Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Oscar 2011"

Os 10 do Oscar

23 de fevereiro de 2011 0

Na próxima Viver!, que sai sábado, véspera do Oscar, eu e meus parceiros de equipe comentamos os 10 longas indicados na principal categoria do prêmio, o de melhor filme. Abaixo, faço as minhas divagações, curtas e rápidas, sobre cada um deles (com os trailers). Lembrando que a grande festa do cinema será neste domingo, com transmissão ao vivo pelo canal TNT a partir das 21h e  pela Globo depois do Big Brother Brasil. Vamos lá.

O DISCURSO DO REI
É o filme mais caretinha (no melhor sentido) e mais bem acabado entre os 10 principais indicados. Por ter pânico de falar em público, me identifiquei muito com o rei gago interpretado por Colin Firth, realmente sensacional. A melhor coisa do drama de época bem conduzido é o embate entre ele e o terapeuta australiano, defendido pelo sempre bárbaro Geoffrey Rush. Helena Bonham Carter, contida, também cativa.

CISNE NEGRO
Entre todos, foi o que mais me surpreendeu. Fiquei incomodada com a história, perturbadora, do começo ao fim. É o tipo de filme que leva algumas horas para ser digerido. Natalie Portman está ótima e merece o prêmio (praticamente certo) de melhor atriz. Gostei muito de Vincent Cassel como o diretor de balé, bem cafajeste. Sem contar que, plasticamente, Cisne Negro é perfeito.

A REDE SOCIAL
Foi o filme que mais me divertiu. O tema (a história da criação do Facebook) é atualíssimo, mas a força está na direção de David Fincher e nas interpretações interessantes (gostei muito de Jesse Eisenberg, um verdadeiro nerd, e  de Andrew Garfield, o amigo brasileiro). Não por acaso, é o filme preferido entre os críticos.

127 HORAS
Tirando a parte da amputação que, confesso, não consegui ver por completo, amei a atuação de James Franco, fantástico no papel real do aventureiro Aron Ralston, e a direção do inglês Danny Boyle, que volta a usar bem o recurso dos flashbacks agitadinhos no estilo Quem Quer Ser um Milionário?.

A ORIGEM
Com uns 20 minutos a menos (cortando, de preferência, a longa e cansativa sequência de perseguição na neve), seria mais uma obra genial de Christopher Nolan. De qualquer forma, é uma produção ótima, imperdível, que levantou dezenas de teorias entre os cinéfilos de plantão.

TOY STORY 3
Os dois primeiros “capítulos” já eram sensacionais, mas este mete o dedo na ferida de todo mundo (crianças e adultos) ao abordar temas como adoção, amizade e respeito ao próximo. Ri muito, e chorei muito também. As cenas de Ken desfilando seus looks mais modernos  para a Barbie são sensacionais.

MINHAS MÃES E MEU PAI
Divertido e leve até o último minuto, foi uma das grandes surpresas do ano. Annete Bening está divina, Mark Ruffalo é uma gracinha, mas algo em Julianne Moore não me convenceu. Destaque para os filhos, interpretados por Mia Wasikoruska (a Alice no País das Maravilhas) e e Josh Hutcherson (o menininho de Zathura).

O VENCEDOR
O boxe é apenas codjuvante no longa que tem no elenco o seu grande trunfo – tanto que tem três coadjuvantes brigando pela estatueta: Christian Bale (bárbaro como o ex-campeão viciado em crack), Amy Adams e Melissa Leo (as duas disputando entre si). A história mesmo, baseada em fatos reais, é sobre relações familiares. Emocionante.

BRAVURA INDÔMITA
Não sou fã de western, mas os irmãos Joel e Ethan Coen merecem o devido respeito. Jeff Bridges está um primor como o homem da lei caolho e de mal com a vida, mas é a estreante Hailee Steinfeld (que faz a corajosa protagonista) quem se destaca. Matt Damon em um papel fora do comum também está ótimo.

INVERNO DA ALMA
Para mim, é o mais fraco entre os indicados, mas não deixa de ser um bom filme, embora muito deprimente. Jennifer Lawrence, a protagonista em busca do paradeiro do pai bandido, é o que há de melhor no longa, assim como John Hawkes, indicado a ator coadjuvante pelo papel de tio determinado. Triste, muito triste.

Nomes aos bois

25 de janeiro de 2011 0

No Lazer de papel desta quarta, o Lazer (leia aqui) traz uma matéria especial sobre os indicados ao Oscar 2011. O Discurso do Rei (12 indicações), Bravura Indômita (10), A Rede Social e A Origem (ambos com oito), O Vencedor (sete), 127 Horas (seis) e Cisne Negro e Toy Story 3, com cinco, são os principais indicados. Assisti a um pedacinho do anúncio oficial e adorei o suspiro discreto do público quando o nome de Javier Bardem pintou como melhor ator por Biutitul. Mas o melhor mesmo foi ver que Lixo Extraordinário, sobre o trabalho maravilhoso de Vik Muniz, está no páreo em melhor documentário. Abaixo está a lista completa (e enorme) dos indicados. Dá uma olhada e faça as suas apostas para o dia 27 de fevereiro.

