Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Escolas do Acesso: projeto da Lei Rouanet aprovado

15 de dezembro de 2011 8

O projeto da Lei Rouanet para as escolas de samba do Acesso foi aprovado, no Ministério da Cultura, e aguarda publicação no Diário Oficial do União. O blog conversou com Renato da Silva, presidente da Legranf:

- A publicação deve ocorrer em seguida, com isso os prefeitos dos muncípios de São José e da Palhoça e o vereador Márcio de Souza, imbuídos dos contatos com os empresários que já estão em uma pré-negociação, poderão ir em busca os recursos.

O valor aprovado é de R$ 2,140 milhões. O projeto inicial pretendia R$ 3.040 milhões.

Sobre a transmissão dos desfiles das quatro escolas, na noite de domingo, não existe garantias. Mas alguma movimentação de bastidores. Por causa do Pop Gay, a data definitiva é domingo. TVBV (por causa dos desfiles de São Francisco) e RBS TV (desfiles do Rio) estão fora. A possibilidade de transmissão por um canal fechado faz parte das conversas.

A prefeitura de Florianópolis já repassou os R$ 125 mil, referentes a primeira parcela, para as escolas Caramuru e Dascuia. A segunda está prevista para o dia 20.

Conforme o presidente da Legraf, com relação ao apoio financeiro do governo do Estado, a expectativa continua que ocorra também até 20 de janeiro.


Bookmark and Share

Comentários (8)

  • Milton diz: 15 de dezembro de 2011

    Ângela, e a escola de Biguaçu o que pensa?

  • João Vitor diz: 15 de dezembro de 2011

    20 de janeiro… o que se faz com apoio financeiro recebido a menos de 1 mês dos desfiles? Complicadíssimo… boa sorte às escolas!

  • Essência diz: 16 de dezembro de 2011

    Podem receber 50 milhões de reais cada escola.
    Podem desfilar com os melhores carros, fantasias mais espetaculares.

    Sem comunidade, SEM CARNAVAL. Eles não sabem o que é a ESSÊNCIA de uma escola de samba.
    Não adianta NADA dinheiro sem povo, sem amor, sem paixão. Quem vai cantar o samba (além do cantor e do presidente)? Quem vai tocar?
    Se fizerem um trabalho SENSACIONAL nas suas comunidades, quem sabe virem escolas de samba daqui a uns 5 anos.

  • andre souza de lima diz: 16 de dezembro de 2011

    Essencia falasses tudo!!!!

  • deolho diz: 16 de dezembro de 2011

    Essência é bom completar que saiu apenas a aprovação do Minc a captação e o dinheiro aparecer realmente é outra conversa, outra novela que diga a GRANDE RIO ….

  • DARINHO diz: 17 de dezembro de 2011

    QUEM SABE A EMPRESA QUE VENDEU A ARVORE DE NATAL OU O EMPRESARIO DO TENOR POSSA COLABORAR NA CAPTAÇAO OU ATE MESMO O VEREADOR POSSA VER COM A GRANDE RIO OU O PRES. DA LEGRANF POSSA BUSCAR TAMBEM NO COMERCIO DE SAO JOSE

  • Sandro Roberto diz: 17 de dezembro de 2011

    Essência, você falou exatamente o que penso e falava em relação a uma certa escola de samba da cidade.
    Escola de samba não é só ganhar o carnaval ou arrumar dinheiro. Isso também. O principal, que é o material humano, precisa ser valorizado e cativado. Lembro um tempo atrás que a Protegidos levou para a avenidada o enredo da Farra do Boi e montou o carnaval em 01 mês e sem dinheiro. Méritos para a comunidade que pegou junto. É disso que falo! Com relação à captação de recursos, o vereador terá mais uma chance de faer algo pelo carnaval de fato, pois até agora, depois do balão da Grande Rio, nada!

  • ZINHO diz: 17 de dezembro de 2011

    Essência. Só para efeito de informação, a Escola de Samba Amigos do Caramuru tem o seu berço nas comunidades do Morro do Mocotó e Morro da Queimada. Abçs a todos

Envie seu Comentário