Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 9 novembro 2009

Dólar mais fraco

09 de novembro de 2009 1

A decisão do G-20, grupo dos países mais ricos e principais emergentes, de manter os programas governamentais de estímulo à economia favoreceu os negócios com ações ao mesmo tempo em que derrubou as cotações do dólar em todo o mundo.

Wall Street subiu 2,03% na jornada, quando o Dow Jones alcançou a maior pontuação (10.266,94) desde 3 de outubro do ano passado. Em 2009, a Bolsa de Nova York atinge ganho de 17,98%. As três maiores bolsas europeias (Londres, Frankfurt e Paris) também subiram mais de 2% na sessão.

No Brasil, a Bolsa de São Paulo (Bovespa) acelerou a alta após a abertura em Nova York e intensificou ainda mais o ritmo antes do encerramento das operações. A valorização alcançou 2,71%, o giro somou R$ 6,203 bilhões, e o Ibovespa terminou com 66.214 pontos. Isso representa alta de 5,70% no mês e de 76,34% no ano.

O dólar caiu abaixo de R$ 1,70, mas fechou levemente acima desse nível. A queda chega a 27,12% no ano, quando o real se valorizou 37,21%. Esse desempenho seguiu o rumo da moeda dos EUA no Exterior, onde voltou a encostar em US$ 1,50 por euro.

Com a perspectiva de tempos melhores, os investidores migram recursos dos títulos do Tesouro do país para ativos de risco _ nos EUA ou qualquer outra parte do mundo _ na busca de lucros mais robustos.

Postado por Marçal

Dow Jones bate recorde no ano

09 de novembro de 2009 0

São Paulo/Bovespa +2,71%

Nova York/Nyse +2,03%

Nova York/Nasdaq +1,97%

Buenos Aires/Merval +2,96%

Na Bolsa de Nova York (Nyse), o índice Dow Jones fechou com 10.226,94 pontos. É o maior patamar desde 3 de outubro do ano passado. Isso representa valorização de 17,98% no acumulado do ano.

Postado por Marçal

Puxada final reforça ganho

09 de novembro de 2009 0

São Paulo/Bovespa +2,71%

Nova York/Nyse Mais tarde

Nova York/Nasdaq Idem

Buenos Aires/Merval Idem

O Ibovespa disparou logo na largada, ampliando a valorização após a abertura em Wall Street e puxando ainda mais os preços pouco antes do término das operações. Esse comportamento final indica a possibilidade de boa abertura na terça-feira, pois, prevendo a manutenção da tendência, muitos invetidores buscaram garantir hoje a aquisição de papéis com preços mais baixos. O Ibovespa atingiu 66.214 pontos, o que significa alta de 5,7% no mês e de 76,34% no acumulado do ano.

Postado por Marçal

Menor nível em 14 meses

09 de novembro de 2009 0

Dólar comercial R$ 1,6990 (compra) e R$ 1,7010 (venda). Baixa de 1,05%

Dólar flutuante R$ 1,7500 (compra) e R$ 1,8400 (venda). Estável

Ágio: +8,17%

Variação do dólar no mês: -3,19%

No ano: -27,12%

Variação do real no mês: +3,29%

No ano: +37,21%

Euro comercial R$ 2,5463 (compra) e R$ 2,5498 (venda). Baixa de 0,05%

No Brasil, a moeda norte-americana chegou a ser vendida abaixo de R$ 1,70, mas reagiu levemente, voltando ao patamar anterior. É um movimento comum quando rompe níveis de queda considerados importantes para que a manutenção da tendência. O preço baixo costuma atrair compradores e a cotação acaba se recuperando. Ainda assim, a moeda fechou perto do menor nível desde o começo de setembro do ano passsado.

No Exterior, o dólar encerrou em torno de US$ 1,50 por euro em Frankfurt, sede do Banco Central Europeu e um dos principais centros financeiros do continente.

Postado por Marçal

Dólar é vendido a R$ 1,6990

09 de novembro de 2009 0

No mercado de moedas, o dólar rompeu finalmente a barreira psicológica de R$ 1,70 ao ser negociado neste momento (14h30min) a R$ 1,6990. Apesar da tendência de baixa, pode ocorrer movimento inverso ainda na sessão de hoje. Geralmente quando a cotação supera um limite de baixa, investidores entram comprando para aproveitar a oportunidade, o que, por vezes, acaba revertendo o ritmo dos negócios. 

Postado por Marçal

Dólar chega a R$ 1,70

09 de novembro de 2009 0

A moeda dos EUA é negociada agora a R$ 1,70 no mercado de câmbio. É a menor cotação do ano. Esse desempenho acompanha a tendência no mercado externo, onde o dólar é depreciado em relação às demais moedas devido à perspectiva de manutenção dos estímulos financeiros de governos para controlar a economia global.

Postado por Marçal

Dólar ameaça romper R$ 1,70

09 de novembro de 2009 0

Wall Street avança quase 1% na primeira meia hora de negócios, enquanto as bolsa europeias apressam ligeiramente o ritmo de alta, subindo quase 2% em Londres e Frankfurt. No Brasil, a Bovespa aumenta cerca de 2% e o dólar, que reagiu para R$ 1,7060, voltou a recuar, agora para R$ 1,7030, bem perto da marca psicológica de R$ 1,70.

Postado por Marçal

Abertura de luxo

09 de novembro de 2009 0

As bolsas asiáticas fecharam com desempenho positivo. Entre as maiores do continente, Tóquio (0,2%) e Xangai (0,36%) ficaram entre as de menores valorizações. Na Europa, os principais mercados (Londres, Frankfurt e Paris) avançam mais de 1% neste momento.

No Brasil, onde o dólar já abriu abaixo do nível da semana passada e encosta em R$ 1,70, podendo romper a qualquer momento esse patamar. Agora é vendido a R$ 1,7040. A Bovespa dispara mais de 1,5% nas primeiras transações na jornada.

Essa performance reflete o compromisso dos integrantes do G-20, grupo dos países mais ricos e emergentes do mundo, de continuar com as medidas fortes para enfrentar os efeitos da crise financeira. No Brasil, os investidores ganharam o reforço da divulgação das vendas de carros, que apresentaram crescimento de 15,7% em outubro em relação a igual período do ano passado.

Postado por Marçal