Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "carteira de habilitação"

Confira aqui se seu nome foi sorteado para a CNH Social

22 de julho de 2014 1

cnh-logo

A lista com os 7 mil beneficiados da segunda edição do programa CNH Social já está no site do Detran.

**Para conferir, clique aqui**

Mais de 51,3 mil pessoas inscreveram-se no programa que objetiva oferecer maior capacitação para o mercado de trabalho a pessoas de baixa renda, por meio da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O sorteio das vagas teve coordenação técnica da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs) e foi realizado em duas etapas, por meio do aplicativo da Nota Fiscal Gaúcha.

Na primeira etapa, foram selecionados os candidatos pelas cotas reservadas para mulheres e negros, buscando promover a igualdade de acesso aos postos de trabalho. A segunda etapa ocorreu nesta segunda-feira e sorteou as vagas entre todos os inscritos.

As pessoas beneficiadas pelo programa estão isentas do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, aulas em simulador, curso prático de direção veicular e locação de veículos, e também dos exames teórico e prático.

Veja quais serão os próximos passos

Entre 22 de julho e 8 de agosto, os candidatos selecionados no sorteio deverão realizar a abertura do processo de habilitação no CFC em que realizaram a inscrição, conforme o serviço e a categoria escolhidos no momento da inscrição.

Além das condições e documentos necessários para a abertura do procedimento de habilitação (Renach), que você pode conferir abaixo, o candidato deverá apresentar comprovação de que, à época da abertura do serviço, estava domiciliado no Estado por no mínimo dois anos.

O que é preciso para abertura do processo no CFC

Documentos para abertura do Renach
- Carteira de Identidade (original e cópia)
- CPF (original e cópia) – dispensando-se este documento se o número constar na Carteira de Identidade
- Comprovante de residência atual (original e cópia)
- Os CFCs já estão realizando a captura digital de imagens, portanto, NÃO é mais necessário levar fotos.

Documentos para acesso ao programa
- Declaração de responsabilidade sobre as informações prestadas e de que conhece e aceita todas as condições de participação do Programa CNH Social.
- Comprovação de que, à época da abertura do serviço, estava domiciliado no Estado de Rio Grande do Sul há no mínimo dois anos.
Serão aceitos os seguintes documentos:
1. comprovante de residência no nome do selecionado – contas de água, luz e telefone – com no mínimo dois anos de postagem.
2. declaração, assinada pelo proprietário/locatário do imóvel onde reside o selecionado, atestando domicílio do/a candidato/a há, no mínimo, dois anos. Nesse caso, deve-se apresentar, além da declaração, cópia de documento de identidade e de comprovante de residência no nome do/a declarante.
3. comprovante de matrícula em qualquer instituição de ensino no Estado do Rio Grande do Sul, com no mínimo dois anos de expedição.
4. contrato de trabalho, contracheque ou documento correlato que comprove vínculo empregatício no Estado há, no mínimo, dois anos.

Segunda chamada, em caso de sobra de vagas

Em caso de não preenchimento de todas as vagas, será realizada uma segunda chamada, mediante novo sorteio das vagas disponíveis. O calendário para a segunda chamada será divulgado em 12 de agosto.

Projeto oferece mudança de categoria na CNH para quem quer trabalhar no transporte

04 de julho de 2014 4

sestsenat

Quer mudar de categoria na carteira de motorista porque deseja trabalhar na área de transporte, mas não vai conseguir se inscrever no programa CNH Social por não ter registro no CadÚnico?

Então, aproveite: foram prorrogadas até o dia 30 de julho as inscrições para participar do projeto do Sest/Senat que oferecerá, gratuitamente, a mudança de categoria da Carteira Nacional de Habilitação. O benefício faz parte do projeto Habilitação Profissional para o Transporte – Inserção de Novos Motoristas, uma das estratégias que estão em desenvolvimento pela entidade para suprir a falta de profissionais para o mercado de trabalho do setor transportador.

Serão beneficiados, em todo o país, 50 mil motoristas. Quem tem a CNH categoria B poderá obter a C, e condutores que já têm a C poderão participar para obter a categoria D ou a E.  Todos os procedimentos necessários serão custeados pelo projeto.

Quem pode concorrer às vagas?

