Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Praça XV"

Praça XV: e a "Princesa guerreira" cantou

03 de fevereiro de 2012 46

Para a “família Os Protegidos” foi uma noite memorável.

Uma energia muito boa marcou a passagem da escola no entorno da Praça XV. Para alguns dos componentes, “algo nunca antes na história deste país”.

Entre 22h e 23h30min o samba da escola entoou pelo Centro da cidade. A escola embalou e o encerramento foi com muita vibração. Ouvi a expressão: ‘apoteótico’.

Para trás, pelo menos ontem, ficaram as dúvidas se o samba seria ou não cantado. Uma amostra  já tinha sido dada no ensaio técnico na passarela.

A bateria Furiosa, mais uma vez, a principal atração. É ela que, sem dúvida, arrasta o público.

É para ela que olhos e ouvidos das outras escola se voltam. O trabalho comprometido do mestre Marcelo Dutra e equipe faz a diferença e ninguém duvida disso – dentro e fora – no meio carnavalesco da cidade.

Mas a Protegidos sabe que sozinha a bateria não leva o título. Por isso, a atenção de outros setores também. A Harmonia não sossega e o vaivém constante dos coordenadores se faz com anotações em planilhas, converas, troca de informações.

Canto e alma

Reginaldo Martins usa uma boa expressão: “o nosso canto é a nossa alma”. E fala em algo que não pode ser esquecido por melhor que seja o momento:

- Estamos com o pé no chão e respeitando muito as nossas coirmãs.

Muita coisa está sendo trabalhada e mantida em silêncio pela Os Protegidos: ouve-se falar que vai ter “troca de roupa” em pleno desfile.

E que as coreografias levadas para a Nego Quirido e Praça são apenas parte do que está sendo ensaiado.

Sendo assim e pelo que a escola vem fazendo, a Princesa é séria candidata a levar o título de campeã 2012.

Leia-se “candidata”.

Abaixo mais imagens.

Detalhe: a ex Rainha  da Bateria Winnie Lukeni da Costa distribuiu samba e beleza no ensaio geral.



Bookmark and Share

Praça XV: a passagem da Consulado

28 de janeiro de 2012 31

Algumas imagens da passagem da GRES Consulado no entorno da Praça XV, Centro de Florianópolis, na noite de sexta-feira.

Para esclarecer: por um equívoco de edição, saiu “Consulado do Samba” no vídeo. Desculpas antecipadas



Bookmark and Share

Coloninha na Praça XV: "Amor muito louco..."

27 de janeiro de 2012 59

Se a chuva é azar, a Coloninha não deu bola para ele.

Seria então o “chuê, chuê ” do samba-enredo? As água da Carica? Brincadeira de Erês?

Certo é que a passagem da escola pela Praça XV, nesta noite, foi debaixo dágua.

Atrapalhou, claro, principalmente o público.

Mas o componente não arredou pé, independente da idade. Da ala das crianças, passando pelos 10 casais de mestre-sala e porta-bandeira mirins, baiana, Velha-Guarda…

Ninguém correu. Ao contrário. Ficou todo mundo para cantar o samba com a empolgação de quem sente um “amor muito louco que faz o corpo inteiro arrepiar”.

- Viemos para fazer uma brincadeira, um desfile descontraído – explicava, antes do início da apresentação, Júlio Martins, diretor de Carnaval.

Atrás, o grupo musical e a bateria Swing do Continente confirmavam, anunciando que “roubaram o colerinha do Paru”. Celinho e sua timba presentes.

Espírito de festa pelos 50 anos

Em ano de Jubileu de Ouro, a Unidos da Coloninha foi preparada para uma festa. Lotou ônibus, estourou fogos, dançou. A aprentação durou em torno de 1h, entre 22h e 23h.

A Comissão de Frente fez graça com o uso de uma máscara, alusão aos antigos carnavais da Praça XV, explicou Sérgio Alves. As alas vestiram camisetas, como nos ensaios na passarela e Beira Mar Continental.

Corte, passistas, alas coreografadas…todo mundo esbanjando alegria, como o casais de mestre-sala e porta-bandeira. Ratinho e Carol (foto acima) estavam inspirados.

Para não dizer que não faltou ninguém: Lissá, a cidadã-samba, que na última vez na Praça XV, “estraçalhou”, não esteve formando casal com Léo Cunha (foto abaixo). Esse, dançou com a corte.

Para não esquecer de outra coisa: Além da chuva, a Coloninha enfrentou os tradicionais problemas de carros estacionados no caminho, lixo, papa-entulho.

