Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Decisão pela ponte em pista simples está relacionada a projetos futuros de mobilidade

24 de maio de 2013 12

Nesta sexta-feira a prefeitura de Blumenau publicou edital para contratar projeto executivo da nova ponte do Centro. De acordo com o secretário de Planejamento, Alexandre Gevaerd, decidiu-se optar pela moderação para gastar os R$ 48 milhões repassados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

_ O prefeito pediu que esta ponte custasse no máximo R$24 milhões, para que o restante do valor que o BID tem para Blumenau sejam investidos em outras obras prioritárias. E, embora esta ponte nasça com duas pistas, no momento oportuno vamos divulgar uma nova opção: uma outra ponte ou algo parecido.

Gevaerd assegura que a ponte que deve ser inaugurada em 2016, funcionará em sentido duplo, mas pode ser facilmente convertida em único sentido. A prefeitura tem até 2017 para aplicar os recursos do BID. Até lá, a previsão é de que o tráfego na região seja de 17 mil carros por dia. Segundo o secretário de Planejamento, a nova ponte deve dar conta de absorver o fluxo.

Projeto que venceu concurso ficará nos arquivos da Prefeitura

O presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil – Santa Catarina (IAB-SC), Rael Belli, concorda que a decisão pela pista simples é a mais acertada, porque acompanha o tamanho das ruas ligadas pela construção e segue tendência mundial de pontes menores em áreas centrais. Contudo, Belli lamenta a decisão de lançar edital de projeto para a nova ponte. Em 2011, o IAB-SC organizou concurso para o melhor projeto de ponte, na época localizada entre as ruas Rodolfo Freygang e Chile.

_ Daria para adaptar o projeto ao novo local, para não desperdiçar algo que custou quase R$1 milhão para a prefeitura. Estão fazendo um novo para mudar o conceito da ponte, que era em estrutura metálica, muito bonita. É uma mudança que não faz sentido.

O prefeito Napoleão Bernardes assegura que o projeto da ponte que venceu o concurso do IAB-SC não será desperdiçado. Por enquanto, permanece nos arquivos da prefeitura.

_ São projetos diferentes, traçados diferentes, concepções arquitetônicas diferentes, não há viabilidade do aproveitamento.

Quanto ao recurso excedente do BID, Napoleão assegura que será investido em obras de infraestrutura urbana, importantes para a mobilidade urbana.

Comentários (12)

  • eu diz: 25 de maio de 2013

    Ou seja, o único objetivo em construir uma ponte de pista simples é aumentar o gasto em 1 milhão.

  • valdeci diz: 25 de maio de 2013

    também com o projeto q foi comentado, só pode virar piada de chacota de nosso prefeito q tanto falou em, por técnicos em seu mandato, um projeto de duas pista simples é uma piada, a não ser se ele fazer com uma só mão de ide ou vinda.

  • João Ortiz diz: 25 de maio de 2013

    Nem a ponte de gaspar vai ter 2 pistas…
    Vamos trocar essa ponte pela balsa do Badenfurt entao se é para avacalhar vamos fazer certo….

  • Gustavo Costa diz: 25 de maio de 2013

    Apenas posso comentar o seguinte:
    O prefeito promete uma coisa e depois faz outra e o Sr. Secretario de Planejamento é um incompetente como técnico, pois hora fala uma coisa e depois fala outra totalmente divergente. Essa administração esta sendo uma vergonha, muito se fala e discute e pouco se faz. Atitude senhores, ATITUDE.

  • Ingrid diz: 25 de maio de 2013

    Esta brincadeirinha de “Eu sou o prefeito” está começando a ter graves consequências para a cidade.Não vi melhoria alguma nesta confusão que estão fazendo no transito, se estava ruim agora ficou pior ainda .Estão gastando sim mais dinheiro com projeto,vai ficar uma nhaca pois não vai resolver nada, se ficar como o prefeito prometeu , quer e esta impondo ela por si só sairá muito mais cara pois o vão da ponte é muito maior,vai afetar o Centro Histórico ,a prainha etc e por fim não dará vazão suficiente de trafego com isto fadando esta obra ,quando da sua inauguração daqui a alguns anos , a não ser nem mais um paliativo……. ou ela não vai mais ser construida nas imediações da Prainha ? .Sobre a construção da ponte ,quantos pilares ela terá ? … hoje, a engenharia moderna evita ao maximo usar pilares dentro dos rios que numa cheia funcionam como barragens e seguram todo o tipo de detritos o que se deve evitar ao maximo para que os desastres naturais que tem relação com os rios como as cheias não se tornem mais violentos….. e onde será aplicado este dinheiro do emprestimo que alegam vai sobrar ?
    Estou começando a ficar extremamente preocupada,a coisa não anda bem mesmo …..

  • david rage agains’t the system diz: 25 de maio de 2013

    Com certeza viram que o projeto antigo tbm era bom e agora querem economizar nessa para mais tarde fazer a outra. Decisão acetada, essa nova ponte não necessita ser pista dupla, todas as ruas de acesso não são e nunca serão, pois a região central não comporta tal fluxo. Uma pista é acertada, e se mais tarde fizerem a outra da primeira proposta, vão resolver os problemas de travessia do centro. E finalmente poderão investir mais nos bairros, esse como sempre esquecidos!!

  • Adailton diz: 25 de maio de 2013

    meu Deus,uma cidade como Blumenau,se investi com tantos milhoes em ponte,mas a principal que é segurança,educaçao,aumento de trabalho nao acontece,so digo isso é uma piada

  • João Amado diz: 26 de maio de 2013

    Parabéns ao prefeito Napoleão e técnicos de sua Secretaria de Planejamento. Não se pode ficar refém de projetos do passado, quando a realidade da mobilidade urbana de Blumenau era outra. E se realmente sobrarem recursos financeiros para outras obras de mobilidade, muito melhor para Blumenau. Quem sabe essas outras obras serão nos bairros e não no centro.

  • Valdemir Nicoletti diz: 26 de maio de 2013

    Povo reclamão.

  • Celso diz: 26 de maio de 2013

    Faze o que gente! Votaram na experiência da jovem prefeito e isso é o que esta acontecendo. A voz da experiência!

  • Antonio diz: 26 de maio de 2013

    Tudo bem pista simples, mas e o restante da mobilidade?
    Como ficou o prolongamento da Humberto de Campos?

  • patriota diz: 26 de maio de 2013

    Questão de honra, somente isso esta em foco. O Caos está instalado na ponta aguda e acho que poderiam ter mantido o projeto inicial, e também pela competência que mostra o Sr Napoleão, já poderia ter conseguido o dinheiro para o projeto dele.
    Deveria ser assim:
    a) Na ponte dos arcos, fazer elevado na saída sul, sobre a rua Itajai, e sinaleira para acesso de entrada nessa rua, no sentido Gaspar, e no fluxo a direita da rua itajai, sentido Hosp Santo antonio, sinaleira. UUUURGENTIÍSSMO.
    b) Rua das missões, quando termina a mão dupla, embaixo da ponte de ferro, delimitar as duas faixas, é ridículo o que ocorre alí. congestiona direto. e quem quer seguir p/rua Itajai fica preso na fila,.
    c) Pela localização original da ponte, faria mão única, 02 vias, na ponte atual, para entrar em Blumenau, e mão única para sair de Bumenau, 02 vias, pela nova ponte. FICARIA ÓTIMO, Pena que vão adiar isso.
    Patriota.

Envie seu Comentário