Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Carro bate em um muro na Rua Theodoro Holtrup, no Bairro Vila Nova

14 de setembro de 2012 29

O motorista de Uno, com placas de Blumenau, bateu em um muro na Rua Theodoro Holtrup, no Bairro Vila Nova, em Blumenau, na noite desta sexta-feira. O acidente ocorreu por volta das 21h30min, em frente ao Restaurante Saint Peter, onde um casal foi atropelado no último sábado.

No acidente desta sexta-feira, ninguém ficou ferido. Segundo informações de testemunhas, o motorista teria perdido o controle do carro e rodopiado sobre a pista. Com a traseira, ele bateu no muro de um prédio em frente ao restaurante.

Os moradores dos prédios da Rua Theodoro Holtrup foram ao local indignados com o segundo acidente na via em uma semana.

Comentários (29)

  • Valdemir Nicoletti diz: 14 de setembro de 2012

    E agora?
    Continua sendo desnecessário algum redutor de velocidade naquela via seterb?

  • G. Ballod diz: 15 de setembro de 2012

    E cadê a lombada eletrônica que ficava logo atrás?

    Que o(a) próximo(a) prefeito(a) reponha todas elas, retiradas de forma irresponsável pela administração atual.

  • Pedro diz: 15 de setembro de 2012

    O sr. G. Ballod erra ao afirmar que foi a PMB que retirou as lombadas. Elas foram retiradas por ordem judicial, motivadas pelo Ministério Público, cujo promotor não deve apreciar muito o valor da vida humana.

  • Fernando diz: 15 de setembro de 2012

    É um absurdo pedirem radar eletrônico novamente neste trecho.
    1º – O radar era bem antes deste local, certamente não teria evitado
    2º – A pessoa estava respeitando o limite de velocidade?
    3º – Se perdeu pq? Celular? Rádio?

    Aquela curva dá pra passar a 100 km/h sem se perder.
    Vamos parar de encher o saco para estas lombadas novamente, saco…

    Basta a pessoa respeitar os limites.

  • Valentim Jr. diz: 15 de setembro de 2012

    G.Ballod, as lombadas não foram retiradas pela gestão atual, e sim o ministério público as removeu por conta da fraude em licitações da gestão anterior!
    E agora a culpa vai ser de quem? Parem de culpar o estado pela maluquices que os motoristas fazem em Blumenau!

  • valério diz: 15 de setembro de 2012

    Já proibi minha família de transitar nesta rua!

  • Marcos Luciano diz: 15 de setembro de 2012

    Controladores eletronicos de velocidade, lombadas fisicas, faixas de pedestres elevadas não combinam com bom senso!
    O que combina com bom senso é multa pesada, que mexe drasticamente nas economias dos cidadão.
    Como não é possivel colocar um GMT com um radar em cada esquina da cidade, há de se ter sim, todos os artificios fisicos para coibir os excessos.
    O MP está certo e está errado em determinar a retiradas dos controladores eletronicos de velocidade, pois o contrato não era licito, por outro lado, deveria exigir a manutençao do serviço para que esses excessos e falta de bom senso não ocorressem.
    Quanto a localizaçao do controlador de velocidade retirado, estava no lugar correto sim. Pois impedia que descida fosse aproveitada para o ganho de velocidade. Muitos carros, com o controlador, demorariam para alcançar a velocidade de 100km/h até a curva….

  • Alexandre Schloegel diz: 15 de setembro de 2012

    As lombadas eletrônicas foram retiradas sob ordem judicial por culpa da incompetencia ou má-fé da administração atual. A culpa não é do promotor, mas do Seterb e da PMB que cometeram várias irregularidades nas licitações das lombadas eletrônicas, ou por incompetência ou para privilegiar alguns empresários. Me lembro de uma reportagem da Globo em nível nacional denunciando irregularidades nestas licitações.