Mas isso já é papo desgastado. O secretário Vinicius Lummertz circulou por lá acompanhado da diretoria da Liesf. Deve ter sido mais uma vez alertado.

Outras fotos que ilustram o post: Michely Silvy (Rainha da Bateria), mestre Dú e diretores, detalhe da bateria, a Corte e o cidadão-samba.

Veja o vídeo



Bookmark and Share

Praça XV: UIM dá o recado, apesar dos problemas de estrutura

20 de janeiro de 2012 32

Escrevi na abertura da coluna do Hora, mas reforço aqui: União da Ilha da Magia cumpriu o seu papel no entorno da Praça XV, como mostram fotos no fim deste post.

Se não fosse por ser a Campeã 2011 já mereceria melhor estrutura. Por isso, mais ainda.

Escolhida para ser a primeira das cinco escolas a se apresentar, enfrentou dificuldades que já são velhas conhecidas: carros estacionados no entorno, papa-entulho no caminho, sacos de lixo nas calçadas.

Acompanhado dos diretores da Liesf, o secretário de Turismo Vinicius Lummertz foi alertado dos problemas.

Diretoria da Liga enumerou outros itens que precisam melhorar: fechamento tardio da Rua Tiradentes, por volta das 20h30min; e a presença de apenas dois PMs sob alegação de  que um ofício entregue cinco dias antes não tinha chegado ao comando.

Nos próximos, querem fazer da Rua João Pinto um recuo para todas as baterias. Mas o espaço precisará estar vazio.

Diretoria destaca vibração do componente

Por parte da UIM, a apresentação foi dentro de uma proposta de que não era um ensaio técnico. Mas uma oportunidade de cantar o samba e das alas aprofundar maior entrosamento.

À frente da bateria Tribuzana do Ritmo, mestre Dé teve o apoio da diretora Ana Terra. E o encanto da rainha Catarina (foto abaixo).

No comando da Ala das Passsitas estava Paulinho Dias, que já desfilou aqui no blog. O passista Luiz Fagner mandou bem.

Ao fundo, na Ala Coreografada, a última do desfile, a coordenação era da coreógrafa Silvia Watts.

É claro o crescimento da UIM: nos primeiros desfiles, contava-se nos dedos as baianas. Agora, em um número bem maior.

Para lembrar: ano passado, o mestre-sala Rafael Nunes foi criticado por usar calça jeans. Hoje, estava com fantasia, ao lado da porta-bandeira Fernanda.

Cinco ônibus foram colocados à disposição da comunidade que se fez presente. Muitos também optaram em descer de carro.

- O problema da estrutura atrapalha, mas estamos felizes com a vibração da escola – disse o presidente Nena.

Um bom público prestigiou, mesmo com ensaios de outras agremiações.

A Embaixada Copa Lord manteve o seu, bem próximo, no Largo da Alfândega, sem qualquer problema de torcidas.

É o clima bacana do Carnaval que vai tomando conta da cidade.

Assista ao vídeo:









Bookmark and Share

Praça XV: calendário aprovado

12 de janeiro de 2012 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aprovado pelo secretário Vinicius Lummertz o calendário das apresentações das cinco escolas do Grupo Especial no entorno da Praça XV.

19 de janeiro, quinta-feira: União da Ilha da Magia (foto)

26 de janeiro, quinta: Unidos da Coloninha

27 de janeiro, sexta: Consulado

02.02, quinta: Os Protegidos

09.02, quinta: Copa Lord

Bookmark and Share

Praça XV, onde tudo continua a acontecer...

28 de novembro de 2011 19

A Praça XV de Novembro, no Centro de Florianópolis, ganhou em website. Projeto de um grupo de alunos de Comunicação Social, em ênfase em mídia eletrônica, da Assesc.

Tem vídeo, fotos antigas, narrativas e um espaço dedicado ao Carnaval. Mexe-Mexe, Sou + Eu, GRES Consulado são alguns dos destaques.

Para lembrar: em 2006, o enredo da vermelho e branco foi “Praça XV, onde tudo acontece”, assinado por Carlos Alberto Schneider e César do Canto Machado. Samba de Adriano do Cavaco, Josué e Carlão.

Lui Holleben e Diego Marros recomendam o endereço do website: http://www.wix.com//dimarros/pracaxv


 

Bookmark and Share

Protegidos: Praça não é passarela. Mas é termômetro

17 de fevereiro de 2011 66

O tempo conspirou para que a escola Os Protegidos da Princesa, que teve o ensaio no entorno da Praça XV transferido semana passada por causa da chuva, se apresentasse nesta quarta-feira de lua no céu.

E no esquenta, os versos um raio de luz iluminou, do hino da escola - já empolgava os componentes.