Para fazer parte da iniciativa, os interessados devem ter de 21 a 45 anos, ter renda familiar de até três salários mínimos (ou R$ 2.172), participar dos cursos de formação de novos motoristas oferecidos pelas mais de cem unidades do Sest Senat e assinar um termo em que assume o compromisso de trabalhar no setor de transporte.

As inscrições podem ser feitas pelo site do Sest Senat. Mais informações estão disponíveis na página da instituição na internet e também podem ser obtidas pelo telefone 0800-728-2891.

Últimos dias para obter CNH de graça

03 de julho de 2014 12

cnh-logo

Amanhã, 4 de julho, é o último dia para se inscrever no programa CNH Social, do Detran-RS.

Quem tem baixa renda e deseja fazer a carteira de habilitação, mudar ou adicionar uma categoria à sua poderá concorrer às mais de 7 mil oportunidades oferecidas pelo Detran-RS.  O objetivo é capacitar trabalhadores para que possam conquistar melhores vagas no mercado.

Tem que estar no CadÚnico

Para participar, porém, não basta ter baixa renda: os candidatos também precisam estar inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e ter feito a inscrição até o dia 30 de abril deste ano. Não pode participar quem se inscreveu no CadÚnico após essa data.

Não entram na seleção pessoas que já estão com serviço de habilitação aberto no Detran-RS, que tenham cometido crimes na condução de veículo ou que tiveram a CNH ou a Permissão para Dirigir cassada ou suspensa.

A seleção será feita por sorteio, e o resultado final da primeira chamada será em 22 de julho. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pessoalmente nos Centros de Formação de Condutores (CFCs). Confira a lista completa no site do Detran-RS:
www.detran.rs.gov.br.

Fique por dentro

A inscrição pode ser feita para somente uma categoria.

O candidato deve se inscrever pela reserva de vagas (cotas) ou pelo cadastro geral, nunca pelos dois.

 Somente o titular do CadÚnico está habilitado a concorrer. O sistema vai validar a inscrição vinculando o NIS (Número de Identificação Social) ao CPF. Não é possível, portanto, inscrever dependentes.

 Candidatos que se inscreveram na primeira edição e não foram selecionados devem fazer nova inscrição.

O programa

 As CNHs serão distribuídas da seguinte forma:
1,4 mil primeiras habilitações.
1,4 mil adições de categoria.
4,2 mil mudanças de categoria, sendo 840 destinadas à mudança para categoria C,  2.940 para categoria D e 420 para categoria E.

 Das vagas, 15% serão destinadas à população negra, e 50% das oportunidades de mudança de categoria, a mulheres.

 Os beneficiados pelo programa serão isentos do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, incluindo aulas com simulador de direção, do curso prático de direção veicular e locação de veículos, e também dos exames teórico e prático.

 Candidatos reprovados nos exames poderão refazê-los uma única vez, sem ônus, garantido acréscimo de oito aulas práticas aos reprovados no teste prático.

Sobre as categorias de habilitação

A categoria A habilita a conduzir moto.

A categoria B habilita a conduzir carro.

Já as categorias C, D e E habilitam a conduzir os chamados veículos pesados, sendo a C para veículos de carga, a D para veículos de transporte de passageiros e a E para veículos articulados de transporte de carga e passageiros.

CNH Social: saiba como se inscrever

12 de junho de 2014 35

cnh

O programa CNH Social abrirá inscrições na próxima segunda-feira. Entre os dias 16 de junho e 4 de julho, pessoas de baixa renda que queiram fazer a carteira de habilitação, mudar ou adicionar uma categoria à sua poderão concorrer às mais de 7 mil chances oferecidas pelo Detran-RS.

O edital do programa será publicado hoje no Diário Oficial do Estado.

A seleção será feita por sorteio durante o mês de julho, tanto para reserva de vagas quanto para cadastro geral, com divulgação no site www.detran.rs.gov.br.  As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pessoalmente nos Centros de Formação de Condutores (CFCs). Confira a lista completa aqui.

Quem pode concorrer às vagas?

Poderão requerer o benefício candidatos com idade mínima de 18 anos, residentes no Rio Grande do Sul há pelo menos dois anos e com renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 2.172) ou de até dois salários mínimos (R$ 1.448) para desempregados há mais de dois anos.

Também é preciso ter feito a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) até o dia 30 de abril deste ano. Não pode participar quem se inscreveu no CadÚnico após essa data.

