Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Público feminino fala sobre o amor pela NFL

06 de setembro de 2016 0

0e2e983df9

Mais uma temporada da NFL em nossas vidas. Já sabemos que as noites de quinta, domingo e segunda, estão comprometidas e em raras vezes perderemos os jogos. Isso quando não ocuparmos todo o domingo revezando os canais ou procurando links para assistir aquele jogo que não veio para o Brasil.

:: Calendário da temporada 16/17 da NFL

Mas quem disse que isso é coisa só dos homens? Na verdade, nunca ninguém disse isso e é um dos orgulhos do nosso esporte. “Elas” também estão ansiosas pela temporada. A maioria conheceu o esporte após ter que ficar assistindo com o namorado/marido ou algum amigo apresentou. O amor pelo esporte da TV veio para os campos daqui e fez com que os times gaúchos ganhassem a simpatia delas.

Convocamos as meninas para responder algumas perguntas e falar sobre o seu amor pela NFL. Desde quando acompanham, quem foi o abençoado que apresentou o esporte, quais fatores chamam a atenção e se isso fez com que se interessasse pelo esporte aqui no Brasil.

Confira:

Adriana BorgesAdriana Borges Kersten, 37 anos, Porto Alegre.
Quando começou a acompanhar a NFL na Tv? Na temporada 2005/2006.
Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)? Meu marido me apresentou, me apaixonei na hora!
O que fez você gostar? (o jogo, a transmissão, nem sei, só gosto, fale sobre isso) O jogo é maravilhoso, estratégico, envolvente. Adoro esportes e é impossível não se apaixonar. Emoção até o último minuto.
Torce para algum time da NFL? Sim, Detroit Lions! Gooooo Lions!
Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui? Recebemos em um semáforo em Poa, panfletos chamando para o jogo do Porto Alegre Pumpkins, os meninos com o uniforme completo, apresentando o jogo para o grande público. Achei o máximo, ganhou a minha simpatia! Fomos na final do campeonato gaúcho, o Gigante Bowl, coisa mais linda perceber que esse esporte está conquistando tantos corações!

Andressa HoffmannAndressa Hoffmann, 21, Agudo/RS

Comecei a acompanhar há dois anos por ‘culpa’ do namorado, que assistia e muito os jogos, além de ser jogador do Santa Maria Soldiers. Consequentemente sempre fui muito curiosa e questionei sobre o FA desde regras a jogadas acompanhando os jogos da NFL e convivendo com o time do Soldiers e sempre indo em todos os jogos do time na sua torcida fiel.

Comecei a criar o gosto de assistir a NFL principalmente pelos comentaristas que dão show de humor nos seus comentários e conseguem mostrar até para nós ‘leigos’ o esporte, Rômulo Mendonça e Paulo Mancha pra mim são imbatíveis. Além de que as transmissões e estruturas dos jogos da NFL é de dar inveja e babar, desde shows nas finais até dos próprios jogadores dentro de campo e a torcida que vibra e abraça seu time.

Na NFL pra tristeza do namorado que me apresentou o FA hahah o time que eu torço é o GREEN BAY PACKERS…E aqui no brasil sou super fã e dedicada ao time do Santa Maria Soldiers, no qual o namorado faz parte, e que eu me esforço para ajudar nos afazeres e trabalhos que temos durante os jogos em casa, desde a venda de produtos até a recepção dos visitantes, dia de treino é dia certo para a roda de chimarrão entre as meninas companheiras, e até hoje não faltei em nenhum jogo nesses dois anos participando da família Soldiers.

Bom a foto que lhe envio é uma dos dias mais felizes da minha vida.. final do Gigante Bowl..

CGhFMGP-Ana Paula Andrade, 42 anos, Porto Alegre-RS

Comecei a assistir os jogos na época que Luciano do Valle começou a transmiti-los na Rede Bandeirantes

Meu primo me apresentou o esporte! Gostei logo de cara, apesar de até hj, não entender algumas jogadas! Mas é um esporte emocionante, como uma disputa de território! E com finais imprevisíveis! Perdi a conta de quantos gritos já dei pra comemorar pontos em plena madrugada! Sim, pq assisto quase todos os jogos da temporada! O que foi aquele Hail Mary do Aaron Rodgers? Ou a derrota do Patriots no playoff! Ah, Uma paixão! O Green Bay Packers! Como não se apaixonar pelo time de Vince Lombard e sua vitória no Ice Bowl! Um time que toda uma cidade é dona! Um exemplo a ser seguido! Agora comecei a seguir o campeonato gaúcho de futebol americano! Estava no Gigante Bowl! E torci por Santa Maria, mas gosto mesmo dos Pumpkins!

