Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Usuários do Caps Prado Veppo ficaram sem passagens

15 de outubro de 2014 0
Uma usuária do Centro de Apoio Psicossocial (Caps) Prado Veppo, que fica na Avenida Hélvio Basso, 1254, em frente ao Lar das Vovozinhas, reclamara que as passagens que são fornecidas para quem utiliza o serviço, não estavam mais sendo disponibilizadas. Além disso, produtos básicos também estariam em falta.

Conforme a coordenadora de Saúde Mental do município, Zelir Bittencourt, a falta de passagens realmente aconteceu durante dois dias. Ela explica que a falta ocorreu porque o local passa por um momento de transição, já que mudou de sede de funcionamento há cerca de dois meses. O serviço já foi reestabelecido e devem continuar funcionando normalmente, pois há um orçamento previsto somente para passagens.

Sobre os produtos básicos, Zelir afirmou que não acredita que algo esteja em falta, já que são feitos encontros semanais com os funcionários de todos os Caps para saber das necessidades.

_ Conversamos muito com as equipes, nos reunimos toda a semana. Todas as demandas que nos trazem, procuramos atender _ pontua.

Roteiro da Unidade Móvel de Saúde

07 de outubro de 2014 0

A Unidade Móvel de Saúde, da Secretaria de Saúde de Santa Maria, vai até a zona rural do município para prestara tendimento. Neste mês de outubro a equipe ficará disponível nas segundas, terças e quintas-feiras e será composta com médico, dentista e enfermeiro. Nas sextas haverá serviço odontológico e de enfermagem.
O atendimento é das 8h30min às 11h30min. Durante a permanência do equipamento nas localidades também pode ser efetuada a retirada de medicamentos, mediante a apresentação de receita médica. Nos dias em que a equipe conta com um médico do município, além do atendimento clínico, o profissional encaminha e faz o agendamento para exames e consultas
Terça-feira (7)
Distrito de Palma
Quilombo Arnesto Penna

Quarta-feira (8)
Distrito de São Valentim
Alto das Palmeiras
Escola José Pains de Oliveira
Pesagem do Bolsa Família

Quinta-feira (9)
Distrito de Passo do Verde
Conceição

Sexta-feira (10)
Passo da Ferreira
Escola João Hundertmark

Segunda-feira (13)
Posto de Palma
Pesagem do Bolsa Família

Terça-feira (14)
Distrito de Boca do Monte
Cezar Pina

Quinta-feira (16)
Aldeia Guaviraty
Indígenas
Bairro Santa Marta (Campus Fundae)

Sexta-feira (17)
Campestre do Menino Deus
Rincão do Soturno

Segunda-feira (20)
Distrito de Palma
Posto de Saúde

Terça-feira (21)
Distrito de Santa Flora
Banhados

Quarta-feira (22)
Distrito de Boca do Monte
Sagrado Coração de Jesus
Coleta de Citopatológico (preventivo)

Quinta-feira (23)
Distrito de Santa Flora
Colônia Pinheiro

Terça-feira (28)
Distrito de Passo do Verde
Subprefeitura

Quarta-feira (29)
Distrito de Santa Flora
Escola
Pesagem Bolsa Família

Quinta-feira (30)
Distrito de Boca do Monte
Santo Antônio

Sexta-feira (31)
Praça Saldanha Marinho
Outubro Rosa

Em Cruz Alta consultas podem ser agendadas pelo Facebook

07 de outubro de 2014 0

Serviço inédito no país é oferecido pelo Hospital Santa Lucia
Uma boa novidade tem agradados os usuários do Hospital Santa Lucia, de Cruz Alta. A agilidade da internet estará à disposição para o agendamento de consultas através de um aplicativo do Facebook. A ferramente passou por 30 dias deteste e foi desenvolvida pela empresa Agendaberta. O aplicativo Agenda Aberta é disponibilizado no site do Hospital e também na fan page da instituição na rede social. O objetivo é facilitar o agendamento de consultas.

Além disso, a ferramenta apresenta aos pacientes os horários de atendimento do médico, o endereço do consultório, a disponibilidade de agendamento e até o currículo do profissional. O sistema procura uma vaga na agenda do médico automaticamente. O paciente recebe ainda também um SMS no dia da consulta.

O aplicativo pode ser instalado gratuitamente. Mais informações pelo site www.agendaberta.com.br ou pelo telefone (51) 9118-9100.

