Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 30 setembro 2010

Dólar vai a pique

30 de setembro de 2010 0

Numa jornada de valorização de 0,29% na Bolsa de São Paulo (Bovespa), que alcançou a maior pontuação (69.429) desde 23 de abril e a liderança no ranking de setembro, com alta de 6,58%, a moeda dos EUA caiu ao menor preço (R$ 1,6920) em mais de dois anos.

Com queda de 3,7% no mês, o dólar cedeu abaixo de R$ 1,70 pela primeira vez desde 3 de setembro de 2008, antes do pior momento da crise financeira global provocada pelo setor imobiliário de alto risco norte-americano.

Além de acompanhar a evolução no Exterior, onde o euro permanece acima de US$ 1,36, o dólar rompeu o chamado “piso informal” graças ao ingresso de recursos estrangeiros, principalmente para participar da capitalização da Petrobras. Após três altas seguidas, quando subiram cerca de 4,5%, as ações da estatal cederam 1,77% (ON) e 0,76% (PN) por interesse de parte do mercado em embolsar lucro.

O setor privado também vem contribuindo na entrada de divisas. Só em setembro, as empresas brasileiras captaram US$ 8,86 bilhões em bônus externos. O dólar não afundou ainda mais porque o Banco Central (BC) atua regularmente no câmbio e ontem promoveu dois leilões de compra.

Sem perspectiva de contenção desse fluxo de capitais, analistas não descartam a possibilidade de queda mais acentuada nos próximos dias. Os preços também vão a pique no segmento de turismo: R$ 1,81 nas casas de câmbio de Porto Alegre e R$ 1,77 no Banco do Brasil.

Bolsa sobe 6,58% em setembro

30 de setembro de 2010 0

Contrariando a tendência em Wall Street, que amargou baixa de 0,44%, a Bolsa de São Paulo (Bovespa) conseguiu fechar com ganho de 0,29% e 69.429 pontos _ o patamar mais elevado desde 23 de abril. Depois de registrar perda de 3,15% no mês anterior, as ações fecham setembro com lucratividade média de 6,58%.

Os papéis da Petrobras, entretanto, interromperam sequência de três pregões com desempenho positivo, fechando com baixas de cerca de 0,4% (PN) e mais de 1% (ON), conforme dados preliminares.

Dólar tem menor valor em dois anos

30 de setembro de 2010 0

Influenciado pelo comportamento no mercado externo, onde a moeda dos EUA tem outra jornada de depreciação, o dólar bateu na menor cotação desde 3 de setembro de 2008, antes do pior momento da crise financeira global. Trata-se da primeira vez desde aquela ocasião que o valor fecha abaixo de R$ 1,70. No mercado de divisas de Nova York, o euro reduziu o ritmo de queda, sendo vendido agora em torno de US$ 1,3630.

Dólar comercial R$ 1,6900 (compra) e R$ 1,6920 (venda). Baixa de 0,76%

Dólar flutuante R$ 1,7300 (compra) e R$ 1,8100 (venda). Baixa de 0,55%

Ágio: +6,97%

Variação do dólar no mês: -3,70%

No ano: -2,93%

Variação do real no mês: +3,84%

No ano: +3,01%

Euro comercial R$ 2,3045 (compra) e R$ 2,3074 (venda). Baixa de 0,71%

Dólar cai abaixo de R$ 1,70

30 de setembro de 2010 0

Embalada pela tendência de depreciação no Exterior e pelo fluxo de ingresso de divisas no Brasil, principalmente de recursos para participar do leilão de capitalização da Petrobras, a moeda dos EUA acaba de romper abaixo de R$ 1,70, o que não ocorria desde setembro de 2008, antes do auge da crise financeira global.

Após abrir no mesmo nível da véspera, o dólar recua nesta manhã, sendo agora negociado a R$ 1,6960 na compra e a R$ 1,6980 na venda. Em Nova York, o euro começa outra vez vendido acima do preço da sessão anteirior, atingindo agora cerca de US$ 1,3660.

A Bolsa de São Paulo (Bovespa) registra alta de cerca de 0,7%, aproximando-se do patamar de 70 mil pontos. As ações preferenciais da Petrobras sobem mais de 1% na quarta jornada consecutiva com desempenho positivo. Os papéis ordinários têm ganho mais modesto, em torno de 0,6%.