiste na “troca de identidade” de algumas marcas com a de seus principais concorrentes. Todos com uma mensagem logo abaixo. Os cartazes foram produzidos pelo designer Stefan Asafti. Confira:


Fonte: Francesco Mugnai

Uma casa que transmite a essência da marca

29 de junho de 2011 0


No fim do ano passado, a Absolut inaugurou em Estocolmo o que chamam de “Atelier“, um espaço de 800 m² com o objetivo de transmitir a essência da marca em diversos cômodos. Eles explicam assim: “Imagine ser convidado para jantar pela primeira vez na casa de um amigo. Experimentar a atmosfera, a comida, a companhia e a hospitalidade diz muito sobre quem é esse seu amigo.”


Essa experiência multi-dimensional com a Absolut inclui um grande laço com artes, degustação e ensinamentos sobre o processo de produção da vodka. E é lá que fica o que chamam de a maior tela touch do mundo, onde se navega por conteúdo, ferramentas e a história de propaganda da bebida sueca. Esse tipo de iniciativa, que insere as pessoas no lifestyle de uma marca, é especialmente útil para produtos com restrições publicitárias, como é o caso de bebidas alcóolicas. Assista ao vídeo abaixo, onde o diretor de “Brand Education” da marca explica o Atelier:


Fonte: Unistudio

Tátil Design de Ideias é escolhida para criar a marca dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016

15 de junho de 2011 0


Depois de emplacar uma vitória no concurso que elegeu a marca dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a agência brasileira Tátil Design de Ideias foi escolhida pelo Comitê Paraolímpico Internacional para desenvolver a marca dos Jogos Paraolímpicos. Alexi Schäfer, Gerente Sênior de Marketing e Transmissões do IPC, diz que “como os Jogos Paraolímpicos estão diretamente ligados aos Jogos Olímpicos, faz sentido que a marca Paraolímpicos Rio 2016 nasça da essência dos Jogos do Rio de Janeiro, uma vez que as duas marcas vão conviver em diversas situações”. Ele acrescenta: “A marca dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016 vai celebrar a singularidade da marca Paraolímpica e seus valores, que são baseados nos ideais de seus atletas. Com a Tátil, teremos a certeza de contar com uma agência que já está imersa nos valores dos Jogos e que vai respeitar a necessidade de sinergia para garantir uma integração da identidade visual dos dois eventos.”


A escolha da Tátil como agência criadora da marca Olímpica foi fruto de um processo que durou cinco meses e contou com 139 inscritos. Foram selecionadas 24 empresas para entrevistas individuais e oito finalistas foram escolhidas para apresentar ideias para uma Comissão Julgadora formada por 12 membros nomeados por seu conhecimento em criação e aprovação de programas de marcas ou pela experiência em Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, incluindo membros dos três níveis de Governo – federal, estadual e municipal. Reveja o vídeo de apresentação preparado pela agência que divulgado no início deste ano:




Sócio-Fundador e Diretor de Criação da Tátil, Fred Gelli garante que agora a agência está ainda mais preparada para o desafio: “Termos sido escolhidos para desenvolver a marca dos Jogos Paraolímpicos foi uma enorme honra para a Tátil. Vamos usar toda a experiência e o alto nível de envolvimento do nosso time com os valores Rio 2016 somados ao mergulho no universo Paraolímpico, seus valores e sua essência. Queremos criar uma marca que possa inspirar as pessoas tanto quanto um atleta Paraolímpico o faz por meio da sua determinação e capacidade de se superar”.


Sobre os Jogos Paraolímpicos Rio 2016

Os Jogos Paraolímpicos Rio 2016 serão realizados de 7 a 18 de setembro e contarão com cerca de 4.200 atletas de mais de 150 países. Com a inclusão do paratriatlo e da paracanoagem a partir de 2016, o programa dos Jogos cresceu para 22 esportes. Mais de 70 emissoras de televisão mostrarão os Jogos para uma audiência global. Os Jogos Paraolímpicos Pequim 2008 tiveram um crescimento de 200% no tempo de transmissão comparados com Atenas 2004 e foram vistos por uma audiência acumulada de 3,8 bilhões de pessoas. Em torno de 5.500 jornalistas e dois milhões de espectadores são esperados no evento, que mobilizará ainda 30.000 voluntários.