Não entram na seleção pessoas que já estão com serviço de habilitação aberto no Detran-RS, que tenham cometido crimes na condução de veículo ou que tiveram a CNH ou a Permissão para Dirigir cassada ou suspensa.

A primeira edição da CNH Social teve mais de 171 mil inscritos. Cerca de 77% foram mulheres, e a maior procura foi pelo serviço de primeira habilitação (90%).

Fique por dentro

cnh-logoAs CNHs serão distribuídas da seguinte forma:
1,4 mil primeiras habilitações
1,4 mil adições de categoria
4,2 mil mudanças de categoria, sendo 840 destinados à mudança para categoria C, 2.940 à mudança para categoria D e 420 à mudança para categoria E.

 Das vagas, 15% serão destinadas à população negra, e 50% das oportunidades de mudança de categoria, a mulheres.

 O candidato deve informar, no momento da inscrição no Centro de Formação de Condutores (CFC), se deseja concorrer pelas cotas.

 Os beneficiados pelo programa serão isentos do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, incluindo aulas com simulador de direção, do curso prático de direção veicular e locação de veículos, e também dos exames teórico e prático.

 Candidatos reprovados nos exames poderão refazê-los uma única vez, sem ônus, garantido acréscimo de oito aulas práticas aos reprovados no teste prático.

 Mais informações no site www.detran.rs.gov.br.

Programa CNH Social 2014 será lançado amanhã

10 de junho de 2014 13

A segunda edição do programa CNH Social, do Detran-RS, será lançada nesta quarta-feira, 11 de junho, em Alvorada, pelo governador Tarso Genro. Em um ato simbólico, ele entregará o documento de habilitação a um grupo de beneficiados pela primeira edição.

Na oportunidade, o diretor-geral do Detran-RS, Leonardo Kauer, anunciará a abertura das inscrições para a edição de 2014, que vai oferecer mais 7 mil habilitações gratuitas, mediante sorteio entre os inscritos.

O que é o CNH Social

É um programa que oferece à população de baixa renda a oportunidade de fazer a carteira de habilitação sem custos, com o objetivo de conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho. A primeira edição, em 2013, teve mais de 171 mil inscritos e também ofereceu 7 mil CNHs.

Divulgada lista com sorteados pelo programa CNH Social

17 de dezembro de 2013 3

Foi divulgada hoje pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS) a lista com os 7 mil selecionados para a primeira edição do programa CNH Social.

Os nomes dos sorteados podem ser conferidos aqui.

Mais de 171 mil pessoas inscreveram-se no programa, que pretende oferecer habilitações sem custo para que pessoas de baixa renda tenham mais oportunidades no mercado de trabalho.

O sorteio das vagas teve coordenação técnica da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs) e foi realizado em duas etapas, por meio do aplicativo da Nota Fiscal Gaúcha. Na primeira etapa, foram selecionados 1.976 candidatos pelas cotas reservadas para mulheres e negros. A segunda etapa ocorreu ontem, 16 de dezembro, e sorteou 5.024 vagas entre todos os inscritos.

As pessoas beneficiadas pelo programa estarão isentas do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, do curso prático de direção veicular e locação de veículos e também dos exames teórico e prático.

Saiba os próximos passos

Entre 17 de dezembro e 31 de janeiro, os candidatos selecionados no sorteio deverão realizar a abertura do processo de habilitação no CFC em que realizaram a inscrição, conforme o serviço e a categoria escolhidos no momento da inscrição.

Além das condições e documentos necessários para a abertura do procedimento de habilitação (Renach) – confira a lista completa abaixo -, o candidato deverá apresentar comprovação de que, à época da abertura do serviço, estava domiciliado no Estado por no mínimo dois anos.

Segunda chamada para vagas que sobrarem

Em caso de não preenchimento de todas as vagas, será realizada uma segunda chamada no dia 7 de fevereiro, com novo sorteio das vagas disponíveis. O candidato convocado em segunda chamada deverá comparecer, entre 10 e 28 de fevereiro de 2014, ao CFC em que realizou a inscrição para abertura de seu processo de habilitação.


