Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 25 outubro 2010

Bovespa tem discreta alta

25 de outubro de 2010 0

Depois de subir quase 1%, a Bolsa de São Paulo (Bovespa) encerrou praticamente estável, com ganho de apenas 0,07% e 69.580 pontos. As ações da Petrobras, entretanto, tiveram excelente desempenho, avançando quase 2% na jornada. Nos EUA, Wall Street registrou valorização de 0,28%, e a Nasdaq (setor tecnológico) garantiu 0,46% de alta.



Dólar tem pequena baixa

25 de outubro de 2010 0

Atrás do desempenho da moeda dos EUA no mercado externo, onde opera com desvalorização, o dólar retrocedeu no final das operações no câmbio brasileiro após superar R$ 1,71 no começo da tarde. No mercado de divisas de Nova York, o euro chegou a ultrapassar US$ 1,40, mas agora é negociado ligeiramente abaixo desse nível.

Dólar comercial R$ 1,6990 (compra) e R$ 1,7010 (venda). Baixa de 0,47%

Dólar flutuante R$ 1,7200 (compra) e R$ 1,8300 (venda). Alta de 0,55%

Ágio: +7,58%

Variação do dólar no mês: +0,53%

No ano: -2,41%

Variação do real no mês: -0,53%

No ano: +2,47%

Euro comercial R$ 2,3747 (compra) e R$ 2,3777 (venda). Baixa de 0,14%



Bolsas mundiais operam no azul

25 de outubro de 2010 0

Apesar da falta de medidas concretas para impedir uma guerra cambial durante à reunião de representantes do G-20, grupo dos países mais desenvolvidos e emergentes do mundo, ocorrida no fim de semana em Seul, na Coreia do Sul, o mercado mundial começa a semana com desempenho positivo.

A Bolsa de São Paulo (Bovespa) avança em torno de 0,8%, retomando a marca de 70 mil pontos, com destaques para as ações da Vale e da Petrobras, que sobem mais de 1% neste momento. No câmbio, o dólar apresenta ligeira baixa, sendo agora negociado a R$ 1,7020.

Na Ásia, onde o Japão revelou crescimento no superávit da balança comercial, apenas o mercado de Tóquio fechou com baixa, de 0,27%, enquanto as altas chegaram a 1,27% em Jacarta e a 2,57% em Xangai.

Na Europa, as valorizações variam entre 0,4% e 0,9% nos mercados de Frankfurt, Londres e Paris, os três maiores do continente. Nos EUA, Wall Street sobe cerca de 0,9%, e o dólar cai frente ao euro, que recupera o patamar de US$ 1,40.

Balança japonesa anima bolsas asiáticas

25 de outubro de 2010 0

Depois de um começo vacilante, em que várias amargaram baixas, as bolsas da Ásia operam agora no azul, com destaques para altas em torno ou acima de 1% em Xangai, Hong Kong, Seul e Bangcoc. A Bolsa de Tóquio tem um dos piores desempenho, com discreto ganho, quase na estabilidade, apesar do anúncio de crescimento do superávit na balança comercial do Japão, agora terceira maior economia mundial, atrás dos EUA e também da China, para quem perdeu a posição no último semestre conforme o ranking do Produto Interno Bruto (PIB).

Composto pelas 225 ações mais negociadas no pregão de Tóquio, o índice Nikkei oscila na faixa de 9,4 mil pontos quando faltam menos de duas horas para o encerramento das operações, às 16h no horário local ou às 5h conforme Brasília.

O saldo positivo da balança japonesa avançou 54% em setembro, quando as exportações cresceram 14,4% em 12 meses, o que é atribuído à valorização do iene e ao ritmo da atividade econômica em países vizinhos, inclusive na China, o maior parceiro comercial e responsável por um déficit de 52,2% superior em um ano. Com os EUA e a União Europeia, segundo e terceiro em comércio externo, o Japão registrou em setembro crescimento de 19,8% e 36,3% em volume de produtos e serviços.