Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Uma espera que tem mais de 300 dias

27 de junho de 2012 0

Por Amanda Munhoz – amanda.munhoz@diariogaucho.com.br

Da promessa do secretário de Obras e Viação de Cachoeirinha, Antônio Teixeira, de que as obras de manutenção da Rua Dona Otília começariam no dia seguinte à publicação do Diário Gaúcho, em agosto do ano passado, já se passaram quase dez meses. Até hoje, o cenário é exatamente o mesmo visto em 2011: muita lama e água empoçada, 301 dias depois do prometido.

A via, que aparenta ser de chão batido, está tomada por barro e água parada. Por incrível que possa parecer, a Dona Otília tem pavimentação, mas está prejudicada em função da falta de manutenção da prefeitura.

● Sacolinha para encarar o barro

O empresário Luiz Eduardo Lima, 44 anos, garante que o problema teria começado quando foi dado início às obras de ampliação da Rua Papa João XXlll, via que  corta a Dona Otília.

– O escoamento era bom. Nunca passamos por situação como essa – afirma Luiz Eduardo.

A secretária de uma empresa local, Jane Vargas, 39 anos, afirma que não há como esquecer o assunto. Quando não tem carona para sair do trabalho, conta com
sacolinhas plásticas para não embarrar os pés. O prejuízo nos negócios também acontece:

– Nossa referência é a empresa da rua cheia de barro. As pessoas não querem vir até aqui – denuncia Jane, explicando que quando ameaça chover, mesmo que seja pouco, eles já sabem o que vem pela frente.

A Dona Otília tem apenas duas quadras. Em uma delas, entre as ruas Gravataí e Papa João XXlll, onde passa o ônibus, a via recebeu melhoria. Porém, na seguinte, segue tomada de lama.

● Obras começariam em agosto passado

O Diário Gaúcho relatou o problema no ano passado. Na ocasião, a prefeitura afirmou que as obras de canalização começariam no dia seguinte. Na verdade, a promessa foi cumprida só em parte. A canalização teve início, mas não foi completada. As bocas de lobo ficaram abertas.

● Manutenção ficou pela metade

A prefeitura de Cachoeirinha afirma que a rua recebeu obras no ano passado, na parte mais danificada. Foi feita apenas uma quadra, ainda que o órgão admita ser necessário pavimentação total. Não há previsão de retomada.

Envie seu Comentário