Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Das Antigas

29 de abril de 2011 7

Ano de 1998 e o assunto o filme sobre o poeta Cruz e Sousa.

Na foto, o cineasta Silvio Back, Avez-Vous, Edu Aguiar e  Zeca Pires.

A imagem pertence ao arquivo de Edu Aguiar e foi gentilmente enviada por ele ao blog.

Por falar em Edu: ele e Celinho fizeram o samba campeão de 1999 – Cruz e Sousa, o Cisne Negro da Literatura Universal

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • paulinho trindade diz: 29 de abril de 2011

    Angela, que espetáculo esta foto! Este foi meu primeiro trabalho ligado ao carnaval aqui em Floripa. Mas se não me engano foi setembro de 98 e em seguida fizemos o mesmo tema no carnaval de 99. Fui contratado pela Copa Lord para fazer montar uma “mini” escola de samba com 200 pessoas para ser inserida no filme Cruz e Sousa – O poeta do deterro. O tema era justamente o personagem principal do filme. Na época eu contratei para trabalhar comigo algumas pessoas do morro da caixa, entre as quais estavam Dana, Sandra, Beti Brasil, Ana Brasil, Nizilaine, Duca, Nane, Binha, Michele, Queque, Fernando, Marlene, Zélino, entre outros. Trouxe de Porto Alegre o Gilmar Lopes e o Toquinho. Meus principais contatos na época era o Edu Aguiar, Dica e o Joelson Veloso que assumiu a Presidencia do Copa naquele ano no lugar do Antonio. Foi um belo trabalho e alguns pontos no meu curriculo. Dali em diante me fixei como carnavalesco em Floripa. Em seguida ajudei o Copa a ganhar dois carnavais seguidos e mais dois com a Protegidos. Tempo que me traz muita saudade. Também tenho algumas fotos do trabalho sendo feito e vou te mandar.A proveito para perguntar se alguém tem mais fotos ou o desfile desta época por favor entre em contato comigo. Eu possuo uma “fita” que gravei no “set de filmagens” e toda a movimentação das gravações.

    Que legal Paulinho! Fico feliz em saber que mexi com lembranças tão bonitas. Um beijo.

  • Sandro Roberto diz: 29 de abril de 2011

    Um dos intérpretes era André Calibrina… Dizem que desfilou incorporado!

  • 0 samba diz: 30 de abril de 2011

    meu amigo Paulinho, podes encontrar a fita do desfile só com a sandra, presidente da velha guarda, pois a copa lord nao tem acervo. fazer o que, né?

  • Edu Aguiar diz: 1 de maio de 2011

    Ângela Bastos, grandes lembranças, belos momentos esta interação da Embaixada Copa Lord com as comemorações de 100 anos da morte do grande poeta Simbolista João da Cruz e Sousa ocorrida em 1998/1999, marcou em muito a história da Escola de Samba positivamente, como também a vida do Diretor de Carnaval Eronildo Crispim de Souza, do Carnavalesco Paulinho Trindade e sua equipe de trabalho, do coautor do Enredo Edu Aguiar e também dos e compositores do Samba de Enredo Celinho da Copa Lord e Edu Aguiar, com muita luta e abnegação ajudaram em muito em colocar a Escola de Samba em sete grandes momentos na historia cultural de Florianópolis com o enredo: “CRUZ E SOUSA – O CISNE NEGRO DA LITERATURA UNIVERSAL” conforme segue:
    Primeiro momento: Embaixada Copa Lord foi convidada a fazer parte no Movimento Cruzisousiano, pelo Sr Wilsom Mendes (em memoria) movimento este que teve como objetivo comemorar os 100 anos de morte do grande poeta simbolista Cruz e Sousa e popularizar o poeta negro. (Este movimento foi coordenado pela Câmera Catarinense do Livro, Livreiros do Brasil e Academia Catarinense de Letras, entre outros órgãos de oficiais).

