Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Lamaçal"

Escapa da poça, atola no barro

25 de julho de 2013 0

Por EDUARDO RODRIGUES – eduardo.rodrigues@diariogaucho.com.br

A Rua U (antiga Goiás), na Vila Ipê, Zona Norte da Capital, parece um trecho de terra arado por um trator. Se o morador desvia das poças d’água, atola os pés no barro. Crostas de lama separadas por canaletas de água atrapalham a passagem de pedestres, entre eles alunos que se dirigem a uma escola nas proximidades. Em alguns pontos, o barral se transforma em armadilha até para carros. Obstáculos assim, só em pista de motocross.

Adão e Nelson reclamam

No começo da semana, a água da chuva permanecia empoçada na rua que tem o tamanho de uma quadra. Conferente de transportes, Adão Borges, 49 anos, afirma que sempre foi assim.

- Moro há dez anos aqui e nunca mudou. Tinham que passar uma retroescavadeira e botar brita – sugeriu Adão.

Dono do Bar do Gaúcho, o comerciante Nelson Bratz, 53 anos, cansou de esperar pela prefeitura. Como também trabalha com obras, ele mesmo tapou os buracos da rua com caliça. Mas o reparo, feito mais de uma vez, dura sempre até a próxima chuva. Nelson disse que vários carros já atolaram ali.

- O pior são as crianças que passam por aqui para ir à escola- revelou o morador.

Patrolamento e saibro

A Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) informa que já está agendado o patrolamento e a colocação de saibro na Rua U. O serviço só não foi feito ainda por causa do tempo. Assim que o barro secar, uma equipe do Departamento de Conservação de Vias Urbanas irá até o local.

Bookmark and Share

Se chove, Liberdade fica alagada

28 de outubro de 2011 0



Por Amanda Munhoz – amanda.munhoz@diariogaucho.com.br

Dois bueiros obstruídos causam alagamento na Vila Santa Isabel, em Viamão. Conserto será feito no próximo sábado.

Basta chover para que os passageiros que desembarcam na Avenida Liberdade, na Vila Santa Isabel, em Viamão, enfrentem transtornos com alagamentos. Dois bueiros entupidos seriam o principal motivo do problema.
Além de ter a frente da casa tomada pela água, o personal trainer Márcio Pereira Soares, 31 anos, também se sente incomodado em seu negócio:

– Tenho uma academia aqui e os alunos enfrentam dificuldades para entrarem e saírem – desabafa.

Carta resposta da prefeitura

Em julho deste ano, um protocolo foi aberto pelos moradores junto à prefeitura de Viamão, pedindo uma solução para o problema. A carta resposta do município, com as assinaturas do secretário Robinson de Souza e do prefeito Alex Boscaine, informou que a demanda já havia sido resolvida.

Na terça-feira passada, os moradores da Avenida Liberdade atestaram que as desobstruções nunca saíram do papel. Como acontece em todas as chuvaradas, o meio-fio ficou completamente alagado e faltou perna para os pedestres conseguirem sair da via para a calçada.

– Temos receio até que aconteça acidentes com as pessoas que transitam pelo meio da rua – relata Márcio.

Culpa foi da chuva

O secretário de Obras e Viação, Marcos Nor, informou que o serviço já havia sido executado. Mas com a forte chuva de terça e quarta-feira, o problema voltou. Um novo serviço será executado amanhã.

Bookmark and Share

Chuva deixa moradores da Vila Elza atolados de preocupação

29 de agosto de 2011 0

Por Amanda Munhoz – amanda.munhoz@diariogaucho.com.br

O que estava ruim na Travessa Floriana Medina Rodrigues, na Vila Elza, em Viamão, com a chuva de hoje, piorou. A via de chão batido há pouco ganhou saibro – uma mistura de areia, pedra e argila -, agravando o problema, já que o material entupiu a canalização.

