Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de agosto 2010

Coletiva de imprensa, para balanço geral 2010

21 de agosto de 2010 0

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Retratistas dos Sertões

20 de agosto de 2010 1

Alguns dos fotógrafos que acompanharam estes dez dias de muita  poeira do Rally Internacional dos Sertões, comemorando o final desTa edição..   VALEU GALERA…..    “FOI BÃÃO DEMAIS”"

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Foto: Tiago Lemos

Spinelli vence Sertões 2010

20 de agosto de 2010 0

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

O piloto Guiga Spinelli e seu navegador Youssef Haddad completou a última especial com o tempo de 1h19m59s3, 4m30s na frente de Klever Kolberg/Flavio França e comemoraram o título de campeões do Rally dos Sertões 2010.

Marc Coma vence na categoria motos

20 de agosto de 2010 0

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Caravana dos Sertões chega a Fortaleza

20 de agosto de 2010 0

Veja como foi a sexta-feira (20/08) do Rally Internacional dos Sertões:
10º dia – Sobral (CE) – Fortaleza (CE)

Deslocamento Inicial: 43 km
Trecho Especial: 107 km
Deslocamento final: 240 km
Total – 390 km

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Confira a classificação

19 de agosto de 2010 0

Veja como será a sexta-feira (20/08) do Rally Internacional dos Sertões:
10º dia – Sobral (CE) – Fortaleza (CE)

Deslocamento Inicial: 43 km
Trecho Especial: 107 km
Deslocamento final: 240 km
Total – 390 km

Confira o resultado extra-oficial da especial Teresina (Pi) – Sobral (CE):
1º) Klever Kolberg/ Flavio Marinho de França – (Mitsubishi Proton) 03h25min59s8
2º) Jean Azevedo/ Emerson Cavassin – (Mitsubishi L200 EVO) 03h27min06s6
3º) Guilherme Spinelli /Youssef Haddad – (Mitsubishi Triton SR) 03h34min01s8
4º) Paulo Nobre (Palmeirinha)/Luiz Carlos Palu – (BMW X3) 03h34min11s9
5º) Marlon Koerich/ Deco Muniz (Sherpa V2) – 03h34min18s7
6º) Reinaldo Varela/ Eduardo Bampi – ( Mitsubishi Pajero Full) 03h35min37s8
7º) Riamburgo Ximenes /Stanger Welerson Eler – (Mitsubishi Evo Pron) 03h36min41s8
8º) Cristian Baumgart/Beco Andreotti – (Mitsubishi L200 Triton ) 03h37min36s2
9º Richard Vanders/ José Spacassassi – (Sherpa V2) 03h43min35s7
10º) Hugo Rodrigues/ Kaique Bentivoglio – (Mitsubishi L200 RS) 03h43min47s0

Confira o acumulado geral dos carros – extra-oficial:
1º) Guilherme Spinelli /Youssef Haddad – (Mitsubishi) 24h09min39s7
2º) Klever Kolberg/Flavio Marinho de França – (Mitsubishi) 24h30min27s4
3º) Riamburgo Ximenes /Stanger Welerson Eler – (Mitsubishi) 24h35min07s9
4º) Paulo Nobre (Palmeirinha)/Luiz Carlos Palu (BMW) – 25h04min27s0
5º) Cristian Baumgart/Beco Andreotti – (Mitsubishi) 25h20min15s0
6º) João Antonio Franciosi/ Rafael Capoani – (Sherpa) 25h41min32s5
7º) Luiz Facco/Silvio Deusdara – (Mitsubishi) 26h27min29s4
8º) Jean Azevedo/ Emerson Cavassin – (Mitsubishi L200 EVO) 26h56min44s5Foto: Wesley Santos/Pressdigital
9º) Richard Vanders/ José Spacassassi – (Sherpa V2) 27h02min08s0
10º) Alberto Castro/ Vinicius Castro – (Mitsubishi L200 RS) 27h12min32s2

Kolberg vence especial, Spinelli administra vantagem na geral

19 de agosto de 2010 0

Dia de muita navegação e belas paisagens marcaram penúltimo dia de competições

A nona e penúltima etapa do 18º Rally Internacional dos Sertões foi disputada nesta quinta-feira (19), entre as cidades de Teresina (PI) e Sobral (CE). O calor foi companhia constante nos 452,86 km do percurso. A especial repleta de trechos de areia, pedra, piçarra, riachos, mata-burros, árvores e lombas, exigiu muita navegação com GPS e um dia duro de trabalho para os pilotos e navegadores.

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

O destaque da etapa foi a dupla formada por Klever Kolberg e Flavio França (Mitsubishi Próton), que largou da 11ª posição e conquistou a primeira vitória em uma especial do Sertões 2010. Com uma pilotagem rápida e segura, eles completaram os 244,96 km do trecho cronometrado à frente de Jean Azevedo/ Emerson Cavassin (Mitsubishi L200 EVO), com uma vantagem de apenas 1min46s8.

“Pouco antes da largada eu e o Flavinho brincávamos dizendo que iríamos apavorar, ir para cima, mas começamos bastante cautelosos após problemas de pneus nos dois dias anteriores. Hoje o Flavinho foi mais uma vez excepcional, fez uma navegação limpa e extremamente precisa”, disse o piloto gaúcho. “Foi uma especial muito gostosa de guiar e amanhã temos algumas dunas pela frente. Se forem difíceis, temos uma chance de tentar ganhar o Sertões”, completou Klever Kolberg.

Guilherme Spinelli e seu navegador Youssef Haddad, que ocupam a liderança no resultado acumulado de tempos, admitiram que o objetivo de hoje foi o de administrar a vantagem, sem, contudo, permitir uma grande aproximação dos adversários.

