Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Festa da firma? Cuidado!

07 de dezembro de 2012 2

Por Cáren Cecília Baldo – caren.baldo@diariogaucho.com.br

O clima é de descontração, mas as confraternizações de fim de ano das empresas seguem sendo eventos corporativos. Saiba o que é melhor evitar.

O final do ano chega e, com ele, as confraternizações das empresas. É o momento de celebrar os bons resultados obtidos no ano, mas a empolgação deve ter limites – afinal, apesar do clima de festa, o ambiente segue sendo profissional.

Alguns comportamentos inadequados podem, em casos extremos, resultar até mesmo em demissão. A especialista em
Gestão Estratégica de Pessoas Karla Aprato elenca as principais dúvidas:

– Como se comportar? Que roupa usar? Beber ou não? As comemorações corporativas são desejadas por muitos e odiadas por outros, porém, servem como oportunidade de expandir o seu networking (contatos) na empresa.

● Chefes podem estar observando

Segundo a gerente de Recursos Humanos da empresa Mega Sistemas Corporativos, Mariana Almeida, o clima aparentemente informal de uma festa de final de ano muitas vezes leva as pessoas a se comportarem de maneira mais
extravagante e sem medir consequências.

- Você estará sendo observado pelos colegas e até mesmo pela chefia, ou seja, uma gafe pode impactar na imagem
que o profissional já construiu na organização – explica.

Então, para evitar esses possíveis micos que podem manchar a sua carreira, confira no quadro as dicas que as especialistas deram ao Diário Gaúcho.

Dicas de especialistas para você não errar

Acompanhantes
● Confira com quem está organizando a festa se é possível levar mais alguém. E, caso o convite não seja extensivo à família, vá sozinho e evite constrangimentos.

Roupas adequadas
● Esse é um dos itens mais complicados, pois tem quem confunda festa do trabalho com balada. Mas não é. Tenha sempre em mente que o encontro segue tendo conotação profissional, então, seja bastante criterioso na hora de
escolher a roupa. Algumas dicas:

✔ Mulheres devem evitar transparências, decotes exagerados, roupas muito justas, vestidos muito curtos, minissaias e cores muito chamativas. Afinal, se você não usou esse tipo de roupa durante todo o ano na empresa, para que usar na festa de fim de ano? Se a confraternização for ao ar livre num sítio ou parque aquático, maneire no biquíni mesmo que você esteja em dia com a balança, e não se esqueça de levar uma canga ou um short.

✔ Homens precisam ter alguns cuidados, como evitar calças rasgadas, manchadas ou excesso de acessórios, como correntes. Seja simples. Que tal um jeans básico e uma camiseta? Se a festa for em área com piscina, prefira um calção
em vez de sunga – principalmente, se for branca.

Chefias
● Os gestores têm em mãos uma boa oportunidade de se mostrarem mais acessíveis. Também é um bom momento para conhecer melhor a sua equipe. Evite assuntos de trabalho, críticas ou comentários sobre metas.

Bebidas alcoólicas
● Se você está acostumado a beber, beba pouco. Se não está, nem beba. Beber demais pode transformar  comportamentos e causar uma enorme ressaca moral.

Comes e bebes
● Seja educado na hora de se servir. Não saia correndo para a fila, dê preferência para idosos, pessoas com deficiência e gestantes. Quando chegar no bufê, não encha demais seu prato. Não é porque a empresa está pagando (se for o
caso) que você precisa exagerar.

Amigo secreto
● Por vezes, essa troca de presentes pode ser uma tremenda saia justa. Então, leia essas dicas:

✔ Compre o que o seu amigo pediu. Se não houver uma lista, escolha um vale-presente de uma livraria ou de uma loja de roupas.
✔ Não ultrapasse o valor definido para o presente (mesmo se tirar seu chefe, ou aprenda a conviver com o apelido de puxa-saco para sempre) nem dê algo de menor valor.
✔ Na hora de apresentar o seu amigo secreto, não critique nem aponte defeitos. Brinque, mas seja delicado. Fale das qualidades pessoais e profissionais dele.

Postura
● Cuide seu comportamento:

✔ Evite brincadeirinhas maldosas com os colegas e os gestores. Tenha bom senso. Se ficar em dúvida, avalie: você faria o mesmo se estivesse em um dia normal de trabalho?
✔ Dance, divirta-se, mas não cogite descer até o chão quanto tocar o seu funk favorito. Algumas danças podem causar constrangimentos e ainda render fotos em poses mais ousadas, que serão motivos de comentários mal-intencionados.
✔ Não exponha a sua vida pessoal, não fofoque sobre os colegas de trabalho e não critique a organização da festa. E, o mais importante, nunca fale mal do chefe.
✔ Aproveite o momento para melhorar o seu network (rede de contatos) na empresa. E, mesmo que não esteja sintonizado com o clima de alegria do evento, não se isole ou adote uma postura mal humorada. Simpatia e boa educação são bem vistos por todos.

Dicas dadas pela especialista em Gestão Estratégica de Pessoas Karla Aprato e pela gerente de Recursos Humanos da Mega Sistemas Corporativos, Mariana Almeida.

Comentários (2)

  • francine diz: 10 de dezembro de 2012

    Muito legal a matéria kkkk

  • Willian diz: 10 de fevereiro de 2013

    Parabens pela estrutura e conteudo de seu blog, compartilhando aqui, Forte abraço Willian camisetas

Envie seu Comentário