Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2012

Teve Solução!: tampa de bueiro foi recolocada na rua dos Estados Unidos

13 de abril de 2012 0


Foto: Darlaine Klegien

Na seção “Tem Solução?” do dia 10 de fevereiro, leitores reclamavam da falta de uma tampa de bueiro na rua dos Estados Unidos, no Iririú. Os leitores temiam que a falta da peça causasse algum acidente a pedestres e ciclistas desavisados. O problema também poderia atingir motoristas, se eles caíssem com o carro no buraco. Na época, os moradores disseram que se preocupavam quando chovia. De acordo com os leitores, o bueiro enchia de água e o principal risco era com crianças, que podiam confundi-lo com uma poça d’água.

Na época, o secretário regional do Iririú, Arildo César dos Santos, disse que a situação seria verificada ainda no dia anterior à publicação. O secretário garantiu que a nova tampa seria recolocada no bueiro da rua dos Estados Unidos para evitar que a população se machucasse. Os moradores confirmam a colocação e garantem que o serviço foi executado ainda na semana em que
o problema foi exposto.

Tem Solução?: leitor reclama do mau estado de conservação da praça da rua Piratuba

12 de abril de 2012 0


Foto: Carlos Roberto Torrens, arquivo pessoal

O leitor Carlos Roberto Torrens conta que ao fazer uma visita a alguns amigos no bairro Bom Retiro ficou surpreso ao ver a situação da praça da rua Piratuba. Segundo ele, o local está em completo abandono. Ele conta que os moradores já fizeram diversos pedidos para reforma, mas até agora nada foi feito. Carlos diz que as pessoas que usam a quadra de esportes correm sério risco de acidente por causa de dois postes que estão amarrados com arame. O leitor denuncia a falta de segurança no local e questiona se os responsáveis estão esperando uma tragédia acontecer para reformarem o local.

Segundo a Companhia de Desenvolvimento e Urbanização (Conurb), será realizada uma vistoria técnica na praça da rua Piratuba e, logo após, serão tomadas as providências necessárias para a recuperação da praça.

Tem Solução?: leitores avisam sobre perigo de deslizamento em obra

11 de abril de 2012 0


Foto: Juliana Silva, arquivo pessoal

A leitora Juliana Silva reclama de um galpão que está sendo construído na rua Humberto Pinheiro Vieira, na Zona Industrial Norte. Ela conta que o morro que está atrás do galpão é muito instável e que há deslizamentos de terra constantes, principalmente em dias de chuva. Juliana diz que, como a obra está sendo construída perto do morro, trabalhadores de empresas que ficam ao redor da construção temem que possam ocorrer acidentes no local.

Segundo a Secretaria Regional do Vila Nova, foi feito contato com o setor de fiscalização da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) e o correto é registrar a reclamação na Ouvidoria da Prefeitura, por meio do número 156 ou pelo site www.joinville.sc.gov.br, no campo Ouvidoria. A Regional informa que, segundo a Seinfra, é por meio dos protocolos feitos na Ouvidoria que o problema pode ser verificado e, se for o caso, a Defesa Civil poderá fiscalizar.

Teve Solução!: rua que estava esburacada foi patrolada

10 de abril de 2012 0


Foto: Darlaine Klegien

Na seção “Tem Solução?” do dia 6 de março, o leitor Rolf Otto reclamou que a rua Adelina Cercal Arins, no bairro Jardim Paraíso, estava completamente esburacada e que os moradores perderam as contas de quantas vezes já haviam pedido para que a rua recebesse melhorias, como saibro, e que fosse patrolada. “Pagamos nossos impostos e temos direito a isso”.

A secretaria garante que o patrolamento foi feito na rua Adelina Cercal Arins no dia anterior à publicação da matéria e que ela está em bom estado. Na época, o secretário Josival da Silva, responsável pela Secretaria Regional do Jardim Paraíso, explicou que as patrolas costumam passar frequentemente nas ruas de chão do bairro. Ele garantiu que a rua recebeu saibro e que ele só não foi recolocado porque a via era de pouco movimento e o material ainda estava em bom estado.

Teve Solução!: sambaqui foi limpo

09 de abril de 2012 0


Foto: Darlaine Klegien

Na seção “Tem Solução?” de 30 de janeiro, leitores reclamavam que o Sambaqui Guanabara 2 não recebia manutenção. Também reclamavam da demora para finalizar a limpeza, já que, de acordo com os moradores, quando ela começava, demorava cerca de três meses para ser concluída. Os moradores também contaram que existia muito lixo na área.

A Fundação Cultural de Joinville, responsável pela manutenção dos Sambaquis, explicou que o terreno onde o sambaqui está é particular e que a responsabilidade de manter o local limpo e conservado é do proprietário. Apesar disso, a assessoria da fundação garantiu que sempre entra em contato com os donos de imóveis onde existem sambaquis. Como o cuidado com o terreno e a roçada precisa ser diferenciada, o órgão orienta os donos e ela costuma demorar um pouco mais para ser finalizada. Agora, o mato está mais baixo no local e, apesar de haver restos de palmeiras no terreno, não há mais lixo.