“Foi um dia muito duro e de muita navegação. O Youssef fez mais uma vez um excelente trabalho e deu tudo certo, sem contar que o nosso carro vem se comportando de uma forma perfeita”, falou Spinelli. “Estamos administrando a vantagem que temos e tomando bastante cuidado, principalmente nos trechos ruins. Agora falta só uma etapa, é uma especial como outra qualquer, mas ainda temos chão pela frente e vamos manter o foco”, concluiu Spinelli.

Nesta sexta-feira (20), último dia de competições, a especial incluirá algumas dunas, mas nada que exija uma condução mais complicada, de acordo com os organizadores. A caravana do Sertões 2010 deixará Sobral (CE) rumo à capital do estado, com um deslocamento inicial de 43 km. A especial cronometrada será relativamente curta, com apenas de 107 km até a Praia do Cumbuco. Em seguida, os competidores enfrentarão mais 240 km de deslocamento final até a praia Porto de Dunas, no complexo hoteleiro do Beach Park – distante 20 km do centro de Fortaleza.

Nona etapa tem hegemonia polonesa nas motos e quadriciclos

19 de agosto de 2010 0

Nos tempos acumulados, porém, resultados desta quinta-feira (19) consolidam as lideranças de Coma e Sonik

Depois de dez dias de prova, os competidores do Rally Internacional dos Sertões concluem nesta sexta-feira (20), em Fortaleza (CE), o percurso de 4.486 quilômetros. Nesta quinta-feira (19), os pilotos de motos e quadriciclos encararam o desafio da nona etapa – considerada a mais difícil de todo o trajeto – e nas duas categorias os competidores da Polônia levaram a melhor, com as vitórias de Kuba Przygonski e Rafael Sonik, respectivamente.

Os competidores cruzaram o trecho entre Teresina (PI) e Sobral (CE), com um percurso de 452 km, dos quais 245 km foram cronometrados. De acordo com os pilotos de moto, a experiência com navegação fez a diferença no resultado final. “Prestei bastante atenção na planilha para não me perder e acelerei me preocupando com o David Casteu (da França), que estava próximo na classificação do acumulado. Foi um dia de navegação difícil, com areia e trial. Estou muito feliz por ter vencido a especial”, afirmou Kuba Przygonski, que conquistou a vitória pela primeira vez na 18ª edição do Rally dos Sertões, com o tempo de 03h43min11s1. Com o resultado, o polonês permanece na terceira colocação no acumulado de tempos, com 25h16min54s3.

O espanhol Marc Coma chegou em segundo na especial desta quinta-feira, com o tempo de 03h47min22s2. “Gostei muito do dia de hoje. Particularmente, gosto de especiais difíceis assim e me diverti. Gostaria que todas as etapas fossem como esta, que exigiu muita navegação e foi um dia duro. Amanhã é mais um dia e vou procurar não fazer nada diferente do que fiz até agora na prova”, afirmou.

Para vencer o Sertões, basta ao espanhol administrar a vantagem de 22min20s2. Coma lidera o acumulado com 24h32min46s2, contra 24h55min06s4 do brasileiro Felipe Zanol, o atual segundo colocado.

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Nos quadris, polonês abre larga vantagem
Rafal Sonik, primeiro colocado nos quadriciclos, tem uma vida ainda mais confortável. Sua vantagem para Francinei Costa, o segundo colocado na categoria, é de 02h10min54s4. Nesta quinta-feira, o polonês venceu, com o tempo de 04h11min47s5, contra 04h29min33s8 de Francinei Costa, que completou o dia em segundo.

De acordo com o líder, sua estratégia para hoje foi não arriscar. “Foi uma especial muito difícil, que exigiu bastante navegação. Me concentrei na planilha porque não me permitiria cometer erros agora, na nona etapa. Também procurei não arriscar em nenhum momento. Durante a especial, também me diverti e acho até que perdi alguns segundos por isso. Mas vale a pena, pois estou gostando muito da prova”, afirmou.

Francinei Costa, a etapa de hoje foi especialmente difícil na metade final. “Foi um dia realmente muito difícil, de trial do começo ao fim da especial. O trecho cronometrado foi ainda mais complicado da metade para o final, exigindo bastante técnica, mas foi muito legal. Falta só mais um dia e a sensação é quase de dever cumprido.”, disse.

Etapa Teresina/Pi X Sobral/CE

19 de agosto de 2010 0

Veja como foi a quinta-feira (19/08) do Rally Internacional dos Sertões:
9ª etapa – Teresina (PI) – Sobral (CE)

Deslocamento Inicial: 70 km
Trecho Especial: 245 km
Deslocamento Final: 137 km
Total: 452 km

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Termos utilizados no livro de bordo:

19 de agosto de 2010 0

! – Cureca (perigo)
!! – Dupla cureca
!!! – Tripla cureca (risco elevado, baixar a velocidade ao mínimo)
D – Indica trecho de deslocamento, ou trechos do rally entre uma especial e outra
DEPS – Depressões na estrada de poça seca
EROS – Erosão na estrada
FZR – Fim de zona de radar
ITE – Início do trecho especial (cronometrado)
IZR – Início de zona de radar (velocidade controlada)
LAPE – Laje de pedra (piso de pedra onde o veículo irá trafegar)
LBD – Lombada dupla
MB – Mata burro
MBVCL – Mata burro com vão central longitudinal
PTVCL – Ponte de toras com vão central longitudinal
R-30 – Radar 30 km/h
V – Vila