Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 11 janeiro 2010

Motor econômico mundial

11 de janeiro de 2010 0

A Bolsa de São Paulo (Bovespa) conseguiu fechar com ganho de 0,24% numa jornada de forte flutuação. Após superar 71 mil pontos na abertura e registrar desempenho negativo no começo da tarde, o Ibovespa acabou consolidando 70.433 pontos.

Os negócios foram marcados por nova queda de braço entre grupos de interessados na compra, principalmente de estrangeiros e pessoas físicas, e de investidores desejosos na venda para embolsar o lucro obtido nos últimos pregões. O volume somou R$ 6,19 bilhões, perto da média deste começo de ano (R$ 6,461 bilhões) e superior à média diária (R$ 5,286 bilhões) de 2009.

Favorecidos pela evolução em Wall Street, que avançou 0,43%, renovando a maior pontuação (10.663,99) desde outubro de 2008, o movimento de compra prevaleceu no pregão.

Assim como os norte-americanos, os investidores brasileiros se animaram com números sobre a economia da China, onde as exportações aumentaram em dezembro (17,7%) após 13 meses de retração. Além disso, as importações chinesas subiram (56%) quase o dobro do previsto por analistas.

A aceleração da atividade produtiva na China significa um alento ao Brasil, que no país oriental um dos principais parceiros comerciais. Uma das maiores consumidoras de commodities do mundo, a China desponta como o motor da economia global em um momento em que os EUA, a União Europeia e o Japão ainda revelam incertezas quanto à capacidade de recuperação.

Bolsa tem pequena alta

11 de janeiro de 2010 0

O Ibovespa chegou a ultrapassar 71 mil pontos logo na largada dos negócios da semana, depois cedeu até operar no vermelho no começo da tarde, mas conseguiu fechar com pequena valorização. Foi outro pregão de queda de braço entre compradores e vendedores. O índice fechou com 70.433 unidades, o que significa variação de 2,69% no ano.

São Paulo/Bovespa +0,24%

Nova York/Nyse Mais tarde

Nova York/Nasdaq Idem

Buenos Aires/Merval Idem

Euro sobe forte em relação ao dólar

11 de janeiro de 2010 0

O dólar começou a jornada abaixo do nível da semana passada, cedeu mais no transcorrer das operações, mas depois acabou revetendo a tendência, encerrando com pequena valorização. Seguindo o rumo dos negócios no Exterior, o euro subiu com força no Brasil. No mercado de divisas de Frankfurt, um dos maiores centros financeiros do mundo e sede do Banco Central Europeu (BCE), o euro fechou a US$ 1,4544, acima da cotação de US$ 1,4325 da sexta-feira.

Dólar comercial R$ 1,7340 (compra) e R$ 1,7360 (venda). Alta de 0,35%

Dólar flutuante R$ 1,7500 (compra) e R$ 1,8300 (venda). Baixa de 1,08%

Ágio: +5,41%

Variação do dólar no mês: -0,40%

No ano: -0,40%

Variação do real no mês: +0,40%

No ano: +0,40%

Euro comercial R$ 2,5172 (compra) e R$ 2,5204 (venda). Alta de 1,00%

Abertura em alta rotação

11 de janeiro de 2010 0

Com forte pressão compradora desde as primeiras operações, a Bovespa dispara mais de 1% neste momento, operando em torno de 71 mil pontos. Como nas sessões anteriores, entretanto, vendedores devem tentar realizar lucros, mas devem enfrentar a resistência da corrente compradora, formada especialmente por estrangeiros e investidores pessoas físicas. No câmbio, o dólar começou em baixa em relação ao valor de sexta-feira e agora é vendido a R$ 1,7250.

Sem negócios em Tóquio e Xangai por causa de feriados, as demais bolsas asiáticas tiveram desempenho misto, com destaques para a alta de 0,51% em Hong Kong e a pequena baixa, de 0,07%, em Seul. Na Europa, os principais mercados operam com altas de cerca de 0,5%, entre os quais Londres, Paris e Frankfurt.

Confira as cotações: