Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Entrevista

10 de julho de 2014 0

A história de Maria Luisa e Vicente Cargnin

Fotos Scheila Cardozo/Divulgação

Fotos Scheila Cardozo/Divulgação

Maria Luisa e Vicente Cargnin são presença certa nos melhores eventos e rodinhas sociais. E o costume vem de longa data. Quando Maria Luisa era ainda criança, sua mãe já a levava para as matinês do clube que frequentava em Tubarão. Mais tarde, ao conhecer Vicente, Maria decretou que se o namorado não gostasse de festas, ela não casaria. Para a felicidade do casal, este foi apenas um ponto em comum da união, que este ano completa 34 anos, em meio a uma coleção de troféus e homenagens dos principais bailes de gala do Estado.

O encontro entre Vicente e Maria Luisa se deu no Oeste de Santa Catarina. Vicente, que é gaúcho e na época já advogava, trabalhava em Xanxerê. Maria Luisa lecionava Língua Portuguesa em Chapecó, mas foi à cidade conversar com um primo. E durante o bate-papo à mesa de um bar, Vicente foi apresentado a Maria Luisa. A conversa fluiu de tal maneira que a turma, composta por outras amigas de Luisa, resolveu estender a noite até uma danceteria na cidade vizinha. No entanto, antes de partir, Maria disparou: “eu não quero nada com este cara. Uma de vocês vai sentada no banco da frente do carro”. As amigas entraram juntas pela porta de trás e quatro meses depois, o casal noivou. O casamento ocorreu em Tubarão em uma sexta-feira de janeiro de 1980.

.

.

A mudança para o litoral catarinense ocorreria seis anos mais tarde. Maria Luisa tinha primos e tios em Balneário Camboriú e frequentava a cidade durante as férias e feriados. Nesta época Vicente, que era graduado em Filosofia e Direito, havia passado no concurso da magistratura e viria cooperar com o então juiz titular da 1ª Vara Cível de Balneário Camboriú, Nelson Schaefer Martins, hoje presidente do Tribunal de Justiça do Estado. Foi também por aqui, que Sharla, a primeira filha do casal, passou o segundo momento da infância. Uma década depois da primogênita, veio a segunda herdeira, Maria Eduarda.

O desafio das filhas fez Maria Luisa aprender a ser também dona de casa. “Eu não fazia nada quando era solteira, mas trazia de família o gosto pela organização”. Hoje ela vive ao lado de Vicente um momento mais calmo e juntos aproveitam para curtir o netinho Lucca, filho de Sharla. Recentemente, a família se reuniu para uma viagem internacional pela Rússia, Turquia, Grécia e Itália. Durante um mês, eles puderam aliviar as saudades da filha mais jovem, que estuda medicina na Itália. Esta foi a primeira viagem longa do netinho Lucca e mais uma para a coleção do casal Cargnin.

RAPIDINHAS

Atualmente: Maria Luisa está aposentada e Vicente atua como advogado 

Um esporte: futebol para Vicente, que joga desde e a infância

Futuro:  nos assusta e preferimos não pensar

Gastronomia: Vicente prefere churrasco e frutos do mar. Maria Luisa é gulosa e come de tudo

Cinema: preferimos os filmes policiais

Filhas: cada filha nossa é única

Neto: Lucca tem o sorriso mais lindo e é nosso companheiro de viagem

Um dia feliz: o do nosso casamento

Um roteiro de viagem: Europa. Todo lugar lá é belo

Um hobby: viajar e estar com os amigos

Uma canção: Dancing Queen e Bolero de Ravel

Um conselho: diga sempre a verdade. Aproveite os bons momentos da vida

Envie seu Comentário