  • 722 diz: 15 de setembro de 2012

    Dá pra passar a 100 km/h se você souber dirigir. Tem gente que não sabe/não consegue. Aquela curva tem inclinação negativa, tende a “jogar” os carros pela tangente. Isso por si já é um absurdo. Ainda veio a Foz, remendou o asfalto com desníveis e ondulações e ainda enfiou um bueiro de acesso no caminho. É pedir pra ter acidente.

  • Gerson Luiz diz: 15 de setembro de 2012

    Fernando, vivemos num país onde os bons pagam pelos maus. Enquanto um respeita os limites, outros cinco não respeitam. Infelizmente nem todos motoristas são tão bons como você.

  • Eduardo diz: 15 de setembro de 2012

    É um absurdo o que aconteceu. Em 5 dias outro acidente no mesmo local, só que do outro lado da rua. Por 2 metros outro pedestre não foi atropelado. O veículo rodopiou na pista, danificou 02 canteiros do Condomínio dos Poetas e se chocou no muro.
    É necessário URGENTE a colocação de lombada física prevista em lei, antes que hajam mortes na Rua Theodoro Holtrup. O que a prefeitura está esperando?????????? Esta rua do Bairro Vila Nova é uma verdadeira PISTA DE CORRIDA para motoristas irresponsáveis……
    ATENÇÃO AUTORIDADES, vocês estão perdendo a chance de resolver isto agora, antes que algo de mais grave aconteça novamente….

  • LUIZ diz: 15 de setembro de 2012

    Com todo o respeito…..o marido ao saber da traição, resolveu tudo: tirou o sofá da sala!

  • Julia diz: 15 de setembro de 2012

    Moro na frente do Saint Peter e, assim como todos os moradores que estão ali há algum tempo posso afirmar que a lombada NUNCA resolvel o problema de velocidade na rua. A lomabada fica no meio da descida do morro. Da lombada até a curva dá pra retomar a velocidade e fazer igual ao que acontece agora, sem a lombada.
    Vamos deixar de ser ignorantes e tratar o mal pela raíz. Invéz de punir, vamos lutar pela educação dos motoristas, que se aprendessem o mínimo valor de uma vida, nem que seja a própria, não fariam o que fazem hoje.

  • Fernando diz: 15 de setembro de 2012

    Inicialmente, esclareço que não faço a curva a 100 km/h, disse que o raio da curva, a permite fazer nesta velocidade. Lembro que o limite de velocidade neste via é de 50 km/h, e com certeza se este motorista estivesse nesta velocidade, certamente isso não teria acontecido.
    Ao amigo Eduardo, respondo que é proibido pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro) a implantação de lombadas físicas, podendo o município sofrer pena do MP, e pagar pelos danos que este dispositivo possa causar nos veículos.

    Lembro também que ficamos quanto tempo sem acidente grave neste local? Será que a culpa é mesmo da Prefeitura? Será que não cabe uma análise mais criteriosa para se achar um culpado?
    Veja bem, o bêbado bateu no restaurante e a culpa foi da Prefeitura? Será mesmo?

    Espero ter contribuído com este debate, e que ele seja sadio e respeitoso.

  • 722 diz: 15 de setembro de 2012

    Fernando, as lombadas físicas são proibidas apenas em Blumenau por pressão dos empresários dos fotossensores. Foram proibidas na gestão do prefeito Décio Lima, na mesma época em que as “lombadas eletrônicas” foram adotadas.

    As lombadas eletrônicas são ineficientes e burocráticas. Em todo o país há lombadas físicas e funciona muito bem. Elas ajudam na fluidez do trânsito, inclusive. O contudor que vem pela via preferencial ao frear para transpor a lombada, dá tempo para que o motorista na via transversal possa adentrar a rua. O mesmo vale para rotatórias/rótulas. Só há benefícios com lombadas físicas. Basta construí-las de acordo com as normas do Contran. E quanto aos carros de socorro e emergência, se no mundo inteiro funciona com elas, por que só Blumenau tem que ser diferente?

    Além disso o CTB não proíbe lombadas físicas, pelo contrário, indica que elas devem ser construídas e sinalizadas de acordo com as normas do CONTRAN.