14193767_10210934070894297_548802025_nBianca Pereira, 26, Santa Maria / atualmente em Chandigarh
Índia.
Comecei a olhar os jogos uns 6 anos atrás por causa de amigos. Olhávamos qualquer jogo de qualquer esporte. Passei a acompanhar mesmo a NFL quando o futebol Brasileiro deixou de me interessar.

O que me fez gostar foi o esporte em si. Todo o pensamento e conhecimento por trás de cada jogada, a agilidade, capacidade tática e respeito óbvio que jogadores e torcida tem pelos outros.

Não torço para nenhum time em específico, além do Santa Maria Soldiers, da minha cidade natal, que ainda tento acompanhar mesmo de longe.

Pelo simpes fato de gostar do esporte em sí e querer aproveitar os jogos sem o estresse que sentia olhando futebol por torcer muito por um time.
Acompanho os Soldiers desde 2012 quando os jogadores convidaram meu padrasto para olhar um jogo e decidi ir junto com alguns amigos.

14137868_1100449123378157_780512951_n

Camila Fioravanti, 28, Poa

Comecei a acompanhar a NFL logo que meu marido, Thales Mendes, entrou para o Bulls F. A em 2014. Desde então comecei a acompanhá-lo nos jogos e me interessar pelo esporte.
No começo não entendia direito as regras e achava muito bruto, porém com o tempo comecei a entender como ele funciona e me apaixonei por esse esporte que, aos poucos, está conquistando cada vez mais os gaúchos. Sempre que posso participo dos jogos torcendo pela manada. Inclusive já consegui algumas seguidoras desse esporte, minhas amigas que sempre me acompanham.Além do Bulls torço pelo New England Patriots. Torcerei muito para que eles ganhem esse Super Bowl.

14101747_869980166479027_920837628_nCamila Tochtrop, 25 anos, Porto Alegre

Comecei a acompanhar no final de 2013, onde vi um jogo do Redskins vs Dallas, me apaixonei pela tática do jogo, pelas
jogadas, e claro pela raça dos jogadores, as jogas fortes. Acho sensacional as jogadas do ataque, a tática da OL
protegendo o QB.
Descobri o esporte passando pelos canais da TV, parei para assistir a multidão que continha no estádio, e tudo mais
Não torço pra um time, gosto de vários, gosto de ver jogo bom hahahahaha, mas tenho uma queda pelo abelhudos
(steelers), os cabeças de queijos (packers) e seahawks, hahahahah
A NFL me aproximou do esporte aqui no Brasil, e acabei incentivando meu namorado a entrar em um time aqui em Porto
Alegre. Aqui torço para o Bulls
Meus domingos, quintas e segundas não são mais as mesmas! Hahahah

O futebol americano se tornou uma paixão. Torço cada vez mais para que o esporte se dissemine aqui, torço muito pro crescimento dos times aqui do RS. Não aguento mais esperar setembro chegar, vem NFL sua linda! Hahahahaha grande beijo.

14088707_10210273381136827_1059712298_nCamille Rocha, tenho 24 anos, moro em Porto Alegre e estudo jornalismo na Puc

Eu comecei a acompanhar a NFL na temporada 2013/2014 por influência do meu pai e meu irmão que já acompanhavam há mais tempo.

Eu sempre gostei da cultura norte-americana, por isso tenho contato com o esporte desde mais nova, quando queria ser cheerleader, achava demais as coreografias e os campeonatos. Mas daí cresci né e em meio a temporada de 2013 resolvi sentar para realmente entender as regras do jogo. Eu acho que gosto de FA pelo mesmo motivo que gosto de futebol, pelo desafio que é fazer um touchdown e a emoção quando o time marca. A partir daí tu começa a gostar das estratégias e tal. Além do evento SuperBowl ser um absurdo – uma aula de marketing e produção!!! A transmissão é sensacional, mas não posso dizer que é esse o motivo de gostar – mesmo que ela ajude a dar emoção hehe.

