Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Entrevista

28 de abril de 2014 0

Leandro & Gustavo: uma trajetória gastronômica

Foto Marcos Porto/Agência RBS

Foto Marcos Porto/Agência RBS

Demorou um bocado, mas o tempo se encarregou  de colocar os destinos de Gustavo Schmidt e Leandro Nascimento nos trilhos da gastronomia. Após excursionarem por diferentes profissões, os amigos e hoje sócios enfim se renderam aos encantos do paladar. Em agosto de 2010, fundaram a Soul Cozinha de festa, que em pouco tempo se tornaria referência em alta gastronomia na região. A empresa cresceu, ganhou sede própria e se tornou uma vitrine para o bem servir. Atualmente muitos dos coquetéis sofisticados do Litoral levam a chancela desta marca, que tem nos bastidores dois apaixonados convictos por culinária.

Gustavo é natural de Blumenau, onde morou até os 17 anos, antes de se mudar para Balneário Camboriú. Por aqui, ele cursou Odontologia e trabalhou na área durante um ano. Antes da graduação, porém, teve sua primeira experiência com culinária, trabalhando em restaurantes dos Estados Unidos durante um intercâmbio que empreendeu. De volta ao Litoral e à rotina de dentista, Gustavo decidiu novamente morar fora do país. Desta vez o destino seria Portugal, onde tentaria validar o diploma brasileiro. Mas bastariam três meses por lá e uma breve experiência como cozinheiro para que o aspirante a chef voltasse ao Brasil com novos planos.

Na volta, Gustavo anunciou à família que se dedicaria ao novo ofício. Inscreveu-se na faculdade de Gastronomia e já no primeiro ano passou em uma seletiva internacional, que o levaria mais um vez aos Estados Unidos. O desafio desta vez seria integrar a equipe do restaurante-base da luxuosa rede de hotéis Ritz Carlton, na Flórida. “No começou quase desisti tamanha era a pressão. Porém no final veio o reconhecimento dos chefs. Lá foi a minha escola”, recorda. Após quase dois anos vivendo esta experiência, o novo chef voltaria a Balneário Camboriú, ficaria à frente da cozinha do Lucca Bistrô e depois colocaria em prática o sonho de trabalhar com eventos. Surgia então, a Soul.

Paralelamente, Leandro, que é natural de Itajaí, traria um background comercial à sociedade. Formado em Comércio Exterior e com experiência desde os 11 anos, quando passou a trabalhar com o pai, ele atuou durante sete anos na metalúrgica ARXO, em Balneário Piçarras. Lá começou como assistente comercial e terminou a carreira gerenciando um setor que respondia por 80% da empresa. “Muito do que sou hoje eu devo a este período da minha vida. Desistir daquele emprego foi uma decisão difícil para mim, pois tive que deixar para trás parte da minha história”, observa.

E foi conciliando a antiga e nova ocupação que Leandro conseguiu sonhar com o novo negócio. Começamos usando a cozinha do apartamento que dividíamos. Fazíamos pequenos jantares para cerca de 20 pessoas. No primeiro ano a coisa andou aos poucos, mas com o surgimento dos eventos de decoração, a coisa decolou. O segredo, segundo os sócios é fazer por paixão, independentemente de se tratar de um casamento ou aniversário infantil. “Procuramos entender o perfil do cliente antes de desenvolver o cardápio. O envolvimento é tanto que geralmente nos tornamos amigos. Nossa ambição é criar e fomentar relações a partir da gastronomia”, encerram.

RAPIDINHAS

 Como nos conhecemos: através de amigos em comum 

O que fazemos no tempo livre: gostamos de sair para jantar. A gastronomia merece ser prestigiada 

Para uma sociedade dar certo… é preciso paciência. Pensamos de forma diferente, mas é isto que nos tira da zona de conforto

O que falta no Litoral: sentimos falta de um restô-bar para encontrar os amigos 

O que não pode faltar em uma receita: não dispenso manteiga e queijos. Meu favorito é o Saint-André, uma derivação do queijo brie. (Gustavo)

Quando crio um prato levo em conta… as cores e textura. Procuro mesclar o doce com o salgado para estimular diferentes sensações

O que gostamos de escutar: lounge music e deep house (Gustavo) / MPB (Leandro)

Vamos ao cinema para assistir: aventura e drama

Se é para viajar que seja para… São Paulo no Brasil e Nova York no Exterior

Uma frase: “Receber alguém é encarregar-se de sua felicidade durante todo o tempo que ele estiver sob o nosso teto” – Brillat Savarin - (Gustavo)

“Sonhar pequeno dá o mesmo trabalho que sonhar grande” – Jorge Paulo Lemann – (Leandro)

Envie seu Comentário