Tem Solução?: leitor reclama de lixo e da falta de lixeiras em praça do Jardim Paraíso

08 de abril de 2012 0


Foto: Rolf Otto, arquivo pessoal

O leitor Rolf Otto reclama que a praça do bairro Jardim Paraíso, que fica na avenida Júpiter, está sem lixeiras desde fevereiro. O morador conta que há aqueles que cuidam da praça e a deixam limpa, mas há também os que, segundo ele, não têm educação e jogam o lixo no local. Ele conta que a praça está cheia de lixo e indaga como pode levar sua família para se distrair em um lugar que se transformou em um lixão. O leitor pede que as duas lixeiras que foram retiradas do local para a manutenção sejam repostas, bem como balanças e escorregadores que também foram retirados do local para manutenção.

Segundo a Companhia de Desenvolvimento e Urbanização, a colocação das lixeiras já está no cronograma, mas ainda não há uma data definida
para a instalação.

Tem Solução?: placa caída na rua Coronel Camacho

07 de abril de 2012 1


Foto:  Carla Patrícia Muller, arquivo pessoal

A leitora Carla Patrícia Muller é moradora da rua Coronel Camacho, no Iririú, e reclama que na esquina da rua Papa João 23 há uma placa caída há mais de um mês. Ela conta que há um mês entrou em contato com a Conurb para avisar que a placa de “Pare” estava caída e pedir que fosse recolocada, mas até agora ninguém executou o serviço. “Será que eles vão repor a placa somente no dia em que ocorrer um acidente com vítimas fatais?”, questiona a moradora. Carla pede que uma providência seja tomada.

Segundo a Conurb, foi feita licitação para que uma nova empresa assuma o serviço de instalação de placas de sinalização. A companhia garante que já foi feita uma ordem de serviço em caráter urgente para a recolocação da placa de “Pare” e acredita que a instalação da nova sinalização seja feita até a segunda-feira.

Tem Solução?: obras foram feitas, mas lojatas estão jogadas na rua

06 de abril de 2012 0


Foto: Alessandro Gonçalves, arquivo pessoal

O leitor Alessandro Gonçalves reclama que foram feitas obras na rua dos Ipês, no bairro Boa Vista, e, desde então, as lajotas não foram recolocadas na via. Ele conta que já entrou em contato com a Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra), mas, até agora, nada foi feito. O leitor diz que também foi até a Secretaria Regional do Boa Vista, há cerca de 70 dias, mas até agora nenhuma providência para realizar o conserto foi tomada. Ele diz que foram os próprios moradores que pagaram pelas lajotas na rua e agora elas estão em mau estado. Ele pretende fazer calçada em frente a sua casa, mas decidiu esperar.

Segundo o secretário Wilson José Mira, responsável pela Secretaria Regional do Bairro Boa Vista, realmente foram feitas obras no local e algumas lajotas foram retiradas da rua. O secretário, porém, garante que funcionários foram enviados à rua dos Ipês para verificar a situação. Nos próximos dias, as lajotas devem ser recolocadas na via.

Tem Solução?: morador quer colocação de tubos e limpeza de terreno baldio no Nova Brasília

05 de abril de 2012 0


Foto: Claudio Ferreira do Amarante, arquivo pessoal

O leitor Claudio Ferreira do Amarante reclama que há mais de quatro anos tenta junto à Prefeitura a colocação de tubos e a limpeza de um terreno baldio que fica na esquina da rua Joana D’Arc com a rua Francisco de Souza Vieira, no bairro Nova Brasília. Segundo ele, inúmeras vezes foi solicitada a limpeza do terreno e da vala à Regional, mas o terreno foi apenas roçado. O morador propôs uma parceria para que os tubos fossem colocados, mas não obteve resposta até agora.

Segundo o secretário regional Valério Schiochet, o proprietário do imóvel está no exterior e não foi encontrado outro responsável pela área. Valério explica que, infelizmente, o proprietário abandonou o imóvel e como o terreno é particular, a secretaria não pode se responsabilizar por ele nem fazer modificações, como a colocação de tubos. O secretário diz que no ano passado foi feita a limpeza do terreno e que, em breve, a área será roçada e a vala será limpa.

Tem Solução?: moradores pedem pintura de faixa de segurança no Guanabara

04 de abril de 2012 0


Foto: Darlaine Klegien

Leitores reclamam da falta de faixa de pedestres na rua Guanabara, no bairro de mesmo nome, em Joinville. Segundo eles, faz tempo que as faixas precisam ser repintadas, mas até agora nada foi feito. “Achei que com o Parque da Cidade eles iriam reforçar a sinalização em todo o bairro”, diz uma moradora. Ela conta que o trânsito é um pouco confuso no local por causa do trevo que fica próximo à faixa. “Como todos os carros querem ter a vez de passar, ninguém reduz a velocidade para que os pedestres possam atravessar”, lamenta.

Segundo o setor de trânsito da Companhia de Desenvolvimento e Urbanização (Conurb), o serviço será incluído na programação para execução da recuperação da sinalização. Conforme a companhia, a previsão é de que em até 30 dias o serviço seja executado.