Com o enredo sobre a cerveja – perdoem pela propaganda – a escola desceu redonda.

Componentes com camisetas, alas organizadas, samba cantado do começo ao fim, grupo musical inspirado, bateria ousada.

Mestre Marcelo Dutra foi abusado: usou a travessa da Padre Miguelinho, ao lado da Catedral Metropolitana, como recuo. Fez paradinhas.

A Furiosa se diverte enquanto toca. Sem que seus ritmistas percam a seriedade.

Do intérprete Alan Cardozo, ouve-se no meio do público:

‘Ele passa uma energia muito grande para a escola’.

Pelo jeito, energiza músicos, apoios, público.

Foi uma apresentação marcante e presenciada pelo maior público da série 2011 de ensaios na Praça XV, que se encerra nesta quinta-feira com a Embaixada Copa Lord.

A partir desta noite, Os Protegidos deve ter se colocado um desafio:

Fazer com que outros quesitos avaliados na Nego Quirido alcancem o mesmo nível de alguns dos que foram definitivos para a apresentação – até supreendente para muitos – como Samba-Enredo, Harmonia, Bateria.

Sem esquecer que praça é uma coisa, passarela é outra.

Mas levando em conta: praça é termômetro.

Veja vídeo do desfile  

Bookmark and Share

Consulado hoje na Praça XV: Liesf e Setur confirmam até 18h

14 de fevereiro de 2011 1

Para quem pergunta sobre se vai haver ensaio da GRES Consulado, hoje, no entorno da Praça XV:

Liesf e Setur emitem uma posição oficial às 18h. Chuva preocupa, mas área ja´está sendo isolada com cones para evitar estacionamento de veículos.

Informação repassada pelo presidente da Liesf, Zeca Machado.

Bookmark and Share

Os Protegidos na Praça XV: sandália prateada, esquenta da Furiosa e a voz do Alan

10 de fevereiro de 2011 2

 

Hoje, a partir das 21h, ensaio geral da Os Protegidos da Princesa, no entorno da Praça XV. Falar disso aqui no blog exige informação.

Conversei agora com três figuras entre as importantes da escola para o evento: Nizi, a porta-bandeira, o mestre Marcelo Dutra e o intpérprete Alan Cardozo.

Nizi avisa: vai usar um modelito especialmente criado para hoje. A saia é branca. Detalhes do figurino em dourado e prateado. A sandália também em prateado. O mestre-sala Tiaguinho veste terno cinza, com camisa branca por baixo.

Mestre Marcelo diz que a Furiosa está afinada. Conta que não pensou nada em especial, mas considera que o público que não está acompanhando os ensaios perceberá coisas novas.

Promete que o esquenta da bateria vai dar o clima, com antigos sambas e o hino da escola.

Aproveitei e dei uma ligadinha para Alan, o intérprete

Depois da Sapucaí, onde participou do ensaio técnico da Grande Rio, confessa:

- A gente está com saudades da nossa Praça XV. Ali é muito bom, a nossa comunidade, o público.

E pede:

Que o dia permaneça bom e a noite seja bonita.

Então está combinado. Até lá!

A foto que ilustra o post é de estúdio, onde mostra Nizi  e Tiaguinho. Gravação do clip pela RBS TV.

Bookmark and Share

Liesf: nota sobre carros estacionados no entorno da Praça XV

31 de janeiro de 2011 2

Ângela,

Sobre a sua ‘dica’ já no post sobre o desfile da Unidos da Coloninha; nota publicada hoje (29) na coluna Tamborim (jornal Hora de SC) sobre um e-mail de leitor, e também comentários de leitores em seu blog: 

A Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (LIESF) encaminhou, há quase duas semanas, uma solicitação para a SETUR para que providenciassem o isolamento do entorno da Praça XV, a partir das 18h, nos dias de Ensaio Geral.

No início da semana, a pessoa responsável da SETUR informou que já havia tomado as providências junto da Guarda Municipal. Não foi isso que ocorreu no dia do Ensaio da Coloninha.

Eu, Zeca Machado, aproveitei a presença do secretário Municipal de Turismo, Márcio de Souza, para falar sobre a solicitação encaminhada e falei sobre o quanto os carros estacionados na área dificultam e atrapalham os ensaios.

Márcio de Souza disse que encaminhou o pedido à Guarda Municipal e que irá tomar as providências para que isso não ocorra nos próximos ensaios na Praça.

Nós da LIESF também ficaremos atentos para que as Escolas possam ensaiar com tranquilidade e segurança. 

Zeca Machado, presidente da Liesf

Bookmark and Share