Eu sou fã do Seattle Seahawks – claro, time que ganhou o SuperBowl no ano que eu comecei a gostar hahaha, mas tem mais motivos. Primeiro, comecei a gostar deles quando jogaram contra o 49ers e foi um jogo demais. Por causa disso eu torci para eles contra o Broncos e fiquei bem feliz por eles terem ganhado! Não sei se vcs viram que alguns jogadores do time passaram as férias no Rio de Janeiro comemorando ainda o título, pois então exatamente no mesmo dia em que estavam na praia de Ipanema, eu também estava e acabei conhecendo eles. Foi bem emocionante! Haha. A partir daí não teve jeito, virei fã mesmo!

Com certeza eu comecei a prestar atenção no FA aqui no Brasil por causa da NFL. Acompanhei alguns jogos de times gaúchos, trabalhei no Gigante Bowl – sou da mídia do Inter – e o evento como um todo foi demais, mas ainda não sou fã de nenhum time. Simpatizo com o Pumpkins, Mustangs e Soldiers – por serem os times que eu estive mais próxima – mas ainda to vendo qual vai me conquistar de verdade hehe

14075092_1286696958016184_1519603582_oCarolina Farneze, 33, Santa Maria

Quando começou a acompanhar a NFL na TV?
Me considero uma novata, acompanho regularmente desde 2013, mas antes de conhecer muito bem o esporte, assistia a um jogo ou outro, sem entender muita coisa, claro!
Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)?
Acho que como a maioria foi meu marido quem me apresentou oficialmente. Como disse antes, eu assistia até um pouco do jogo tentando entender o que ele tem, como ele é popular nos EUA, e claro não tive muito sucesso… hahaha
O que fez você gostar? (o jogo, a transmissão, nem sei, só gosto, fale sobre isso)
Gosto da estratégia, q para mim é a essência do jogo, sem ela fica apenas um jogo de empurra-empurra. As transmissões da ESPN ajudam também, afinal quem não gosta da narração do Romulo Mendonça!?!? Gosto também do respeito que os jogadores tem dentro de campo, quando um deles, por exemplo, se machuca. Esse tipo de coisa anda faltando no futebol da bola redonda.
Torce para algum time da NFL?
Não, porque tenho medo. Medo de escolher um, me apaixonar e não acompanhar os outros times, e com isso perder jogos bons, jogadores excepcionais e jogadas maravilhosas. Sei que parece bobeira, mas sou assim, me aceita! Acabo escolhendo um time para acompanhar um pouco mais de perto a cada temporada. Esse ano, devido as excelentes críticas sobre o draft, vou com o azarão Jaguars, hehehe
Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil?
Não muito, mas descobri que aqui no Brasil existiam times de FA. O q me fez acompanhar os campeonatos realizados aqui no Brasil, é o justamente meu marido fazer parte de um time.
Torce para algum time daqui? Sim, o Santa Maria Soldiers.

p2jrqXqQEtienne Du Jardin, 36 anos, gaúcha morando em SP

@NFL_Luluzinha

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? Comecei a acompanhar na temporada 2012
Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)? Na época meu namorado (atual marido).
O que fez você gostar? Gosto da estratégia do jogo. O fato de que tudo pode mudar em 5″de jogo, dependendo da inteligência da jogada, é o que me encanta.
Torce para algum time da NFL?Torço para o 49ers
Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui? Opa! Sim! Inclusive cobrimos os jogos! ;)

 

Evelin Crevistiane Barboza Baptista, 28 anos, Esteio.

Comecei a acompanhar a NFL em 2011… Conheci através do Jeferson Mendes… O que me fez gostar foi realmente o jogo, é algo que me faz paralisar em frente a tv… Miga sua loka, a transmissão é demais! Torço para o Colts (Não é pra rir :-D )… Na verdade comecei a acompanhar o esporte aqui, só depois que tive conhecimento, que comecei a assistir a NFL… Torço para o São Leopoldo Mustangs.

 

 

feFernanda Piovesan Lazaretti, 20 anos, Frederico Westphalen/RS

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? 2014

Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)? Eu descobri
através do meu namorado

O que fez você gostar? (o jogo, a transmissão, nem sei, só gosto, fale sobre isso)
O jogo, pelo estilo emocionante e estratégico. Prende muito a atenção.

Torce para algum time da NFL? Simpatizo com Packers e Patriots, mas assisto
mais os jogos do Saints por causa do meu namorado haha

Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para
algum time daqui? Na verdade comecei pelo oposto, pois meu namorado é jogador
do Santa Maria Soldiers, e aí comecei a acompanhá-lo aos treinos e jogos e a
ajudar na organização dos jogos em casa. Amo muito meu timão ❤

14054613_10208856618547301_1434348125_nFlávia Leitão de Campos, 24 anos, Santa Maria-RS

Comecei a acompanhar a NFL há 4 anos atrás, através do meu namorado, que é jogador do SM Soldiers. Passei a gostar quando comecei a entender a lógica do jogo hehehe e o fato de que é um jogo que muda a cada instante, não existe jogo ganho no intervalo, nos últimos segundos tudo pode mudar, o que te prende até o final.