Indicados ao Oscar 2011:

Melhor filme:
A Rede Social
O Discurso do Rei
- Cisne Negro
O Vencedor
A Origem
Toy Story 3
Bravura Indômita
Minhas Mães e Meu Pai
127 Horas
Inverno da Alma

Melhor diretor:
– David Fincher (A Rede Social)
– Tom Hooper (O Discurso do Rei)
– Darren Aronofsky (Cisne Negro)
– Joel e Ethan Coen (Bravura Indômita)
– David O. Russell (O Vencedor)

Melhor ator:
– Jesse Eisenberg (A Rede Social)
– Colin Firth (O Discurso do Rei)
– James Franco (127 Horas)
– Jeff Bridges (Bravura Indômita)
Javier Bardem (Biutiful)

Melhor atriz:
– Annette Bening (Minhas Mães e Meu Pai)
– Natalie Portman (Cisne Negro)
- Nicole Kidman – (Rabbit Hole)
- Michelle Williams (Blue Valentine)
– Jennifer Lawrence (Inverno da Alma)

Melhor ator coadjuvante:
– Mark Ruffalo (Minhas Mães e Meu Pai)
– Geoffrey Rush (O Discurso do Rei)
– Christian Bale (O Vencedor)
- Jeremy Renner (Atração Perigosa)
– John Hawkes (Inverno da Alma)

Melhor atriz coadjuvante:
– Helena Bonham Carter (O Discurso do Rei)
– Melissa Leo (O Vencedor)
– Amy Adams (O Vencedor)
– Hailee Steinfeld (Bravura Indômita)
- Jacki Weaver (Reino Animal)

Melhor roteiro original:
– Cisne Negro
– Minhas Mães e Meu Pai
– O Vencedor
– A Origem
– O Discurso do Rei

Melhor roteiro adaptado:
– A Rede Social
– 127 Horas
– Bravura Indômita
– Toy Story 3
– Inverno da Alma

Melhor longa-metragem de animação:
- Como Treinar o Seu Dragão
- O Mágico
– Toy Story 3

Melhor direção de arte:
- Alice no País das Maravilhas
- Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1
– A Origem
– O Discurso do Rei
– Bravura Indômita

Melhor fotografia:
– Cisne Negro
– A Origem
– O Discurso do Rei
– A Rede Social
– Bravura Indômita

Melhor figurino:
– Alice no País das Maravilhas
– I am Love
– O Discurso do Rei
– Bravura Indômita
– The Tempest

Melhor documentário (longa-metragem):
– Exit Through the Gift Shop
– Gasland
– Inside Job
– Restrepo
- Lixo Extraordinário

Melhor documentário (curta-metragem):
– Killing in the Name
– Poster Girl
– Strangers no More
– Sun Come up
– The Warriors of Qiugang

Melhor edição:
– Cisne Negro
– O Vencedor
– O Discurso do Rei
– 127 Horas
– A Rede Social

Melhor filme de língua estrangeira:
– Biutiful (México)
– Dogtooth (Grécia)
– In a Better World (Dinamarca)
– Incendies (Canadá)
– Outside the Law (Argélia)

Melhor trilha sonora original:
– Como Treinar Seu Dragão (John Powell)
– A Origem (Hans Zimmer)
– O Discurso do Rei (Alexandre Desplat)
– 127 Horas (A.R. Rahman)
– A Rede Social (Trent Reznor e Atticus Ross)

Melhor canção original:
– Coming Home, de Country Strong
– I See the Light, de Enrolados
– If I Rise, de 127 Horas
– We Belong Together, de Toy Story 3

Melhor curta-metragem:
– The Confession
– The Crush
– God of Love
– Na Wewe
– Wish 143

Melhor curta-metragem de animação:
– Day & Night
– The Gruffalo
– Let’s Pollute
– The Lost Thing
– Madagascar, Carnet de Voyage

Melhor edição de som:
– A Origem
– Toy Story 3
- Tron: O Legado
– Bravura Indômita
– Incontrolável

Melhor mixagem de som:
– A Origem
– O Discurso do Rei
- Salt
– A Rede Social
– Bravura Indômita

Melhores efeitos visuais:
– Alice no País das Maravilhas
– Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1
– Além da Vida
– A Origem
- O Homem de Ferro 2

Melhor maquiagem:
- Minha Versão Para o Amor
– Caminho da Liberdade
– O Lobisomem

Oscar sem Lula

19 de janeiro de 2011 2

O Brasil está fora da disputa pelo Oscar 2011 de filme estrangeiro. O candidato era Lula, O Filho do Brasil. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou a relação dos pré-indicados na categoria. Biutiful, novo filme do mexicano Alejandro González Iñárritu (o primeiro sem a colaboração do roteirista Guillermo Arriaga), estrelado por Javier Bardem, está entre eles e tem tudo para ser maravilhoso. O trailer (veja aqui) é punk. Foram escolhidos nove filmes, mas só cinco disputam o prêmio, em 27 de fevereiro. O anúncio dos indicados será na próxima terça-feira.