Campanha incentiva a doação de sangue no Hemocentro Regional de Santa Maria

07 de outubro de 2014 0

Por Pâmela Rubin Matge

#eucompartilhovida vai até 10 de outubro

Um grupo de estudantes do Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foi além da rotina que envolve fórmulas e números e idealizou uma iniciativa para promover saúde.

A campanha de doação de sangue #eucompartilhovida, em parceria com Hemocentro Regional de Santa Maria, foi criada por alunos das engenharias Civil, Química, Sanitária e Ambiental e de Produção. Eles são trainees da empresa Inovações Tecnológicas de Engenharia de Processos (ITEP) Jr., vinculada ao CT que visa o desenvolvimento de projetos com princípios filantrópicos.

O projeto começou no dia 24 de setembro e segue até o dia 10 de outubro. O objetivo é  incentivar novos doadores de sangue e conscientizar a população sobre a necessidade da doação periódica, em especial no Hemocentro. Para isso os alunos divulgam a campanha no campus da UFM e através da  #eucompartilhovida, no Facebook.

Os doadores que comparecerem ao Hemocentro motivados pela campanha devem assinar a lista do #eucompartilhovida ao final da doação.
Além de participar do projeto, o acadêmico de Engenharia Civil João Paulo Carriconde Llovet da Silva, se tornou um doador:

_ É uma coisa tão simples e nenhum de nós que participa do projeto tinha doado. Não tem mistério, ninguém passa mal, dura uns 10 minutos e ajuda várias pessoas. É um ato de solidariedade _ avalia o estudante.

Atualmente, o Hemocentro está com bolsas de sangue insuficientes para a demanda de Santa Maria e região e vem sendo auxiliado por bancos de sangue de outras cidades.

Seja um doador

O Hemocentro fica na Alameda Santiago do Chile, nº 35, próximo ao Fórum. As doações de sangue de todos os tipos podem ser feitas se segunda a sexta, das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia.

Para ser um doador de sangue é necessário:
- Portar carteira de identidade;
- Ter entre 16 e 69 anos incompletos, sendo que menores de 18 devem doar mediante autorização de responsáveis18 e 60 – Ter mais de 50 quilos;
- Não estar gripado ou resfriado;
- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não estar em jejum e ter dormido, no mínimo, seis horas;
- Não ter feito tatuagem ou maquiagem definitiva nos últimos 12 meses;
- Não ter colocado piercing ou brinco nos últimos três meses.

Mais informações: (55) 3221-5192

Programa leva educação em saúde às escolas de Restinga Seca

02 de outubro de 2014 0

10351238_1455817044696938_4817381132445562604_n

A Secretaria Municipal de Saúde junto com a Equipe da Estratégia de Saúde da Família do Bairro São Luiz (ESF) realiza o Programa Saúde na Escola (PSE). As atividades do PSE ocorrem no território de abrangência da ESF e por isso as duas escolas participantes são a Escola Municipal de Ensino Fundamental Leonor Pires de Macedo e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Giuliani. Desde agosto estão ocorrendo ações de promoção à saúde, como: distribuição e acompanhamento da caderneta do adolescente; avaliação das condições de saúde dos alunos; detecção precoce da hipertensão arterial; pesagem dos alunos; medição da estatura; avaliação e registro do índice de massa corpórea (IMC); triagem de acuidade visual dos alunos através do “Teste de Snellen” e avaliação do estado de saúde bucal.

De acordo com a dentista Aline Batista, o PSE tem como finalidade contribuir para a formação integral dos estudantes da rede pública de educação por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

Para isso o programa busca a integração e articulação permanente entre as políticas e ações de educação e de saúde, com a participação da comunidade escolar, envolvendo as Equipes de Saúde da Família e da Educação Básica”, explica Aline.

Demora na emergência do Caridade

08 de setembro de 2014 1

Um paciente do Hospital de Caridade Astrogildo de Azevedo reclama da demora no atendimento na instituição. Conforme ele, quando chegou na emergência eram aproximadamente 17h30min e foi atendido somente às 22h. O paciente conta que a triagem (medição da pressão arterial, temperatura, etc), demorou cerca de uma hora e meia. Ele ressalta que o atendimento foi bom, porém a demora foi muita.

 

A direção do Hospital averiguou a reclamação e respondeu que no dia em que o paciente procurou atendimento foi um dia considerado normal, com 50 atendimentos entre às 13h e 22h, o que representa um atendimento a cada 10 minutos. Sobre a triagem a direção afirmou ser impossível demorar todo esse tempo, já que é um procedimento que demora, no máximo, 15 minutos e existe uma profissional exclusivamente para esta parte.