Torço para o Seattle Seahawks na NFL. Na verdade comecei a acompanhar o SM Soldiers antes de acompanhar a NFL, o primeiro jogo de futebol americano que assisti foi um amistoso entre o Soldiers e o Ijuí Drones. Obviamente, sou torcedora do SM Soldiers.

14087559_1336209836408953_1420174046_oGabriela Pacheco Berlitz, tenho 17 anos e sou de São Leopoldo

Comecei a acompanhar a NFL na TV durante os playoffs da temporada 2014 – 2015. Eu conheci a NFL pelo meu primo. Ele já assistia há um ano e, então, nas férias comecei a assistir com ele e achei realmente muito interessante, pois é um esporte cheio de emoção. Eu me apaixonei pelo futebol americano de uma forma que nem sei explicar. Se tornou um vício pra mim. Eu amo futebol americano, pois a cada segundo é uma emoção diferente, nunca sei o que esperar de um jogo: cada um traz um sentimento diferente.
Eu torço para o New England Patriots. Comecei a torcer para eles por causa da seguinte situação: meu primo torce pros Packers e, na temporada de 2014 – 2015, eles foram para a final da NFC com os Seahawks e os Seahawks ganharam deles. E os Patriots ganharam a AFC. E então foi no SB XLIX Patriots vs Seahawks e como meu primo estava “brabo” com os Seahawks, ele disse para eu torcer para os Pats, que no fim até ganharam o SB. Enfim, no outro ano, no caso, 2015, comecei a acompanhar todos os jogos dos Patriots e hoje sou apaixonada pelo time, pela garra que ele traz consigo, pela vontade e desejo de vencer.
Esse meu amor pela NFL me fez acompanhar o esporte aqui: meu primo e vários amigos meus faziam/fazem parte do time São Leopoldo Mustangs e eu comecei a acompanhá-los, ir nos jogos e, desde então, torço para eles.

Ivana de Almeida Hartz, 53 anos, Silveira Martins
Comecei a acompanhar a NFL na TV Bandeirantes ,o ano eu não tenho certeza mas é lá por 89.
Eles passavam domingo de tarde e noite e como adoro esportes me interessei .
Os narradores explicavam o jogo, as regras e nós, eu, meu marido e meu filho, começamos a entender e gostar do jogo.
Eu torço para o Green Bay ,graças ao quarter back da época que era muito bom.
Aqui no Brasil torço para o Santa Maria Soldiers.
Adoro a NFL e quinta feira com certeza estarei vendo.
Como resultado de tudo isso é que meu filho se tornou um apaixonado pelo esporte e hoje é presidente do campeão gaúcho, o SM Soldiers, hehehe.
E eu com certeza estava lá no gigante bowl.

14101993_919983228124433_697198234_nJanaína Wille, 18 anos. Nasci em Cândido Godói, atualmente moro em Santa Maria

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? Foi no começo de 2011.
Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)?
Na verdade, foi ao acaso. Ainda no finado Orkut, eu participava de grupos de discussão sobre futebol (soccer). Nesses grupos, o pessoal começou a comentar também jogos da NFL. Curiosa, decidi assistir para ver como era esse esporte, que na época eu considerava “maluco”. Eu era meio “do contra” e comecei, obviamente, a torcer para a franquia que todos eles odiavam. Perdi totalmente o contato com essas pessoas, mas não parei de acompanhar futebol americano.
O que fez você gostar? (o jogo, a transmissão, nem sei, só gosto, fale sobre isso)
Vários aspectos: a competitividade da liga, na qual uma franquia pode ir miseravelmente mal em uma temporada e surpreender na outra; a organização, tirando alguns casos isolados (como o cancelamento do HOF desse ano), a NFL costuma ser um exemplo no quesito de estrutura, gestão e consegue transformar tudo em espetáculo; a coletividade, no futebol um atleta pode até conseguir uma vitória em jogada individual, mas no FA, se o grupo não vai bem, não tem jeito; a estratégia, tática, inteligência…
Torce para algum time da NFL? Sim, Patriots.
Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui?
Sim! Com o interesse em relação à NFL crescendo, decidi me aventurar a escrever sobre a liga. E da NFL passei também a pesquisar e escrever algumas matérias sobre o FA nacional, por curiosidade mesmo. Queria saber como era o cenário no Brasil. Descobri as inúmeras dificuldades que a grande maioria dos times, e até a Seleção, enfrentam, mesmo com coisas básicas, como matérias e espaço de treinamento. A partir de então, passei a valorizar os clubes locais (o que deve ser feito em todos os esportes). Esse ano, quando me mudei para Santa Maria, comecei a acompanhar o Soldiers mais de perto. Através do Radar Esportivo e da Rádio Universidade, fazemos a cobertura de todas as partidas da equipe santa-mariense e temos também um programa semanal, que fala de Rugby e futebol americano.