Os 9 pré-indicados:

- Biutiful (México)
– Em um Mundo Melhor (Dinamarca)
– Incendies (Canadá)
– A Vida Acima de Tudo (África do Sul)
– Fora-da-lei (Argélia)
– Dogtooth (Grécia)
– Confessions (Japão)
– También la Lluvia (Espanha)
– Simple Simon (Suécia)

Estão animadinhos?

16 de novembro de 2010 0


A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou hoje a lista prévia de longas-metragens que vão disputar as três vagas de melhor animação no Oscar 2011. Entre os 15 concorrentes, seis já estrearam por aqui – Toy Story 3, Como Cães e Gatos 2: A Vingança de Kitty Galore, Como Treinar o seu Dragão, Meu Malvado Favorito, A Lenda dos Guardiões, Shrek Para Sempre – e dois deles, Megamente (foto acima) e Enrolados, chegam aos cinemas nos dias 3 de dezembro e 7 de janeiro, respectivamente. Os três finalistas serão anunciados no dia 25 de janeiro. A festa do Oscar será em 27 de fevereiro.

Os pré-selecionados:

- Alpha and Omega
– Como Cães e Gatos 2: A Vingança de Kitty Galore
– Como Treinar o seu Dragão
– Enrolados
– Idiots and Angels
– A Lenda dos Guardiões
– O Mágico
– Megamente
– Meu Malvado Favorito
– My Dog Tulip
– Shrek Para Sempre
– Summer Wars
– The Dreams of Jinsha
– Tinker Bell and the Great Fairy Rescue
– Toy Story 3

Lula (e Dona Lindu) no Oscar

23 de setembro de 2010 0

Foi anunciado hoje de manhã o longa brasileiro que concorrerá a uma indicação ao Oscar 2011 de melhor filme estrangeiro. Lula, o Filho do Brasil foi eleito por unanimidade pela Comissão de Seleção. O filme de Fábio Barreto, que conta a trajetória pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concorria com outros 22 filmes. Foi escolhido, segundo a comissão, não por questões políticas, mas por ser melhor tecnicamente e ter mais chances, já que Lula é uma figura conhecida lá fora.
Este ano, como publiquei aqui no blog, o Ministério da Cultura abriu votação online para que o público ajudasse a escolher o candidato à vaga. O povo escolheu Nosso Lar com 70% dos votos. Lula ficou em sexto lugar, com 1% dos votos. A enquete popular, portanto, de nada valeu na decisão.
Polêmicas à parte, pessoalmente, acho que Lula, o Filho do Brasil é um bom filme e realmente tem mais chances de concorrer à vaga pelos motivos anunciados pela comissão. Na real, o filme, para mim, é muito mais sobre a Dona Lindu, mãe de Lula, muito bem representada na tela por Glória Pires, do que sobre Lula. O longa é todo dela – e o mérito de Lula  ter chegado aonde chegou, também.

De olho no Oscar

09 de setembro de 2010 0

O Ministério da Cultura divulgou ontem a lista dos 23 filmes brasileiros inscritos para concorrer a uma vaga no Oscar 2011 de Melhor Filme Estrangeiro. A novidade é que desta vez o público pode ajudar a escolher o melhor candidato à indicação através do site do MinC (veja aqui). A votação vai até o dia 20 de setembro. O filme escolhido será divulgado no dia 23 de setembro, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. O anúncio da Academia com os cinco finalistas da categoria será em 25 de janeiro de 2011. Confira abaixo os filmes indicados à vaga – eu, vergonhosamente, até agora só assisti a dois deles, Lula, O Filho do Brasil e Chico Xavier.

Concorrentes à vaga:

- As Melhores Coisas do Mundo
– A Suprema Felicidade
– Antes que o Mundo Acabe
– Bróder
– Carregadoras de Sonhos
– Cabeça a Prêmio
– 5X Favela – Agora Por Nós Mesmos
– Chico Xavier
– É Proibido Fumar
– Em Teu Nome
– Hotel Atlântico
– Lula, o Filho do Brasil
– Nosso Lar
– Olhos Azuis
– Ouro Negro
– O Bem Amado
– O Grão
– Os Inquilinos
– Os Famosos e os Duendes da Morte
– Quincas Berro D’água
– Reflexões de um Liquidificador
– Sonhos Roubados
– Utopia e Barbárie