Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Três pessoas são atropeladas por motocicletas nesta quarta-feira em Blumenau

03 de maio de 2012 6

A Guarda Municipal de Trânsito registrou o atropelamento de três pessoas durante a quarta-feira. Nos três casos, as pessoas foram atingidas por motocicleta. Em dois, as vítimas atravessavam a rua na faixa de pedestres.

A primeira ocorrência foi às 14h30min, na Rua General Osório, na Velha. Terezinha Isabel Raitz, de 50 anos. Ela estava na faixa de pedestres. O condutor da moto, Marildo Lima, de 41 anos, foi encaminhado para a Central de Polícia.

Na Rua Johann Sachse, no Badenfurt, Silvestre Eyns, de 71 anos, foi atropelado fora da faixa por uma motocicleta conduzida por Julio Cesar da Silva Valentin, de 30 anos.

Às 18h50min, Luana Mara Pereira da Silva, de 23 anos, foi atropelada, na faixa de pedestres, na Rua Amazonas, no Distrito do Garcia. A jovem foi atingida por uma motocicleta conduzida por Marcelo Wirth, de 36 anos. Ele foi levado para  a Central de Polícia.

As pessoas atropeladas foram encaminhadas para hospitais da cidade.

Comentários (6)

  • AllesBraun diz: 3 de maio de 2012

    Realmente um problema recorrente, nas raras vezes que os carros param na faixa de pedestre, você tem de ficar de olho nas motos, que chegam costurando sem muita noção e velocidade geralmente acima do que seria considerado seguro.

  • Marco Rotta diz: 3 de maio de 2012

    Motociclista precisa aprender que a pista para motos NÃO É aquela faixa branca…

  • Fabi diz: 3 de maio de 2012

    Os “motoqueiros” e suas m** no transito! Não é a toa que tantos morrem todos os dias por causa da imprudência desses caras que acham que o tempo deles é mais importante que o de todo mundo! Esses caras são uns abusados, mal educados. Claro que existem algumas exceções, mas infelizmente a grande maioria nem deveria tirar carteira! Vários já chutaram meu retrovisor e me cortaram a frente. Blumenau ta ficando quase como São Paulo, onde as motos viraram parasitas no trânsito! Agora não venha me chamar esses caras de MOTOCICLISTA… Motociclista é aquele cara que sabe pilotar uma moto e que anda com cautela. Isso daí pra mim é CGzeiro que se acha o dono da rua mas não se toca que estão muito mais vulnerais que os pedestres e suas poderosas CGs bão lhe oferecem proteção alguma. Parece que acham que tem um missil no meio das pernas… Pelo amor de Deus, acordem!!! Revolta!

  • Antônio diz: 3 de maio de 2012

    Fabi,
    Você prefere uma moto “te atrapalhando” no trânsito ou uma pessoa a mais pra te espremer dentro do ônibus? ou um carro a mais na fila?

    Tenho 2 carros, comprei uma moto somente para trabalhar, lido com esse teu preconceito generalizado diariamente, daqui a pouco coloco meu carro na rua então, já que pela tua visão eu não estarei mais atrapalhando…

  • Thayse diz: 3 de maio de 2012

    Também sou motociclista e lido com o preconceito de que só atrapalhava… Mas nenhum motorista reclama quando corta a frente das motos pois elas “conseguem desviar” e o motociclista se mata por culpa de motoristas babacas e sem noção. Mas não é esse o problema. O problema maior é que blumenauense não sabe para que serve a faixa de pedestres. São poucos os motoristas que param em faixas, isso vale pra carros e motos! Falta respeito no transito. Principalmente pra quem está em cima de um veiculo e nem se importa com quem está em pé, parado sobre uma faixa esperando minutos pra atravessar uma rua, principalmente em dias de chuva. Falta consideração nos motoristas dessa cidade.

  • Alvaro Jorge Pereira diz: 3 de maio de 2012

    Eu diria que pedestres e motoristas erram, por abuso de uns e imprudência de outros. A impunidade gera a falta de educação. Tome-se a Alemanha como exemplo, onde os pedestres procuram as faixas e aguardam o sinal abrir para eles. Sim, porque nas vias mais movimentadas existem sinais nas faixas. Os automóveis e motos não têm que se submeter aos pedestres que também os provocam atravessando com lentidão nos horários de rush como acontece aqui. Existem regras que são seguidas por todos. Esse negócio de pôr o pé na faixa e todos pararem só existe em ruas mais calmas ou ao lado de semáforos, onde o tráfego é naturalmente mais lento. E, lá, a lei é seguida e ponto. Não tem jeitinho.

Envie seu Comentário