14151974_871607162969396_854546186_o (1)Joysen Victor 22 anos de Santa Maria RS

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? Mais ou menos 2 anos

Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)? Alguém me apresentou, William Freitas

O que fez você gostar? Tem como não gostar? Hahahahha Acompanho o namorado, ou tu gosta ou é trocada pelo o jogo o hahahahha Brincadeira curto esportes de contato e a emoção de estar na torcida.

Torce para algum time da NFL? Ainda não tenho um time favorito.

Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui? Na verdade comecei acompanhar os jogos aqui no sul primeiro, depois fui me evoluindo para NFL. Sim torço e muito para Santa Maria Soldiers.

Eqp2qpNxJúlia, 19 anos, São Leopoldo

Comecei a assistir a NFL na TV fazem uns 3 anos.

Descobri a NFL a partir de um amigo que já tinha me explicado as regras básicas do futebol americano e me mostrou a NFL. Depois disso aprendi o resto sozinha e acompanho desde então.

O que me fez gostar foi a dinâmica do jogo, as regras que são bem diferentes de qualquer esporte cultuado no Brasil. Além disso as transmissões dos canais e as narrações também contribuíram muito.

Torço fielmente pro New England Patriots.

Com certeza assistir a NFL me fez saber sobre o futebol americano no Brasil. Torço pro Mustangs de São Leopoldo e compareço aos jogos sempre que posso.

Obrigada vocês e parabéns por darem espaço pra esse esporte no Brasil e no RS!

14102014_10201791262061425_2066467961_nLuísa Fantinelli, 26, Canoas

Comecei a acompanhar a NFL em 2012, quando casei. Meu marido começou a assistir por curiosidade e gostou. No início eu detestava porque não entendia as regras, o jogo parava toda hora e não curtia o jeito dos narradores e comentaristas.

Mas foram justamente os narradores e comentaristas, que com seu jeito divertido de transmitir a NFL me fizeram começar a gostar. Comecei a entender as regras e ver como o jogo era emocionante.

Até 2014 não tinha nenhum time preferido, mas ver a vitória emocionante dos Patriots sobre os Seahawks no Super Bowl 49 fez eu me apaixonar por esse time. Não acompanho os jogos nem nada, mas sigo a página do Porto Alegre Pumpkins e simpatizo muito com eles.

14101803_1115902001813716_1895387955_nLuna Rodrigues, 27, Porto Alegre

Comecei a acompanhar a NFL a pouco menos de um ano.
Conheci através de uma amiga, que já acompanhava a um tempo.
O que fez com que eu me apaixonasse pelo esporte foi o fato de ser algo bastante complexo e estratégico somado a força física. Não tem como não gostar de um esporte que equivale à um jogo de tabuleiro em grandes proporções! Claro que a transmissão e todo o clima em volta do esporte também contribuem bastante.
Torço pro Vikings.
Sim, depois da NFL comecei a pesquisar sobre os times de Porto Alegre. Hoje, torço pelo Pumpkins.

 

 maria fotoMaria Eugênia Giulian, 21 anos, Porto Alegre

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? Desde 2012
Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)?Sozinha
O que fez você gostar? (o jogo, a transmissão, nem sei, só gosto, fale sobre isso): Gostei de sentir a emoção de cada Touchdown, da garra dos jogadores, da organização e de tudo.
Torce para algum time da NFL? Dallas Cowboys
Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui? Sim. Não torço pra algum time específico, mas tento acompanhar os jogos do Bulls.

mariana camposMariana Capra, 19 anos, Porto Alegre

Eu vou começar a acompanhar a NFL nessa temporada. Eu já sabia da existência do campeonato, mas alguns amigos e a proximidade com o futebol americano gaúcho me motivaram a assistir. Com certeza o que me faz assistir são os jogos, sempre acompanho as melhores jogadas no YouTube e não tem uma que não seja sensacional. Ainda não escolhi meu time na NFL e meus amigos me incomodam muito por causa disso, mas a meta é que até a 5ª rodada dessa temporada eu já tenha me decidido ahhah quero assistir mais jogos antes de escolher. Na verdade, eu comecei acompanhando o futebol americano gaúcho pra depois passar a assistir NFL. Como eu fotografo os jogos de FA daqui, não escolhi um time pra torcer. Claro que tenho os que simpatizo mais e torço pros meus amigos que jogam se saírem bem.

