Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Carnaval da Grande Florianópolis"

Futsamba

09 de julho de 2012 3
Hoje, 20h, reunião na sede do Futsamba. Carlos Chocolate informa sobre a presença do prefeito Djalma Berger.
 
Um dos objetivos é pleitear recursos para o próximo desfile.
 
Para lembrar: Futsamba é uma das entidades que participou das reuniões da Liesf para formação do Grupo de Acesso.
 
 
 
 
Bookmark and Share

Nação Guarani: enredo sobre o Boi Caprichoso

03 de julho de 2012 6

 

Márcio Schutz dá a notícia: A Escola de Samba Nação Guarani antecipa a apresentação de seu enredo e camiseta já prontos.

- Nosso enredo homenageia o “Boi Caprichoso”, campeã do Festival do Folclore de Parintins de 2012. A NAÇÃO GUARANI apresenta para carnaval de 2013 o enredo “GUARANI SOU TEU POVO…SOU NAÇÃO…SOU CAPRICHOSO”.

Venda das camisetas já em agosto.

 


Bookmark and Share

Evandro Malandro na escola Amigos do Caramuru

02 de julho de 2012 38


Está aí: Evandro Malandro cantando o samba do Caramuru.



Bookmark and Share

Caramuru lança camiseta 2013

04 de junho de 2012 6

Diretoria da escola de samba Amigos do Caramuru divulga camiseta com o tema do enredo 2013.

É São Jorge vestido com as armas de Jorge…

Bookmark and Share

Carnaval de Florianópolis: muitas dúvidas

09 de maio de 2012 31

Noite passada foi de reunião para a Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf), a primeira oficialmente depois do Carnaval. O presidente Zeca Machado disse que a pauta incluía a apresentação de Cleber Ferreira como novo presidente da Embaixada Copa Lord. Contou que apesar de haver preocupação com a questão do contrato com a televisão (terminou em 2012), o assunto ainda não deveria ser tratado.

Surpresa?

Zeca Machado surpreendeu-se ao saber que existem rumores de que a Liesf estaria discutindo a inclusão de novos filiados/associados. Com isso, abrir para escolas do Grupo de Acesso. Mais surpreso disse estar, ao saber que fala-se que apesar da inclusão de novas escolas, não reconheceriam a Amigos do Caramuru como nova agremiação do Grupo Especial: “Não reconhecemos o Caramuru pelos motivos já expostos, inclusive a posição dos presidentes das escolas é a mesma desde o ano passado”, disse Zeca.

Dúvidas

É compreensível que Zeca Machado prefira não abrir para a imprensa, pelo menos nesse momento, algumas tratativas da Liesf sobre o Carnaval 2013. Mas é bom que as dúvidas não avancem os meses, pois isso cria um clima de inquietação. Ainda mais em ano eleitoral e quando se sabe que a criação do Grupo de Acesso foi por decreto municipal. Quem garante que o novo prefeito vai respeitá-lo? Terá orçamento para o Carnaval 2013?

Pedido

O blog também conversou com o presidente da Legranf, Renato da Silva. Ele disse que hoje protocola e entrega para a Liesf o pedido de filiação do Amigos do Caramuru. Ao mesmo tempo, ele, Eli Lopes, Anderson Roque e Gerson Lopes pedem oficialmente afastamento da Legranf: “Vamos ficar liberados para trabalhar no Caramuru, que é escola do Grupo Especial”, declarou.

Terreno

O blog ouviu de uma fonte: “Renato está enfraquecido: ou ele sai ou tiramos ele”. Será mesmo que Renato da Silva, o homem que idealizou a Liga dos Blocos, e que articulou com o vereador Márcio de Souza o Grupo de Acesso, trazendo escolas de Palhoça e São José e duas novas de Florianópolis, rachando comunidades,  perdeu terreno? Se isso ocorreu, quem estaria correndo “por fora”?

Futuro

Pelo jeito vem mais coisa por aí. Os blocos também estão no cenário, e alguns já e se sentindo no direito de virar escola. Existem lideranças nas agremiações e as comunidades cobram a “subida”. Mas com certeza tudo isso passa também pela questão política. E sem esquecer: tem escola grande com dívida e poucas chances de resolver o problema sem pegar o dinheiro do Carnaval 2013 para colocar a casa em ordem. A prova são as pessoas que trabalharam e estão aí cobrando.

Bookmark and Share

O Carnaval e as eleições municipais

12 de março de 2012 65

Existem duas datas lincadas para quem gosta de Carnaval: 3 de outubro e 9 de fevereiro.

A primeira marca as eleições municipais.

A outra o desfile das escolas na Nego Quirido.

A disputa eleitoral está aí e as articulações políticas sendo feitas.

Mesmo que a gente deixe o tema para outros blogs especializados, já que o assunto não é nossa praia, tem coisa a comentar:

Com a posse em 1º de janeiro, haverá tempo para as adequações decorrentes de uma nova gestão e um espetáculo previsto para 40 dias depois?

As eleições não criarão entraves para o repasse de verbas às entidades carnavalescas?

Se a “situação” não emplacar um sucessor, quem vencer as eleições manterá o decreto do Grupo de Acesso, com paternidade atribuída à atual gestão?

Para lembrar: Recentemente o atual prefeito rechaçou um evento cultural lançado pela Cultura do Estado onde o secretário é candidato. Se eleito o secretário, virá troco aí?

Em se mantendo a ascensão da escola vencedora (Amigos do Caramuru) ao Grupo Especial, como será feita a distribuição de verbas para as “6″ escolas?

Quem irá compor o Grupo de Acesso conforme o regulamento? A escola que não desfilou, a Império São Miguel, de Biguaçu, está incluída? E as outras duas vagas?

Haverá verba para o Grupo de Acesso?

Todos os repasses já estão previstos no orçamento? O prefeito atual fará isso ou vai deixar rolar para ver os resultados das urnas?

Muita coisa vai rolar por baixo da ponte. No caso de Florianópolis, das pontes.

Alguém pode achar que é cedo para pensar no Carnaval 2013.

Será?

Em função das eleições e da proximidade do evento em seguida da posse, parece necessário que se pense e se planeje.

Ideal que seja desde agora.

 
 
   
 
 
Bookmark and Share

São José: Bloco Jardim das Palmeiras é campeão

22 de fevereiro de 2012 1

Resultado oficial dos desfiles dos blocos de São José.

Bloco do Neném foi o vice.

Confira resultados.

 

Clique aqui

Bookmark and Share

Quem vai ser a campeã 2012? Está embolado

19 de fevereiro de 2012 81

Embolada.

Assim está a disputa pelo título de campeã do Carnaval de Florianópolis. Das cinco escolas de samba, quatro se colocam com possibilidades.

Unidos da Coloninha, Os Protegidos da Princesa, Copa Lord e União da Ilha da Magia fizeram desfiles que as possibilitam sonhar.

Torcidas à parte, seus dirigentes e componentes mais racionais sabem do desempenho de cada agremiação.

E mais: que a sorte pode acompanhar quem errou menos.

Consulado

Gres Consulado, primeira a pisar na Nego Quirido, e que falou de Açores no enredo:” Atlantis Insulae – Açoriano é Ser do Mar!”, de autoria de Marcelo Machado e Fernando Albalustro, está fora da disputa.

Fez um desfile modesto e que ficava mais evidente à medida que as coirmãs se apresentavam na passarela. Pelo que se viu, existe uma grande diferença entre a Consulado de hoje e as demais.

Mas isso os consulenses sabem, e o desfile de hoje só tornou a chaga mais visível.

Não é hora de mexer na ferida, mas lembrar que a bateria foi bem, que a Ala das Crianças (Maricotas ) encantou, que a Velha-Guarda mostrou-se presente, entre outros segmentos.

 

Unidos da Coloninha

Era meia-noite quando a Unidos da Coloninha entrou na Nego Quirido, “Sob a proteção dos Erês, a Unidos da Coloninha, se veste de dourado e vem para a avenida fazer o povo delirar” apresentava o enredo assinado por Sidnei Garcia.

A escola desfilou com elegância, destacando-se carros e fantasias bonitas.

Os componentes, como já vinha acontecendo nos ensaios, cantaram o samba com garra. Foi bem também a bateria Swing do Continente, que entrou de costas no recuo.

Duas mulheres com os seios à mostra, se banhando na fonte da Carica, devem formar uma das imagens mais ousadas deste Carnaval.

No desfile dos 50 anos, a escola prestou homenagens e se deixou levar pela emoção lembrando no carro do baluartes o que já se foram (expuseram fotos dos presidentes Dica e Dauri, e uma relação de nomes (Dodô, Pena Verde, Zebra…) e os que ainda fazem parte da comunidade, como o compositor Vicente Marinheiro, que estava no carro, e um dos autores do samba deste ano.

A Comissão de Frente acelerou em alguns pontos, deixando para trás o primeiro casal de mestre-sala  e porta-bandeira. Por sinal, belíssimas roupas de Ratinho e Carol (beija-flor e orquídea).

Algumas tornozeleiras dos componentes de ala se soltaram pelo caminho.

Não houve erros de grande proporção, mas pequenos. Resta saber como a comissão julgadora irá se posicionar.

Os Protegidos da Princesa

No ano dos 100 anos da Guerra do Contestado, a Os Protegidos da Princesa entrou na passarela sonhando em conquistar o 25º título em seus 63 anos de história com o enredo sobre o conflito armado de 1912 a 1916.

Mais uma vez, a bateria foi uma das grandes atrações.

A Furiosa vestiu-se com as cores das Forças da República, com a coreografia entre Pelados e Peludos, arrancou aplausos. Para lembrar os combates, foram disparados “tiros” e uma nuvem de fumaça se formou.

À frente dos ritmistas comandados por mestre Marcelo Dutra, brilhou Winnie da Costa, lembrando o sangue na disputa pela posse das terras.

Mas o último carro deu um grande susto com um incêndio no gerador, atrás do veículo (veja a foto), e componentes deixaram a passarela preocupados com o impacto na evolução.

Neste carro estavam destaques e convidados da escola vindos de municípios onde houve batalhas do Contestado. No alto, o carnavalesco Raphael Soares. Na frente, entre outros, o pesquisador e folclorista Vicente Telles.

Os bombeiros agiram rápido e não houve danos à alegoria.

Porém, como as alas que estavam atrás do carro pararam, formou-se um grande buraco próximas das duas cabines de jurados. É outra escola que está na disputa, ainda que com este problema.

 

Embaixada Copa Lord

Com o enredo O Ponto é Chic, a Felipe Schmidt é charme, Floripa é show, assinado por Edu Aguiar, a Embaixada Copa Lord foi a penúltima escola a se apresentar nesta noite. E foi muito bem.

A Comissão de Frente, simbolizando Retratos do Tempo, representou personagens famosos nesta história florianopolitana, como Nega Tide, Nego Quirido, Mayer Filho, Presidente Figueiredo (o pivô da Novembrada), Rei Momo Lagartixa, poeta Zininho, cantora Neide Maria.

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira Leandro Murilo e Fernanda Fonseca, foram os anfitriões, seguido do carro abre-alas, Ponto Chic – o aroma está no ar, que cafezinho gostoso.

Comandada por Mestre Duda, a bateria Guerreira representou a Philarmônica Desterrense, com sua Rainha Aline Koerich fantasiada de “Luz da Ribalta”. Michele Crispin e Negro Gê, que concorrem ao título de Cidadã e Cidadão-Samba, de “Como uma Onda no Mar”.

A Velha-Guarda representou a Modernidade – Florianópolis veste a alta costura; enquanto o canavalesco Ley Vaz, que acompanhou o desfile de fantasia lembrando antigos carnavais, vestiu suas lindas baianas de Bordados Hoepeck, recordando a antiga fábrica.

Um dos carros mais bonitos do Copa Lord foi o terceiro, A Grande Parada da Diversidade, com destaque para Thiago Silva, de Senhor das Sete Cores. Nas composições laterais, gogo boys, drag queem, transformistas, travestis, profissionais da noite.

O relógio da dispersão estragou e em conjunto com um representante da escola, foi preciso cronometrar no manual. Cabe a Comissão de Planejamento do Carnaval (CPC) definir, mas a escola teria avançado mais de um minuto o tempo normal.


União da Ilha da Magia

A União da Ilha da Magia encerrou seu desfile com a certeza de que fez Una Bella Storia nesta já manhã de domingo, 19 de fevereiro de 2012.

A passagem da escola da Lagoa da Conceição pela Nego Quirido começou com uma linda Comissão de Frente, uma representação da escolha do Rei Momo, remanescente das Saturnálias, festa dedicada ao Deus Saturno.

Neste verdadeiro Carnaval, a União da Ilha da Magia “subverteu” as ordens entre ricos e pobres, nobres e escravos.

Rafael Nunes e Fernanda, casal de mestre-sala e porta-bandeira, fantasiaram-se de gladiadores; Catarina Corrêa, a Rainha da escola que tem a gaivota como símbolo, representou uma águia do Império Romano.

Os ritmistas da Tribuza do Ritmo, comandados por Mestre Dé, formaram  um Império Romano de 140 soldados.

A UIM fez Veneza visitar a Nego Quirido, lembrando os 150 anos da imigração italiana no Brasil, recriando a figura do Polichinelo, que abriu o desfile. Campeã em 2011, fez um desfile planejado e carregou em belos carros e fantasias com luxo.

A escola fez novamente um desfile  que atende aos quesitos, conforme está escrito no regulamento.

A apuração é amanhã, 15h na Nego Quirido.

Um registro: é visível o crescimento do Carnaval de Florianópolis. 

O desfile mostrou isso em termos de fantasia e alegorias, principalmente.

Outro quesito que chama a atenção é a qualidade das baterias, um aperfeiçoamento constante em todas elas.

Bookmark and Share

Grupo de Acesso: Governo libera R$ 50 mil

09 de fevereiro de 2012 3

Não veio R$ 250 mil como esperado, mas R$ 50 mil para cada uma das quatro escolas do Grupo de Acesso.

Amigos do Caramuru e Dascuia, ambas de Florianópolis, Futsamba Josefense (São José) e Nação Guarani (Palhoça) desfilam na noite de domingo na Passarela Nego Quirido.

A informação do repasse, que deve ocorrer até a próxima terça-feira, é da assessoria de imprensa da Secretaria de Cultura do Estado.

Bookmark and Share

Carnaval: Centro de Florianópolis recebe decoração

06 de fevereiro de 2012 0

Decoração começa ganhar o Centro da Cidade.

Por causa da festa do Berbigão do Boca, na sexta, área do Mercado Público é a primeira.



Bookmark and Share