    E aqui fica uma dica: a educação para o trânsito inclui o estudo do CTB. Não basta ler placas e não tomar multas. Dirigir é coisa séria e o motorista tem a obrigação de dominar as leis de trânsito e seu automóvel.

  • Paulo diz: 15 de setembro de 2012

    O sábado amanhaceu lindo, que tal uma volta no parque Ramiro, para quem gosta de carro tem evento no Vale Auto Shopping, ou então uma pescaria ? Pessoal, relaxem a semana de trabalho… curtam um Happy Hour… !!! Alimentem as coisas boas… não as ruins.

  • marcone diz: 15 de setembro de 2012

    Porque o curso de direção defensiva não é para todos?…”Povo educado é povo desenvolvido”.

  • Elenice diz: 15 de setembro de 2012

    Ninguém gosta de lombadas eletrônicas? Fato!
    Só que enquanto as pessoas não tomam consciência da velocidade que devem andar e das imprudências que deveriam evitar, as lombadas são necessárias sim, neste caso foi apenas o condutor que bateu no muro. Mas e se novamente um pedestre fosse atropelado? A integridade do ser humano não pode ser tão banalizada….

  • Raul diz: 15 de setembro de 2012

    Lombadas coisa alguma. Este povinho de Blumenau tem mesmo é que ter educação no trânsito e em tudo mais . Pinguços ao extremo e ainda querem reclamar do que ?

  • José João diz: 15 de setembro de 2012

    Moro na Rua Theodoro Holtrup há muito tempo e posso afirmar que enquanto havia lombada eletrônica nunca houve acidentes graves por aqui. Quero que alguém aponte um acidente ocorrido naquele período…..Então?
    Numa enquete promovido pelo Santa constatamos que mais de 80% da população (de bom senso) de Blumenau querem a volta das lombadas eletrônicas. Então porque essa demora?

  • Viliam diz: 15 de setembro de 2012

    É tudo louco nessa cidade. Acho que é campeã em SC em acidentes. Outro dia uma senhora foi atropelada, na faixa para pedestres, por um motoqueiro abestalhado, nos altos dessa mesma rua.

  • William Hertzing Kohler diz: 15 de setembro de 2012

    A lombada eletrônica que ficava um pouco antes do local sitado, somente iria reduzir a velocidade da via no local da mesma.

    Então que seja estipulada a velocidade máxima em todo perímetro urbano, em vez de fiscalizar somente alguns pontos com lombadas eletrônicas!

    Por que se fiscaliza somente determinados pontos?

  • 722 diz: 15 de setembro de 2012

    José João: você não lembra do Golf que arrancou o ponto de ônibus que ficava em frente aos dois edifícios menores dos “Poetas”?

    E na mesma época o Vectra de um pastor neopetencostal capotou no início da descida, atingindo um pedestre que acabou morrendo.

    Ambos aconteceram na época da lombada eletrônica. Aquilo era a maior babaquice. O cara pode passar a 50 km/h na lombada eletrônica, tem espaço de sobra para chegar a mais de 100 km/h na curva do St. Peter.

    O que acontece ali é uma soma de fatores de risco:

    1) não há calçada no lado oposto à tangente da curva.
    2) a curva é cega: não se sabe o que há depois de seu vértice à distância
    3) a curva tem inclinação negativa, para fora (onde há calçada) o que contribui para “jogar o carro pela tangente” se este já estiver rápido demais
    4) a curva é mais estreita que a reta antecedente e a subsequente
    5) o asfalto está cheio de ondulações que desestabilizam a traseira de um carro em processo de frenagem, uma vez que nessa situação a traseira fica leve devido à transferência de peso para o eixo dianteiro ocasionada pela inércia. Com a traseira leve, as ondulações fazem o carro “sambar”, como se diz popularmente.
    6) tudo isso acontece com um carro que está acima de 60 km/h, velocidade acima da permitida, sim, porém a engenharia deve se sobrepor à fiscalização e à falta de bom senso dos motoristas. Não adianta culpar o motorista depois que o acidente já aconteceu, nada desfaz o acidente, nada “desmachuca” as vítimas, nada “desmata” os mortos.