Sobre a Tátil

A Tátil é uma consultoria de estratégia, construção e gestão de marcas, que usa o branding e o design para criar conexões sustentáveis entre pessoas e marcas. A empresa possui escritórios no Rio e em São Paulo e conta com mais de 100 colaboradores em um grupo multidisciplinar, composto por designers e profissionais de planejamento, estratégia, negócios, redatores, biólogos, entre outros. A Tátil possui mais de 20 anos de experiência na construção de marcas, mais de 100 prêmios nacionais e internacionais e uma carteira de clientes formada por grandes empresas de diferentes segmentos.

Fonte: Design Informa

Exemplos de processos de criação de marcas

09 de maio de 2011 0


Quero criar um logo, por onde eu começo?


Como o gráfico acima mostra, primeiramente seu cliente tem um problema: não tem uma identidade visual. A partir daí você precisa fazer um briefing, que é a documentação com todas as informações relevantes sobre o projeto. Agora precisamos fazer uma pesquisa buscando referências, aprendendo sobre o mundo do cliente e coletando o máximo de informação que pudermos. Com todas estas informações, você pode começar a ter ideias e definir o conceito da marca. O conceito é basicamente a ideia que sintetiza o que a empresa quer expressar, é a linguagem que você vai usar para fazer o logo. É então o momento de pegar um lápis e um pedaço de papel para começar a rascunhar e desenvolver o sinal gráfico que irá traduzir o conceito. Como sabemos, as ideias fluem muito melhor quando você tem à frente um papel em branco, e não em frente a um computador. Reproduzo aqui um material do site Noupe, no qual se têm alguns projetos de identidade visual que foram resultados de bons processos criativos – seguindo as etapas definidas – resultando em marcas cerentes e que, sobretudo, refletem precisamente a empresa (valores, missão, visão, entre outros). Confira:


The Bounty Bev Logo Design Process

 

 

IBBT’s Logo Redesign

 

 

Brokers Direct Identity Design

 

 

Green Candy’s Logo Design Process

 

 

Branding Fixel

 

 

WebMYnd Logo Design Process

 

 

Design Process of Dimitrovi & Co.

 

 

 

A Guide to Creating Professional Quality Logo Designs

 

 

Visual Identity: Sabienzia

 

 

Process: Branding Ian Matteson

 

 

Logo Design: From Start to Finish

 

 

Identity Design Process for Butterfield Photography

 

 

Design Process of Undersea Productions

 

 

Mindberry’s Logo Design Process

 

 

HotBox Studios’ Logo Design Process

 

 

Case Study: Brokers Logo Design Process

 

 

Creating a Business Logo

 

 

Metro Aviation Logo Design Process

 

 

Apple & Eve Identity Development

 

 

Berthier Associates Brand Identity Design

 

 

Logo Design Case Study

 

 

VISSUMO Brand Identity Design

 

 

Logo Design Process and Walkthrough for Vivid Ways

 

 

Step by Step Logo Design Project

 

 

The Logo Development Process: New England Breeze Case Study

 

 

Grooveshark | Case study

 

 

The Logo Design Process From Start to Finish

 

 

A-List Blogging Bootcamps’ Identity Design

 

 

Henri Ehrhart Brand Identity Design

 

 

Giacom Brand Identity Design

 

Dache.ch Logo Design Process

 

 

Siah Design Rebrand Process

 

 

Logo Design Process: Homespun Chili


Fontes: Noupe, Logo BR.

Quando um logo tem milhares de variações

18 de abril de 2011 0



A nova identidade visual do Media Lab do MIT, desenvolvida pelos designers E Roon Kang e Richand The , do escritório de design The GreenEyl é inspirado pela comunidade que compreende: as pessoas altamente criativas de todos os tipos de formações que se juntam, que inspiram-se uns aos outros e colaborativamente, desenvolvem uma visão do futuro. O logotipo é baseado em um sistema visual, um algoritmo que produz uma marca única para cada pessoa, seja para docentes, funcionários ou alunos. Tal combinação gerou um algoritmo que permite cerca de 40 mil variações de formas em 12 combinações de cores, gerando estimados  25 anos de cartões de visita inéditos. As pessoas usariam seu logo neles ou em sites pessoais. Confira o vídeo:



Fonte: Fast CoDesign, Espaçodesign.

Uma marca criada por você poderá ser publicada na coleção “Cadernos de Marcas”, da 2AB Editora

11 de abril de 2011 0


Quer ver sua marca publicada num livro e ser uma referência para milhares de designers no Brasil e no mundo? Pois você poderá participar da coleção “Cadernos de Marcas”, da 2AB Editora. O primeiro livro que está selecionando projetos terá o tema “Editoras”. Então, se você já desenhou um logo para essa área, envie para o editor do livro, Vítor Barerreto, pelo email: vitor@rede2ab.com.br a logo da editora (em jpg ou pdf, 300dpi e no tamanho 7x7cm), o nome do criador, ano e, se desejar, as versões antigas da marca com as mesmas informações.