CONFIRA OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA QUEM JÁ FOI SORTEADO

Documentos para abertura do Renach

- Carteira de Identidade (original e cópia)
- CPF (original e cópia) – dispensando-se este documento se o número constar na Carteira de Identidade
- Comprovante de residência atual (original e cópia)
- Os CFCs já estão realizando a captura digital de imagens, portanto, NÃO é mais necessário levar fotos

Documentos para acesso ao programa

- Comprovação de que, à época da abertura do serviço, estava domiciliado no Estado de Rio Grande do Sul há no mínimo dois anos.  Serão aceitos os seguintes documentos:

1. comprovante de residência no nome do selecionado – contas de água, luz e telefone – com no mínimo dois anos de postagem.
2. declaração, assinada pelo proprietário/locatário do imóvel onde reside o selecionado, atestando domicílio do candidato há, no mínimo, dois anos. Nesse caso, deve-se apresentar, além da declaração, cópia de documento de identidade e de comprovante de residência no nome do declarante.
3. comprovante de matrícula em qualquer instituição de ensino no Estado do Rio Grande do Sul, com no mínimo dois anos de expedição.
4. contrato de trabalho, contracheque ou documento correlato que comprove vínculo empregatício no Estado há, no mínimo, dois anos.

- Declaração de responsabilidade sobre as informações prestadas e de que conhece e aceita todas as condições de participação do Programa CNH Social (anexo I deste Edital).

Sorteio da CNH Social aconteceu nesta quinta-feira - resultados só serão divulgados no dia 17

12 de dezembro de 2013 9

Foi realizada hoje,  12 de dezembro, a primeira etapa do sorteio da CNH Social, programa do Detran-RS. Foram selecionados os candidatos inscritos para as vagas das cotas reservadas para mulheres e negros. Os beneficiados, no entanto, só serão conhecidos no dia 17 de dezembro, após a segunda etapa do sorteio.

Nesta quinta-feira, foram selecionados 1.976 candidatos pelas cotas, para um total de 3.150 vagas disponíveis. As 1.174 vagas restantes entrarão no sorteio das vagas gerais, que acontecerá no dia 16 de dezembro, totalizando 5.024 oportunidades para primeira habilitação, mudança e adição de categoria.

Segunda chamada

O sorteio, que tem coordenação técnica da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs), é realizado por meio do aplicativo da Nota Fiscal Gaúcha. São usados números de referência da Loteria Federal, que fazem correspondência com o CPF dos inscritos homologados.

A listagem com os nomes dos selecionados será divulgada na terça-feira, 17 de dezembro, no Diário Oficial do Estado e no site www.detran.rs.gov.br, conforme cronograma do edital.

Em caso de não preenchimento de todas as vagas, será realizada uma segunda chamada no dia 7 de fevereiro, a partir de um novo sorteio das vagas disponíveis.

Amanhã: sorteio da CNH Social acontece nesta quinta-feira

11 de dezembro de 2013 12

Amanhã, 12 de dezembro, acontecerá o primeiro sorteio do programa CNH Social, do Detran-RS, que irá possibilitar a confecção de 7 mil carteiras de habilitação gratuitas para a população de baixa renda.

Nesta quinta-feira, serão sorteadas as vagas destinadas à população negra e às mulheres – estas últimas que formam a maioria dos 171.194 inscritos: 77% são do sexo feminino – ou 132 mil inscritas. Destas, 125,5 mil se candidatam às vagas para tirar a carteira de motorista pela primeira vez.

Na próxima segunda-feira, dia 16 de dezembro, acontecerá o sorteio geral, que inclui todos os inscritos não selecionados na primeira etapa, para todas as vagas não preenchidas por meio das cotas.

Sob o comando da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs), será usado para o sorteio o mesmo aplicativo da Nota Fiscal Gaúcha, seguindo regras idênticas de aleatoriedade, segurança e auditoria daquele programa. A geração dos bilhetes será feita conforme os números da loteria federal.

As listas de correspondência entre o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos inscritos homologados e o número dos bilhetes será divulgada previamente pelo Detran-RS, garantindo o sigilo da identidade do candidato.

A divulgação oficial do resultado será no dia 17 de dezembro, no site do Detran-RS.

Mulheres que querem tirar a primeira habilitação formam maioria dos inscritos no programa CNH Social

04 de dezembro de 2013 0

O programa CNH Social, que oferece 7 mil vagas gratuitas para a confecção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), caiu na preferência das mulheres. Do total de 171.194 inscritos, 77% são do sexo feminino – ou 132 mil inscritas. Destas, 125,5 mil se candidatam às vagas para tirar a carteira de motorista pela primeira vez.