O lamaçal mostrado pelo Diário Gaúcho na quinta-feira passada, dia 25 de agosto, agora, está totalmente coberto pela água. Os moradores, inclusive, não sabem como vão conseguir sair de casa.

A leitora Denise Elisabet Rocha da Silveira, 32 anos, enviou um vídeo mostrando a situação que ela e seus vizinhos enfrentam nesta segunda-feira.

Assista abaixo:



Bookmark and Share

Poeira ou lama? Só escolher...

19 de maio de 2011 0



Por Amanda Munhoz – amanda.munhoz@diariogaucho.com.br

Independente do tempo, rua do Bairro Granja Esperança, em Cachoeirinha, tem problemas com poeira e lamaçal. Prefeitura garante que asfalto chega nos próximos dias.

Não importa a previsão do tempo. Se anunciar chuva, a Rua E, no Bairro Nova Granja, em Cachoeirinha, terá problemas. Se o sol aparecer, também. A dor de cabeça de Sílvio da Silva, 34 anos, é constante em relação à via em que mora: poeira ou lama?
Há quase seis anos, os moradores sinalizam que alguma providência precisa ser tomada para melhorar as condições da rua. Eles fizeram um abaixo-assinado, reivindicando o asfaltamento. De acordo com Sílvio, o documento não surtiu nenhum efeito.

Movimento é constante no fim de semana

A via dá acesso ao campo do Granja, local onde, nos finais de semana, acontece o torneio municipal de futebol. Por isso, um grande número de carros e motos passam por ali.  
– Vejo motociclistas derraparem aqui, bem na esquina com a Rua Dorival Cândido Luz de Oliveira. É um perigo – relata o metalúrgico.

Poeira toma conta de casa

Em dias de sol, é tanto pó na rua de chão batido, que o interior da residência de Sílvio fica coberto de poeira. Isso que ele e a mulher trabalham o dia inteiro e a casa fica toda fechada. Quando chove, a areia tranforma-se em lama, deixando o trajeto perigoso e com poças d’água.
– Temos um vizinho com leucemia. Ele sequer podia vir para a casa, pois o médico o proibiu de ter contato com a poeira – conta.
O secretário municipal de obras, Antonio Teixeira, afirma que o asfaltamento da Rua E deve ocorrer nos próximos dias.

Bookmark and Share

Cuidado com o lamaçal!

08 de setembro de 2010 0

FOTO: MARCELO OLIVEIRA

Denise Waskow  |  denise.waskow@diariogaucho.com.br

Os passos na Rua Bruno Sperb, Bairro Três Marias, em Esteio, precisam ser bem calculados. Qualquer pisada no lugar errado e o pedestre afunda o pé em um buraco ou embarra os calçados. Sem calçamento e sem rede de esgoto, a via desafia a habilidade dos moradores que tentam ir à escola ou ao trabalho sem se sujar. A manutenção, quando é realizada, não resiste à ação das primeiras chuvas. – A máquina passou há pouco tempo, mas não colocaram nem saibro, nem brita. Com a chuva, estragou tudo. Moro há 13 anos aqui e sempre foi assim – explica o comerciante Luis Henrique Graciano, 46 anos. Segundo o morador, a via está em processo de regularização desde que ele foi para lá. Enquanto isso, a comunidade sofre com o barro no inverno, a poeira no verão e a falta de esgoto. – Corre tudo na rua e desemboca em um açude. Não tem rede de esgoto nenhuma, é um lodo danado – lamenta Moacir Soares Apolinário, 38 anos. Manutenção é mensal A prefeitura de Esteio esclarece que a Rua Bruno Sperb está em situação irregular. Mensalmente, a Secretaria de Obras e Viação realiza uma manutenção com patrola e faz a colocação de britas. A administração municipal afirma que está elaborando projetos de regularização, drenagem e pavimentação da rua, para captar recursos junto ao Pac 2.

Bookmark and Share