Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Criança de dois anos e meio envolvida em acidente na Rua Bahia morre no hospital

11 de junho de 2013 15

Morreu na tarde desta segunda-feira no Hospital Santa Isabel Henrique Hasse, de dois anos e meio, que se envolveu em um acidente no último sábado na Rua Bahia, em Blumenau. O menino estava internado no Hospital Santa Isabel desde o dia da batida. A informação da morte foi confirmada pela Central Funerária da prefeitura, onde uma tia da criança esteve na noite desta segunda para fazer o registro do falecimento.

O garoto era passageiro de um Fiesta, onde também estava o pai dele, Juliano Hasse, que teve escoriações pelo corpo. Henrique estava sentado na cadeirinha, mas bateu a cabeça no vidro quando o veículo bateu de frente com um Palio.

O condutor do outro carro, Juliano Wosniack de Araújo, 24 anos, foi levado ao Hospital Santo Antônio.

Comentários (15)

  • leila muller richartz diz: 11 de junho de 2013

    A MORTE DESSA CRIANÇA DA FORMA QUE FOI; DESTRUIU TODA A FAMÍLIA QUE CHORA E PEDE JUSTIÇA JÁ! MESMO SABENDO QUE O RESPONSÁVEL NÃO TERÁ UMA PUNIÇÃO JUSTA, PELA TRAGEDIA QUE COMETEU. MATAR DE CARRO TAMBÉM E CRIME

  • Sergio Luiz Meneghelli diz: 11 de junho de 2013

    Espero que as autoridades tomem alguma atitude, a rua Bahia é um corredor de imprudências, existem pessoas que fazem daquela rua uma auto pista.

    Autoridades competentes, não deixem cair no esquecimento mais uma atitude irresponsável, lembrem-se que poderia ser SEU FILHO, SEU IRMÃO, SEU SOBRINHO…. acordem, “honrem as calças que vestem”, ou saias.

  • Carol diz: 11 de junho de 2013

    Que dó,mais uma criança perde a vida por imprudência ao volante. Gente quando isto vai acabar? Ou ao menos amenisar? Os pais desta criança devem estar desesperados, principalmente o pai. Está na hora de alguma autoridade tomar providências em relação, não só ao trânsito e a alta velocidade na rua Bahia, mas em toda a cidade. Depois que asfaltaram as ruas desta cidade alguns motoristas acham que podem dirigir em alta velocidade como se vidas não estivessem em jogo, gente vamos parar com essa mania de fazer alguma coisa só quando morre alguém famoso, todas as vidas são importantes para a família e amigos, não importa se é famoso ou não,vai ter sempre alguém sofrendo e isto tem que mudar.

  • Fernanda diz: 11 de junho de 2013

    Da pra ver que esse “jornal” não vai atrás das notícias mesmo. O quadro clinico na criança se agravou pq o médico plantonista do HSI negou o atendimento da criança e ela foi levada ao HSA, e só depois que o HSA conseguiu com muito custo transferir a criança para o HSI que é o hospital referencia para atendimento de trauma de cabeça, que era o trauma mais grave da criança. Resumindo a morte da criança se deu pela negativa de atendimento do médico plantonista do HSI.

  • Carla diz: 11 de junho de 2013

    Mais um acidente na rua bahia, agora envolvendo um anjinho, aonde está a autoridade para resolver o problema desta rua? semana passada uma senhora sofreu acidente, quase todos os dias um acidente, ninguem das autoridades vai tomar providencias? ou somente quando politico perder um ente querido da familia vai tomar providencias? Não me refiro somente rua bahia e sim varias ruas de BLumenau, acham que estão numa pista de corrida? Cade uma solução para isso?

  • Décio Isleb diz: 11 de junho de 2013

    Mais uma vida ceifada pela Rua Bahia!!!
    Lamentável.

  • Darceli Joao Veneri diz: 11 de junho de 2013

    Sugestão de reportagem ; sobre o acidente que envolveu a morte de uma criança na rua Bahia , a dificuldade para recebimento dos pacientes .Segundo informações extra oficiais houve uma grande demora para atendimento pois o médico plantonista do Santa Isabel recusou atendimento , sendo isto corriqueiro , a ambulância foi deslocada para o hospital Santo Antonio onde também houve atrito , sendo transferido novamente ao Santa Isabel após atendimento ,ou seja, quanto tempo perdido até que a criança foi adequadamente atendida ? Protejam a fonte da informação e terão uma das melhores reportagens ja produzidas .

  • Ricardo diz: 11 de junho de 2013

    Senhor Prefeito, cadê os redutores de velocidade ” Pardal” prometido na sua campanha ?
    Mas quantas vidas serão perdidas ? Estamos de olho

  • Mi diz: 11 de junho de 2013

    A nossa realidade é tão absurda e rotineira que se torna difícil encontrar palavras para expressar a minha revolta!!