Ele ainda complementa: “Aplicações da marca, como foto de livro, papelaria, entre outros, também podem ser enviadas e serão de grande utilidade para ilustrar o livro, pois são recursos adicionais que podem demonstrar melhor as manifestações da marca”, comenta. A data limite para o envio é 31 de maio.


Trabalhos catarinenses em publicação internacional de design de marcas

08 de abril de 2011 0


A designer Lya Zumblick e a empresa Glóbulo, ambos de Florianópolis,  tiveram trabalhos publicados na última edição da Logo Design Vol. 3, da editora alemã Taschen, principal referência mundial em publicações sobre arquitetura, arte, design e propaganda. O livro reúne trabalhos com marcas do mundo inteiro, que passam por uma rigorosa avaliação para serem publicadas. A Glóbulo teve 11 projetos publicados na Logo Design Vol. 3. São trabalhos realizados para empresas e instituições catarinenses, como Blueticket, Habitá, Skyhill, Grão Salute, Baguetto, BraBo, Clamber, Biarritz, Progic e Reaktion, além da própria marca da empresa. Já a designer Lya Zumblick teve também 11 projetos publicados no título da Taschen. Foram trabalhos desenvolvidos para TM4 Estúdio Criativo, Habitat, AminFilomeno e Hering Arquitetura, Cia do Turismo, Manifesto, Musae, Estação Cultura, entre outros. E esta não é a primeira vez que a designer de Florianópolis tem o reconhecimento internacional. No segundo volume do Logo Design, de 2009, Lya teve quatro logos publicados.



“Para quem, como nós, trabalha com marcas, esta é uma grande conquista. Somos a única agência de Santa Catarina a ter projetos publicados na Taschen. Ter uma marca já seria uma grande conquista. 11 marcas, sendo a maioria desenvolvidas para empresas catarinenses, é um grande reconhecimento”, explica Alex Lima, diretor da Glóbulo. Para Lya, a sensação não é diferente. “Há anos acompanho a Taschen com certa idolatria por ser uma das principais referências do design mundial. Ter trabalhos meus publicados, em duas oportunidades, é indescritível”, aponta.



f
f
n
SOBRE A PUBLICAÇÃO

O livro Logo Design é organizado em capítulos por temas, como indústria criativa, eventos, moda, mídia, música, varejistas e serviço. Cada logo publicada possui informações sobre a empresa que a pertence e o designer. O editor da publicação é brasileiro – Julius Wiedemann, especializado em design gráfico e marketing. Foi editor de arte para revistas de design e digital em Tóquio. Entre as publicações das quais é editor na alemã Taschen estão Illustration Now!, Advertising Now, Logo Design e Brand Identity Now!.

Rebranding russo

05 de abril de 2011 0


Fazer o branding de países ou ainda regiões é uma tendência interessante. Temos bons exemplos marcantes do turismo mundial, tais como “I Love NY” (com a palavra love substituída por um coração), de Nova Iorque, nos Estados Unidos, e “I Amsterdam”, de Amsterdã, na Holanda. No Brasil, temos com exemplo o belo projeto “Curta Curitiba”, que está aprovadíssimo (mais tarde falarei dele) e será lançado em junho, no aniversário da cidade.


Vejam esse projeto para a região autônoma de Nenets, na Rússia. A identidade se baseou nas características econômicas e culturais e o resultado é um design clean, moderno, mas ao mesmo tempo com uma qualidade folk, típica da região. O projeto é da consultoria russa Notamedia. Os símbolos dentro do logo representam, respectivamente:

  • Tenda: a preocupação com o bem-estar das pessoas
  • Chifres: criação local de veados
  • Peixe: a economia pesqueira
  • Gota: a produção de óleo



Fonte: Revista ABC Design

Como foi o "Dia da Mentira" no mundo das marcas

02 de abril de 2011 0


O primeiro dia do mês de abril é caracterizado como sendo o “Dia da Mentira” em todo mundo. No Brasil, a data começou a ser difundida em Minas Gerais, onde circulou “A Mentira”, um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1828, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. E quem nunca se deparou com uma mentira contada por amigos ou parentes nessa data? Já algumas pessoas nem precisam desse dia para mentir… E por que no “Dia da Mentira” todo mundo mente, mas no “Dia do Trabalho” ninguém trabalha? Sem mais delongas, agora sobre o assunto voltado às marcas, aqui vai um resumo do que mais interessante aconteceu nesse 1º de abril, no Brasil e no mundo.