14081456_839474719518112_426021408_nMaribel Boff, 51 anos, Santa Cruz do Sul

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? Não é sempre que consigo acompanhar os jogos. Mas sempre que posso assisto. Comecei gostar depois que meu filho começou jogar Futebol Americano.

Torce para algum time da NFL? Pelo pouco tempo, ainda não tenho um time favorito. Eu gosto mesmo é de ver os jogos.

Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Pelo contrário, depois que meu filho começou jogar, eu acabei me apaixonando pelo FA e por isso comecei me interessar pela NFL. Torço de alma e coração pelo Santa Cruz Chacais!!!!

 

14089475_1429775663716296_808843534_nMarla Fischer, 49 anos, Porto Alegre

O futebol americano entrou na minha vida numa tarde de sábado, no campo da Unisinos. Em 2010, um querido amigo nosso convidou para assistirmos ao jogo do Porto Alegre Pumpkins contra o Santa Maria Soldiers, para dar uma força ao esporte e vê-lo jogando. Minha filha, que já acompanhava a NFL, insistiu e lá estava eu. Haviam menos de 20 pessoas na arquibancada e passei boa parte do tempo perguntando sobre as regras e jogadas. Tudo era novo e empolgante. Não sei qual o vírus desse esporte, mas depois daquele dia, fui a vários jogos, cada vez com mais gente nas arquibancadas, até o dia em que me vi no Gigante Bowl, chorando de emoção e orgulhosa por aquele amigo, o CEF 78, ter se tornado o coach do Pumpkins.

Nesse embalo, a NFL foi virando programação familiar, mesmo com torcida dividida: eu, fã do Saints, o marido torcendo pelo Patriots, meu filho pelo Cardinals e minha filha pelo Steelers. Vibrar com jogadas impossíveis e viradas surpreendentes, torcer pelo “field goal” ou gritar “touchdown”, descontrair com as impagáveis narrações dos comentaristas acabaram se tornando um dos prazeres da nossa família. Sem falar no ritual do Super Bowl, com direito a cervejinha gelada e frango frito…

Acabei descobrindo que a emoção do futebol americano está no jogo em si, no ambiente e na vibe que ele cria, não só nos resultados. Acho que é exatamente isso que o diferencia e nos apaixona!

14102032_1194742483916003_1249069704_nMickaela Fischer Silva, 24 anos, Porto Alegre

Comecei a acompanhar a NFL no final da temporada 2009-2010. Zapeando pelos canais, de férias da faculdade, passei por aquele esporte que eu não fazia a menor ideia de como funcionava. Começamos a assistir, eu, meu pai e meu irmão.

Não consigo achar uma razão específica pra ter me prendido àquele jogo. Mas quando se começa a ver toda a estratégia por trás de cada jogada, a inteligência que viabiliza aquele lance que faz você ficar em pé no sofá… é impossível não querer assistir cada vez mais. A cada temporada, mais eu estudava, mais eu entendia, mais eu vibrava… hoje é uma tradição familiar se reunir e assistir jogos juntos, principalmente no Thanksgiving!

- Sou torcedora do Pittsburgh Steelers desde o início, mas atualmente acompanho até jogo de preseason de Browns e Redskins!

Sou tão torcedora do Steelers quanto do Porto Alegre Pumpkins, time que acompanho desde quando os jogos tinham menos de 20 pessoas. É uma alegria indescritível ver o quanto o esporte tem crescido por aqui, e o público extremamente variado que tem acompanhado o FA e fortalecido a ideia de que o #futebolerrado veio pra ficar!

14287586_654662708035535_2064734408_nNathielen Tegner, 24 anos, Caxias do Sul.