Segunda edição do Saúde na Praça deve ser no dia 26

02 de setembro de 2014 0

Após a primeira edição, no dia 29 de agosto, já está marcada a data para a segunda edição do projeto Saúde na Praça. O projeto reuni profissionais da Atenção Básica em Saúde e oferece diversos tipos de serviços. Os atendimentos serão realizados sempre na última sexta-feira de cada mês, na Praça Saldanha Marinho, das 14h às 17h.

 

Neste primeiro dia foram realizados testes de glicemia, confecção do cartão do SUS, medição da pressão arterial, além da apresentação de políticas públicas sobre HIV/Aids, saúde mental, tuberculose, tabagismo, saúde da família, saúde na escola, entre outros. Panfletos informativos e preservativos masculinos e femininos também foram distribuídos.

Superpoderes para os super-heróis do HUSM

02 de setembro de 2014 0
Foto: Jaqueline Flores/Arquivo Pessoal

Capas com figura de super heróis foram colocadas para tapar os medicamentos de quimioterapia e ajudar os pequenos no tratamento contra o câncer Foto: Jaqueline Flores/Arquivo Pessoal

Agora os pequenos guerreiros que passam por tratamento no ambulatório de quimioterapia do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) contam com uma força extra para superar o tratamento do câncer e seus efeitos. Capinhas animadas com temas de Super-Heróis agora envolvem as embalagens plásticas dos medicamentos quimioterápicos. O projeto foi implementado pela acadêmica de enfermagem Jaqueline Tagarra Flores, do Centro Universitário Franciscano. A iniciativa acontece desde março deste ano.

 

Jaqueline conta que se inspirou após ver uma reportagem na televisão. A intenção é levar mais alegria aos dias agitados que as crianças têm no ambulatório. As capinhas com estampas do Incrível Hulk, Homem-Aranha, Super-Homem, entre outros, foram produzidas com a ajuda de uma empresa de comunicação visual. O material é de lona, o que facilita a limpeza correta e necessária após cada uso.

 

_ Tudo foi pensado com muito carinho. O fundo foi pensado para cada personagem, o trabalho ficou muito bonito _ comemora.

 

Para Jaquelina a ação superou suas expectativas, já que os pequenos sentem-se como super-heróis e com superpoderes nas horas em que recebem as medicações.

 

_ Coisas simples e que em um primeiro momento parecem ser pequenas, acabam sendo importantes não só para as crianças, mas também para seu familiares. Ver uma criança feliz não tem preço e isso são coisas que realmente contam e te fazem crescer como pessoa e profissional _ afirma.

Segunda etapa da vacinação contra o HPV começa em setembro

27 de agosto de 2014 0

A Prefeitura de Santa Maria e a Secretaria de Saúde do município (SMS) anunciaram que a segunda etapa nacional de vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), vai ser realizada de 1ª a 12 de setembro. A vacina é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e a campanha tem como público alvo meninas com idades entre 11 e 13 anos.

Na primeira etapa, realizada em março e abril deste ano, foram imunizadas 5.617 adolescentes. O cronograma de vacinação nos postos de saúde será divulgado nos próximos dias.
A vacina protege contra os quatro tipos de vírus mais comuns que causam o HPV. De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Selena Michel, meninas que não tomaram a primeira dose, disponibilizada durante a primeira etapa da campanha, poderão se vacinar agora, durante a segunda etapa. A última etapa da imunização contra o HPV acontece cinco anos depois de aplicada a primeira dose.

Médicos não atenderiam no PA do Patronato

21 de agosto de 2014 0

Um usuário do Pronto-Atendimento do bairro Patronato reclama que, além da grande espera no local, nunca é atendido por um médico, apenas por estagiário, que preenche um questionário. Ele reclama que, há 30 dias, sofre com uma tosse e, nas três vezes que foi ao local, a resposta era de que se tratava de uma virose, mas que não foi avaliado por um médico.

 

De acordo com a enfermeira Luciana Vey, que estava como responsável pelo PA do Patronato durante as férias da diretora do posto, Cleci Maria Cardoso, esse é o procedimento padrão para casos que não são de urgência ou emergência. Segundo ela, bolsistas e estagiários do curso de Medicina fazem o primeiro atendimento e, a partir das queixas do paciente e da avaliação do estudante, o questionário é levado até o médico, que indica qual encaminhamento deve ser feito.