    Um acidente é causado por imprudência e com certeza não haverá punição (a não ser algumas cestas básicas que o condutor terá que pagar, NO MÁXIMO!), pois até temos leis, mas há tanta “entre linha” e “emendas”, que se torna difícil por em prática. Daí a criança chega no hospital e é negado atendimento?????????????????

    Hello!!! Cadê nossos governantes??? A própria constituição reconhece que a saúde é um direito básico, mas cadê esse direito?

    Já concluí que TUDO que é público do Brasil não funciona. Um exemplo disso é que precisamos pagar plano de saúde para não depender do SUS.

    Daí assistimos o jornal e todos os dias há notícia informando de desvio de milhões. E ficamos sentadinhos em nossas casas, indignados, mas sem ação. Quando isso irá mudar? Quando o povo se reunirá para cobrar de nossos governantes algo?????????????

    Que Deus de forças para mais esta família, que está sofrendo muito por imprudência no trânsito E dos nossos governantes!!!

  • aIRTON cESAR sCHMITS diz: 11 de junho de 2013

    Mais uma vítima de trauma em acidente de trânsito associado à omissão de socorro praticada frequentemente por alguns médicos que atuam nos hospitais conveniados ao SUS em Blumenau. Isso acontece desde sempre e não é uma política das instituições e sim do comportamento desses médicos. Equipes de socorro “pipocam” com seus pacientes diante da frequente e irresponsável recusa com as mais absurdas e descaradas desculpas. Em alguns casos a justificativa se limita a um sonoro e egocêntrico “não vou receber porque eu não quero”. Que tal denuncia-los ao Conselho Regional de Medicina ou ao Ministério Público? Esqueçam. Já foi feito e só piorou. Vai continuar acontecendo.

  • Wellington diz: 11 de junho de 2013

    Infelizmente me deparei com os dois acidentes citados na matéria, e com tristeza conhecia a pequena criança que morreu na tarde de ontem. É um absurdo presenciar tais imprudências, motoristas andando a mais de 100 km/h nesta via que parece mais uma peneira de tantos remendos e buracos. Motoristas bêbados achando que são donos da via e ocasionando acidentes. Está na hora da prefeitura instalar radares, principalmente nos pontos do mercado Ferreira, Associação da Cremer, e Posto Isleb. Pagamos nossos impostos e queremos no mínimo ver este dinheiro sendo empregado em melhorias para a nossa cidade. Também quero ver se o motorista bêbado que ocasionou o acidente, resultando na morte da crinça será presa e punida conforme a lei.

  • JONATAS ELIESER DOS SANTOS diz: 11 de junho de 2013

    só esse ano 63 assidente 12 mortes e muita coisa só para uma rua cade as autoridades
    hoje eles tavam la no manifesto obs só para de aparecer.

  • Jair Rubens Trierweiler diz: 11 de junho de 2013

    Até quando vamos ter que ver estas notícias de acidentes e morte na rua Bahia. O Diretor de Trânsito diz que vai comprar um radar móvel, isto é uma brincadeira de mal gosto. Um radar móvel para todo município, precisamos é dos pardais com urgência em toda extenção da rua Bahia, Missões, República Argentina, Johan Ohf. Só os pardais colocados estratégicamente é que controlarão a velocidade dos veículos. Lombada eletrônica só controla aquele local onde estiver, após 100 metros o veículo atinge novamente a velocidade alta.

  • Thaise diz: 11 de junho de 2013

    Acho muito interessante e oportuno uma investigação decente sobre a omissão do socorro à essa criança! Não acho que a culpa seja do ‘SUS’, mas dos indivíduos cruéis que se formaram em medicina, querem ganhar $$ mas não querem trabalhar de verdade!
    Santa, por favor… matéria sobre isso!!!
    Alguem já assinalou uma fonte para isto! Este é o papel de vcs, utilidade pública! Vamos lá!

  • João Paulo diz: 11 de junho de 2013

    Tudo é culpa dos médicos agora.. o acidente também, não é mesmo?
    E não de vocês, motoristas BÊBADOS e IMPRUDENTES!
    Se o SUS está assim, podem ter certeza que culpa nenhuma é dos médicos, e sim dos políticos, que vocês, que ficam vendo Salve Jorge, Avenida Brasil, Amor a Vida e Jogo do Brasil, mas na hora da propagando política desligam a TV, e elegem os de sempre..
    Tentem escolher melhor quem planeja a saúde (i.e. basicamente governo federal e estadual) que as coisas vão melhorar.
    O que acontece é isso.. com falta de leitos, o plantonista é OBRIGADO a transferir o caso, não há o que fazer!
    O para aqueles que criticam os honorários médicos.. a hora de um médico está mais barata que a de um mecânico de carros.. a diferença é que o médico trabalho das 7 da manha as 9 da noite, muitas vezes durante os finais de semana sem descanso..

Envie seu Comentário