Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

As Coreias uniram-se...

26 de junho de 2010 3

Foto: Pedro Rockenbach

Por Pedro Rockenbach

…na esperança de uma mulher de 32 anos que tremulava a bandeira dos dois países enquanto assista a um jogo da Copa do Mundo. Para alguns, apenas uma cena banal, como tantas semelhantes em época de mundial.

Mas, para aqueles que conhecem um pouco de história, a bela imagem proporcianada pela pequena moça de 1,60m de altura e traços orientais encantava entre as 25 mil pessoas na Fan Fest da Cidade do Cabo, durante África do Sul x França.

Seenae Chong nasceu e mora na Califórnia, nos Estados Unidos, país no qual seus pais escolheram para viver ao sair da Coreia do Sul. A estudante de Medicina alimenta o sonho da reunificação para ter notícias dos avós paternos.

- Seria maravilhoso para unir muitas famílias novamente, mas, por questões políticas, isso está muito longe de acontecer – lamenta.

Em 1948, quando as coreias se dividiram, os avós paternos moravam na Coreia do Norte, talvez o país mais difícil para conseguir entrar e sair atualmente. O governo não permite que a população norte-coreana faça contato com o resto do mundo.

- Por isso nunca tive qualquer informação sobre a situação deles.

Porém, o homem só consegue criar fronteiras territoriais, e não pode contra a liberdade dos pensamentos. E eventos esportivos são a válvula de escape para extravasar alguns sentimentos.

Assim como Tommie Smith pediu mais direitos civis aos negros Norte-Americanos erguendo o punho direito coberto com uma luva preta, nas Olimpíadas de 1968, Seenae Chong balançou as bandeirinhas sonhando com a reunificação.

- E isso, os jogadores da Coreia do Norte tendo um contato com o mundo, já é início para a mudança – acredita.

Comentários (3)

  • Guisela.k diz: 26 de junho de 2010

    NOSSA!!! Q MISTURA DE SENTIMENTOS.
    CONCORDO Q É UM COMEÇO. Só O FATO DE SAIREM DE SEU PAÍS INDICA MUDANÇA.

    EXELENTE MATÉRIA!!!!!

    ABRAÇOS GURIS.

  • Beth Sarges diz: 27 de junho de 2010

    Que visão de sensibilidade a de vocês, isso é que é ter “feeling”, parabéns aos três mochileiros, estão arrasandoooooo!! BeijOOO grande!!!

  • sandra diz: 27 de junho de 2010

    Isso aí é o futebol…unindo povos e acabando com as diferenças!
    Valeu!
    bjos!

Envie seu Comentário