Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Redskulls supera o Pumpkins em jogo histórico e avança para semifinal do Gauchão

22 de maio de 2016 4

IMG_7765 O Restinga Redskulls derrotou o Porto Alegre Pumpkins na tarde deste domingo (22), por 30 a 26, no jogo mais equilibrado e sem dúvida alguma, de maior emoção dos últimos anos. As equipes viraram e reviraram o placar diversas vezes e só no último quarto, o resultado foi decidido com uma recuperação espetacular do time da zona sul da capital. O Redskulls entrou para história ao eliminar um dos favoritos ao título e está na fase semifinal do gauchão de futebol americano 2016.

O Porto Alegre Pumpkins saiu na frente com um touchdown de Boni, que fez a recepção e correu, se esticando todo, para fazer a bola atravessar a linha da endzone em uma quarta descida. O Extra Point foi ruim e o placar ficou em 6 a 0. Logo após, ambos os times mostraram agressividade em suas jogadas, principalmente nas terrestres. Rafael, QB do Restinga, realizou uma corrida e foi atingido no tornozelo esquerdo, deixando sua equipe bastante preocupada, mas retornou após um drive. O time de Paulo de Tarso reagiu e virou o placar com uma jogada muito bonita e que contou com a sorte. Rafael fez o lançamento e a secundária do Pumpkins desviou a bola, mas com ela ainda no ar, sobrou para Liquinho, já na endzone, anotar a primeira pontuação dos caveiras. Chute bom e 7 a 6 no placar.

Com resultado desfavorável, o Pumpkins aparentou nervosismo e começou a errar em suas jogadas de ataque. Freire não conseguiu suas tradicionais jogadas e conexões com Boni, mas aproveitou bastante as corridas de Jardel, que apresentou um ótimo desempenho. Outro destaque foi a defesa do Pumpkins, que forçou por diversas vezes o recuo do Restinga e travou o jogo corrido adversário. IMG_7586 No segundo quarto, o Restinga ampliou e uniu talento ao fator sorte. Na linha de uma jarda, o time tentou forçar, mas não entrou na end. Na segunda tentativa, obteve sucesso com um passe pelo meio. O fator sorte entrou no chute bloqueado, recuperado pelo Restinga, que entrou na end anotando mais dois pontos e deixando o placar em 15 a 6. Antes do intervalo, o Pumpkins melhorou seu ataque e conseguu bons avanços. Dentro da redzone, Freire acionou Jardel novamente, que entrou sem dificuldades na endzone para descontar o placar para 15 a 12. A tentativa de conversão não foi boa.

Na segunda etapa, o Pumpkins ampliou com Furquim, que recebeu um belo passe no fundo da end e virou o placar para 19 a 15 após extra point bom. Após algumas campanhas, o Pumpkins parecia ter encontrado o equilíbrio e Freire conectou Thuan Lemos para mais um touchdowm. 26 a 15 e o jogo parecia decidido, mas novamente, o time do QB Rafael mostrou concentração e aproveitou os erros do adversário. O último quarto reservou emoções de grande qualidade para quem acompanhou o jogo no estádio do Grêmio Nacional, em São Leopoldo. Com as costas na parede, o Pumpkins não poderia errar, mas errou e um fumble deixou o Redskulls dentro da redzone. Na quarta descida, Rafael entregou para Coturno correr até o touchdown e também na conversão de dois pontos. Placar em 26 a 23. IMG_7637 Com diversas tentativas na quarta descida, o Pumpkins começou a ver o tempo passar e não conseguir avançar. O Restinga recuperou a bola mais uma vez e mudou sua jogada. Diferente do que estava fazendo em outras oportunidades com uma ou duas jardas para endzone, Rafael optou por um passe e conectou pela esquerda. 30 a 26 em uma virada histórica.

Com pouco tempo no relógio, o Pumpkins arriscou tudo que tinha, mas as jogadas não tinham efeito algum e o time não conseguiu passar da metade do campo. Por duas oportunidades, Freire lançou Thuan, mas o WR dropou e não obteve o avanço. IMG_7733 De forma espetacular, o Restinga Redskulls escreveu seu nome na história do esporte gaúcho e como estreante na competição, derrotou o time mais tradicional do esporte em solo gaúcho e ficou com a vaga para a fase semifinal do gauchão 2016. O próximo confronto será em Caxias do Sul, contra o Juventude FA, valendo uma vaga no Gigante Bowl.  Confira imagens do confronto

Comments

comments

Comentários (4)

  • Lucas diz: 22 de maio de 2016

    Infelizmente nao deu para o meu time. Ao menos, fiquei feliz de ver um dos melhores, senao o melhor, jogo de Futebol Americano que ja teve em solo rio grandense.

  • Fernanda diz: 22 de maio de 2016

    Só acho que a palavra SORTE foi mencionada muitas vezes. No caso, não foi sorte o Restinga ter ganho o jogo.
    De resto o texto ficou legal.

  • Rafa diz: 23 de maio de 2016

    comprei ingresso pra final no beira rio faz tempo..
    espero que o Restinga esteja lá..

Envie seu Comentário