Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Após 'deflategate', NFL vai endurecer monitoramento das bolas em jogo

27 de julho de 2015 0

'deflategate'

A NFL vai mudar a forma como controla as condições das bolas em jogo em 2015. A informação é do ex-presidente de arbitragem da liga, Mike Pereira (hoje, Mike é colaborador da FOXSports americana). As regras sobre quanto as bolas tem que ser infladas não mudam - muda o controle, que fica mais rigoroso depois de todo o drama do ‘deflategate‘.

>> Confira a tabela da primeira rodada da temporada da NFL 2015

>> Jogador perde dedos em acidente com fogos de artifício e se afastará da NFL

deflategate_22

O que muda?

- Cada time terá de oferecer 24 bolas (12 ‘titulares’ e 12 ‘de reserva’) a 2h15 do chute inicial. Anteriormente, o time da casa era obrigado a providenciar 24 bolas e os visitantes apenas 12

- Dois membros da equipe de arbitragem, escolhidos pelo juiz principal, vão inspecionar todas as bolas para garantir que elas estão dentro das especificações da liga. Anteriormente, o próprio juiz principal tinha que fazer tudo isso sozinho

- Importante: essa checagem passará a ser registrada, com a pressão do ar de cada bola anotada antes do kick-off

- As bolas que não estiverem dentro das especificações (entre 12,5 e 13,5 PSI) serão corrigidas para 13 PSI. Todas as demais serão aprovadas para jogo

- Cada jogo tem um coordenador de bolas para chutes contratado pela liga. Até hoje, ele ficava responsável apenas pelas 6 bolas usadas em chutes. Agora, eles vão ser os responsáveis pelas bolas entre o momento que forem aprovadas e 10 minutos antes do kickoff. Neste momento, ele levará as bolas à estação de replay, onde serão distribuídas às equipes, na presença de um “representante da segurança”. As bolas reservas ficarão trancadas no vestiário dos juízes.

- Mais importante ainda: a liga fará rechecagens surpresa no intervalo e após o fim do jogo!

Comments

comments

Envie seu Comentário