A habilitação para as categorias A e B representou 90% das inscrições do programa (mais de 154 mil). O programa garante 50% das vagas de mudança de categoria para as mulheres, levando em conta os maiores índices de desemprego, qualidade das ocupações e diferença na remuneração. A previsão do edital era de 2,1 mil vagas para mulheres, sendo que o número de interessadas foi de 2.134.

Os municípios com o maior número de inscritos são Porto Alegre (19.857), Bagé (5.438), Pelotas (5.258), Canoas (4.786), Santa Maria (4.485), São Leopoldo (4.236), Caxias do Sul (3.791), Uruguaiana (3.465), Alegrete (3.291) e Ijuí (3.161).

O sorteio dos candidatos acontecerá em duas etapas, nos dias 12 e 16 de dezembro, sob o comando da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs). O aplicativo usado será o mesmo da Nota Fiscal Gaúcha, seguindo regras idênticas de aleatoriedade, segurança e auditoria daquele programa.

A geração dos bilhetes será feita conforme os números da loteria federal. As listas de correspondência entre o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos inscritos homologados e o número dos bilhetes será divulgada previamente pelo Detran-RS, garantindo o sigilo da identidade do candidato.

O sorteio será realizado em duas etapas. No dia 12, serão sorteadas as vagas destinadas à população negra e às mulheres. E, no dia 16, será o sorteio geral, que inclui todos os inscritos não selecionados na primeira etapa, para todas as vagas não preenchidas por meio das cotas. A divulgação do resultado será no dia 17 de dezembro, no site do Detran-RS.

CNH Social: inscrições até sexta-feira

27 de novembro de 2013 15

Atenção, interessados em tirar a carteira de motorista sem custos: o programa CNH Social, do Detran-RS, terá seu último dia de inscrições na próxima sexta-feira, 29 de novembro.

O objetivo do programa é possibilitar melhores oportunidades profissionais à população de baixa renda, a partir da certificação proporcionada pelo documento. Serão oferecidas 7 mil habilitações gratuitas, por sorteio. Os selecionados passarão pelas aulas e testes, mas não precisarão pagar por nenhuma das etapas.

Quem pode

Para concorrer, é preciso estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Além disso, é necessário ter pelo menos 18 anos de idade, ser morador do Rio Grande do Sul há pelo menos dois anos e ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 2.034), ou de até dois salários mínimos (R$ 1.356) para desempregados há mais de dois anos.

Metade das vagas de mudança de categoria será destinada às mulheres, e 15% do total, à população negra.

Divisão

Os benefícios serão distribuídos a seguinte forma: 1,4 mil para primeiras habilitações, 1,4 mil para adições de categoria e 4,2 mil para mudanças de categoria. Destas, 840 são destinadas à mudança para categoria C, 2.940 à mudança para categoria D, e 420 à mudança para categoria E.

É possível habilitar-se pela primeira vez para dirigir moto (categoria A) ou carro (categoria B). Na adição de categoria, será permitido à pessoa que já tem habilitação para carro (categoria B) habilitar-se para conduzir moto (categoria A) e vice-versa.

Já quem pretende solicitar a mudança de categoria devem ser motoristas com CNH categoria B (carro) que poderão habilitar-se para dirigir veículos de transporte de carga (categoria C) e veículos de transporte de passageiros (D). Para a categoria C, é necessário ter pelo menos um ano de categoria B e, para a categoria D, dois anos de categoria B e 21 anos completos. Motoristas com as categorias C e D poderão habilitar-se para dirigir veículos articulados de transporte de carga e/ou passageiros (categoria E). Habilitados na categoria C devem ter um ano de habilitação nesta categoria para habilitarem-se à categoria E.

Não poderão participar da seleção aqueles que já estão com serviço de habilitação aberto no Detran-RS, nem quem cometeu crimes na condução de veículo ou teve a CNH ou a Permissão para Dirigir cassada ou suspensa.

Como se inscrever

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pessoalmente nos Centros de Formação de Condutores (CFC). Confira a lista completa com os endereços de todos os CFCs aqui.

Os candidatos deverão apresentar, no momento da inscrição, documento de identificação oficial com foto, Número de Identificação Social (NIS) e indicar o serviço de habilitação, a categoria pretendida e o número da Carteira Nacional de Habilitação, se houver.

Mais informações sobre o programa podem ser obtidas neste link.