    Blumenau tem a pior engenharia de tráfego que eu já vi em minha curta vida. Os técnicos são subvalorizados, jogados em uma repartição irrelevante enquanto uma meia-dúzia de analfabetos funcionais desqualificados toma decisões em cargos indicados por políticos. O resultado não poderia ser outro.

    Talvez um dia quando houver um engenheiro/urbanista liderando uma secretaria de engenharia de tráfego (e não esse cabide rídiculo que separa o departamento de trânsito da secretaria de planejamento e ainda inventou o departamento de sinalização) os acidentes banais acabem. Caso contrário continuará o mesmo.

    Ou vocês acham que toda cidade do porte de Blumenau tem mais de 1 acidente por hora diariamente? O caos é fruto da falta de planejamento adequado, de trabalho técnico qualificado.

  • CARLOS diz: 15 de setembro de 2012

    Nem todos podem ser, médicos, dentistas, engenheiros, arquitetos, comandante de aeronaves, etc, etc , etc. Porém todos podem ser mnotoristas. Vende-se um carro pro cidadão, vai numa auto escola, obtem um carteira, acha que é motorista e sai fazendo caca pelas ruas, e está tudo certo. Pior ainda é encher o tanque, ficar bebado como um porco, e sai matando. Piorando ainda mais, é ter que escutar de certos imbecis, que ele matou, porém não queria matar. Santa hipocresia. Garanto-lhes que se fosse atropelada a mãe deles, certamente mudariam de opinião rapidinho. Sou grosso sim, e daí.Não da mais pra tolerar certas imbecilidades.

  • schips diz: 16 de setembro de 2012

    Quanta ignorancia sr Fernando, e a segurança das pessoas que tambem tem o direito de usar a via publica como você, onde fica com a preocupação sua e somente sua de andar a essa absurda velocidade em local onde a sinalização permite apenas 5o km/h. GMT nesses irresponsáveis que só querem fiscalização para os outros.

  • Adagir Saggin diz: 16 de setembro de 2012

    Sinalização é importante! Mas, onde o povo é educado.
    Estamos num pais de muitos caros e poucos motoristas bons, é só andar na cidade principalmente no final de semana. Nas sexta a noite, às 22:00 h, quando saio do serviço sempre vejo barbaridades no trânsito. Literalmente, parece que todos tem que tirar alguém da Forca.
    A solução é punição severa aos infratores que causaram danos ou colocam em risco os outros de forma irresponsável.
    No meu conceito quem dirige com som alto, alta velocidade, não respeita fila de trânsito, a sinalização é um condutor irracional………..

  • Fernando diz: 16 de setembro de 2012

    Sr. Chips
    Por favor, releia novamente meu comentário.

  • Fernando diz: 16 de setembro de 2012

    EXTRAÍDO DO CTB:
    Art. 94. Qualquer obstáculo à livre circulação e à segurança de veículos e pedestres, tanto na via quanto na calçada, caso não possa ser retirado, deve ser devida e imediatamente sinalizado.

    Parágrafo único. É proibida a utilização das ondulações transversais e de sonorizadores como redutores de velocidade, salvo em casos especiais definidos pelo órgão ou entidade competente, nos padrões e critérios estabelecidos pelo CONTRAN.

    Se é lombada física que querem, eu fico imaginando uma pessoa embriagada, passando em uma lombada a 60 km/h? Acho que ele perderia o controle facilmente, podendo ter consequências piores.

  • 722 diz: 16 de setembro de 2012

    Fernando
    O próprio CTB determina “salvo em casos especiais definidos pelo órgão ou entidade competente, nos padrões e critérios estabelecidos pelo CONTRAN.”

    Eis a resolução do CONTRAN

    http://www.pr.gov.br/mtm/legislacao/resolucoes/resolucao039.htm

    Não perderia o controle pois a lombada não pode ser instalada em curvas. Em linha reta ele só vai danificar a suspensão. Palavra de quem já passou a 60 km/h em uma lombada não sinalizada.

Envie seu Comentário