Eu comecei a acompanhar a NFL em 2011. Quem me apresentou ao esporte e a NFL consequentemente, foi meu irmão mais novo, Juliano. Minha primeira reação ao assistir um jogo da NFL foi “o que falar deste esporte que mal conheço e já considero pacas?”. O amor foi à primeira vista… A transmissão é divertida, o respeito na torcida é admirável, e a inteligência, força e o amor do jogadores é incrível! Dá para notar que tanto os atletas, quanto as direções dos times e os seus torcedores amam com todo seu coração e sua alma o futebol americano. Meu time do coração é o Baltimore Ravens.

Comecei a acompanhar a cena do FA regional quando meu irmão começou a jogar no Caxias Gladiators. Por consequência, meu eterno time é o Juventude FA (antigo Caxias Gladiators), mas admiro outros times como o Coritiba Crocodiles, do Paraná, e o Vila Velha Tritões, do Espírito Santo. O amor pelo esporte tomou conta de mim e sendo assim, atualmente trabalho no portal 100 Jardas, acompanhando toda a Conferência Sul da Superliga Nacional, e também tudo que acontece na região sul do país nesse âmbito esportivo. O que me levou a decidir um dos rumos do meu futuro que será continuar trabalhando com jornalismo esportivo quando concluir minha graduação.

Nila MariaNila Maria, 22, São Bernardo do Campo

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? 2014

Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)? Meu ex-namorado me apresentou.

O que fez você gostar? (o jogo, a transmissão, nem sei, só gosto, fale sobre isso)
Gostei do esporte, achei apaixonante, não sei bem explicar como foi, só foi acontecendo. Depois também me apaixonei pela transmissão.

Torce para algum time da NFL? Sim, Philadelphia Eagles.

Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui?
Bem menos do que gostaria, mas acompanho meio por cima. Torço pelo Palmeiras Locomotives.

14101781_1805273866351671_1825061642_nRafaela Silveira, 17 anos, Viamão

Eu comecei a acompanhar os jogos da NFL pela TV na última temporada em 2015 porque meu namorado, Luiz Santana, começou a jogar futebol americano e me apresentou a NFL e tudo o que envolve o FA. Já no primeiro contato com esse esporte eu adorei, é um jogo de muita técnica e com jogadas incríveis, todo o jogo me conquistou.

Não posso dizer que torço para algum time da NFL, mas tenho um gosto especial pelo Cowboys e Broncos. Não acompanho os times em geral do Brasil, mas conheço os times do RS e estava acompanhando e indo em alguns jogos do Gauchão. Daqui de Porto Alegre, torço para o Crows!

14087335_10207258633649050_1222908232_oRoberta Rodrigues, 37 anos, Porto Alegre

Quando começou a acompanhar a NFL na TV? Há muitos anos eu assistia a alguns jogos, ainda na época do Joe Montana. Voltei a acompanhar a NFL na temporada 2012/2013, e desde então não parei mais.

Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)? Fui influenciada por uma amiga, a Cássia Dias.

O que fez você gostar? Gosto de futebol americano porque é um jogo que envolve muita estratégia, todos os jogadores participam das jogadas, e há uma variedade incrível de formações. Além disso, as emissoras que transmitem NFL trazem muita informação e com bom humor, o que torna as transmissões mais atrativas.

Torce para algum time da NFL? Torço para o New England Patriots, que considero um dos times mais ofensivos da Liga, e tenho simpatia pelo Kansas City Chiefs, onde joga o brasileiro Cairo Santos.

Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui? Acompanho pouco. Assisti a alguns jogos da seleção brasileira de futebol americano (Brasil Onças), e acompanho as notícias em geral, especialmente do Poa Pumpkins, mas ainda não fui ver nenhum jogo ao vivo.

