Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Para trazer final nacional a Santa Maria, Soldiers enfrenta o BH Eagles em Minas Gerais

18 de novembro de 2016 0

21792933

Por: Pedro Pavan – Diário de Santa Maria

Serão mais de 30 horas de ônibus com o objetivo de avançar à decisão da Liga Nacional de futebol americano

São 1.867 quilômetros para levar o nome de Santa Maria a Sete Lagoas, em Minas Gerais. Mais de 30 horas de viagem em um ônibus. Tudo isso para representar a cidade país afora e tentar trazer a final da Liga Nacional de futebol americano, a segunda divisão brasileira da modalidade, ao Coração do Rio Grande.

Neste sábado, às 17h, o Soldiers entra em campo pela semifinal da competição na Arena do Jacaré, contra o BH Get Eagles. Caso o time gaúcho avance, receberá a final do campeonato brasileiro no Estádio Presidente Vargas, em Santa Maria, em data a ser confirmada.

— Apesar da adversidade em ter que encarar 33 horas de ônibus, estamos motivados. Queremos trazer a final do campeonato brasileiro para Santa Maria. É a oportunidade de mostrar o nome de Santa Maria para o Brasil inteiro. E isso nos motiva muito — garante o kicker (chutador) do Soldiers, Maurício Faé.

21792934

E para não desembarcar em Sete Lagoas em uma condição extremamente exaustiva, a comissão técnica do Soldiers realiza, ao longo do trajeto, exercícios, alongamentos e paradas para deixar o time mais relaxado.

— Talvez, seja o jogo mais difícil da nossa história. Tivemos uma partida muito complicada com o Juventude na final do Gauchão, e contra o Redlions na final de conferência. O Eagles tem um coach americano e um quarterback (lançador) muito bons. É um time muito dinâmico e duro de parar. Mas nosso time está preparado para enfrentar qualquer adversidade — conclui Faé.

Na outra semifinal, o Sinop Coyotes (MT) encara o Rio Preto Weilers (SP), em 26 de novembro, em Sinop, no Mato Grosso.

Problema às vésperas

A ideia inicial da diretoria era fazer uma viagem tranquila de avião até a capital mineira e, depois, pegar um ônibus a Sete Lagoas, local da partida. No entanto, o valor da passagem individual de avião, orçado previamente em R$ 720, subiu para R$ 2 mil, o que deixou inviável a compra.

— Vamos ter que fazer um trabalho diferenciado em relação à manutenção física dos atletas. Por outro lado, conseguimos levar bastante gente — pondera o head coach (técnico) do Soldiers, Gustavo Petter.

Aproximadamente 40 integrantes, entre atletas e comissão técnica, embarcaram na madrugada de sexta-feira rumo a Minas Gerais. A equipe deve chegar a Sete Lagoas na manhã deste sábado. O Soldiers pagará cerca de R$ 20 mil em despesas com o deslocamento.

 

Comments

comments

Envie seu Comentário