  • O pessoal do marketing da Antarctica resolveu apostar na transformação de uma lenda urbana em realidade no dia 1º de abril. Cada 1000 cliques no botão “gostei” do vídeo do Guaraná valem uma cadeira de rodas a uma instituição beneficente. A ideia é entregar 100 cadeiras. Veja:





  • No Gmail, a notícia falsa do dia foi a criação de um novo recurso chamado Gmail Motion. Ele permitiria que os usuários de computadores com câmera controlassem as principais funções do serviço com movimentos, como no acessório Kinect, usado no console Xbox. Em um vídeo, Paul McDonald, gerente de produto do Gmail, diz que os movimentos são “simples”. Vale ver também o segundo vídeo, com um cara escrevendo emoticons com a mão.




  • O YouTube teria completado também seu aniversário de 100 anos, o site mostra como teria sido se o Google o tivesse lançado em 1911: vídeos em sepia e preto e branco, sem áudio nos vídeos ou apenas um acompanhamento por piano. YouTube no “modo 1911″ diz que o botão no canto inferior direito de cada vídeo leva você para a fundação do site, com vídeos de imagens arranhadas e manchadas, música das antigas e tons sépia. O Google também divulgou um vídeo com os “prováveis” melhores vídeos virais de 1911. Assista abaixo:




  • Na página do Google, a empresa anunciava vagas de emprego, uma nova vaga de “autocompletador” foi aberta ontem. A função, de acordo com a descrição do Google, é para autocompletar manualmente os termos de buscas digitados pelos usuários da busca do Google todos os dias. O Google, inclusive, anexou à vaga um vídeo com um depoimento de um dos autocompletadores que trabalhariam na empresa.





  • A Toshiba anuncia o Spectacle, o primeiro monóculos com tecnologia 3D, para aqueles usuários que não gostam dos pesados óculos 3D. “Com o Spectacle, a experiência em 3D em um olho será tão real que você irá pensar que está usando ambos os olhos”, dizia o anúncio. Conforme a Toshiba, colocar a tecnologia 3D em um dispositivo tão pequeno não foi fácil.





  • No ramo do design, a IKEA teria lançado um suposto cadeirão (tipo aqueles para bebês), só que para cachorros. Veja:





  • O ThinkGeek apresenta o seu produto anual de Primeiro de Abril: o conjunto Playmobil da Apple Store. O mais engraçado é que é possível adquirir o produto com fila de bonequinhos por mais US$49,99!




  • A Pedigree vendeu dentaduras para cachorros em um programa de TV.



E MAIS

  • O Google oferece várias outras páginas, dizendo que vai migrar todas as páginas para a fonte Comic Sans (inclusive se os designers procurarem por Helvetica hoje no sistema de busca, terão uma surpresa), uma página que oferece anúncios antigos (tipo “Acerte o macaco para ganhar!”), a anatomia de uma vaca em 3D no Google Cow (vídeo aqui) e, repetindo a piada do ano passado, o Google UK oferece Google Translate para animais no Android.
  • O Funny or Die virou Friday or Die, em homenagem a Rebecca Black;
  • A Kodak está oferecendo o Relationshiffft, um aplicativo que remove sua ex-mulher (ou ex-marido) de todas suas fotos;
  • A rede profissional LinkedIn também elaborou uma piada para o dia 1º de abril. Ao acessar o site, o usuário deve clicar em “Contatos”, “Adicionar conexões” e escolher “Pessoas que você pode conhecer”. Na lista falsa irão aparecer nomes como Robin Hood, Albert Einstein e Sherlock Holmes.


Com informações: Ypsilon2

Nova marca do governo federal

16 de fevereiro de 2011 0


No último dia 10 o governo federal anunciou sua nova marca, substituindo a antiga, presente em todo governo Lula. A apresentação foi realizada pela ministra Helena Chagas (Comunicação Social). O logo reflete a principal prioridade que a presidente deu a seu governo: a erradicação da miséria e a redução da pobreza. Segundo fontes do Planalto, a marca é uma “evolução” do slogan do governo Lula e representa a ideia que a campanha de Dilma tentou imprimir durante a campanha, “continuidade com mudança”. A marca foi criada pelo publicitário João Santana, em parceria com o diretor de arte Marcelo Kértz. Ambos trabalharam na campanha presidencial de Dilma. Enquanto a marca anterior trazia muitas cores, a nova, segundo o governo, é basicamente verde e amarela, para reforçar a “identidade do povo brasileiro”. Veja o vídeo de apresentação: