Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Grupo de Acesso"

Coluna Tamborim no jornal Hora: 14/2/2012

14 de fevereiro de 2012 11

Clique na imagem para ampliar



Bookmark and Share

Grupo de Acesso: Governo libera R$ 50 mil

09 de fevereiro de 2012 3

Não veio R$ 250 mil como esperado, mas R$ 50 mil para cada uma das quatro escolas do Grupo de Acesso.

Amigos do Caramuru e Dascuia, ambas de Florianópolis, Futsamba Josefense (São José) e Nação Guarani (Palhoça) desfilam na noite de domingo na Passarela Nego Quirido.

A informação do repasse, que deve ocorrer até a próxima terça-feira, é da assessoria de imprensa da Secretaria de Cultura do Estado.

Bookmark and Share

A Nossa Turma pode ser a nova escola de samba de Florianópolis

13 de janeiro de 2012 20


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Maciço do Morro da Cruz pode ganhar uma nova escola de samba, A Nossa Turma.

Em reunião, ontem à noite, a diretoria discutiu os prós e contras e tomou a decisão: se for campeão em 2012, a agremiação irá participar do Grupo de Acesso.

Para lembrar: o bloco foi campeão em 2009 e 2010 e já tinha sido convidado para entrar no Acesso, o que não foi aceito.

A diretoria aposta no título e avalia que, se não for para o Acesso, terá que desfilar no entorno da Praça XV com os demais blocos, o que seria um retrocesso pelo nível do que o A Nossa Turma tem apresentado.

O enredo deste ano é sobre o chocolate, Uma Delícia de Carnaval.

Se A Nossa Turma (área da Major Costa) vencer o desfile da LBCAF, se junta ao Dascuia, Caramuru, Os Protegidos e Copa Lord que já são escolas de samba na área central do maciço.

 


Bookmark and Share

Mazinho e Telminha na Nação Guarani

05 de janeiro de 2012 5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mazinho e Telminha juntos na Nego Quirido. Dupla fechou com a Escola de Samba Nação Guarani e forma o casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola de Palhoça.

Já dá para adiantar o figurino: em vermelho, representando o amor, a paixão, a garra.

Campeões nas escolas que defenderam (Consulado e Embaixada Copa Lord), os dois com certeza vão dar uma grande contribuição à nova agremiação.

Outra notícia bacana: mestre Camargo, autor do samba, aproveitou a reunião de ontem (foto abaixo) para dizer que gostaria de se juntar ao grupo musical e cantar o samba. O velho mestre estará na Nego Quirido.

O presidente Marcio Schütz e o diretor de Carnaval João Benites conversaram com os presidentes dos blocos da cidade para definir de que forma serão executadas as atividades da nova escola.

Foram apresentados os figurinos e detalhados os trabalhos (bateria, adereços, fantasias) em parceria com os blocos.

A imagem que ilustra o post foi feita a partir de fotografias pelo colega Marcelo Luiz, da editoria de Arte do jornal Hora.

 




Bookmark and Share

Grupo de Acesso: ensaios técnicos definidos

05 de janeiro de 2012 8

Legranf também organiza os ensaios técnicos das novas escolas. Presidente Renato da Silva repassa informações. Calendário sendo fechado hoje e todas as quatro agremiações estarão na Nego Quirido.

Presença no entorno da Praça XV está definida:

Dascuia – 1º de fevereiro, 21h

Caramuru – 8 de feveveiro, 21h

Escolas de Palhoça e São José farão desfiles em suas cidades e data tratadas com as prefeituras.

Palhoça – Praça do Centro de Palhoça

Fustamba Josefense – Beira-Mar de São José

HORÁRIO DOS DESFILES NA NEGO QUIRIDO

Horário do desfiles na noite de dia 19 de fevereiro

22h GRCES Dascuia
23h20inm GRES Nação Guarani
00h40m AR Futsamba Josefense
02h GRES Amigos do Caramuru

Tempo de desfile entre 60 e 70 minutos

Bookmark and Share

Dascuia: lançamento do enredo

17 de outubro de 2011 9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diretoria do Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Dascuia convida para o evento de lançamento do enredo sobre a Diversidade e que marca a estrea da agremiação no Grupo de Acesso.

Abaixo, o que faz parte da programação, em 13 de novembro, no Clube Novo Horizonte. A diretoria não informou qual escola irá batizar a agremiação, havendo rumores sobre a possibilidade de ser Estação Primeira de Mangueira.

Lembrando: seu Dascuia, o fundador, inspirou-se na verde e rosa e repete na hoje escola as cores e semelhança na logo.

BATIZADO DA BANDEIRA

APRESENTAÇÃO DO FIGURINO DAS FANTASIAS COM A PRESENÇA DO CARNAVALESCO LAIONE VENTURA

ESCOLHA DA RAINHA DA ESCOLA

LANÇAMENTO DO SAMBA ENREDO

LANÇAMENTO DA CAMISETA COM O TEMA DO ENREDO 2012

APRESENTAÇÃO DA BATERIA SHOW DASCUIA

 

 


Bookmark and Share

Nação Guarani: registro & legitimidade

15 de outubro de 2011 23


















 

 

 

 

 

O blog recebeu cópia de uma declaração em cartório de que a escola de samba Nação Guarani, de Palhoça, não possui registro legal.

Para Dóri Edson Veloso, que encaminhou o documento e presidente da escola de samba Palhoça Terra Querida, isso mostra que a agremiação não tem legitimidade para representar o município no Grupo de Acesso.

- A única escola de samba que existe em Palhoça é a Terra Querida e todo mundo sabe disso, mas por questões políticas fomos preteridos. Podem dizer o contrário, mas tem muita gente surpresa com a situação – diz.

A respeito da informação, o blog conversou com Márcio Schütz, profissional com passagens em escolas da Capital, e presidente da escola.

Schütz diz:

- A Sociedade Esportiva Recreativa e Cultural é de utilidade pública, fundada em 15 de fevereiro de 1928, e devidamente legalizada, a qual abraçou as causas culturais relacionadas ao carnaval  e ao projeto da Sociedade Recreativa Cultural e Escola de Samba “Nação Guarani”.

Para ele, “essa atividade dentro de um clube de futebol muito agradou aos conselheiros e a presidência que disponibilizaram a razão social do clube e suas dependências para as atividades carnavalescas, que num futuro próximo poderiam estar proporcionando atividades recreativas e culturais dentro do clube, abrindo um leque maior aos seus associados e a comunidade em geral”.

Diante desta situação, conforme o presidente, “alterações tiveram que ser feitas a fim de poder dar mais autonomia e flexibilidade à Diretoria de Carnaval”.

- Meu entendimento sobre o futuro de uma escola de samba não se apóia apenas em um registro de cartório, mas no preparo de uma sólida estrutura de trabalho junto a uma grande comunidade como é a nossa.


Bookmark and Share

Escola Dascuia: Ala de Compositores fará o samba para o enredo Diversidade

10 de outubro de 2011 16

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Está sob responsabilidade de Jeisson Dias, Sidney de Oliveira e Duni a composição do samba que a Escola de Samba Dascuia levará para a Nego Quirido. Jeisson também é o intérprete da agremiação, fundada em 2004, e agora integrante do Grupo de Acesso.

O enredo é Diversidade: “Vivemos todos sob o mesmo céu, mas nem todos temos o mesmo horizonte”. O carnavalesco Laione Ventura está trabalhado e nesta semana a diretoria pretende divulgar o figurino.

Sinopse do enredo

Radiante de alegria vem o Leão cordialmente convidar toda essa gente a fazer uma folia. Resplandece a alegria em noite cheia de magia apresentar, quem diria, essa rica hegemonia.

Desse encontro do diverso, ilustra que a aceitação, supera o preconceito, reinando muita emoção.

Há quem pense que é novidade, mas desde o princípio dos tempos, ela se encontra presente, fez parte desde a criação, gerou e cresceu pra gente.

Cada semente gerada tem dela a essência, suas características diversificadas na exuberância ambiental dignificando o ser vivente.

Em cada canto do planeta ela tem participação, em constante mutação, é a beleza da evolução.

Porque soa estranho se diversidade tudo é? Tem plantas que nascem no chão e outras que dão no pé. Uma verde outra amarela,

tem até a multicor, que nos lembra a aquarela do céu o arco-íris renovador

De lá também vem o sol, com seu calor a Ilha brindar.

Força tão nobre agora a nos ameaçar, movimentos engajados em cuidar. Inerentes a camada de ozônio é preciso preservar, saudar a mãe Natureza que no futuro há de chegar.

O diferente é interessante, a biodiversidade é intrigante, vasta fauna e flora exuberante.

Aos amantes de boa mesa, tempero não pode faltar, os peixes e frutos do mar, fazem parte desse habitar,há quem goste das frutas, já outros preferem os chás.

E o que seria da vida sem aquela que é rainha Vossa Majestade “Águas” de nascentes cristalinas, Nos refrescando, nutrindo e cercando nossa ilha de belezas “Joaquinas”. Com o mar que não bebemos, algo de bom nos dá, proporciona alimento, e o sustento ao nosso lar.

Da necessidade humana nasceram as religiões, muitos Deuses e muitos Santos quiseram historiar Ilha cheia de crenças e magia não faltará. Há quem busque nas águas, a Rainha do Mar, ou então pelas matas junto aos Orixás, abençoada pelos Deuses que aqui vieram ficar.

Devotos de um único Deus, ao seu povo consagrar em busca de conhecer e os mistérios revelar.

O principal propósito das diferentes religiões é um Ser Supremo conhecer, é o que todos buscam compreender, mas para entender do presente, o passado temos que rever.

No princípio essas terras, Nossa Senhora do Desterro veio chamar, nomeada coração de um povo, rodeada de sol e mar.

Muitas tribos, muitos povos, diferenças sem igual, muitas crenças e culturas, na ilha agora do carnaval.

Onde a magia reina e faz brilhar, num passado bem distante, por Carijós veio habitar. Espalhando por aqui sua sabedoria e espiritualidade transformando o desterro em uma terra de mistérios, onde bruxas e benzedeiras juntam-se para o povo ajudar. Um povo é conhecido, por seus feitos e legados, vem Açorianos e Madeirenses, desfrutar desse reinado, numa terra acolhedora, a Senhora os abrigou, na cultura de nossos índios,o visitante se entregou.

Como se nascidos da terra, da pesca fizeram gosto, exploraram cachoeiras, rios e até o mar grosso.

No papel, Senhora deixou de ser, mas agora mundo a fora

Floripa veio a conhecer. Terra de todos os povos, terra de todos os santos , com tantas belezas naturais, Ilha de magia e encantos.

Com tanta diversidade, o seu povo então floriu, temos festas coloridas, que refletem o Brasil.

Não podendo faltar as quadrilhas, a festa do Boi de Mamão, a Bernunça e a Maricota, pau de fitas, viva São João!

E nas festas do Divino, a história é recontada, realeza vem a Ilha, e por ela é encantada. Com o passar dos anos, não só o Brasil,

mas o mundo te descobriu, diversificando a Ilha, que mais uma vez floriu. O turista de outrora, pela linda Floripa se encantou

e trocou sua terra natal, e como lar a adotou.

Terra de todos os povos, festas diversas vai ter, Floripa coração do mundo, que todos vão conhecer. Sempre presente acolhendo,

tanta gente abastada, não ficou presa ao passado, respeitando as culturas emanadas, de quem por ela foi adotada. Temos muitas diferenças, mas somos todos iguais, em nossa essência, em busca de ideais.

Tem gente que vê o mundo com os olhos do coração superando barreiras, se mostrando mais forte do que uma multidão.

Tem aqueles que levam a vida de uma forma vitoriosa, com o auxílio de rodas, fazem sua vida gloriosa. Há quem não saiba ouvir a voz

audível e falada, mas com as mãos em sinais, transformam gestos em palavras. Ilha da Diversidade, povo acolhedor, que trata as diferenças, com muito zelo e amor.

O importante na vida da gente, é ter para recordar, assim com a ajuda da mídia, podemos sempre lembrar. Cultura através das canções. Floripa veio apoiar a diversidade e tudo que nela há, respeitar o diferente, onde limitações não há, aos olhos do coração, podemos todos amar.

Outros povos, outras tribos que outrora viviam aqui, de corpo e mente aberta e com respeito veio acudir, somos palco de uma festa que dá brilho a capital, carnaval fora de época, é a diversidade cultural, onde nossa Beira-mar literalmente vem parar, aplaudindo a mais uma tribo que nela veio morar, vem a Parada da Diversidade com seu brilho encantar, mostrando que nossa gente sabe conjugar o verbo amar.

Não podia ser diferente na terra que acolhe gente, conhecida pelo mundo afora como paraíso tropical, mais diversificado que isso só o nosso carnaval, que pra aumentar o seu brilho hoje abrigou todos nós.

Somos novos e diferentes mesmo parte dessa gente, que entre rimas e prosas, aqui viemos contar, que Floripa é o coração do mundoe a diversidade veio apoiar, vamos juntos na avenida essa história contar, abrilhantar essa festa que o povo vem aclamar.

Nossa escola entra nessa festa para renovar, Dascuia quer prestigiar a diversidade e empolgar, na avenida traz cor, para a vida de toda gente melhorar.

Pesquisa de texto: Fernando Marçal, Regiani Guarnieri, Rodrigo Pacheco e Tânia Brusque Crocetta

 

 


Bookmark and Share

Grupo de Acesso: filosofias de Vicente Marinheiro

29 de agosto de 2011 32

 

Muita coisa se escuta sobre a criação do Grupo de Acesso no Carnaval de Florianópolis.

Filosofias de Vicente Marinheiro, presidente da Ala de Compositores da Unidos da Coloninha, sobre o assunto:

- A vida é feita de pré: pré-natal, pré-escolar, pré-vestibular, pré-nupcial, pré-datado (cheque) aviso prévio. Nem vou falar em pré sal, pré-história, pré datado, pré requisito…Bloco é pré, aquele que dever vir antes de uma escola de samba.

 


Bookmark and Share

Grupo de Acesso: Copa Lord, Coloninha, Os Protegidos e UIM se manifestam oficialmente

24 de agosto de 2011 24

Tendo em vista as noticias veiculadas através da imprensa, referente a criação do grupo de acesso, a  sociedade recreativa cultural e samba embaixada copa lord tem a informar o seguinte:

1)                 Que não é contra, em absoluto,  a  criação do grupo de acesso , mesmo porque o Estatuto da LIESF, já contempla a formação do grupo de acesso desde 2008, onde em assembleia geral foi aprovado o seu novo estatuto, Lá o artigo 64 § único, especifica e define claramente como será a criação do grupo de acesso.

2)                 Reforça o entendimento que o processo tem que passar pela entidade representativa das Escolas de Samba de Florianópolis, a LIESF.

3)                 Que até a presente data  não fomos procurados para discutir o presente assunto, a não ser por nossa entidade maior, a LIESF que nos encaminhou o regulamento por ela idealizada, para estudos e posterior aprovação.

4)                 Entendemos ainda que a estrutura atual da passarela do samba, no que diz respeito a concentração onde as escolas, permanecem ate o desfile oficial, já é pequena para atender a demanda das cinco escolas.

5)                 Que é a LIESF juntamente com a Prefeitura Municipal de Florianópolis, a legitima organizadora do desfile oficial do carnaval de Florianópolis.

 

Florianópolis, 23 de agosto de 2011

Dejair Veloso (Jaíco) 

presidente 


POST ATUALIZADO:  Assessoria de imprensa da Unidos da Coloninha também encaminha nota com o mesmo texto e assinada pelo presidente Guinha. Mesmo ocorre com diretoria da Os Protegidos da Princesa, porém, com a assinatura do presidente Moacyr Gomes. União da Ilha da Magia também se manifesta e o texto está assinado pelo presidente Valmir Braz de Souza.

Bookmark and Share