14112083_1379695822058653_1527789373_nRoselaine G. da Cruz, 23anos, Porto Alegre
Quando começou a acompanhar a NFL na TV?
Fim de 2015 pela TV, mas por outros meios de comunicação no inicio do ano passado.
Você descobriu a NFL sozinha ou alguém lhe apresentou (quem)?
Foi mais sozinha, pois queria saber mais sobre o esporte, queria ver possíveis jogadas, estratégias, como os times da NFL se preparavam.
O que fez você gostar? (o jogo, a transmissão, nem sei, só gosto, fale sobre isso)
No inicio do ano passado eu procurei o Rafael do Restinga Redskulls para ver a possibilidade do time fazer oficinas de Futebol Americano na Instituição que eu trabalho, ele topou e teve inicio as atividades. Até ai eu não sabia nada do esporte, mas estava disposta a aprender, então fui jogando e pegando o gosto pelo esporte, comecei a acompanhar pela internet os times e os jogos da NFL e do estado, para ver como eu poderia melhorar. Então sempre tento acompanhar de alguma forma os jogos.
Torce para algum time da NFL? Não, pois gosto de três times, então prefiro não ficar só com um. Patriots, Cardinals e Seahawks.
Acompanhar a NFL fez você acompanhar o esporte aqui no Brasil? Torce para algum time daqui?
Sim, claro, pois o esporte aqui no estado que fez eu acompanhar a NFL. Acompanho as vezes outros campeonatos no Brasil, mas nenhum time favorito, mas daqui do RS eu torço para o Restinga Redskulls que é do bairro onde moro e que foi a base para mim conhecer o esporte, é um time que treina para crescer e avançar sempre, estão sempre lá com chuva ou sol, tem seus objetivos e treinam para alcançar, e agora iniciamos um projeto junto ao time para formar um time feminino e um time de base sub-16 e o Rafael esta treinando, então pra mim é um grande avanço, pois via times femininos em outros estados como as Coyotes de Mato Grosso, as Fluminense Guerreiras do Rio de Janeiro entre outras e nenhum aqui, nenhum que eu pudesse estar jogando, nenhuma competição feminina que a gente pudesse mostrar que as mulheres também gostam de Futebol Americano, só tinha time para homens e agora as mulheres estão tendo a oportunidade para jogar também no time de base do Chacais e agora no Restinga Redskulls também.

SabrinaSabrina Inácio Jardim, 28 anos, Canoas.

Na verdade fui apresentada pelo meu marido Renan Jardim, ao FA e NFL mais ou menos uns 3 anos.
Meu primeiro contato foi em um jogo assistido pela TV, neste dia ele me explicou como fucionava, algumas regras, jogadas, respondeu algumas perguntas que eu fiz, é claro que achei o jogo meio bruto a primeira vista.

Comecei junto dele a acompanhar a equipe do Blog Touchdown Gaucha na cobertura dos jogos, enquanto eles trabalhavam eu ficava assistindo aos jogos. Com o tempo a equipe foi diminuindo e somente o Renan ficou nas coberturas, percebia o quanto era cansativo para ele sozinho dar conta de fazer tudo o que antes era feito por uma equipe.
Foi ai que percebi que como eu o acompanhava em todos os jogos, poderia tentar fazer algo para lhe ajudar, começei a fazer videos da arquibancada mesmo, quando notava que alguma jogada se armava para um TD.

Com o passar do tempo o que era somente viagens para acompanha-lo no trabalho se transformou num passeio para nós, iriamos conhecer uma cidade nova, uma equipe nova, suas historia e cobrir o jogo.

Durante a ida e o retorno das viagens colocamos nosso ponto de vista sobre o jogo
O que mais me chama atenção no FA é que é um jogo de tatica, agilidade e estrategia. Acho muito bacana que mesmo com todas as dificuldades que cada time enfrenta todos amam esse esporte e lutam pelo seu crescimento.

Se eu torço para algum time? torço sim para um time, e é claro que não poderia ser o mesmo do Renan, afinal não tem graça torce para o mesmo time do marido. Torço para o New Orleans Saints, comecei a torcer pois achei linda a atitude deles em acolher os desabrigados do furacão Katrina em seu estádio.

Sobre os times aqui do estado tenho admiração por todos, nessas viagens para as coberturas do blog, conhecemos todas os times e suas cidades, cada um com sua hospitalidade difícil escolher uma para torcer, então torço para todos e para o crescimento do esporte no Brasil.

14124033_946483528830161_606585720_oSabrina Tamara Kupp Kirst, 26 anos, Venâncio Aires.

Comecei a acompanhar NFL em 2015, quando o marido começou a jogar FA. No bulldogs FA aqui de Venancio.
meu marido me apresentou o FA e NFL

Aprendi a gostar do esporte, pois tem um publico diferente, educado e que apoia em tudo suas equipes. e ate onde eu sei, nao ha atritos entre as torcidas. e o esporte aqui no brasil, no rs mais precisamente, os times se apoiam e mostram grande parceria (fora de campo claro). o esporte encanta e cativa como nenhum outro. é muito empolgante.

nao torço para ninguem na NFL, mas assisto bastante Patriots, e broncos…que o Tiago gosta
Aqui, torço para o Santa Cruz Chacais, que é onde ele esta jogando. Onde ele foi muito bem recebido, apos sair do bulldogs.

 

 

 

 

 

Comments

comments

Envie seu Comentário