    Segundo momento: Embaixada Copa Lord fazendo parte do Movimento Cruzisousiano foi convidada participar do Filme “Cruz e Sousa o Poeta de Desterro” do cineasta Sylvio Back (filme este que participou de vários festivais nacionais e internacionais de cinema e depois foi para as salas de cinema comerciais)

    Terceiro momento: Pré-lançamento Do Filme no Centro Integrado de Cultura com a participação do ator Kadu Karneiro no papel de Cruz e Sousa e da atriz Maria Ceiça no papel de Gavita a mulher do poeta. Noite de gala para Velha Guarda, Mestre sala e porta Bandeira, passistas, bateria e grupo musical da Embaixada Copa Lord que recepcionaram os diretores, produtores e o elenco do filme ao som do samba de enredo de autoria de Edu Aguiar e Celinho da Copa Lord.

    Quarto momento: Lançamento do Filme, apresentação do enredo e figurinos, recital de poesias no Palácio Cruz e Sousa com maciça presença de artistas, intelectuais, políticos, componentes da Embaixada Copa Lord, Diretores das Escolas coirmãs, imprensa e publico em geral.

    Quinto momento: presença de familiares: neta, bisneta e tataraneta do Grande Poeta Simbolista no evento de lançamento do enredo e figurinos, momento este tomado de forte emoção, quando a bisneta fez um emocionado discurso. (tenho as fotos)

    Sexto momento: a distribuição de cinco mil livros sobre a vida de Cruz e Sousa na passarela do samba no dia do desfile oficial. (“Cruz e Sousa – Além do horizonte da Poesia”, de Sérgio Mibielli. Livro infando juvenil).

    Sétimo momento: A Embaixada Copa Lord foi campeã do Carnaval de 1999.

    Obs: pela seriedade que este trabalho foi desenvolvido em 1999 a Embaixada Copa Lord teve seu projeto de carnaval aprovado pela Lei de Incentivo a Cultura. Aqui eu faço um agradecimento especial ao Sr Eronildo Crispim de Souza – DICA, na condição de Diretor de Carnaval, que muito se empenhou para que tudo desse certo.

    “Momentos como estes é que mostram o verdadeiro papel de uma Escola de Samba – Isto sim é fazer cultura”.

    Oi Edu! Obrigada mais uma vez. Agora pelos esclarecimentos.

  • Wagner Segura diz: 1 de maio de 2011

    Angela, muito legal essas fotos antigas, restaurando a memória do nosso carnaval!

  • Paulinho Trindade diz: 2 de maio de 2011

    Grande Edu Aguiar! Até prá fazer um comentário ele é “poeta”. Ele tem uma capacidade de se expressar e escrever de uma maneira única. Tenho muita honra de ter dividido com ele alguns temas, como: 1999 Cruz e Sousa – 2000 A Comunicação nos 500 anos do Brasil – 2007 São José da Terra Firme, e também ter sido o carnavalesco da grande obra criada por ele em 2008
    nos “Cem anos da Imigração Japonesa para o Brasil”. Com este cara muito aprendí e tenho a honra de compartilhar de sua amizade. Outro dom que ele possui e poucos conhecem é a facilidade de contar “piada”, realmente o cara é mestre. Grande abraço Edu!!

  • Willian Tadeu diz: 2 de maio de 2011

    Diga-se de passagem: que senhor samba! “Coração, abre as portas à poesia / e viaja nas rimas do nosso poeta-maior / voa e revoa entre estrelas de ternura / e se apaixona por esse mundo de emoções e fantasias / são belezas eternas / em versos e prosas, loucura divina / segredos da alma florescem no peito do artista / que desagua nas águas da extrema desventura / herói moral da nossa literatura / luar, luar, encanta o amor / por Gavita, bela negra-flor”. Haja inspiração! Abrir as portas do coração para a poesia, viajando nas rimas de Cruz e Souza, voando entre estrelas de ternura. Perfeito e a cara do homenageado.

Envie seu Comentário